Вы находитесь на странице: 1из 12

Cabine Primária

Respostas dos Exercícios

Cabine Primária Respostas dos Exercícios

Cabine Primária

Cabine Primária Capítulo 1 1) Cite os tipos de usinas de geração de energia elétrica que

Capítulo 1

1)

Cite os tipos de usinas de geração de energia elétrica que você conhece.

Usina hidroelétrica

Usina termoelétrica

Usina nuclear

Usina eólica

2)

Qual é a maior forma de geração de energia elétrica no Brasil?

Através das usinas hidroelétricas.

3)

Qual é o nível de tensão em que a energia elétrica é gerada nas grandes usinas hidroelétricas?

Entre 13,8 kV e 18 kV.

4)

Cite três valores de tensão da saída da ETD.

Podem ser três dos valores a seguir:

- 3,8 kV

- 11,9 kV

- 13,2 kV

- 13,8 kV

- 20 kV

- 23,5 kV

- 34,5 kV

5)

De acordo com a Resolução 505 da ANEEL, qual o limite de va- riação de tensão de fornecimento considerado adequado para um cliente ligado em 13,8 kV?

Considera-se o limite de 7% para menos e 5% para mais.

Ÿ

página

2

Capítulo 2

Respostas dos exerc´cicios

Assinale falso (F) ou verdadeiro (V) nas alternativas a seguir:

1)

Quanto ao tipo definimos subestação primária de consumidor de tensão inferior a 69 kV como:

(V)

Subestação simplificada e convencional.

(F)

Subestação automática e semiautomática.

(F)

Subestação motorizada e manual.

2)

Nas subestações com potência acima de 300 kVA:

(F)

Pode ser instalado apenas um transformador trifásico.

(V)

A medição fica no lado da alta tensão.

(V)

A proteção geral é feita por disjuntor com desligamento automático e relés.

3)

Nas subestações blindadas o ramal de entrada:

(F)

Pode ser aéreo.

(F)

Pode ser subterrâneo ou aéreo, a critério do consumidor.

(V)

Somente pode ser subterrâneo.

4)

Na subestação de consumidor em tensão superior a 69 kV:

(F)

Os TPs e TCs da medição e da proteção são fornecidos pela distribuidora local.

(V)

Os TPs e TCs de medição são instalados pelo consumidor.

(V)

Na entrada da subestação deve haver um para-raios para cada fase, especificado de acordo com a indicação da distri- buidora.

5)

Na subestação de poste único:

distri- buidora. 5) Na subestação de poste único: (F) O disjuntor de alta tensão deve ter

(F)

O disjuntor de alta tensão deve ter ajuste de corrente definido pela distribuidora local.

(F)

A distribuidora local deve instalar o transformador e o disjun- tor de alta tensão e o consumidor deve instalar o poste e os demais componentes eletromecânicos.

(V)

É obrigatório apenas um transformador com capacidade de até 300 kVA.

Ÿ

página

3

Cabine Primária

Cabine Primária Ÿ página 4 Capítulo 3 1) Desenhe o fluxograma de ligação de uma subestação.

Ÿ

página

4

Capítulo 3

1)

Desenhe o fluxograma de ligação de uma subestação.

Consumidor solicita análise de viabilidade Distribuidora responde Sim Há custo para o consumidor? Consumidor paga
Consumidor solicita análise de viabilidade
Distribuidora responde
Sim
Há custo para o
consumidor?
Consumidor paga para a
distribuidora
Não
Consumidor responde com de acordo
Consumidor elabora e apresenta o projeto da
subestação para a distribuidora
Distribuidora analisa o projeto e responde ao
consumidor
Não
Projeto
aprovado?
Consumidor realiza adequações e
reapresenta o projeto
Sim
Consumidor compra os equipamentos e
constrói a subestação.
Consumidor envia carta de pedido de inspeção
Distribuidora realiza a inspeção
Não
Subestação
aprovada?
Consumidor providencia a
adequação
Sim
Consumidor solicita a ligação
Distribuidora realiza a ligação

2)

Relacione os documentos que devem ser entregues no projeto para a distribuidora.

Respostas dos exerc´cicios

- Contrato social;

- Cartão do CNPJ;

- Inscrição Estadual;

- RG e CPF do representante legal;

- Contrato de locação (quando aplicável);

- Licença de funcionamento da CETESB (quando aplicável);

- Relação de carga discriminada por tipo de uso final;

- Projeto em três vias;

- ART do projeto e da execução.

- Projeto em três vias; - ART do projeto e da execução. 3) Cite cinco testes

3)

Cite cinco testes que devem ser realizados após o término da construção da subestação.

Podem ser cinco itens da relação seguinte:

- Funcionamento dos disjuntores;

- Operação dos intertravamentos;

- Medição de resistência de isolação no disjuntor;

- Medição de resistência de isolação nas chaves seccionado- ras;

- Medição de resistência de isolação nas terminações dos ca- bos de alta tensão;

- Medição de resistência de isolação nos transformadores;

- Medição de resistência de isolação dos barramentos;

- Análise de óleo do transformador;

- Verificação do TAP do transformador;

- Ensaio de relação de transformação do transformador;

- Ensaio de tensão aplicada no barramento;

- Medição de resistência de aterramento;

- Continuidade da fiação de comando, medição e proteção;

- Atuação dos relés.

4)

Uma unidade consumidora do grupo A paga uma tarifa binômia. O que isso significa?

Significa que essa unidade consumidora paga não somente a energia elétrica que consome, mas também a demanda que re- quer da rede elétrica.

Ÿ

página

5

5)

Quais são os três tipos de tarifa existentes para as unidades con- sumidoras do grupo A?

Cabine Primária

para as unidades con- sumidoras do grupo A? Cabine Primária Convencional; Horossazonal azul; Horossazonal verde.

Convencional;

Horossazonal azul;

Horossazonal verde.

Capítulo 4

1)

Os três tipos de para-raios existentes são:

(

) Para-raios com decida, para-raios com chapa, para-raios com cabo.

(X)

Cabo para-raios, para-raios do tipo haste reta ou gaiola, para- raios do tipo válvula.

(

) Para-raios automático, para-raios mecânico, para-raios de gaiola.

2)

Definimos o disjuntor em alta tensão pelo seu meio de extinção de arco elétrico. São eles:

(X)

Grande volume de óleo (GVO), pequeno volume de óleo (PVO), sopro magnético, ar comprimido, vácuo, gás.

( )

Óleo, motorizado, comando local, comando remoto, termo magnético.

( )

Automática de mola, de manivela.

3)

As chaves seccionadoras:

(

) São dispositivos destinados a realizar manobras de abertura

 

e

fechamento de um circuito elétrico com carga.

 

(

) São dispositivos destinados a realizar manobras de abertura e fechamento de um circuito elétrico durante um curto-circuito.

(X)

São dispositivos destinados a realizar manobras de abertura

 

e

fechamento de um circuito elétrico sem carga.

4)

Sobre o transformador:

( ) Na subestação primária os transformadores podem ser mo- nofásicos ou trifásicos, dependendo da necessidade do con- sumidor.

Ÿ

página

6

(X)

A principal função do óleo no transformador é refrigerar e

isolar.

(X)

Os sistemas de refrigeração nos transformadores são refrige- ração natural (ONAN), ventilação forçada (ONAF), circulação forçada do óleo (OFAF), refrigeração à água (OFWF).

5)

Transformadores para instrumentos:

Respostas dos exerc´cicios

( ) Têm a finalidade de proteger as instalações elétricas.

(X) Têm a finalidade de reduzir a tensão e a corrente para ali- mentar a proteção e a medição.

( ) Têm a finalidade de elevar a tensão e a corrente para alimen- tar a proteção e a medição.

Capítulo 5

1)

Quais são as características principais de um sistema de prote-

ção?

- Seletividade;

- Rapidez;

- Confiabilidade;

- Exatidão;

- Sensibilidade.

2)

Qual a diferença entre um TC de medição e um TC de proteção?

No transformador de medição, quando ocorre um valor elevado de corrente, por exemplo, em um curto-circuito, ele satura, porque

medidor de energia não precisa registrar o que ocorre durante uma anomalia em um curto intervalo de tempo.

o

O

TC de proteção possui um nível de saturação muito mais eleva-

do. Na ocorrência de uma elevada corrente o TC a transmite para

sua saída (secundário), enviando essa informação ao relé de proteção.

a

3)

Por que é importante preocupar-se com a corrente de curto-circui- to de um disjuntor de subestação?

Caso o disjuntor venha a realizar a abertura de um curto-circuito de corrente superior ao valor que ele suporta, o equipamento pode se danificar durante essa operação.

4)

Quais são os três elementos de um relé?

- Elemento sensor;

- Elemento comparador;

- Elemento de atuação.

Quais são os três elementos de um relé? - Elemento sensor; - Elemento comparador; - Elemento

Ÿ

página

7

5)

Quais são as funções básicas de proteção que toda subestação deve ter?

Cabine Primária

proteção que toda subestação deve ter? Cabine Primária - 27 - Relé de subtensão; - 47

- 27 - Relé de subtensão;

- 47 - Relé de sequência de fase;

- 50 - Relé de sobrecorrente instantâneo;

- 51 - Relé de sobrecorrente temporizado;

- 59 - Relé de sobretensão.

Capítulo 6

1)

Que capítulo da NR-10 determina as premissas para a realização de trabalho em alta tensão?

Capítulo 7

2)

Qual a distância de risco e a distância controlada a partir de um ponto energizado em 13,8 kV?

Distância de risco: 0,38 m

Distância controlada: 1,38 m

3)

Em que condição um profissional precisa fazer o curso comple- mentar de NR-10?

Quando esse profissional for atuar com instalações elétricas de alta tensão (tensão superior a 1.000 V).

4)

Qual a diferença entre um equipamento desligado e isolado?

Desligar refere-se a simplesmente promover a abertura da alimen- tação do circuito, ou seja, abrir o disjuntor ou a chave secciona- dora. O desligamento é somente a primeira das seis etapas da desenergização. O isolamento refere-se ao desligamento de outros dispositivos que isolem fisicamente o trecho da instalação elétrica onde será realizado o serviço.

5)

Qual ferramenta é utilizada para verificar a ausência de tensão em uma subestação?

Ÿ

página

8

Detector de tensão.

Capítulo 7

Respostas dos exerc´cicios

1)

Complete:

De acordo com o item 10.5 da NR-10 somente é considerado desenergizado um equipamento elétrico, liberado para trabalho, mediante os procedimentos apropriados, obedecendo à sequência descrita em seguida.

A) Desligado

B) Isolado

C) Bloqueado

D) Testado

E) Aterrado

F) Sinalizado

2)

Quais as principais funções dos instrumentos relacionados a seguir?

a)

Megôhmetro

Ensaio de resistência de isolação

b)

Medidor de relação de transformação TTR

Ensaio de relação de transformação

c)

Microhmímetro

Ensaio de resistência de contato

d)

Tensão aplicada Hipot

Ensaio de isolação por tensão aplicada

e)

Teste de rigidez dielétrica do óleo TRDO

Ensaio de rigidez dielétrica do óleo isolante

aplicada e) Teste de rigidez dielétrica do óleo TRDO Ensaio de rigidez dielétrica do óleo isolante

Ÿ

página

9

3)

Mencione os três ensaios de resistência de isolação que devem ser realizados em um transformador.

Cabine Primária

devem ser realizados em um transformador. Cabine Primária Ÿ página 10 4) 1 – Ra: ensaio

Ÿ

página

10

4)

1 – Ra: ensaio de resistência de isolação entre o enrolamento de alta tensão e a carcaça.

2 – Rb: ensaio de resistência de isolação entre o enrolamento de baixa tensão e a carcaça.

3 – Rab – Rba: ensaio de resistência de isolação entre os enrola- mentos de alta e baixa tensão.

Para medição da relação de transformação, considere um trans- formador cujo fechamento do enrolamento de alta tensão seja triângulo e o fechamento do enrolamento da baixa tensão seja estrela, a tensão primária do transformador seja de 13.800 V e a tensão secundária de 220 V. Qual o valor de relação de transfor - mação usado?

- Relação de transformação calculada 108,646

- Valor de tolerância máximo 109,190

- Valor de tolerância mínimo 108,103

5) Observando o diagrama seguinte, elabore um procedimento de manobra para desligar e isolar o disjuntor principal de 13,8 kV com segurança, considerando todas as seccionadoras e disjunto- res fechados.

Respostas dos exerc´cicios
Respostas dos exerc´cicios

a) Fazer programação com os setores envolvidos na manobra.

b) Fazer planejamento.

c) Verificar condições operativas dos equipamentos a serem ma- nobrados.

d) Desligar o disjuntor secundário dos transformadores.

e) Verificar ausência de corrente nos circuitos.

f) Desligar disjuntor principal pelo comando manual elétrico ou manual mecânico.

g) Certificar-se de que as três fases do disjuntor abriram correta- mente.

h) Abrir e bloquear as chaves seccionadoras do cubículo de pro- teção.

i) Abrir e bloquear as chaves seccionadoras no cubículo de transformação.

j) Executar o teste de tensão.

Ÿ

página

11

Cabine Primária

Cabine Primária Ÿ página 12 k) Fazer aterramento temporário na entrada e na saída do disjun-

Ÿ

página

12

k) Fazer aterramento temporário na entrada e na saída do disjun- tor.

l) Sinalizar os equipamentos abertos.

m) Fazer relatório.