Вы находитесь на странице: 1из 2

133

MOTIM DE PRESOS

_____________________________

133.1 CONCEITO, OBJETIVIDADE JURÍDICA E SUJEITOS


DO CRIME

No art. 354 do Código Penal está a descrição típica: “amotinarem-se presos,


perturbando a ordem ou disciplina da prisão”. A pena é detenção de seis meses a dois
anos, além da pena correspondente à violência.

O bem jurídico tutelado é a administração da justiça, o interesse estatal na


preservação da tranqüilidade, da ordem e disciplina nas prisões, a normalidade e
regularidade da execução das penas privativas de liberdade.

Sujeitos ativos, necessariamente, são pessoas presas, exigindo-se um mínimo de


três. Sujeito passivo é o Estado e o será também qualquer pessoa, presa ou não, que sofrer
violência eventualmente empregada pelos amotinados.

133.2 TIPICIDADE

133.2.1 Conduta e elementos do tipo

Amotinarem-se é rebelarem-se. É promoverem movimento coletivo. É agirem em


conjunto. O motim é a reunião de pessoas que praticam ações conjuntas, geralmente
violentas, com o mesmo fim.

O motim de presos quase sempre visa à obtenção de benefícios, à exigência da


satisfação de reivindicações, pouco importando a natureza do objetivo colimado, bastando
que exista o movimento e que este perturbe a ordem ou a disciplina no estabelecimento
prisional.
2 – Direito Penal III – Ney Moura Teles

Resta perturbada a ordem ou a disciplina quando há prática de violências contra


pessoas ou coisas e também quando há desrespeito às regras de convivência estabelecidas
no estabelecimento.

O fato pode ocorrer no interior do presídio ou também no de veículos que estejam


transportando presos, na rua ou no fórum onde se acham à espera da realização de
audiência, enfim, em qualquer lugar que se encontrem e se amotinem.

O tipo alcança apenas o motim de presos, não o de internados em estabelecimentos


para cumprimento de medida de segurança detentiva, nem o de menores.

O crime é doloso. Os presos devem estar conscientes de que perturbam a ordem ou


a disciplina e agir com vontade livre de se amotinarem.

Os agentes que tiverem praticado violência durante o motim responderão, em


concurso material, pelos crimes contra a pessoa praticados, lesões corporais ou homicídio,
tentado ou consumado, demonstrada a individualização da conduta de cada um, punidos
na medida de sua culpabilidade, como autores ou partícipes.

133.2.2 Consumação e tentativa

A consumação ocorre quando a ordem ou a disciplina na prisão é perturbada. Sem


essa modificação no funcionamento normal do presídio, não há crime consumado. A
tentativa é possível.

133.3 AÇÃO PENAL

A ação penal é de iniciativa pública incondicionada, competente o juizado especial


criminal, possível a suspensão condicional do processo penal.