Вы находитесь на странице: 1из 4

01.

Pelo Teorema Fundamental da


Semelhança de triângulos, sendo
MN // BC ⇒ ∆ ABC ~ ∆ AMN.

x 9 6 x 9 9 6
= = = ⇒ 24 x = 9 ( x + 9 ) = ⇒ 9 y = 24 • 6
x +9 9 +15 y x +9 24 24 y
144
9 y = 144 ⇒ y =
A partir daqui você trabalha com as 24 x = 9 x + 81 ⇒ 24 x − 9 x = 81 9
razões, duas a duas, separadamente para y = 16
descobrir os valores de x e y 81
15 x = 81 ⇒ x =
15
x = 5,4
 x = 5,4
R: 
y = 16

02.
Sendo MN // BA ⇒
∆ ABC ~ ∆ MNC,

y 6
= ⇒ 9y = 6 ( y + x )
y +x 9
Se ∆ ABC ~ ∆ MNC,
y 6
logo, vale a relação = 9 y = 6 y + 6 x ⇒9 y − 6 y = 6 x ⇒ 3y = 6 x
y+x 9
6x
y = ⇒ y = 2x
3

03.

Sendo DE // AB
12
⇒ ∆ ABC AC AB
~ ∆ DEC, Logo, vale a relação =
CD DE
Se AC = 20 e AD = 8 ⇒ AC – AD = 20 – 8 ⇒ CD = 12. Substituindo os valores dos segmentos
20 15 180
na relação, temos = ⇒ 20 DE = 12 • 15 ⇒ 20 DE = 180 DE =
12 DE 20
⇒ DE = 9

Nós tivemos que calcular o valor do segmento DE porque o problema pede para
calcular a área do trapézio ABED. Para se calcular a área de um trapézio usamos a
B+b
fórmula ⋅ h , onde B é a base maior, b é a base menor e h é a altura. Daí
2
temos AB a base maior, DE a base menor e AD a altura. Agora é

só substituir os valores na fórmula.

AB + DE 15 + 9 24
⋅ AD ⇒ ⋅ 8 ⇒ ⋅ 8 ⇒ 12 ⋅ 8 = 96
2 2 2
R: Área = 96

04.

Sendo MN // BC temos
novamente dois triângulos
semelhantes ΔABC ~ ΔAMN,

AB AC BC x+4 x +3+6 7,5


Portanto, = = , logo, basta substituir os valores dos segmentos. Assim: = =
AM AN MN 4 6 y
E para o cálculo do y:
x+3+6 7,5 x+9 7,5
Tomando duas a duas separadamente as razões, para o cálculo do x faremos: = ⇒ =
6 y 6 y
x +4 x +3+6 x +4 x +9
= ⇒ = ⇒ 6 (x+ 4) = 4 (x+ 9)
4 6 4 6 Substituindo o valor de x = 6
6 x + 24 = 4 x + 36 ⇒ 6 x − 4 x = 36 − 24
6+9 7,5 15 7,5
12 = ⇒ = ⇒ 15 y = 6 ⋅ 7,5
2 x = 12 ⇒ x = ⇒ x = 6 6 y 6 y
2
45
15 y = 45 ⇒ y = ⇒ y =3
15

05.
136 cm
Resposta: Como o problema pede para calcular
50 cm
x+ y= 6+3 = 9

x 75 cm

Sempre o Teorema Fundamental da Semelhança de triângulos – um


segmento paralelo a um dos lados de um triângulo( AB // CD )
determina dois triângulos semelhantes. Neste caso, ΔABC ~ ΔCDE. Se os
triângulos são semelhantes os lados homólogos são proporcionais.
Sendo assim, temos: . O problema fornece os valores dos segmentos AB = 136
cm, CE = 75 cm e CD = 50 cm. Colocando os valores fornecidos na figura,
observamos que nos falta a medida do segmento . Neste caso, vamos considerar o
Como o problema pede a medida de AE , então AE = x + 75 .
seu valor igual a x e substituir na proporção.
136 x + 75
50x + 3750 = 10.200 = 50x = 10.200 – 3750 50x = 6450 RESPOSTA: AE = 129 + 75 ⇒ AE = 204 cm.
50 75
x = 129 cm

Novamente a semelhança de triângulos, agora em uma aplicação. O


06. raciocínio é semelhante: segmento paralelo a um dos lados do triângulo
determina dois triângulos semelhantes. Dessa vez temos:
ΔADC ~ ΔABC

AD AE DE
Logo, vale a relação = = . Lembre sempre: os numeradores
AB AC BC
das razões são lados de um mesmo triângulo – AD , AE e DE são lados
do Δ ADE e os denominadores AB AC , e BC são todos lados do ΔABC.

112 50 + x y
Agora basta substituir as medidas dos lados dos triângulos, sabendo que = = ⇒
AD = 70 + 42 = 112 cm; AE = 50 + x e DE = y. ⇒ 70 50 40

Agora trabalhamos 70 (50 + x) = 112 • 50 ⇒ 70 • 50 +112


70x = 5600
50 + x
separadamente as razões, ⇒ = ⇒
duas a duas. Primeiro vamos 70 50
3500 + 70x = 5600 ⋅ ⇒ 70x = 5600 – 3500
calcular a medida de EC que
2100
está representada por x na 70x = 5600 – 3500 ⇒ 70x = 2100 ⇒ x = ⇒ x = 30 ⇒ EC = 30
proporção. 70

Agora vamos calcular a


medida de que está
⇒ ⇒ ⇒ ⇒
representada por y na
proporção.

⇒ DE = 64

Resposta: EC = 30 e DE = 64

07.
O enunciado fala que foi traçada uma linha DE paralela ao lado BC , configurando,
assim, novamente a semelhança de triângulos, nesse caso: ΔABC ~ ΔAED.
y 56
16 + y 56 + x y 56

48
x
16 48
60

60
AB AC BC 16 + y 56 + x 60
Assim, vale a relação: = = ⇒ Substituindo os valores, temos = =
AE AD ED y 56 46

48 (56 + x) = 60 • 56 ⇒ 48 • 56 + 48 x = 3360 ⇒
Novamente vamos trabalhar separadamente as razões,
duas a duas. Primeiro vamos usar as duas últimas: 2688 + 48x = 3360 ⇒ 48 x = 3360 – 2688 ⇒ 48 x = 672
56 + x 60
= ⇒ 48 (56 + x) = 60 • 56
56 48
672
x= ⇒ x = 14 m
48

Voltando à proporção vamos substituir o valor de x que 16 + y 56 + 14 16 + y 70


calculamos para encontrar o valor de y: = ⇒ = ⇒ 70y = 56 (16 + y) ⇒
y 56 y 56
16 + y 56 + x 16 + y 56 + 14
= ⇒ =
y 56 y 56 70y = 56 • 16 + 56 y ⇒ 70y – 56y = 896 ⇒ 14 y = 896

896
y= ⇒ y = 64 m
14

O problema pede para calcularmos o perímetro do


ΔADE e do trapézio BCDE. Para isso vamos voltar à
figura inicial.

y 56

48 RESPOSTA
x Como o valor de y = 64, temos que o perímetro do
16
triângulo ADE é: 64 + 56 + 48 = 168 m

60 E como o valor de x = 14, temos que o perímetro do


trapézio BCDE é: 48 + 16 + 60 + 14 = 138 m.