You are on page 1of 5

A Argentina é um país com personalidade marcante e muitas maravilhas

naturais, desde a região do Cuyo, com o impactante, Aconcágua, o mais


alto pico do hemisfério ocidental sul, inferior apenas ao Himalaia, às altas
montanhas, vulcões nevados e lagos glaciais da Cordilheira dos Andes,
onde existem excelentes oportunidades para trilhas, escaladas e alpinismo
nos seus muitos e belos parque nacionais.

Na Argentina você encontra também a Patagônia, uma das regiões mais


fascinantes do planeta, cheia de contrastes e rica população de vida
marinha selvagem; Bariloche, famosa estação de inverno com inúmeras
pistas de esqui; A Terra do Fogo, onde a América do Sul estreita-se nas
águas geladas do oceano; com sua Capital Ushuaia, a cidade mais
meridional do globo terrestre, conhecida como o “fim do mundo”; e suas
vibrantes metrópoles, como Córdoba que preservam em seus centros
históricos os melhores exemplos da arquitetura colonial espanhola; o porto
de Rosário, ligado ao Rio Paraná, com as esplêndidas ilhas do delta, é
também a cidade onde nasceu o um dos maiores mitos do século XX – Che
Guevara, Mendonza, com seus famosos vinhedos, e logicamente sua
elegante capital Buenos Aires.

Buenos Aires é radiante, não só de dia, mas principalmente à noite. Ela


pode te seduzir 24 horas. A beleza de suas avenidas, ruas, praças, parques,
monumentos e edifícios revela, em cada detalhe, a força de um povo que
historicamente sempre soube lutar pelos seus direitos. A cidade transpira
cultura em todos os cantos, sempre embalada pelo ritmo forte e marcante
do tango, a música que tornou o pais verdadeiramente conhecido em todo o
mundo. Buenos Aires é realmente um pedacinho da Europa em território
Sul-americano.
Na Argentina a cultura se manifesta de todas as formas: cinema, teatro,
pintura, música e literatura com destacados representantes, muitos deles
com reconhecimento internacional. O teatro Colón (Buenos Aires) figura
entre as três melhores salas líricas do mundo, tanto pela sua bela arquitetura
como por sua acústica perfeita.
Viajando pela Argentina você vai descobrir que a crise econômica que
alarmou o país em 2001 não apagou o seu charme, nem tirou dela a maior
de suas qualidades, que é ser um pais destinado ao turismo. Você percebe
também, no momento em que chega lá, que seus atrativos são
generosamente inesgotáveis.
Cultura da Argentina
A cultura da Argentina é extremamente diversa, assim como são as
características geográficas e os grupos étnicos do país. Boa parte da atual
cultura argentina é influenciada pela imigração européia, mas os traços
indígenas e africanos são latentes nas manifestações culturais da nação,
mais especificamente na música e nas artes plásticas. As grandes cidades
do país, como Buenos Aires, Rosário e Córdoba, abrigam construções com
arquitetura colonial. Estes prédios convivem hoje com as modernas
construções da Argentina moderna, combinando, assim, a beleza das
construções da época de domínio espanhola, com a modernidade dos trade
centers do século XXI.

Toda essa variedade se reflete na proeminência da cultura argentina em


diversas áreas. Desde a literatura até o cinema, passando pelas artes
plásticas e pela música, a Argentina tem representantes de sua cultura que
se destacam no cenário mundial . Segue abaixo um pequeno resumo das
manifestações da cultura argentina em diversas áreas.

Cinema e Teatro
O cinema argentino conseguiu destaque
internacional na década de 80, com filmes
como “A história oficial” e “9 rainhas”.
Entretanto, o mercado cinematográfico
nacional é dominado pelos filmes de
Hollywood. Mesmo assim, alguns filmes
nacionais já obtiveram premiações de nível
mundial, como o festival de Cannes, e a cidade
de Mar Del Plata organiza um famoso Festival
de premiações para a 7ª arte.

Música
O ritmo musical mais conhecido da Argentina é o Tango, que ganhou
espaço no cenário mundial na segunda metade do século XX. Este tipo de
música criou grandes estrelas conhecidas internacionalmente, como Carlos
Gardel,conhecido como o maior artista do tango argentino.

Além de ritmos genuínamente nacionais, a Argentina mostra o vigor de


sua cultura ao readaptar os estilos de fora, como o Rock. Desde a década de
70 este estilo tem sido bastante apreciado no país. De lá até aqui, diversas
bandas e compositores surgiram e fizeram um grande sucesso, como a Soda
Stereo e Sumo, ou Charly Garcia e Fito Páez.
Artes plásticas
A cultura argentina tem uma rica história ligada às artes plásticas,
intensificada após a independência do país no século XIX. Nesta época,
artistas imigrantes da Europa, como Eduardo Schiaffino e Ernesto de La
Córcova, tiveram uma intensa produção artística que foi deixada de herança
para as gerações vindouras.

Dando um salto
histórico, a cultura
argentina contribuiu para
os movimentos de
vanguarda artística, como
o cubismo e o futurismo.
Nestes movimentos se
destacaram artistas como
Xur Solar e Emilio
Pettoruti, com uma arte
menos abstrata e mais
sentimental.

Literatura
A história da literatura conheceu na Argentina um processo de
desenvolvimento que nasceu das raízes espanholas e buscou formas de
expessão nacional e popular e chegou a consolidação de grandes
personalidades literárias de categoria Internacional. Na literatura, a cultura
argentina produziu figuras como Jorge Luís Borges, Julio Cortazar e
Ernesto Sabato.