You are on page 1of 12

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS - UNICAMP

FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA E DE COMPUTAÇÃO

IA368F: TECNOLOGIAS DA INFRA-ESTRUTURA DE


INFORMAÇÃO EM AMBIENTES COLABORATIVOS DE ENSINO

Prof. Dr. Léo Pini Magalhães e


Prof. Dr. Ivan Luiz Marques Ricarte

Pós-Graduação: Orientação à Distância no

Mestrado em Informática da Puc-Campinas

monografia

João Carlos Orosz RA 960821

Julho 1998
Tópicos:
1. Introdução e motivação
2. O Mestrado em Informática da PUC-Campinas
2.1 Histórico do Curso
2.2 Perfil do Aluno
3. Orientação à Distância na PUC-Campinas
3.1 Educação à Distância
3.2 Procura pela Educação à Distância
3.3 Educação à Distância Mediada por Computador EDMC
3.4 Requisitos para o EDMC na Puc-Campinas
3.5 Modus Operandi na Puc-Campinas
4. Infra-estrutura
4.1 Hardware
4.2 Software
4.3 Suporte Técnico
5. Resultados
6. Próximos Passos
7. Conclusão
Referências bibliográficas e links

1. Introdução e Motivação

Entender e acompanhar a evolução da ciência e tecnologia tem se tornado um dos


maiores desafios dos profissionais, pressionados a atender às exigências de um mercado
de trabalho cada vez mais competitivo. Cursos de curta duração, que procuram oferecer
atualização tecnológica, não têm conseguido dar aos profissionais uma formação sólida,
com uma base consistente e versátil. Apesar da grande oferta no mercado, esses cursos
se restringem a informar sobre os avanços da tecnologia, estando, muitas vezes,
atrelados a fornecedores de produtos.

Na procura por cursos de pós-graduação, os profissionais têm se defrontado com


duas barreiras: tempo e distância. A maioria dos profissionais interessados em um curso
de pós-graduação não dispõe de tempo para assistir às aulas com a assiduidade exigida.
A distância, que separa a sua casa ou local de trabalho dos centros onde existem cursos
que preencham suas necessidades e interesses, é o outro fator restritivo. No Brasil, onde
as distâncias geográficas são grandes estas dificuldades são agravadas, principalmente
porque não existe uma distribuição uniforme dos quadros de docentes para cursos de
pós-graduação.

A Educação à Distância, também chamada de Ensino à Distância, e mais


especificamente o Ensino à Distância Mediado pelo Computador - EDMC, se
apresentam como resposta efetiva e de relação custo-benefício extremamente favorável
para o oferecimento de cursos de pós-graduação que removam, ou pelo menos
minimizem as barreiras mencionadas acima.

O curso de Mestrado em Informática da Pontifícia Universidade Católica de


Campinas - Puc-Campinas está desenvolvendo um programa piloto de ensino à
distância baseado em ferramentas de EDMC. Dessa forma, se configura uma
oportunidade de conhecer este projeto à luz do que foi visto durante o curso IA368F -

________________________________________________________________________________ 2
Tecnologias da Infra-Estrutura de Informação em Ambientes Colaborativos de Ensino,
para que se possa sugerir melhorias futuramente.

2. O Mestrado em Informática da PUC-Campinas

2.1 Histórico do Curso

A área de informática tem sido caracterizada como uma daquelas em que os


profissionais mais têm buscado aprimoramento, como forma de resposta à
competitividade e dinamismo do mercado de trabalho. A demanda tem sido direcionada
tanto para requisitos técnicos como para os processos de gestão dos recursos de
informática.

O Mestrado em Informática da Puc-Campinas, área de concentração em


Gerenciamento de Sistemas de Informação, teve seu início em agosto de 1992 com
apoio em um Convênio de Cooperação com a Universidade Estadual de Campinas -
Unicamp, que propiciou a vinda de três professores doutores, obedecendo à moderna
doutrina de suporte a grupos de pesquisas emergentes.

Instalado em prédio próprio, separado das demais unidades da Universidade, o


Mestrado em Informática conta atualmente com um corpo docente próprio, com mais de
dez professores doutores que supervisionam academicamente um corpo discente de
cerca de 100 alunos, com 22 teses já defendidas.

2.2 Objetivos do curso

Atendendo a uma demanda altamente reprimida no setor de recursos humanos pós-


graduados em gerenciamento de sistemas de informação, o mestrado em Informática foi
instalado com base em três objetivos fundamentais:

a) Desenvolver a formação de recursos humanos com a qualificação especial para o


fomento à pesquisa científica e tecnológica, assim como para o exercício da alta
gerência organizacional, na área de informática em geral e dos Sistemas de Informação
em particular.

b) Desenvolver estudos e pesquisas na área da Informática, visando o avanço dos


conhecimentos científicos e tecnológicos necessários ao projeto, desenvolvimento e
implementação de Sistemas de Informação, assim como a integração desses
conhecimentos com as mais modernas técnicas gerenciais.

c) Desenvolver projetos para a aplicação de tecnologias de ponta que levem à


otimização do desempenho profissional no Gerenciamento de Sistemas de Informação
em organizações públicas e privadas.

2.3 Linhas de Pesquisa

a) Tecnologias de Suporte aos Sistemas de Informação. Abrange estudos voltados aos


recursos tecnológicos de hardware e software necessários ao planejamento e ao

________________________________________________________________________________ 3
desempenho operacional dos sistemas de informação.

b) Sistemas de Informação para o Gerenciamento. Abrange estudos e pesquisas


ligados à teoria de gestão de sistemas, em particular dos sistemas de informação
voltados à tomada de decisões em estruturas organizacionais.

c) Gerenciamento de Sistemas de Informação. Abrange estudos e pesquisas ligados às


estratégias de gerenciamento de sistemas de informação, necessárias à otimização de
seu desempenho do ponto de vista do usuário final.

d) Informática, Empresa e Sociedade. Abrange estudos voltados à análise crítica das


tendências e avanços científicos e tecnológicos na área da informática, e seus impactos
na sociedade em geral e nas organizações em particular.

2.4 Perfil do aluno

O corpo discente é formado, na maior parte dos casos, por alunos graduados há
alguns anos e que já estejam exercendo atividade profissional na área de informática. O
horário das aulas, das 18h às 21h, possibilita aos alunos compatibilizar as atividades
acadêmicas com as profissionais. Em face do interesse das empresas pelo
aprimoramento técnico e gerencial de seus empregados, grande parte delas participa do
pagamento da mensalidade, total ou parcialmente.

Tem se tornado freqüente o interesse pelo Mestrado de pessoas que exercem


funções gerenciais de alto nível em empresas, ou de donos de seus próprios negócios,
que buscam atualização técnica e gerencial. Diversas teses apresentadas foram
direcionadas à solução de problemas de empresas.

3. Orientação à Distância na PUC-Campinas

No primeiro semestre de 1998 teve início um programa piloto com virtualização


parcial de disciplinas usando ferramentas de EDMC. As disciplinas incluídas neste
programa têm, em média, 70% de suas atividades acadêmicas virtualizadas, o que
permite que alunos provenientes de localidades distantes possam atender aos cursos.

A Puc-Campinas é a primeira instituição, no Brasil, que oferece formalmente um


curso de Mestrado usando ferramentas de EDMC. A grande vantagem deste curso é não
precisar interromper a carreira profissional, além de poder aplicar a teoria adquirida
durante o curso na prática do mercado de trabalho.

________________________________________________________________________________ 4
3.1 Educação à distância

Conforme Ian Mugridge [1], educação à distância é “uma forma de educação na


qual existe uma separação entre professor e aluno e, deste modo, um outro meio - a
palavra escrita ou impressa, o telefone, conferência por computador ou teleconferência,
por exemplo - é usado para eliminar a distância física.”

Para o MEC, “Educação à distância é uma forma de ensino que possibilita a auto-
aprendizagem, com a mediação de recursos didáticos sistematicamente organizados,
apresentados em diferentes suportes de informação, utilizados isoladamente ou
combinados e vinculados pelos diversos meios de comunicação.”

3.2 Procura pela educação à distância

Segundo Chadwick [2] somente nos Estados Unidos mais de 300.000 pessoas estão
engajada em algum programa de ensino à distância. No Brasil existem algumas
iniciativas para interessados em programas de pós-graduação:

• Master Business Administration - MBA, mestrado em administração de negócios,


oferecida pela prestigiada Universidade de Michigan, uma das dez mais disputadas
dos Estados Unidos, através de um convênio firmado com a Câmara Americana de
Comércio. Os alunos, executivos matriculados por empresas do eixo Rio-São Paulo,
assistem aulas pelo sistema de videoconferência via satélite e fazem contatos pela
internet. O curso dura três anos e capacita profissionais para assumir cargos de
liderança nas empresas sem que eles precisem deixar seus empregos. O curso
completo custa US$ 60.000 e é pago pelas empresas. O programa, que é pioneiro no
Brasil, existe há seis anos em Hong Kong e há três na Coréia.

• A Universidade Federal de Santa Catarina oferece um programa de pós-graduação


em Engenharia de Produção (mestrado e doutorado) [3] através do Laboratório de
Ensino à Distância e do Laboratório de Inteligência Artificial, envolvendo uma rede
de oito universidades oficiais e privadas, além de diversas empresas de porte
tecnológico significativo.

O Programa oferece cursos regulares nas seguintes áreas de concentração: Qualidade e


Produtividade, Transportes e Logística, Engenharia de Avaliação e de Inovação
Tecnológica, Mídia e Conhecimento, Pesquisa Operacional, Ergonomia, Inteligência
Artificial e Gestão Ambiental. Para atender demandas específicas, o Programa
elabora cursos e workshops por demanda em todo o Brasil e em outros países da
América Latina.

• Uma pesquisa realizada na região de Brasília mostrou uma demanda reprimida por
cursos de pós-graduação devido, principalmente, a seu baixo custo e às grandes
distâncias que separam a capital do país dos outros centros urbanos daquela região.

Em todo o mundo o ensino à distância está sendo largamente implantada,


notadamente em países de grande extensão territorial, como Canadá, Estados Unidos e
Austrália, e em alguns países da América Latina como México e Venezuela que mantêm
convênios com universidades americanas. Outros casos de educação à distância são

________________________________________________________________________________ 5
relatados por Picarelli [4].

3.3 Educação à Distância Mediada por Computador - EDMC

A Educação à distância é mais antiga do que parece, visto que existem registros da
existência de cursos por correspondência datados de mais de cem anos. As novas
tecnologias, altamente interativas, permitiram o surgimento de sistemas de Educação à
Distância Mediada por Computador, onde a auto-aprendizagem conta com suporte
tecnológico dos modernos sistemas de computadores e telecomunicações.

Spodik [5] aponta a eficiência e baixo custo dos modernos sistemas de


telecomunicação digital e via satélite, a alta interatividade e o baixo custo dos modernos
computadores pessoais, a amplitude e o custo acessível das redes de computadores, tais
como a internet e as intranets, como fatores motivadores para a expansão do EDMC em
todo o mundo.

O EDMC evidencia a discussão da eficiência pedagógica do sistema de educação


convencional, baseado no uso exclusivo da sala de aula, síncrono e presencial, isto é,
exigindo presenças físicas simultâneas de instrutor e alunos. O uso de ferramental
pedagógico atualmente disponível pelo EDMC permite o oferecimento de condições
assíncronas e não presenciais que podem, como é o caso deste estudo, ser combinadas
parcialmente com o sistema convencional de ensino, propiciando uma arquitetura de
grande flexibilidade e alta eficiência no aprendizado final.

As ferramentas não convencionais, ou virtuais, utilizadas pela EDMC, podem ser


também divididas, conforme Loyolla e Prates [6], em dois sub-grupos:

• Essenciais - que se caracterizam pela alta confiabilidade, pela facilidade de uso e


pelo baixo custo.
• Complementares - que se caracterizam pelo diferencial tecnológico oferecido, que
de maneira geral apresentam custos mais elevados.

São consideradas ferramentas essenciais de EDMC as seguintes:

• Textos didáticos disponibilizados em home pages na Internet (sem animação).


• Aulas expositivas disponibilizadas em home pages na Internet (com animação).
• Orientação de pesquisas através de correio eletrônico (e-mail) e diálogo remoto
(chat).
• Avaliação de trabalhos e seminários através de correio eletrônico e diálogo remoto.

São consideradas ferramentas complementares de EDMC as seguintes:

• Textos didáticos gravados em CD-ROM (sem animação).


• Aulas expositivas disponibilizadas em CD-ROM (com animação) e/ou sistemas de
teleconferência.
• Orientação de pesquisas e dissertações através de sistemas de vídeo ponto a ponto e
diálogo remoto.
• Avaliação de trabalhos e seminários através de correio eletrônico e diálogo remoto.

________________________________________________________________________________ 6
Um outro sub-grupo de ferramentas com tecnologias mais sofisticadas, tais como
sistemas especialistas, realidade virtual e inteligência artificial, poderá se tornar, dentro
em breve, mais uma alternativa para ensino à distância. A figura 1, proposta por Loyolla
e Prates [6], mostra a matriz de composição do ferramental de EDMC.

O ferramental tecnológico foi discutido durante as aulas da disciplina IA368. Mais


informações podem ser obtidas através do site dessa disciplina [7].
A implantação de cursos de EDMC deve considerar a viabilidade de uso da
tecnologia em todas as fases: produção da informação, disponibilização da informação e
obtenção da informação. O atual momento tecnológico tem disponibilizado os recursos
necessários para suprir o ferramental pedagógico, em todas as fases do ensino, a uma
relação custo-benefício muito vantajosa.

FERRAMENTAS CONVENCIONAIS VIRTUAIS


PEDAGÓGICAS ESSENCIAIS COMPLEMENTARES

TEXTOS EM PAPEL HOME PAGE CD-ROM


DIDÁTICOS (sem animação) (sem animação)

AULAS PRESENÇA PESSOAL HOME PAGE TELE-CONFERÊNCIA


EXPOSITIVAS DOCENTE+ALUNOS (com animação) e/ou CD-ROM
(com animação)
ORIENTAÇÃO PRESENÇA PESSOAL E-MAIL VÍDEO
DISSERTAÇÃO ORIENTADOR+ALUNO e/ou CHAT ponto a ponto

AVALIAÇÃO PRESENÇA PESSOAL E-MAIL TELE-CONFERÊNCIA


SEMINÁRIOS DOCENTE+ALUNOS e/ou CHAT e/ou VÍDEO
ponto a ponto

Figura 1. Matriz de composição do ferramental de EDMC

3.4 Requisitos para o EDMC na Puc-Campinas

Foi estabelecido como referência a distância de 100km para que o aluno pudesse se
candidatar para o grupo EDMC. Também ficou acordado que não seria utilizado o
computador para resolver questões administrativas, visto que o piloto compreendia um
número reduzido de alunos.

Quanto aos investimentos necessários para concretizar o EDMC, recomendou-se


baixo investimento de hardware, software e peopleware por parte da Puc e nenhum (ou
pouco) por parte dos alunos.

________________________________________________________________________________ 7
3.5 Modus Operandi na Puc-Campinas

A coordenação do Mestrado optou pela virtualização parcial das disciplinas,


escolhendo como piloto duas disciplinas: Metodologia da Pesquisa em Informática e
Introdução ao Gerenciamento de Sistemas de Informação. É importante salientar que o
espírito que norteia a pós-graduação é fazer o aluno ir em busca do conhecimento, ou
seja, criar uma mentalidade de pesquisa estimulando, com informações de balisamento,
a busca para a solução de problemas.

Com a implantação do projeto as disciplinas usadas como piloto sofreram pequenas


mudanças no seu encaminhamento. Os alunos dessas classes foram divididos em dois
grupos: alunos normais e alunos EDMC. Os primeiros seguem o método tradicional de
ensino, síncrono - presencial, enquanto que os demais, residentes longe de Campinas,
diretamente afetados pelo programa, seguem um regime misto, com aulas síncronas -
presenciais, síncronas - remotas e assíncronas - não presenciais. A figura 2 mostra o
esquema que deve ser seguido pelo instrutor e alunos EDMC.

P = Aulas Presenciais

R = Aulas Remotas

P R R R P R R R P R R R P R R R P

1 2 3 4 5 6 7 8 9 1 1 1 1 1 1 1 1 semanas
0 1 2 3 4 5 6 7

Parte-1: teoria Parte-2: prática

apresentação avaliação da avaliação


da disciplina parte-1 e final da
preparação disciplina
da parte-2

Figura 2. Distribuição das aulas presenciais e remotas num semestre.

A parte-1 é dedicada aos conceitos relativos ao tema. Na parte-2 o aluno vai


pesquisar temas específicos previamente acordados com o professor, preparando um
documento e apresentando um seminário, simulando um congresso técnico.

As aulas presenciais (P) da parte-1 serão baseadas em material didático, textual


e/ou gráfico, que será disponibilizado para todos os alunos (normais e EDMC) na home
page do Mestrado em Informática [8], e que poderá ser acessado através de link
específico para cada disciplina por meio de senhas concedidas ao professor e aos alunos.

________________________________________________________________________________ 8
Na 5ª e na 9ª aula poderão ser aplicados testes para verificar o acompanhamento dos
alunos.

As aulas remotas (R) da parte-1 serão realizadas através de:

• Consultas feitas pelos alunos ao material textual e gráfico disponibilizado na Home


page.
• Envio de dúvidas, e retorno de respostas com orientação do professor, através de e-
mail distribuído pelo servidor de Newsgroup do Mestrado em Informática.
• Complementação opcional através de diálogo remoto realizado pelo servidor de chat
do Mestrado em informática, em dia e hora a serem acordados entre professor e
alunos.
• A sessão de chat é gravada e, posteriormente, enviada via e-mail aos alunos
interessados.
• Os alunos EDMC deverão enviar ao professor, através de e-mail, um resumo de ½ a
uma página sobre o conteúdo de cada slide (cerca de 25 por aula)

As aulas presenciais (P) da parte-2 se constituirão de apresentação de seminários,


resultantes de pesquisas em grupo orientadas, sobre temas escolhidos de comum acordo
entre alunos e professor na aula presencial da 9ª semana de aula.

As aulas remotas (R) da parte-2 serão realizadas através de:

• Pesquisas de campo feitas pelos grupos de alunos a material documental ou


eletrônico.
• Envio das dúvidas pelos grupos de alunos, e retorno de respostas com orientação do
professor, através de e-mail distribuído pelo servidor de Newsgroup do Mestrado em
Informática.
• Complementação opcional através de diálogo remoto realizado pelo servidor Chat do
Mestrado em Informática, em dia e hora a serem acordados entre professor e alunos.

4. Infra-estrutura

4.1 Hardware.

O Mestrado em Informática tem à sua disposição um dos laboratórios do Instituto


de Informática, com computadores Pentium MMX 233 Mhz e workstations Sun/Solaris.
Os servidores rodam sistemas operacionais com Netware e Windows NT e os clientes
Windows 95, Windows 3.11 e Workstations NT. Todos esses recursos estão conectados
à PucNet e esta à rede da FAPESP possibilitando o acesso à Internet. Não foi feito
nenhum investimento adicional em hardware em função da implantação do EDMC.

________________________________________________________________________________ 9
4.2 Software.

A infraestrutura de software para suporte do EDMC é constituída de alguns


componentes básicos como browser, e-mail e html, comuns em ambiente da Internet.
Foram também utilizados produtos mais específicos para atender algumas
funcionalidades do EDMC:

• Apache [9], o mais popular servidor http, segundo a Netcraft Survey, de domínio
público, desenvolvido no National Center for Supercomputing Applications da
Universidade de Illinois. Foi utilizado para estabelecer controles de acesso e
segurança da home page do mestrado.

• ConferenceRoom, produto da Webmaster Inc. [10]. Servidor para chat, permite a


troca de mensagens entre alunos e professor sem que seja necessário a instalação de
qualquer software no cliente, basta que ele tenha um browser.

4.3 Suporte Técnico

Para dar suporte técnico ao programa de ensino à distância a coordenação do


mestrado conta com dois profissionais de informática. O primeiro é um aluno bolsista
do último ano do curso de Engenharia de Computação, trabalhando como webmaster, e
que tem as seguintes atribuições:
• Desenvolver programas específicos em Java Script ou outra linguagem que for mais
conveniente.
• Preparar home page do mestrado e do EDMC.
• Auxiliar os professores em tudo que diz respeito à padronização e à inserção dos
slides nas aulas programadas para o curso.
• Acompanhar as sessões de chat, dando apoio aos professores participantes.

O segundo, um funcionário do Instituto de Informática, em tempo parcial, tem


como atribuições principais:

• Testar e selecionar os produtos de software mais adequados.


• Configurar, implementar e gerenciar o ambiente de hardware e software para EDMC.
• Administrar a rede.
• Estabelecer e manter controle do acesso dos alunos e professores às aulas
virtualizadas.
• Acompanhar as sessões de chat, providenciando sua gravação e envio aos alunos.

5. Resultados

No primeiro semestre de 1998 foram oferecidas duas disciplinas EDMC, nas quais
se inscreveram 10 alunos residentes nas cidades de Goiânia, Uberaba, Cuiabá, Três
Corações, Jaú, Campo Grande e Tupã. Apesar do projeto estar ainda na primeira turma
os resultados da avaliação são bastante animadores. Na comparação dos grupos EDMC
versus normal, os primeiros apresentaram desempenho ligeiramente superior.
Os professores gastam mais tempo com as atividades docentes quando usando

________________________________________________________________________________ 10
EDMC do que com as aulas tradicionais. Surgem novas tarefas, tais como, preparar
slides para as aulas, participar das sessões de chat fora do horário normal de aulas,
responder e-mail.

6. Próximos Passos

Dando prosseguimento à implantação do EDMC no Mestrado em Informática será


feita, no segundo semestre de 1998, a migração para o WebCT -World Wide Web
Course Tools [11], pacote desenvolvido na Universidade de Manitoba, Canadá, que cria
um ambiente educacional na Web para usuários não técnicos.

O WebCT é uma solução que integra os recursos de e-mail, chat, newsgroup,


controle de acesso, aplicação e correção de testes, auto avaliação, acompanhamento do
aluno, entre outros, numa única ferramenta, de fácil manejo, a preço razoável e que
atende aos requisitos básicos do EDMC proposto para o Mestrado em Informática. O
WebCT trata também de algumas funções administrativas. Mais informações sobre o
WebCT são descritas por Franco [12].

Baseada na experiência da primeira turma a coordenação do curso editou material


contendo as normas básicas e padrões mínimos da opção pela educação à distância. A
modalidade será estendida para seis disciplinas dadas por outros três professores.

Ainda neste ano estão previstos os primeiros testes com equipamentos para vídeo
conferência, utilizando linha privada, visando montar infraestrutura para aulas síncronas
- não presenciais.

Para 1999 está sendo estudada a possibilidade de desenvolvimento de um software


próprio, em substituição ao WebCT, mais adequado às necessidades do curso.
Tendências da Pós-Graduação na Puc-Campinas podem ser obtidas em Granja [13].

7. Conclusão

A implantação do EDMC no Mestrado em Informática da Puc-Campinas buscou


atender a necessidade de alunos que residem a grandes distâncias de Campinas. Os
resultados obtidos com o projeto piloto foram satisfatórios, atendendo aos objetivos
propostos e, dessa experiência, podem ser tiradas algumas conclusões:

• O atual estágio das tecnologias de telecomunicação e computação tem, em muito,


melhorado a relação custo-benefício deste tipo de mecanismo de ensino.
• No Brasil, país com dimensões continentais, existe muita procura e pouca oferta para
esta modalidade de ensino.
• É viável oferecer a opção EDMC mantendo a qualidade do ensino.
• Deve-se estudar a viabilidade de aumentar o número de aulas virtuais para alunos
EDMC, com conseqüente redução de aulas presenciais.
• É possível obter bons resultados, mesmo com restrições de investimento.
• A interação pessoal entre aluno e professor ocorrida na orientação e pesquisa pode
ocorrer de diversas formas. As ferramentas essenciais como e-mail,de baixo custo e

________________________________________________________________________________ 11
de fácil manejo, atendem satisfatoriamente ampliando a capacidade de troca de
informações entre instrutor e orientado.
• As ferramentas complementares representam alternativas mais dispendiosas e
poderão ser adotadas no futuro, em outra fase da implantação de EDMC.
• O uso do computador na parte administrativa, não explorado nesse estudo, deverá
proporcionar melhoria no fluxo de trabalho e conseqüente redução de custos.

Referências Bibliográficas e links:

[1] Mugridge, I., Distance education and the teaching of science. Impact of Science on
Society, 41 4, 313-320

[2] Chadwick, J., How learning is aided by technology, Link-Up, 12 2, 30-31

[3] http://www.eps.ufsc.br/ingles/posgrad/ensino/led.html

[4] Picarelli, J.E., Pós-Graduação: Orientação à Distância - Visão Geral, monografia da


disciplina IA368F, da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Unicamp,
1998

[5] Spodick, E.F., The Evolution of Distance Learning, Hong Kong University of
Sciense & Technology
http://sqzm14.ust.hk/distance/evolution-distance-learning.html

[6] Loyolla, W.P.D.C. e Prates, M., Pós-Graduação Baseada em Educação à Distância


Mediada por Computador (EMDC), VIII Simpósio Brasileiro de Informática na
Educação

[7] http://www.dca.fee.unicamp.br/~ricarte/ia368.html

[8] www.mestrado.nar.puccamp.br

[9] http://www.apache.org/

[10] http://www.webmaster.com/

[11] http://www.webct.com/webct/

[12] Franco, M.A., WebCT, monografia da disciplina IA368F, da Faculdade de


Engenharia Elétrica e de Computação da Unicamp, 1998

[13] Granja, I., Pós-Graduação e Orientação à Distância na Puc-Campinas - Tendências,


monografia da disciplina IA368F, da Faculdade de Engenharia Elétrica e de
Computação da Unicamp, 1998

________________________________________________________________________________ 12