Вы находитесь на странице: 1из 2

PÓS GRADUAÇAO EM PSICOPEDAGOGIA CLINICA E INSTITUCIONAL

DISCIPLINA: CONTRIBUIÇÃO DA PSICANALISE NA PSICOPEDAGOGIA


PROFESSORA: CREUZA
ALUNA: ELIENE DA SILVA NASCIMENTO

RESUMO: FILME, ESCRITORES DA LIBERDADE

ARARIPINA, 26 DE JULHO DE 2009


Havia certa escola onde trabalho e estudar nela era muito difícil, os alunos
viviam agitados, não se agrediam; os professores estavam amedrontados devido
ao clima da mesma.
Existia uma grande diferença entre as raças, pois os alunos não se
entediam entre si tampouco com seus professores. Para muitos alunos o ultimo
lugar em que queriam estar era dentro da sala de aula, não tinham interesse em
assimilar conhecimento; alguns só freqüentavam a escola para não irem ao
reformatório. Nada parecia mudar o caos dessa escola.
Será que na nossa escola não esta acontecendo semelhante? Os nossos
alunos estão indo com prazer a escola, com interesse em aprender e não por
medo de serem punidos? Cabe a cada um de nos uma reflexão sobre a nossa
pratica educativa. Muitas vezes nós professores estamos muito preocupados em
transmitir em transmitir conteúdos sem se preocupar com a história de vida dos
alunos. O que realmente interessa para ele é o que vai levar para a vida.
As vezes nosso método de levar conhecimento é seco e insensível, não
sabemos reconhecer os sentimentos e angustias dos jovens.
Naquela escola freqüentava jovens frustradas por uma infância de
violência, dominados pelo preconceito. Somente uma nova professora se
preocupou em conhecer a historia de vida de cada um dos seus alunos; “Erin”
surpreendida com o caráter da turma começou procurar métodos para ajudá-los.
Passa então a ser criticada por seus companheiros de trabalho de trabalho, mas
mesmo assim e consegue conquistar a confiança de seus alunos.
Devemos conhecer a fundo nosso aluno, pois assim, podemos direcionar a
ele o aprendizado.
Muitas crianças e adolescentes se afastam da escola e adolescentes se
afastam da escola e não querem mais voltar, porque não se sentem queridos e
respeitados. Saber ouvir as pessoas, aceita-las como são, deixa-los agir com
liberdade são maneiras de respeitar o outro e de ser respeitado.
A escola deve ser um ambiente de afetividade e não de rejeição,
discriminação ou isolamento, todos precisam se ajudarem e transformar seus
projetos de vida em realidade. Se querem o carinho e a atenção dos seus alunos,
dêem-lhes primeiramente seu apoio, coloque se à laços de amizade e
solidariedade. Apesar como nascemos, somos os únicos que temos o poder de
causar uma revolução social, pois trabalhamos com a maior riqueza da
sociedade: a juventude.

Похожие интересы