Вы находитесь на странице: 1из 25

VETORES

- módulo ou intensidade;
Vetores são grandezas que têm: - direção;
- sentido

Ex.: força, deslocamento, velocidade, aceleração, etc.

Representação de um vetor:

Um vetor “0A” é representado geometricamente por um


segmento de reta orientado, de origem em “0” e
extremidade em “A”. O seu sentido é representado pela
ponta de flecha em “A”.
1
VETORES

A Um vetor é caracterizado por:


0A - Módulo;
- Direção;
0 - Sentido.

Módulo do vetor: é indicado pelo comprimento da flecha (usa-se uma


escala apropriada para desenhar o vetor).

Direção do vetor: é indicada pela própria direção da flecha que


representa o vetor.

Sentido do vetor: é indicado pelo próprio sentido da flecha que


representa o vetor.

2
VETORES

Soma de vetores: Método Gráfico

a b
a + b = s

a b

3
VETORES

Etapas para efetuar a soma de dois vetores - Método


gráfico:
1) Desenhe, em escala, o primeiro vetor com direção e sentido
corretos em um sistema de coordenadas adequado.
2) Desenhe o segundo vetor, na mesma escala, com sua origem na
ponta do primeiro vetor (anteriormente desenhado).
3) Trace uma linha com origem no primeiro vetor até à extremidade
do segundo vetor. Obtém-se assim, o vetor soma.

Observação:
No caso da soma de mais de dois vetores, cada vetor é
sucessivamente colocado com sua origem na ponta do vetor anterior.
O vetor soma é desenhado da origem do primeiro vetor até à
extremidade do último.
4
VETORES

Subtração de vetores: Método Gráfico


O negativo de um vetor é um outro vetor de mesmo módulo e
direção, mas de sentido oposto.

a -a b -b

a - b = a + ( -b )

Assim, a subtração segue a mesma regra da soma.

5
VETORES

Exercícios
1) Um barco parte de um ponto “P” e executa os seguintes deslocamentos
retilíneos sucessivos: 50 Km para o oeste; 30 Km para o norte e 20 Km para
o leste, atingindo um ponto “Q’. Pede-se:
a) Faça um desenho que mostra por meio de vetores o movimento do barco;
b) A distância percorrida pelo barco.
c) O deslocamento total do barco, indicando o módulo, a direção e sentido.

2) Um estudante, inicialmente em repouso, parte de um ponto “A” de uma


praça, desloca-se, a partir daí, 50m a norte, em seguida, 40m a leste, e
finalmente, 20m a sul, chegando a um ponto “B”. Pede-se:
a) Faça um desenho que mostra por meio de vetores o movimento do
estudante;
b) A distância percorrida pelo estudante;
c) O deslocamento total do estudante, indicando o módulo, a direção e
sentido. 6
VETORES

Exercícios
3) Uma criança movimenta-se a parte de um ponto “A” da seguinte forma:
60m a sul, seguido de 40m a leste, quando, por fim, se desloca de 30m a
norte, chegando a um ponto “B”. Pede-se:
a) Faça um desenho representando o movimento da criança, por meio de
vetores, do ponto “A” até o ponto “B”;
b) A distância percorrida pela criança;
c) O deslocamento total da criança, indicando o módulo, a direção e sentido.

4) Um avião foi de uma cidade “A” até uma cidade “B”, efetuando um
deslocamento vetorial de intensidade 400Km, direção vertical e sentido
norte. Em seguida, o avião foi da cidade “B” para a cidade “C”, efetuando um
deslocamento vetorial de intensidade 300Km, direção horizontal, sentido
leste. Com base nesses dados, pede-se:
a) A distância percorrida pelo avião;
c) O deslocamento total do avião, indicando o módulo, a direção e sentido.
7
VETORES

Soma de vetores: Método Analítico


A soma de vetores pelo método analítico envolve a decomposição
de um vetor em suas componentes com relação a um sistema de
coordenadas particular.

y ax= a.cosα
ay = a.senα

ay a
α a = ax2 + ay2
0 ay
ax x tg α = a
x

8
VETORES

Exercício
1) Um avião viaja 209Km em um curso retilíneo a 22,5o a leste do
norte. Qual o deslocamento para norte e para leste do avião, em
relação ao seu ponto de partida.

2) Um carro viaja para leste numa estrada plana por 32Km. Ele
então vira para norte em um cruzamento e viaja 47Km antes de
parar. Ache o deslocamento resultante do carro.

3) Uma motocicleta viaja para norte numa estrada retilínea por


50Km. Ela então vira para leste em um cruzamento e viaja 80Km
antes de parar. Determine o deslocamento resultante da
motocicleta.
4) Um helicóptero viaja 150Km em um curso retilíneo a 30o a leste
do sul. Qual o deslocamento para sul e para leste do helicóptero, em
relação ao seu ponto de partida.
9
VETORES

EM TRÊS DIMENSÕES

az ax= a.senα .cos θ


α
a ay= a.senα .senθ
ay az = a.cos α
0
ax y
θ
x

10
VETORES

OBSERVAÇÃO: Quando um vetor e decomposto em suas


componentes, é conveniente utilizar vetores unitários ( i , j , k ) nos
sentidos positivos dos eixos “x”, “y” e “z”, respectivamente.

Deste modo, um vetor “ a “ em um


z sistema de coordenadas
tridimensional é escrito em termos
de suas componentes e dos
k j vetores unitários.
0

i y a = ax i + ay j + az k
x

11
VETORES

Exemplo 1: tridimensional
Considere: α = 30o; θ = 60o e
z intensidade do vetor a = 20m. Pede-
se: escreva o vetor a em termos de
suas componentes e dos vetores
az unitários ( i , j , k ).

α
a
ay a = ax i + ay j + az k
0
ax y
θ
x

12
VETORES

Exemplo 2: Movimento bi-dimensional


Uma partícula se move em um plano “xy” de tal forma que suas
coordenadas “x” e “y” variam com o tempo de acordo com x(t) = t3 -
32t e y(t) = 5t2 + 12. Aqui “x” e “y” estão expressos em metros e “t”
em segundos. Ache a posição, velocidade e aceleração da partícula
quando t = 3s.

13
VETORES

Soma de vetores: Método das Componentes

Se dois vetores são iguais, eles têm de ter:


- mesmo módulo;
- mesma direção;
- mesmo sentido.

Isto somente pode ocorrer se suas componentes correspondentes


são iguais.

s = a + b
sx i + sy j = a i + a j + b + b j
x y xi y

27
VETORES

Soma de vetores: Método das Componentes

sx i + sy j = (ax + bx) i + (ay + by) j


Como as componentes correspondentes são iguais, tem-se:

Sx = ax + bx e Sy = ay + by

Módulo e direção de S:

S= Sx2 + Sy2 ⇒ S= (ax+bx)2 + (ay+by)2

Sy ay + by
tgθ ⇒ tgθ
Sx ax + bx
= =
28
VETORES

Exercícios
1) Três vetores coplanares são expressos com relação a um certo
sistema de coordenadas retangular como: a = 4,3 i - 1,7 j ; b = -2,9 i
+ 2,2 j ; c = -3,6 j , nas quais as componentes são dadas em
unidades arbitrárias. Determine o vetor “ s “ (módulo e direção) que
é a soma dos três vetores.

2) Quatro vetores coplanares são expressos com relação a um certo


sistema de coordenadas retangular como: a = 5,2 i + 3,4 j ; b = -3,6 i
+ 6,2 j ; c = -2,8 j ; d = - 3 i , nas quais as componentes são
dadas em unidades arbitrárias. Determine o vetor “ s “ (módulo e
direção) que é a soma dos quatro vetores.

29
VETORES

Multiplicação de vetores

Como os vetores têm módulo, direção e sentido, a


multiplicação vetorial não segue exatamente as mesmas
regras algébricas da multiplicação escalar.

Tipos de operações de multiplicação de vetores que


vamos estudar:
1) Multiplicação de um vetor por um escalar;
2) Multiplicação de dois vetores resultando em um escalar;
3) Multiplicação de dois vetores resultando em outro vetor.

30
VETORES

Multiplicação de um vetor por um escalar

a 1,4 a
-0,5 a

Observação: A multiplicação de um vetor “ a “ por um


escalar “c” resulta no vetor “c a “, cujo módulo é “c” vezes
o módulo de “ a “. O vetor “c a “ tem o mesmo sentido de “
a “ se “c” é positivo e sentido oposto se “c” é negativo.

31
VETORES

Multiplicação de dois vetores resultando em um escalar

O produto escalar de dois vetores “ a “ e “ b “ é definido


como:
a b = a. b cos θ
a θ
ângulo entre os dois vetores a e b
b

Exemplos de grandezas físicas que podem ser descritas


como produto escalar de dois vetores:
- Trabalho mecânico; - Energia potencial; - Potência elétrica.

32
VETORES

Observação: Se dois vetores são perpendiculares entre si,


seu produto escalar é nulo.

Resultados do produto escalar entre os vetores unitários


cartesianos ( i , j , k ):

z
i.j = i.k = j.k =0
k j
0 i.i = j.j = k.k =1
i y
x

33
VETORES

Produto escalar entre dois vetores ( a ) e ( b ) em um


sistema de coordenadas tridimensional “xyz”:

z
a = ax i + ay j + az k
k j
0 b = bx i + by j + bz k

i y
x a . b = (ax.bx )+(ay.by)+(az.bz)

34
VETORES

Multiplicação de dois vetores resultando em outro vetor

O produto vetorial de dois vetores “ a “ e “ b “ é definido


como: a Λ b = c (um outro vetor), cujo:
Módulo de c é:  a Λ b  = a. b senθ
Direção de c é: a perpendicular ao plano formado por a e b.
Sentido de c é: Regra da mão direita (o dedo polegar indica
o sentido).
c=aΛ b b
θ
b
a
θ
c=bΛ a 35
a
VETORES

Observação: Se dois vetores são paralelos entre si, seu


produto vetorial é nulo.

Resultados do produto vetorial entre os vetores unitários


cartesianos ( i , j , k ):

z iΛ i = jΛ j = kΛ k =
0
k j iΛ j =k j Λ i = -k
0

y jΛ k =i k Λ j = -i
x i
kΛ i =j i Λ k = -j

36
VETORES

Produto vetorial entre dois vetores ( a ) e ( b ) em um


sistema de coordenadas tridimensional “xyz”:

z
a = ax i + ay j + az k
k j
0
b = bx i + by j + bz k
i y
x

a Λ b = (aybz - azby) i + (azbx - axbz) j + (axby - aybx) k

37
VETORES

Exemplos de grandezas físicas que podem ser descritas com produto


vetorial de dois vetores:
- Torque; - Momento angular; - Fluxo de energia eletromagnética.

Exercícios

1) Um certo vetor “ a “ no plano “xy” está dirigido a 250o no sentido anti-


horário a partir do eixo “x” e tem módulo de 7,4 unidades. O vetor “ b “
tem módulo de 5 unidades e é paralelo ao eixo “z”. Pede-se:
a) O produto escalar (a . b);
b) O produto vetorial (a Λ b).

38