Вы находитесь на странице: 1из 25

CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS

PROFESSOR ANTONIO CESAR


AULA 07: CONTAS NO BALANÇO PATRIMONIAL

Nesta aula trataremos da classificação das contas no Balanço Patrimonial.


Pessoal, pensem sempre da seguinte forma: Todos os Bens e Direitos fazem
parte do Ativo. Todas as Obrigações do Passivo. Dentre as Obrigações temos
aquelas da empresa para com os sócios, obrigações não exigíveis, ou seja, sem
prazo de vencimento, são as contas do Patrimônio Líquido.

Desta forma, só precisamos saber em que lugar do Ativo e/ou do Passivo


devemos classificar as contas. As regras básicas de classificação estão contidas
na Lei nº 6.404/76, cujos artigos transcrevo abaixo.

LEI 6.404/76
LEI DAS SOCIEDADES POR AÇÕES

CAPÍTULO XV

Exercício Social e Demonstrações Financeiras

SEÇÃO I

Exercício Social

Art. 175 - O exercício social terá duração de um ano e a data do término será
fixada no estatuto.

Parágrafo único. Na constituição da companhia e nos casos de alteração


estatutária o exercício social poderá ter duração diversa.

SEÇÃO II

Demonstrações Financeiras

Disposições Gerais

Art. 176 - Ao fim de cada exercício social, a diretoria fará elaborar, com base na
escrituração mercantil da companhia, as seguintes demonstrações financeiras,
que deverão exprimir com clareza a situação do patrimônio da companhia e as
mutações ocorridas no exercício:

I - balanço patrimonial;

II - demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados;

www.pontodosconcursos.com.br 1
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
III - demonstração do resultado do exercício; e

IV - demonstração das origens e aplicações de recursos.

§l° As demonstrações de cada exercício serão publicadas com a indicação dos


valores correspondentes das demonstra-ções do exercício anterior.

§2° Nas demonstrações, as contas semelhantes poderão ser agrupadas; os


pequenos saldos poderão ser agregados, desde que indicada a sua natureza e
não ultrapassem 0,1 (um décimo) do valor do respectivo grupo de contas; mas é
vedada a utilização de designações genéricas, como "diversas contas" ou "contas-
correntes".

§3° As demonstrações financeiras registrarão a destinação dos lucros segundo a


proposta dos órgãos da adminis-tração, no pressuposto de sua aprovação pela
assembléia geral.

§4° As demonstrações serão complementadas por notas explicativas e outros


quadros analíticos ou demonstra-ções contábeis necessários para esclareci-mento
da situação patrimonial e dos resultados do exercício.

§5° As notas deverão indicar:

a) Os principais critérios de avaliação dos elementos patrimoniais, especialmente


estoques, dos cálculos de depreciação, amortização e exaustão, de constituição
de provisões para encargos ou riscos, e dos ajustes para atender a perdas
prováveis na realização de elementos do ativo;

b) os investimentos em outras sociedades, quando relevantes (artigo 247,


parágrafo único);

a) o aumento de valor de elementos do ativo resultante de novas avaliações


(artigo 182, § 3°);

d) os ônus reais constituídos sobre elementos do ativo, as garantias prestadas a


terceiros e outras responsabilidades eventuais ou contingentes;

e) a taxa de juros, as datas de vencimento e as garantias das obrigações a longo


prazo;

f) o número, espécies e classes das ações do capital social;

g) as opções de compra de ações outorgadas e exercidas no exercício;

h) os ajustes de exercícios anteriores (artigo 186, § 1°);

www.pontodosconcursos.com.br 2
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
i) os eventos subseqüentes à data de encerramento do exercício que tenham, ou
possam vir a ter, efeito relevante sobre a situação financeira e os resultados
futuros da companhia.

§6° A companhia fechada com patrimônio líquido, na data do balanço, não


superior a um milhão de reais não será obrigada à elaboração e publicação da
demonstração das origens e aplicações de recursos.

Art. 177 - A escrituração da companhia será mantida em registros permanentes,


com obediência aos preceitos da legislação comercial e desta Lei e aos princípios
de contabilidade geralmente aceitos, devendo observar métodos ou critérios
contábeis uniformes no tempo e registrar as mutações patrimoniais segundo o
regime de competência.

§1° As demonstrações financeiras do exercício em que houver modificação de


métodos ou critérios contábeis, de efeitos relevantes, deverão indicá-la em nota e
ressaltar esses efeitos.

§2° A companhia observará em registros auxiliares, sem modificação da


escrituração mercantil e das demonstrações reguladas nesta Lei, as disposições
da lei tributária, ou de legislação especial sobre a atividade que constitui seu
objeto, que prescrevam métodos ou critérios contábeis diferentes ou determinem a
elaboração de outras demonstrações financeiras.

§3° As demonstrações financeiras das companhias abertas observarão, ainda, as


normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários, e serão obrigato-
riamente auditadas por auditores inde-pendentes registrados na mesma comissão.

§4° As demonstrações financeiras serão assinadas pelos administradores e por


contabilistas legalmente habilitados.

CAPÍTULO XV
EXERCÍCIO SOCIAL E DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS

SEÇÃO III
Balanço Patrimonial
Grupo de Contas

Art. 178. No balanço, as contas serão classificadas segundo os elementos do


patrimônio que registrem, e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a
análise da situação financeira da companhia.

§ 1o No ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de


liquidez dos elementos nelas registrados, nos seguintes grupos:

www.pontodosconcursos.com.br 3
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
a) ativo circulante;

b) ativo realizável a longo prazo;

c) ativo permanente, dividido em investimentos, ativo imobilizado e ativo diferido.

§ 2o No passivo, as contas serão classificadas nos seguintes grupos:

a) passivo circulante;

b) passivo exigível a longo prazo;

c) resultados de exercícios futuros;

d) patrimônio líquido, dividido em capital social, reservas de capital, reservas de


reavaliação, reservas de lucros e lucros ou prejuízos acumulados.

§ 3o Os saldos devedores e credores que a companhia não tiver direito de


compensar serão classificados separadamente.

Ativo

Art. 179. As contas serão classificadas do seguinte modo:

I - no ativo circulante: as disponibilidades, os direitos realizáveis no curso do


exercício social subseqüente e as aplicações de recursos em despesas do
exercício seguinte;

II - no ativo realizável a longo prazo: os direitos realizáveis após o término do


exercício seguinte, assim como os derivados de vendas, adiantamentos ou
empréstimos a sociedades coligadas ou controladas (art. 243), diretores,
acionistas ou participantes no lucro da companhia, que não constituírem negócios
usuais na exploração do objeto da companhia;

III - em investimentos: as participações permanentes em outras sociedades e os


direitos de qualquer natureza, não classificáveis no ativo circulante, e que não se
destinem à manutenção da atividade da companhia ou da empresa;

IV - no ativo imobilizado: os direitos que tenham por objeto bens destinados à


manutenção das atividades da companhia e da empresa, ou exercidos com essa
finalidade, inclusive os de propriedade industrial ou comercial;

V - no ativo diferido: as aplicações de recursos em despesas que contribuirão para


a formação do resultado de mais de um exercício social, inclusive os juros pagos
ou creditados aos acionistas durante o período que anteceder o início das
operações sociais.

www.pontodosconcursos.com.br 4
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Parágrafo único. Na companhia em que o ciclo operacional da empresa tiver
duração maior que o exercício social, a classificação no circulante ou longo prazo
terá por base o prazo desse ciclo.

Passível Exigível

Art. 180. As obrigações da companhia, inclusive financiamentos para aquisição de


direitos do ativo permanente, serão classificadas no passivo circulante, quando se
vencerem no exercício seguinte, e no passivo exigível a longo prazo, se tiverem
vencimento em prazo maior, observado o disposto no parágrafo único do art.179.

Resultados de Exercícios Futuros

Art. 181. Serão classificadas como resultados de exercício futuro as receitas de


exercícios futuros, diminuídas dos custos e despesas a elas correspondentes.

Patrimônio Líquido

Art. 182. A conta do capital social discriminará o montante subscrito e, por


dedução, a parcela ainda não realizada.

§ 1o Serão classificadas como reservas de capital as contas que registrarem:

a) a contribuição do subscritor de ações que ultrapassar o valor nominal e a parte


do preço de emissão das ações, sem valor nominal, que ultrapassar a importância
destinada à formação do capital social, inclusive nos casos de conversão em
ações de debêntures ou partes beneficiárias;

b) o produto da alienação de partes beneficiárias e bônus de subscrição;

c) o prêmio recebido na emissão de debêntures;

d) as doações e as subvenções para investimento.

§ 2o Será ainda registrado como reserva de capital o resultado da correção


monetária do capital realizado, enquanto não capitalizado.

§ 3o Serão classificadas como reservas de reavaliação as contrapartidas de


aumentos de valor atribuídos a elementos do ativo em virtude de novas avaliações
com base em laudo nos termos do art. 8o, aprovado pela assembléia geral.

§ 4o Serão classificadas como reservas de lucros as contas constituídas pela


apropriação de lucros da companhia.

§ 5o As ações em tesouraria deverão ser destacadas no balanço como dedução


da conta do patrimônio líquido que registrar a origem dos recursos aplicados na
sua aquisição.

www.pontodosconcursos.com.br 5
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR

Critérios de Avaliação do Ativo

Art. 183. No balanço, os elementos do ativo serão avaliados segundo os seguintes


critérios:

I - os direitos e títulos de crédito, e quaisquer valores mobiliários não classificados


como investimentos, pelo custo de aquisição ou pelo valor do mercado, se este for
menor; serão excluídos os já prescritos e feitas as provisões adequadas para
ajustá-lo ao valor provável de realização, e será admitido o aumento do custo de
aquisição, até o limite do valor do mercado, para registro de correção monetária,
variação cambial ou juros acrescidos;

II - os direitos que tiverem por objeto mercadorias e produtos do comércio da


companhia, assim como matérias-primas, produtos em fabricação e bens em
almoxarifado, pelo custo de aquisição ou produção, deduzido de provisão para
ajustá-lo ao valor de mercado, quando este for inferior;

III - os investimentos em participação no capital social de outras sociedades,


ressalvado o disposto nos artigos 248 a 250, pelo custo de aquisição, deduzido de
provisão para perdas prováveis na realização do seu valor, quando essa perda
estiver comprovada como permanente, e que não será modificado em razão do
recebimento, sem custo para a companhia, de ações ou quotas bonificadas;

IV - os demais investimentos, pelo custo de aquisição, deduzido de provisão para


atender às perdas prováveis na realização do seu valor, ou para redução do custo
de aquisição ao valor de mercado, quando este for inferior;

V - os direitos classificados no imobilizado, pelo custo de aquisição, deduzido do


saldo da respectiva conta de depreciação, amortização ou exaustão;

VI - o ativo diferido, pelo valor do capital aplicado, deduzido do saldo das contas
que registrem a sua amortização.

§ 1o Para efeitos do disposto neste artigo, considera-se valor de mercado:

a) das matérias-primas e dos bens em almoxarifado, o preço pelo qual possam ser
repostos, mediante compra no mercado;

b) dos bens ou direitos destinados à venda, o preço líquido de realização mediante


venda no mercado, deduzidos os impostos e demais despesas necessárias para a
venda, e a margem de lucro;

c) dos investimentos, o valor líquido pelo qual possam ser alienados a terceiros.

§ 2o A diminuição de valor dos elementos do ativo imobilizado será registrada


periodicamente nas contas de:

www.pontodosconcursos.com.br 6
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR

a) depreciação, quando corresponder à perda do valor dos direitos que têm por
objeto bens físicos sujeitos a desgaste ou perda de utilidade por uso, ação da
natureza ou obsolescência;

b) amortização, quando corresponder à perda do valor do capital aplicado na


aquisição de direitos da propriedade industrial ou comercial e quaisquer outros
com existência ou exercício de duração limitada, ou cujo objeto sejam bens de
utilização por prazo legal ou contratualmente limitado;

c) exaustão, quando corresponder à perda do valor, decorrente da sua exploração,


de direitos cujo objeto sejam recursos minerais ou florestais, ou bens aplicados
nessa exploração.

§ 3o Os recursos aplicados no ativo diferido serão amortizados periodicamente,


em prazo não superior a dez anos, a partir do início da operação normal ou do
exercício em que passem a ser usufruídos os benefícios deles decorrentes,
devendo ser registrada a perda do capital aplicado quando abandonados os
empreendimentos ou atividades a que se destinavam, ou comprovado que essas
atividades não poderão produzir resultados suficientes para amortizá-los.

§ 4o Os estoques de mercadorias fungíveis destinadas à venda poderão ser


avaliados pelo valor de mercado, quando esse for o costume mercantil aceito pela
técnica contábil.

Critérios de Avaliação do Passivo

Art. 184. No balanço, os elementos do passivo serão avaliados de acordo com os


seguintes critérios:

I - as obrigações, encargos e riscos, conhecidos ou calculáveis, inclusive, imposto


de renda a pagar com base no resultado do exercício, serão computados pelo
valor atualizado até a data do balanço;

II - as obrigações em moeda estrangeira, com cláusula de paridade cambial, serão


convertidas em moeda nacional à taxa de câmbio em vigor na data do balanço;

III - as obrigações sujeitas a correção monetária serão atualizadas até a data do


balanço.

Resolução de Questões de Balanço Patrimonial

01- (TRF - 2002/ESAF) O patrimônio da Empresa Alvas Flores, em 31.12.01, era


composto pelas seguintes contas e respectivos saldos, em valores simbólicos.

www.pontodosconcursos.com.br 7
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Caixa R$ 100,00
Capital Social R$ 350,00
Empréstimos Obtidos LP R$ 150,00
Bancos c/Movimento R$ 200,00
Lucros Acumulados R$ 200,00
Fornecedores R$ 100,00
Contas a Receber R$ 100,00
Empréstimos Concedidos LP R$ 100,00
Dividendos a Pagar R$ 150,00
Duplicatas Emitidas R$ 800,00
Notas Promissórias Emitidas R$ 500,00
Adiantamento de Clientes R$ 200,00
Impostos a Pagar R$ 50,00
Equipamentos R$ 100,00
Clientes R$ 450,00
Reserva Legal R$ 100,00
Mercadorias R$ 500,00
Notas Promissórias Aceitas R$ 250,00
Duplicatas Aceitas R$ 1.000,00
Patentes R$ 200,00

A representação gráfica do patrimônio que acima se compõe evidenciará um ativo


total no valor de

a) R$ 2.400,00
b) R$ 2.600,00
c) R$ 2.800,00
d) R$ 2.850,00
e) R$ 3.050,00

Solução: Questão típica Esaf. O Trabalho é saber separar as contas em função de


sua natureza. Portanto, vamos efetuar esta classificação:

Caixa R$ 100,00 Ativo Circulante


Capital Social R$ 350,00 Patrimônio Líquido
Empréstimos Obtidos LP R$ 150,00 Passivo Exigível a Longo Prazo
Bancos c/Movimento R$ 200,00 Ativo Circulante
Lucros Acumulados R$ 200,00 Patrimônio Líquido
Fornecedores R$ 100,00 Passivo Circulante
Contas a Receber R$ 100,00 Ativo Circulante
Empréstimos Concedidos LP R$ 100,00 Ativo Realizável a Longo Prazo
Dividendos a Pagar R$ 150,00 Passivo Circulante
Duplicatas Emitidas R$ 800,00 Ativo Circulante
Notas Promissórias Emitidas R$ 500,00 Passivo Circulante

www.pontodosconcursos.com.br 8
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Adiantamento de Clientes R$ 200,00 Passivo Circulante
Impostos a Pagar R$ 50,00 Passivo Circulante
Equipamentos R$ 100,00 Ativo Permanente
Clientes R$ 450,00 Ativo Circulante
Reserva Legal R$ 100,00 Patrimônio Líquido
Mercadorias R$ 500,00 Ativo Circulante
Notas Promissórias Aceitas R$ 250,00 Ativo Circulante
Duplicatas Aceitas R$ 1.000,00 Passivo Circulante
Patentes R$ 200,00 Ativo Permanente

Tendo separado as contas, basta identificarmos quais aquelas que pertencem ao


Ativo, uma vez que esta é a pergunta da questão. Teremos, então:

Caixa R$ 100,00
Bancos c/Movimento R$ 200,00
Contas a Receber R$ 100,00
Empréstimos Concedidos LP R$ 100,00
Duplicatas Emitidas R$ 800,00
Equipamentos R$ 100,00
Clientes R$ 450,00
Mercadorias R$ 500,00
Notas Promissórias Aceitas R$ 250,00
Patentes R$ 200,00
Total R$ 2.800,00

Gabarito: C

02- (AFRF 2003/ESAF) - No sistema contábil abaixo apresentado só faltou anotar


as despesas incorridas no período. Todavia, considerando as regras do método
das partidas dobradas, podemos calcular o valor dessas despesas.

Componente Valores
Capital R$ 1.300,00
Receitas R$ 1.000,00
Dívidas R$ 1.800,00
Dinheiro R$ 1.100,00
Clientes R$ 1.200,00
Fornecedores R$ 1.350,00
Prejuízos Anteriores R$ 400,00
Máquinas R$ 1.950,00

Com base nos elementos apresentados, pode-se afirmar que o valor das
despesas foi:

a) R$ 200,00

www.pontodosconcursos.com.br 9
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
b) R$ 400,00
c) R$ 800,00
d) R$ 1.200,00
e) R$ 1.400,00

Solução: Sabemos que o Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido. Sabemos,


também, que as Receitas e as Despesas, apesar de não serem registradas
diretamente no Patrimônio Líquido (apenas o resultado é incorporado ao
Patrimônio Líquido) elas afetam seu valor. As receitas aumentando-o e as
despesas diminuindo-o. Assim, basta separarmos as contas por grupos e veremos
que o balanço não estará fechado. O valor que faltar é a nossa resposta (são as
despesas):

Ativo Valor Passivo Valor


Dinheiro R$ 1.100,00 Dívidas R$ 1.800,00
Clientes R$ 1.200,00 Fornecedores R$ 1.350,00
Máquinas R$ 1.950,00 Total do Passivo R$ 3.150,00
Total do Ativo R$ 4.250,00
Patrimônio Líquido Valor
Capital R$ 1.300,00
Prejuízos Anteriores (R$ 400,00)
Receitas R$ 1.000,00
Total R$ 1.900,00

Reparem que o Total do Ativo (R$ 4.250,00) não está igual ao Total do Passivo +
Patrimônio Líquido (R$ 5.050,00). O Passivo + Patrimônio Líquido esta superando
o Ativo em R$ 800,00. Portanto estão faltando valores que reduzam este total em
R$ 800,00. São as despesas.

Gabarito – C

03- (AFRF 2003/ESAF) - A empresa de Comércio Geral apresenta, em 30 de


setembro, o balancete abaixo descrito:

Contas saldos
Ações de Outras Companhias R$ 1.500,00
Bancos conta Movimento R$ 2.000,00
Capital Social R$ 8.500,00
Clientes R$ 2.500,00
Custo das Mercadorias Vendidas R$ 1.700,00
Duplicatas a Pagar R$ 3.700,00
Duplicatas a Receber R$ 1.400,00
Duplicatas descontadas R$ 1.100,00
Duplicatas protestadas R$ 1.000,00
Empréstimos Concedidos R$ 1.300,00
Fornecedores R$ 2.900,00

www.pontodosconcursos.com.br 10
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Insubsistências Passivas R$ 900,00
Juros Passivos R$ 600,00
Mercadorias R$ 3.800,00
Móveis e utensílios R$ 5.200,00
Prejuízos Acumulados R$ 100,00
Provisão p/ Perdas em Investimentos R$ 300,00
Provisão para Imposto de Renda R$ 700,00
Receitas Antecipadas R$ 400,00
Reserva de Reavaliação R$ 800,00
Receitas de Vendas R$ 2.000,00
Serviços Prestados R$ 1.600,00

Se fosse elaborar o Balanço Patrimonial nessa data, com esses valores, o


Contador, certamente, apuraria:

a) ativo total no valor de R$ 17.600,00


b) passivo exigível no valor de R$ 7.300,00
c) patrimônio líquido no valor de R$ 10.000,00
d) ativo circulante no valor de R$ 9.900,00
e) lucro líquido no valor de R$ 300,00

Solução: Mais uma questão sobre classificação de contas. Conforme já


resolvemos anteriormente, o Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido. Sabemos,
também, que as Receitas e as Despesas, apesar de não serem registradas
diretamente no Patrimônio Líquido (apenas o resultado é incorporado ao
Patrimônio Líquido) elas afetam seu valor. As receitas aumentando-o e as
despesas diminuindo-o.

Classificando as contas, então:

Contas saldos
Ações de Outras Companhias R$1.500,00 Ativo Permanente
Bancos conta Movimento R$2.000,00 Ativo Circulante
Capital Social R$8.500,00 Patrimônio Líquido
Clientes R$2.500,00 Ativo Circulante
Custo das Mercadorias Vendidas R$1.700,00 Despesa
Duplicatas a Pagar R$3.700,00 Passivo Circulante
Duplicatas a Receber R$1.400,00 Ativo Circulante
Duplicatas descontadas R$1.100,00 Ativo Circulante Retificadora
Duplicatas protestadas R$1.000,00 Ativo Circulante
Empréstimos Concedidos R$1.300,00 Ativo Circulante
Fornecedores R$2.900,00 Passivo Circulante
Insubsistências Passivas R$ 900,00 Despesas
Juros Passivos R$ 600,00 Despesas
Mercadorias R$3.800,00 Ativo Circulante
Móveis e utensílios R$5.200,00 Ativo Permanente

www.pontodosconcursos.com.br 11
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Prejuízos Acumulados R$ 100,00 Patrimônio Líquido Retificadora
Provisão p/ Perdas em R$ 300,00 Ativo Permanente Retificadora
Investimentos
Provisão para Imposto de Renda R$ 700,00 Passivo Circulante
Receitas Antecipadas R$ 400,00 Resultado de Exercícios
Futuros
Reserva de Reavaliação R$ 800,00 Patrimônio Líquido
Receitas de Vendas R$2.000,00 Receita
Serviços Prestados R$1.600,00 Receita

Após a classificação das contas, arrumando-as, encontramos.

Ativo Circulante saldos Passivo Circulante Saldos


Bancos conta Movimento R$ 2.000,00 Duplicatas a Pagar R$ 3.700,00
Clientes R$ 2.500,00 Fornecedores R$ 2.900,00
Duplicatas a Receber R$ 1.400,00 Provisão para Imposto R$ 700,00
de Renda
Duplicatas descontadas (R$1.100,00) Total do Passivo R$ 7.300,00
Circulante
Duplicatas protestadas R$ 1.000,00
Empréstimos Concedidos R$ 1.300,00 Resultado de Exercícios
Futuros
Mercadorias R$ 3.800,00 Receitas Antecipadas R$ 400,00
Total do Ativo Circulante R$10.900,00
Patrimônio Líquido
Ativo Permanente Capital Social R$ 8.500,00
Ações de Outras R$ 1.500,00 Prejuízos Acumulados (R$ 100,00)
Companhias
Provisão p/ Perdas em (R$ 300,00) Reserva de Reavaliação R$ 800,00
Investimentos
Móveis e utensílios R$ 5.200,00
Total do Ativo permanente R$ 6.400,00 Resultado do Exercício
Receitas de Vendas R$ 2.000,00
Total do Ativo R$17.300,00 Serviços Prestados R$ 1.600,00
Custo das Mercadorias (R$1.700,00)
Vendidas
Insubsistências Passivas (R$ 900,00)
Juros Passivos (R$ 600,00)
Lucro Líquido Exercício R$ 400,00

Total do Passivo + PL R$17.300,00

Gabarito – B

www.pontodosconcursos.com.br 12
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
04- (AFRF 2003/ESAF) - Eis aí as contas extraídas do balancete de verificação da
empresa Emenes Ltda., em 31.12.2002:

Componentes Valores
Aluguéis Ativos R$ 900,00
Adiantamento a Fornecedores R$ 1.000,00
Caixa e Bancos R$ 1.200,00
Capital Social R$ 3.000,00
Clientes R$ 1.500,00
Contas a Pagar R$ 2.400,00
Custo da Mercadoria Vendida R$ 300,00
Depreciação Acumulada R$ 650,00
Descontos Concedidos R$ 340,00
Descontos Obtidos R$ 220,00
Duplicatas a Receber R$ 1.600,00
Duplicatas Descontadas R$ 1.350,00
Empréstimos Obtidos R$ 1.040,00
Fornecedores R$ 2.100,00
Insubsistência Ativa R$ 160,00
Impostos R$ 280,00
Impostos a Recolher R$ 450,00
Juros Passivos R$ 120,00
Máquinas e Equipamentos R$ 2.010,00
Mercadorias R$ 1.380,00
Móveis e Utensílios R$ 2.250,00
Prejuízos Acumulados R$ 900,00
Provisão p/ Devedores Duvidosos R$ 400,00
Provisão p/ Imposto de Renda R$ 200,00
Receitas de Serviços R$ 300,00
Receitas de Vendas R$ 260,00
Reserva de Reavaliação R$ 1.000,00
Reserva Legal R$ 840,00
Salários R$ 750,00
Salários a Pagar R$ 180,00
Seguros R$ 90,00
Superveniências Passivas R$ 80,00
Veículos R$ 1.850,00

Com base nas contas e saldos acima, podemos dizer que, mesmo o balancete de
verificação não estando fechado corretamente, ele apresenta:

a) Ativo no valor de R$ 12.790,00


b) Passivo no valor de R$ 7.720,00
c) Patrimônio Líquido no valor de R$ 3.940,00
d) Saldos Devedores no valor de R$ 15.650,00

www.pontodosconcursos.com.br 13
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
e) Saldos Credores no valor de R$ 13.250,00

Solução: Questão muito parecida com a anterior. A solução se baseia na


classificação das contas, novamente. Separarei todas as contas, já as
classificando no Balanço Patrimonial.
Vejamos, então:

Ativo Circulante Valores Passivo Circulante Valores


Caixa e Bancos R$ 1.200,00 Contas a Pagar R$ 2.400,00
Adiantamento a R$ 1.000,00 Empréstimos Obtidos R$ 1.040,00
Fornecedores
Clientes R$ 1.500,00 Fornecedores R$ 2.100,00
Duplicatas a Receber R$ 1.600,00 Impostos a Recolher R$ 450,00
Mercadorias R$ 1.380,00 Provisão p/ Imposto de R$ 200,00
Renda
Provisão p/ Devedores (R$ 400,00) Salários a Pagar R$ 180,00
Duvidosos
Duplicatas Descontadas (R$ Total Passivo R$ 6.370,00
1.350,00) Circulante
Total do Ativo Circulante R$ 4.930,00
Patrimônio Líquido
Capital Social R$ 3.000,00
Máquinas e Equipamentos R$ 2.010,00 Reserva Legal R$ 840,00
Móveis e Utensílios R$ 2.250,00 Reserva de R$ 1.000,00
Reavaliação
Veículos R$ 1.850,00 Prejuízos Acumulados (R$ 900,00)
Depreciação Acumulada (R$ 650,00)
Total Ativo Permanente R$ 5.460,00 Resultado do Exercício
Receitas de Serviços R$ 300,00
Total do Ativo R$ 10.390,00 Receitas de Vendas R$ 260,00
Custo da Mercadoria (R$ 300,00)
Vendida
Aluguéis Ativos R$ 900,00
Descontos Concedidos (R$ 340,00)
Descontos Obtidos R$ 220,00
Insubsistência Ativa R$ 160,00
Impostos (R$ 280,00)
Juros Passivos (R$ 120,00)
Salários (R$ 750,00)
Seguros (R$ 90,00)
Superveniências (R$ 80,00)
Passivas
Prejuízo Exercício (R$ 120,00)

Total do Passivo + PL R$10.190,00

www.pontodosconcursos.com.br 14
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR

Conforme informação da questão, o Balanço não fecha. E não encontramos


resposta nas informações acima. Este é um problema que acontece na hora da
prova. Temos que verificar, então, o total de saldos devedores e saldos credores.
Arrumando as contas:

Saldos Devedores Valores Saldos Credores Valores


Caixa e Bancos R$ 1.200,00 Contas a Pagar R$ 2.400,00
Adiantamento a R$ 1.000,00 Empréstimos Obtidos R$ 1.040,00
Fornecedores
Clientes R$ 1.500,00 Fornecedores R$ 2.100,00
Duplicatas a Receber R$ 1.600,00 Impostos a Recolher R$ 450,00
Mercadorias R$ 1.380,00 Provisão p/ Imposto de R$ 200,00
Renda
Máquinas e Equipamentos R$ 2.010,00 Salários a Pagar R$ 180,00
Móveis e Utensílios R$ 2.250,00 Provisão p/ Devedores R$ 400,00
Duvidosos
Veículos R$ 1.850,00 Duplicatas R$ 1.350,00
Descontadas
Prejuízos Acumulados R$ 900,00 Depreciação R$ 650,00
Acumulada
Custo da Mercadoria R$ 300,00 Capital Social R$ 3.000,00
Vendida
Descontos Concedidos R$ 340,00 Reserva Legal R$ 840,00
Impostos R$ 280,00 Reserva de R$ 1.000,00
Reavaliação
Juros Passivos R$ 120,00 Receitas de Serviços R$ 300,00
Salários R$ 750,00 Receitas de Vendas R$ 260,00
Seguros R$ 90,00 Aluguéis Ativos R$ 900,00
Superveniências Passivas R$ 80,00 Descontos Obtidos R$ 220,00
Insubsistência Ativa R$ 160,00
Total de saldos devedores R$ 15.650,00 Total de saldos R$15.450,00
credores

Gabarito – D

05- (AFRF 2000/ESAF) - Considere os seguintes dados:

ATIVO CIRCULANTE PASSIVO CIRCULANTE


Mercadorias 50 Impostos a Pagar 80
Duplicatas a Receber 70 Salários a Pagar 120
Caixa 10 Fornecedores 240
Bancos 30 Empréstimos bancários 180
Outras contas 60
Matérias-Primas 60

www.pontodosconcursos.com.br 15
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Máquinas 120

A apresentação acima, de acordo com as disposições da Lei no 6.404/76,


incorre em algumas impropriedades. Elas são em número de:

a) 3
b) 1
c) 2
d) 5
e) 4

Solução: Que questão complicada de se resolver na prova. Não pela dificuldade


da matéria e sim por não saber se existem pegadinhas nas informações.
Analisando as informações, identificamos que no Ativo as contas não estão
dispostas em ordem decrescente do grau de liquidez. O que significa liquidez?
Em um linguajar bastante coloquial, podemos dizer que liquidez é a facilidade de
se transformar aquele ativo em dinheiro ou equivalente. Ora, qual a conta de
maior liquidez que existe? O caixa, pois já é dinheiro. Como o Caixa esta no meio
das informações, identificamos este primeiro erro.
Conforme artigo 176, § 2º da Lei nº 6.404/76, já transcrito acima, nas
demonstrações financeiras, aí incluindo o Balanço Patrimonial, as contas
semelhantes poderão ser agrupadas; os pequenos saldos poderão ser
agregados, desde que indicada a sua natureza e não ultrapassem 0,1 (um
décimo) do valor do respectivo grupo de contas; mas é vedada a utilização de
designações genéricas, como "diversas contas" ou "contas-correntes". Vejam que
foi utilizada a expressão “Outras Contas”, com saldo de 60. Segundo erro.
E por fim, verifica-se que a conta Máquinas foi classificada no Ativo Circulante.
Esta conta é usada para identificar bens que compõe o Ativo Imobilizado da
empresa. Terceiro erro.
Portanto, identificamos três erros na questão.

Gabarito - A

06- (AFRF 2000/ESAF) - Indique a opção correta.

a) Os financiamentos para aquisição de bens do ativo permanente, vencíveis


após o término do exercício social seguinte, são classificados no Ativo
Realizável a Longo Prazo.
b) Os empréstimos recebidos de sociedades coligadas ou controladas,
vencíveis no curso do exercício social seguinte, serão classificados no Ativo
Circulante.
c) Os empréstimos recebidos de sociedades coligadas ou controladas,
vencíveis após término do exercício social seguinte, serão classificados no
Passivo Exigível a Longo Prazo.
d) Os financiamentos para aquisição de bens do Ativo Permanente, vencíveis
após o término do exercício social seguinte, serão classificados no Passivo
Circulante.

www.pontodosconcursos.com.br 16
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
e) Os empréstimos recebidos de sociedades coligadas ou controladas,
vencíveis no curso do exercício social seguinte, serão classificados no Ativo
Realizável a Longo Prazo.

Solução: Analisando opção por opção:


Letra a: Se a empresa obtém um financiamento, ela tem uma dívida que deverá
ser paga. Sendo uma dívida, temos uma obrigação, portanto Passivo e nunca
Ativo. Opção falsa.
Letra b: Se a empresa obtém um empréstimo, não importa de quem, ela também
tem uma dívida que deverá ser paga. Sendo uma dívida, temos uma obrigação,
portanto Passivo e nunca Ativo. Opção falsa
Letra c: Resposta verdadeira em todo seu conteúdo.
Letra d: Se os financiamentos vencem após o término do exercício seguinte leles
devem ser classificados no Passivo Exigível a Longo Prazo e não no Passivo
Circulante. Opção falsa
Letra e: Mesma análise da letra B. Opção falsa.

Gabarito - C

07- (AFRF 2000/ESAF) - A empresa Sol S.A. apresentou valores correntes ou


circulantes, com os seguintes saldos:

Caixa 40,00
Bancos c/Movimento 100,00
Valores Mobiliários 200,00
Mercadorias 600,00
Materiais de Consumo 120,00
Duplicatas a Pagar 800,00
Duplicatas Descontadas 300,00
Duplicatas a Receber 500,00

No encerramento do exercício, para promover os ajustes necessários ao


Balanço, o Contador apurou que:

1 - o extrato bancário indicava um cheque de R$ 20,00 emitido, mas ainda não


sacado pelo portador;
2 - os valores mobiliários são mil ações da CSN, avaliadas a vinte e cinco
centavos de real, no dia do balanço;
3 - ainda faltam contabilizar R$ 40,00 de receitas antecipadas e R$ 150,00 de
despesas antecipadas.

Feitas as atualizações contabilmente necessárias, o balanço patrimonial


apresentará um Ativo Circulante no valor de:

a) R$ 1.150,00
b) R$ 1.300,00

www.pontodosconcursos.com.br 17
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
c) R$ 1.320,00
d) R$ 1.410,00
e) R$ 1.370,00

Solução: Inicialmente devemos verificar quais fatos informados demandam


contabilização.
1 - o extrato bancário indicava um cheque de R$ 20,00 emitido, mas ainda não
sacado pelo portador.
Quando emitimos um cheque, devemos neste momento, contabilizar a operação.
Princípio da oportunidade. Quando o cheque foi emitido, demos baixa de seu
valor na conta bancos. Não importa que o portador não tenha sacado o valor.
Portanto este fato não demanda nova contabilização pois já foi feita.
2 - os valores mobiliários são mil ações da CSN, avaliadas a vinte e cinco
centavos de real, no dia do balanço.
Aplicação do Princípio da Prudência. O valor de mercado das ações equivale a
R$ 250,00 (1.000 ações x R$ 0,25). Estas ações estão contabilizadas por R$
200,00. Entre critérios possíveis de avaliação do Ativo, escolhemos aquele nos
leva ao menor valor. Como o valor de mercado é superior ao valor contábil,
nenhum registro deve ser efetuado.
3 - ainda faltam contabilizar R$ 40,00 de receitas antecipadas e R$ 150,00 de
despesas antecipadas.
Reparem que estes dois fatos ainda não foram contabilizados. Devemos então
efetuar os registros cabíveis.

Receitas Antecipadas:
Caixa e/ou Bancos
A Receitas Antecipadas (REF) --------R$ 40,00

Despesas Antecipadas
Despesas Pagas Antecipadamente
A Caixa e/ou Bancos----------------------R$ 150,00

Vejam que o primeiro fato acarreta um aumento de R$ 40,00 no Ativo Circulante


(Caixa e/ou Bancos) e um aumento de R$ 40,00 em REF. Como a questão pede
o valor do Ativo Circulante, só nos importa o aumento ocorrido neste grupo.
Já o segundo fato demanda um aumento no Ativo Circulante de R$ 150,00
(Despesas Antecipadas) e uma diminuição de R$ 150,00 neste mesmo Ativo
Circulante (Caixa e/ou Bancos). Ou seja. É um fato permutativo de Ativo
Circulante, não afetando seu valor Total.
Como não foi informada a forma de movimentação financeira, se Caixa ou
Bancos, trabalhamos com as duas contas em conjunto.
Desta forma o Ativo Circulante, trabalhando com as contas Caixa e Bancos como
se fossem uma só, passa a valer:

Caixa/Bancos 140,00 + 40,00 – 150,00 = 30,00


Valores Mobiliários 200,00

www.pontodosconcursos.com.br 18
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Mercadorias 600,00
Materiais de Consumo 120,00
Duplicatas Descontadas (300,00)
Duplicatas a Receber 500,00
Despesas Antecipadas 150,00
Total 1.300,00

Gabarito - B

08- (AFRF 2000/ESAF) - José Henrique resolveu medir contabilmente um dia de


sua vida começando do “nada” patrimonial.
De manhã cedo nada tinha. Vestiu o traje novo (calça, camisa, sapatos, etc.),
comprado por R$ 105,00, mas que sua mãe lhe deu de presente. Em seguida
tomou R$ 30,00 emprestados de seu pai, comprou o jornal por R$ 1,20, tomou o
ônibus pagando R$ 1,80 de passagem. Chegando ao CONIC, comprou fiado,
por R$ 50,00, várias caixas de bombons e chicletes e passou a vendê-los no
calçadão. No fim do dia, cansado, tomou uma refeição de R$ 12,00, mas só
pagou R$ 10,00, conseguindo um desconto de R$ 2,00. Contou o dinheiro e viu
que vendera metade dos bombons e chicletes por R$ 40,00.

Com base nessas informações, podemos ver que, no fim do dia, José Henrique
possui um “capital próprio” no valor de:

a) R$ 120,00
b) R$ 189,00
c) R$ 2,00
d) R$ 187,00
e) R$ 107,00

Solução: Eis uma questão bastante inteligente. É a aplicação típica do objeto da


contabilidade, ou seja, o patrimônio, independentemente de quem o detenha,
pessoa física ou jurídica, com ou sem fins lucrativos. Neste exemplo, uma pessoa
física. Devemos registrar todos os fatos narrados e, ao final, identificar o
Patrimônio Líquido de José Henrique.
O dia começa com o nada patrimonial, ou seja, não havia Ativo, Passivo ou
Patrimônio Líquido.
A traje novo, que custou R$ 105,00 foi um presente de sua mãe, portanto uma
doação. Sendo assim, após este primeiro fato, José Henrique possui um Ativo
Permanente (roupas) de R$ 105,00 e um Patrimônio Líquido de mesmo valor (a
doação efetuada pela mãe).
A seguir pegou R$ 30,00 emprestados de seu pai. Logo, os R$ 30,00 foram para
seu caixa e ele terá de pagá-los futuramente, gerando uma obrigação. Assim, o
patrimônio de José Henrique, após este segundo fato fica assim:

Ativo Circulante Valor Passivo Circulante Valor


Caixa R$ 30,00 Empréstimo R$ 30,00

www.pontodosconcursos.com.br 19
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Ativo Permanente Valor Patrimônio Líquido Valor
Roupas R$ 105,00 Doações R$ 105,00

A seguir comprou o Jornal por R$ 1,20 (despesa com periódicos) e pegou o


ônibus por R$ 1,80 (despesa de condução).
Neste momento o Patrimônio de José Henrique fica sendo:

Ativo Circulante Valor Passivo Valor


Circulante
Caixa R$ 30,00 – R$ 1,20 – R$ Empréstimo R$ 30,00
1,80 = R$ 27,00
Ativo Valor Patrimônio Valor
Permanente Líquido
Roupas R$ 105,00 Doações R$105,00
Despesa (R$1,20)
Periódico
Despesa (R$ 1,80)
Condução

Comprou caixas de bombons e chicletes por R$ 50,00 a prazo. Ou seja, adquiriu


estoque para pagar depois. Assim o patrimônio fica valendo:

Ativo Circulante Valor Passivo Valor


Circulante
Caixa R$ 30,00 – R$ 1,20 – R$ Empréstimo R$ 30,00
1,80 = R$ 27,00
Estoque de R$ 50,00 Fornecedores R$ 50,00
Bombons
Ativo Valor Patrimônio Valor
Permanente Líquido
Roupas R$ 105,00 Doações R$105,00
Despesa (R$1,20)
Periódico
Despesa (R$ 1,80)
Condução

No fim do dia, cansado, tomou uma refeição de R$ 12,00, mas só pagou R$


10,00, conseguindo um desconto de R$ 2,00. Ou seja, na prática comprou uma
refeição por R$ 10,00 (despesa com alimentação). O patrimônio passa a valer:

Ativo Circulante Valor Passivo Valor


Circulante
Caixa R$ 30,00 – R$ 1,20 – R$ Empréstimo R$ 30,00
1,80 – R$ 10,00= R$ 17,00
Estoque de R$ 50,00 Fornecedores R$ 50,00
Bombons

www.pontodosconcursos.com.br 20
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Ativo Valor Patrimônio Valor
Permanente Líquido
Roupas R$ 105,00 Doações R$105,00
Despesa (R$1,20)
Periódico
Despesa (R$ 1,80)
Condução
Despesa (R$10,00)
Alimentação

Ao final, verificou que vendera a metade dos estoques por R$ 40,00. Ora, o
estoque custou R$ 50,00. Se vendeu a metade dos estoques por R$ 40,00
apurou um lucro de R$ 15,00. Desta forma o Patrimônio de José Henrique vale:

Ativo Circulante Valor Passivo Circulante Valor


Caixa R$ 30,00 – R$ 1,20 – R$ Empréstimo R$ 30,00
1,80 – R$ 10,00 + R$
40,00 = R$ 57,00
Estoque de R$ 50,00 – R$ 25,00 = R$ Fornecedores R$ 50,00
Bombons 25,00
Total do Ativo R$ 82,00 Total do Passivo R$ 80,00
Circulante Circulante
Ativo Valor Patrimônio Líquido Valor
Permanente
Roupas R$ 105,00 Doações R$105,00
Total do Ativo R$ 105,00 Despesa Periódico (R$1,20)
Permanente
Despesa (R$ 1,80)
Condução
Despesa (R$10,00)
Alimentação
Lucro na Venda R$ 15,00
de Estoques
Total do R$107,00
Patrimônio Líquido

Gabarito - E

09- (TRF 2003/ESAF) - A empresa Primavera Ltda., no encerramento do exercício


de 2002, obteve as seguintes informações, conforme segue:

Valores em R$
Adiantamento a Fornecedores 1.000,00
Adiantamento de Clientes 2.000,00
Ativo Imobilizado 20.000,00

www.pontodosconcursos.com.br 21
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Capital Social 29.000,00
Contas a Pagar 40.000,00
Depreciação Acumulada 2.000,00
Despesas Antecipadas 1.000,00
Disponibilidades 1.000,00
Duplicatas a Receber 30.000,00
Estoques 20.000,00
Realizável a Longo Prazo 2.000,00
Reserva Legal 2.000,00

Assinale a opção correta, que corresponde ao valor do Ativo que estará presente
no Balanço Patrimonial.

a) R$ 71.000,00
b) R$ 72.000,00
c) R$ 73.000,00
d) R$ 74.000,00
e) R$ 75.000,00

Solução: Como já fizemos, esta questão demanda, apenas, a identificação da


natureza contas. Após a identificação, a separação das contas do ativo. Vejamos:

Valores em R$ Classificação
Adiantamento a Fornecedores 1.000,00 Ativo Circulante
Adiantamento de Clientes 2.000,00 Passivo Circulante
Ativo Imobilizado 20.000,00 Ativo Permanente
Capital Social 29.000,00 Patrimônio Líquido
Contas a Pagar 40.000,00 Passivo Circulante
Depreciação Acumulada 2.000,00 Ativo Permanente
Despesas Antecipadas 1.000,00 Ativo Circulante
Disponibilidades 1.000,00 Ativo Circulante
Duplicatas a Receber 30.000,00 Ativo Circulante
Estoques 20.000,00 Ativo Circulante
Realizável a Longo Prazo 2.000,00 Ativo Realizável Longo Prazo
Reserva Legal 2.000,00 Patrimônio Líquido

Conhecendo a classificação de cada conta, somamos, agora, as contas do ativo,


não se esquecendo das contas retificadoras.

Valores em R$
Adiantamento a Fornecedores 1.000,00
Ativo Imobilizado 20.000,00
Depreciação Acumulada (2.000,00)
Despesas Antecipadas 1.000,00
Disponibilidades 1.000,00

www.pontodosconcursos.com.br 22
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Duplicatas a Receber 30.000,00
Estoques 20.000,00
Realizável a Longo Prazo 2.000,00
Total 73.000,00

Gabarito – C

10- (TRF 2003/ESAF) - A empresa Internacional S/A., no encerramento do


exercício de 2002, obteve as seguintes informações, conforme segue:

Valores em R$
Adiantamento a Fornecedores 15.000,00
Ativo Imobilizado 1.300.000,00
Contas a Pagar 1.100.000,00
Disponibilidades 150.000,00
Duplicatas a Receber 1.200.000,00
Empréstimos 1.000.000,00
Estoques 850.000,00
Lucros Acumulados 200.000,00
Reserva Legal 10.000,00

Na elaboração do Balanço Patrimonial da empresa, os valores do Patrimônio


Líquido e do Capital Social Integralizado serão:

Valores em R$
Patrimônio Líquido Capital Social Integralizado
a) 1.400.000,00 1.190.000,00
b) 1.400.000,00 1.205.000,00
c) 1.415.000,00 1.205.000,00
d) 1.415.000,00 1.225.000,00
e) 1.425.000,00 1.225.000,00

Solução: Pessoal, observem que nas informações não encontramos o valor do


Capital Social, porém as demais contas de Patrimônio Líquido estão informadas,
como por exemplo, a Reserva Legal. Desta forma, podemos concluir que o
Balanço Patrimonial não vai fechar. E o valor que estiver faltando deve ser o
Capital Social Realizado. Assim, montemos o Balanço Patrimonial:

Ativo R$ Passivo R$
Disponibilidades 150.000,00 Contas a Pagar 1.100.000,00
Duplicatas a Receber 1.200.000,00 Empréstimos 1.000.000,00
Adiantamento a 15.000,00 Total do Passivo 2.100.000,00
Fornecedores
Estoques 850.000,00 Patrimônio Líquido
Ativo Imobilizado 1.300.000,00 Capital ?
Total Ativo 3.515.000,00 Lucros Acumulados 200.000,00

www.pontodosconcursos.com.br 23
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Reserva Legal 10.000,00
Total do Patrimônio X
Líquido

Para acharmos o valor do Patrimônio Líquido, basta aplicarmos a equação


fundamental do Patrimônio – A = P + PL
3.515.000,00 = 2.100.000,00 + PL
PL = 1.415.000,00

Para o PL valer 1.415.000,00, o Capital Social valerá:


PL = Capital + Reserva Legal + Lucros Acumulados
1.415.000,00 = Capital + 10.000,00 + 200.000,00
Capital = 1.205.000,00

Gabarito – C

11- (TRF - 2002.2/ESAF) Os grupos e contas abaixo apresentados compõem o


patrimônio da empresa Jeffertite S.A.

Grupos/Contas Saldos
Disponibilidades R$ 2.650,00
Créditos a Receber R$ 8.900,00
Estoques R$ 5.000,00
Financiamentos Bancários R$ 6.500,00
Fornecedores R$ 5.300,00
Capital Social R$ 7.000,00
Adiantamentos a Diretores R$ 1.200,00
Ações de Empresas Coligadas R$ 2.000,00
Receitas Antecipadas R$ 930,00
Reservas de Lucros R$ 1.800,00
Ativo Diferido R$ 1.510,00
Impostos a Recolher R$ 1.300,00
Despesas a Vencer R$ 370,00
Ativo Imobilizado R$ 3.420,00
Obrigações Trabalhistas R$ 1.120,00
Reservas de Capital R$ 1.550,00
Prejuízos Acumulados R$ 250,00

O balanço não está fechado, pois o Contador deixou de incluir uma, e apenas
uma, das seguintes contas. Indique-a entre as seguintes opções:

a) Provisão para Ajuste de Valores Mobiliários.


b) Provisão para Imposto de Renda.
c) Reversão de Devedores Duvidosos.
d) Reversão de Reservas de Contingências.
e) Contribuições Sociais a Recolher.

www.pontodosconcursos.com.br 24
CURSOS ON-LINE – CONTABILIDADE GERAL EM EXERCÍCIOS
PROFESSOR ANTONIO CESAR
Solução: Eis uma questão que eu costumo chamar de “questão pegadinha”. Como
saber qual conta está faltando. Ora, ninguém é adivinho. A única forma de
identificarmos qual conta é a resposta é analisando as opções e verificando qual
delas tem saldo contrário às demais. Como assim. Imagine que esteja faltando o
valor de R$ 300,00 a débito. Pode ser Caixa, não pode? Mas pode ser Estoque,
não pode? Ou seja, qualquer conta de natureza .devedora poderia ser a resposta.
Desta forma o único meio de encontrarmos a resposta é achando a conta de saldo
contrário às demais.

Assim, verificamos que as contas Provisão para Ajuste de Valores Mobiliários,


Provisão para Imposto de Renda, Reversão de Devedores Duvidosos e
Contribuições Sociais a Recolher são todas de natureza credora..
Sobrou, então, a conta Reversão de Reservas de Contingências. Eu até marcaria
esta como a resposta, e foi o gabarito oficial. Porém, sou obrigado a reconhecer
que não conheço esta conta. Conheço o fato de se efetuar uma Reversão de
Reserva de Contingências, cujo lançamento é a débito de Reserva para
Contingências e a crédito de Lucros Acumulados. Porém, não haveria uma conta
denominada Reversão de Reserva de Contingências.
Mas, como disse, foi a opção que realmente sobrou e foi o gabarito.

Gabarito – D

www.pontodosconcursos.com.br 25