Вы находитесь на странице: 1из 3

Curso Técnico em Gerencia Empresarial

9 – Resultado do Exercício (Operações com Mercadorias)


Disciplina: Contabilidade Gerencial Professor: William T. Silveira
e-mail/msn: uniwill@pop.com.br

9- OPERAÇÕES COM MERCADORIAS

As Mercadorias compreendem todos os Bens que as empresas comerciais compram para revender. As
operações que envolvem as compras e vendas de Mercadorias constituem a atividade principal das empresas
comerciais.

Como contabilizar as operações com Mercadorias ?

No capítulo 6 colocamos uma nota dizendo que você deveria adotar as Contas Compras e Vendas para registrar
as operações com Mercadorias (Método da Conta Desdobrada).

Pois bem, para contabilizar as operações com Mercadorias existem dois métodos:

a) Método da Conta Mista: consiste em utilizar uma única Conta, que poderá ser chamada de
Mercadorias ou Estoque de Mercadorias, ou outra semelhante, para registrar todas as operações
com Mercadorias.

b) Método da Conta Desdobrada: consiste em utilizar as três Contas básicas: Estoque de


Mercarias (para registrar os estoques inicial e final), Compras de Mercadorias e Vendas de
Mercadorias.

A empresa poderá optar por um dos dois métodos, mas não poderá utilizar ambos ao mesmo tempo, para não
prejudicar a uniformidade de seus registros contábeis.

Seja qual for o método utilizado, a empresa poderá, ainda, adotar um dos seguintes sistemas:

a) Inventário Permanente: Consiste em controlar permanentemente o valor do Estoque de


Mercadorias.
b) Inventário Periódico: Consiste em conhecer o valor do Estoque de Mercadorias no final do
período, após a realização da contagem física de todas as Mercadorias existentes.

Didaticamente o Método da Conta Desdobrada com Inventário Periódico é o mais indicado o nosso estágio
de estudos. Será este o adotado nos exercícios.

9.1 RESULTADO SIMPLIFICADO DA CONTA MERCADORIAS

Neste item, apurar-se-á o Resultado da Conta Mercarias para saber se a empresa comercial obteve Lucro o
Prejuízo em sua atividade principal.
O Resultado da Conta Mercadorias e também denominado Resultado Operacional Bruto ou Resultado Bruto
do Exercício.

Para apurar, no final de um período o Resultado da Conta Mercadorias, precisamos, inicialmente, verificar, no
livro Razão, os saldos das Contas utilizadas durante o respectivo período para registro das operações com Mercadorias.

Vamos assumir que, em determinada empresa, os saldos dessa Contas, em 31 de Dezembro, forma os
seguinte:

 Estoque de Mercadorias – Devedor de R$ 5.000,00


 Compras de Mercadorias – Devedor de R$ 20.000,00
 Vendas de Mercadorias – Credor de R$ 23.000,00

O inventário físico realizado nesta data contabilizou R$ 12.000,00, realizaremos cálculos em dois processos de
apuração: extracontábil e contábil.

9.1.1 – APURAÇÃO EXTRACONTÁBIL

1° Fórmula: CMV = EI + C – EF

EF = Estoque Final de Mercadorias (Inventário)


CMV = Custo das Mercadorias Vendidas
EI = Estoque Inicial de Mercadorias Aplicação:
C = Compras de Mercadorias
Fonte: RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade básica fácil. 24 ed. reform. São Paulo: Saraiva, 2003.
Curso Técnico em Gerencia Empresarial
9 – Resultado do Exercício (Operações com Mercadorias)
Disciplina: Contabilidade Gerencial Professor: William T. Silveira
e-mail/msn: uniwill@pop.com.br

CMV = 5.000 + 20.000 – 12.000 CMV = 13.000


2° Fórmula: RCM = V – CMV

RCM = Resultado da Conta Mercadorias Aplicação:


V = Vendas de Mercadorias
RCM = 23.000 – 13.000
CMV = Custo das Mercadorias Vendidas
(apurado da 1° fórmula) RCM = 10.000

Sendo RCM positivo, significa que o valor das vendas de Mercadorias foi superior ao custo das respectivas
Mercadorias vendidas; logo, corresponde a lucro. Esse lucro apurado nas Vendas de Mercadorias denomina-se Lucro
Bruto do Exercício.
Sendo o RCM negativo, significa que o valor das vendas de Mercadorias foi inferior ao custo das respectivas
Mercadorias vendidas; logo, corresponde a prejuízo. Esse prejuízo apurado nas vendas de Mercadorias denomina-se
Prejuízo sobre Vendas.

9.1.2 – APURAÇÃO CONTÁBIL

Na apuração contábil lidaremos com as transferências de valores entre os razonetes de forma semelhante ao
que fizemos no capitulo 8 quando apuramos o resultado simplificado do exercício com as contas de Resultado.
Seguiremos um roteiro:

1° Passo: Reconstituição dos Razonetes

Estoque de Mercadorias Compras de Mercadorias Vendas de Mercadorias


D C D C D C
b) 5.000,00 b) 20.000,00 b) 23.000,00

2° Passo: Contabilização do CMV (CMV = EI + C – EF)

CMV Estoque de Mercadorias Compras de Mercadorias


D C D C D C
1) 5.000,00 b) 5.000,00 1) 5.000,00 b) 20.000,00 2) 20.000,00
2) 20.000,00

Observe que a operação realizada acima é conhecida, ao creditarmos as contas Estoque de Mercadorias e
Compras de Mercadorias, debitamos a Conta CMV. De acordo com a fórmula do CMV (CMV = EI + C – EF), já realizamos
a operação de soma EI + C. Abaixo registraremos a operação de subtração do EF.

Para transcrevemos o lançamento n° 3 nos Razonetes, lançamos a importância de R$ 12.000,00, referente ao


Inventário, a débito da Conta Estoque de Mercadorias e a Crédito da Conta Custo de Mercadorias Vendidas (CMV).

CMV Estoque de Mercadorias


D C D C
1) 5.000,00 3) 12.000,00 b) 5.000,00 1) 5.000,00
2) 20.000,00 3) 12.000,00

Agora basta apurarmos o Saldo da Conta CMV:

CMV
D C
1) 5.000,00 3) 12.000,00
2) 20.000,00

Sal.: 13.000,00

Fonte: RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade básica fácil. 24 ed. reform. São Paulo: Saraiva, 2003.
Curso Técnico em Gerencia Empresarial
9 – Resultado do Exercício (Operações com Mercadorias)
Disciplina: Contabilidade Gerencial Professor: William T. Silveira
e-mail/msn: uniwill@pop.com.br

3° Passo: Contabilização do RCM (RCM = V – CMV)

Vendas de Mercadorias RCM


D C D C
4) 23.000,00 b) 23.000,00 4) 23.000,00

No lançamento n° 5, debitaremos R$ 13.000,00 (Saldo do CMV) na Conta RCM e, conseqüentemente,


creditaremos o mesmo valor na conta CMV. Veja abaixo:

RCM CMV
D C D C
5) 13.000,00 4) 23.000,00 Sal.: 13.000,00 5) 13.000,00

Como na fórmula não mais há nenhum elemento, também não haverá mais nenhuma conta a ser transferida
para conta RCM. Resta, então, levantar o saldo da Conta RCM, o qual deverá coincidir com o Resultado Extracontábil
apurado por meio da fórmula do RCM.

RCM
D C
5) 13.000,00 4) 23.000,00

Sal.: 10.000,00

Com o lançamento n° 5 devidamente escriturado, encerramos os procedimentos necessários a apuração do


Resultado da Conta Mercadorias.

Note que, após este procedimento, permaneceram abertas e com saldos nos Razonetes, as seguintes Contas:

 Estoque de Mercadorias – Com débito de R$ 12.000,00 (esse saldo corresponde ao valor do EF existente).
 RCM – Com saldo Credor de R$ 10.000,00, o qual por ser credor, corresponde a Lucro Bruto.

A Conta Estoque de Mercadorias é Conta Patrimonial e, no Balanço Patrimonial, deverá figurar no grupo do Ativo
Circulante.

A Conta RCM, cujo saldo foi credor, representa Lucro Bruto do Exercício e terá esse saldo transferido para a
Conta Resultado do Exercício no momento da apuração do Resultado Líquido do Exercício.

Pede-se: Calcular extracontabilmente e contabilizar o Resultado da Conta Mercadorias. (RCM)

EXERCÍCIO 1:
Estoque de Mercadorias – R$ 100.000,00
Compras de Mercadorias – R$ 500.000,00
Vendas de Mercadorias – R$ 700.000,00
Estoque Final de Mercadorias conforme inventario físico realizado em 31 de Dezembro: R$ 200.000,00

EXERCÍCIO 2:
Estoque de Mercadorias – R$ 20.000,00
Compras de Mercadorias – R$ 90.000,00
Vendas de Mercadorias – R$ 100.000,00
Estoque Final de Mercadorias conforme inventario físico realizado em 31 de Dezembro: R$ 70.000,00

EXERCÍCIO 3:
Estoque de Mercadorias – R$ 18.000,00
Compras de Mercadorias – R$ 22.000,00
Vendas de Mercadorias – R$ 29.000,00
Estoque Final de Mercadorias conforme inventario físico realizado em 31 de Dezembro: R$ 5.000,00

Fonte: RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade básica fácil. 24 ed. reform. São Paulo: Saraiva, 2003.

Оценить