Вы находитесь на странице: 1из 1

Poupar e Investir

Os erros tornaram grandes os dfices e a dvida, os credores mostram


impacincia, osyields vo subindo e os PECs vo-se sucedendo. Para os
economistas e os acadmicos a reduo da dvida um problema grande e
complicado. Para os polticos o problema reduz-se em saber quem vai pagar a
crise e como se distribui o encargo: a lista incluir sempre contribuintes,
trabalhadores do sector pblico, consumidores, devedores, investidores e
geraes futuras.
A aco e a deciso individuais tornam-se fulcrais na realizao das condies
de vida e de bem-estar, a interferncia do Estado carece de justificao e no
pode ser restritiva nem pesar nas condies de realizao das oportunidades
econmicas e sociais. O mundo deixou de ter fronteiras e no se pode crescer
profissionalmente sombra de um emprego: investe-se para promover
capacidades profissionais e o empreendorismo, no espao e no tempo votados
aco e procura do sentido da vida - poupar e investir esto na ordem do dia.
As crises trazem a averso ao risco e o interesse pelos produtos de caixa; que
so posies temporrias e no dispensam, mais cedo ou mais tarde, outros
produtos oferecidos pelos mercados financeiros, que buscam a confiana
perdida. E a funo financeira tem de revelar-se com toda a sua integridade e
simplicidade na aco de aconselhar, em salas com janelas de vidro e sem
cortinas, com a responsabilidade na venda do produto certo, no tempo certo,
com o preo correcto e com a informao devida e bem explicada: todos gostam
de comprar bom, mas prefervel comprar bem, e a diferena a regra chave
que se representa no caro e no barato e na incerteza que envolve o macro futuro
e o imprevisto. Se os banqueiros servirem bem o cliente esto a servir bem o
banco, a criar valor sustentvel para o accionista, a facilitar o trabalho do
regulador e a tornar mnimo o preo da intermediao financeira.
Joo Oliveira, 30 de Maio 2011