Вы находитесь на странице: 1из 1

http://paredespsvencera.blogspot.

com/ COMUNICADO

CNE ARQUIVA QUEIXAS DO PSD CONTRA O PS/PAREDES

O Partido Socialista de Paredes congratula-se com a recente decisão da Comissão


Nacional de Eleições que se recusou a dar provimento às queixas do PSD/Paredes
sobre alegada violação da Lei Eleitoral (art. 46º Lei Orgânica n.º 1/2001, de 14 de
Agosto).

A CNE arquivou os processos a que as acusações do PSD local tinham dado origem
contra o PS e os jornais Progresso de Paredes e Novas do Vale do Sousa.

Segundo Artur Penedos, então candidato do PS à Câmara de Paredes, ficou


demonstrado que o PS, a sua candidatura e os Jornais onde colocou publicidade,
“nunca tiveram a intenção de violar a Lei ou de prejudicar terceiros”, acrescentando
que a CNE “reconheceu a seriedade e respeito que os socialistas e os jornais
envolvidos na acusação dedicaram ao processo eleitoral ocorrido em 2009”.

Penedos não tem dúvidas que “Celso Ferreira e os ‘mestres’ de imagem que
contratou e que praticam o modelo de ‘comunicação à medida’, construíram
inúmeros cenários para levar a cabo uma campanha “negra” contra mim, produzindo
todo o tipo de mentiras, permitindo-se, inclusive, afirmar que eu tinha comprado
dois jornais”.

O socialista lamenta profundamente que a “campanha negra” e o modelo traçado


pelo PSD/Paredes tivessem conseguido que jornais como o Público, o DN, o Semanário
Grande Porto e até a Revista Sábado, “transmitissem ao país as “tramóias”
perpetradas contra mim e contra o PS”.

Segundo o socialista, os jornais locais, acusados pelo PSD foram vítimas de uma
estratégia eleitoral e “injustamente acusados por um candidato, Celso Ferreira, e por
uma candidatura, o PSD, que não cumprem a Lei”, mas que, assegura, sabem lançar
“cortinas de fumo para esconder, ou distrair os que têm o dever de assegurar
igualdade de tratamento a todos os candidatos e candidaturas em qualquer acto
eleitoral, com as lamentáveis práticas que usam para se manterem ou conquistarem
o poder”.

Artur Penedos manifesta-se satisfeito pelo facto de a CNE vir repor a verdade e
desmascarar o modelo de “comunicação à medida” de que Celso Ferreira se serviu,
mas ao mesmo tempo, triste, porque afinal, a avaliar pelos resultados eleitorais, o
“crime” pode compensar.

Sede do PS PAREDES
Avenida da República, n.º 136, 1º Andar, Esc. 3
4580-193 Paredes
Paredes