You are on page 1of 15

Simulado LVII

Concurso da Polícia Federal

Perito Criminal Federal – Área 6 – Química / Engenharia Química

Questões baseadas num provável edital para o próximo concurso de Perito, considerando o edital
anterior.

Elaboração das questões: Robson Timoteo Damasceno / Guilherme Rocha / Ângelo Aragão

Bons Estudos e Rumo à ANP!

1
Conhecimentos Básicos
Texto I

Um dos aspectos mais notáveis da aventura do homem ao longo da história tem sido seu constante anseio
de buscar novas perspectivas, abrir horizontes desconhecidos, investigar possibilidades ainda
inexploradas, enfim, ampliar o conhecimento. Desde seus primórdios, os seres humanos dedicam-se a
investigar e a pesquisar, sendo esta curiosidade, este desejo de conhecer, uma das mais significativas
forças impulsoras da humanidade. O fato é que essa ininterrupta e incansável luta pelo saber tem sido
uma das mais importantes atividades do homem. Ocorre que, ao dar vazão ao seu insaciável afã de
descobrir, criar, conquistar, ao tentar realizar em toda sua plenitude a livre aventura do espírito, o homem
depara-se com seus limites. Ora, aceitando-se que o objetivo, visto como bom para o labor de investigar, é
o benefício do homem e nunca seu prejuízo, dificilmente se admitiria que a caminhada com vistas a esse
benefício, ou seja, os procedimentos destinados a fazer progredir o saber, pudesse fazer-se sem o respeito
aos valores maiores do homem, tais como sua vida, sua saúde, sua liberdade, sua dignidade.

Ivan de Araújo Moura Fé. Conflitos éticos em psiquiatria. In: José E. Assad (Coord.).
Desafios éticos. Brasília: Conselho Federal de Medicina, 1993, p. 185 (com adaptações).

A partir da argumentação do texto acima, bem como das estruturas linguísticas nele utilizadas, julgue os
itens que se seguem.

1 - Subentende-se da argumentação do texto que vários aspectos notáveis fizeram parte da


“aventura do homem ao longo da história” (linha 1).

2 - Seriam preservadas a correção gramatical do texto, bem como a coerência de sua argumentação,
se, em lugar de “tem sido” (linha 1), fosse usada a forma verbal é; no entanto, a opção empregada
no texto ressalta o caráter contínuo e constante dos aspectos mencionados.

3 - O desenvolvimento do texto mostra que as expressões “constante anseio de buscar novas


perspectivas” (linha 1-2), “ininterrupta e incansável luta pelo saber” (linha 5) e “insaciável afã de
descobrir, criar, conquistar” (linha 6) referem-se à ideia expressa em “uma das mais significativas
forças impulsoras da humanidade” (linha 4).

4 - A oração iniciada por “ao dar vazão” (linha 6) apresenta uma causa para o homem deparar-se
“com seus limites” (linha 7).

5 - A repetição da preposição a em “ao tentar” (linha 6) é fundamental para mostrar que a oração
aí iniciada está em paralelo com a oração iniciada por “ao dar vazão” (linha 6); e que não se trata
de mais um termo da enumeração de verbos que complementam “afã de” (linha 6).

2
Texto II

A realidade atual vem exigindo dos pesquisadores envolvidos com a temática da saúde maiores esforços
para compreender as mudanças recentes, pois o modo de as pessoas fazerem uso de suas capacidades
físicas, cognitivas e afetivas para produzir foi transformado. A organização do trabalho, ao atingir o
indivíduo, modifica a sua maneira de enfrentar os riscos e traz efeitos sobre a saúde ainda não
perfeitamente conhecidos ou dimensionados. Enfrentam-se, teoricamente e na prática, as manifestações
de saúde, a qual é alterada no seio da sociedade devido aos efeitos da desigualdade da distribuição dos
bens produzidos, à aquisição de uma multiplicidade de conhecimentos e de erros, às possibilidades de
domínio dos territórios e comportamentos e ao choque contínuo dos conflitos. Os profissionais deparam-
se, frequentemente, com as suas tentativas frustradas de estabelecer um perfil de morbidade coerente com
as queixas dos trabalhadores relacionadas, por exemplo, ao desconforto do posto de trabalho, à sensação
de esgotamento, ou às perturbações na vida familiar.

Ada Ávila Assunção. Uma contribuição ao debate sobre as relações saúde e trabalho.
In: Ciênc. Saúde Coletiva, v. 8, n.o 4, p. 1.005-18, 2003 (com adaptações)

Com base nas estruturas linguísticas e nas relações argumentativas do texto acima, julgue os itens
seguintes.

6 - A organização das ideias no texto mostra que “realidade atual” (linha 1) constitui a
circunstância de tempo em que a “temática da saúde” (linha 1) está sendo considerada; por isso,
mantêm-se as relações entre os argumentos e a correção gramatical ao se iniciar o texto com Na
realidade atual.

7 - Na linha 1, em razão da acepção de “envolvidos” usada no texto, é possível substituir “com a”


por na, sem prejudicar sua correção gramatical, nem tornar incoerente a relação entre as ideias
apresentadas.

8 - A preposição em “para compreender” (linha 1-2) e “para produzir” (linha 3) expressa o sentido
de finalidade: a finalidade dos “esforços” (linha 1) e das “capacidades” (linha 2), respectivamente.

9 - A organização dos argumentos no texto mostra que seria preservada a coerência entre as ideias
originais do texto, bem como sua correção gramatical, fazendo-se, na linha 5, a concordância de
“alterada” com “manifestações”, da seguinte forma: as quais são alteradas.

10 - A presença da preposição a em “à aquisição” (linha 6), “às possibilidades” (linha 7) e “ao


choque” (linha 8) é exigida por “Enfrentam-se” (linha 5); por isso, sua repetição é importante, pois
explicita as relações entre termos tão distantes no período sintático.

11 - No texto, o termo “Os profissionais” (linha 8) retoma “pesquisadores” (linha 1), “pessoas”
(linha 2) e “indivíduo” (linha 3).

3
Texto III

Vale a apena rever certas crenças que se têm multiplicado a respeito das chamadas emoções negativas.
Diferentemente do que alguns autores propõem, sublimá-las não gera benefícios para a pessoa — essa
atitude, aliás, tende mais a trazer-lhe prejuízos à saúde. Pesquisas científicas recentes sobre a raiva
reforçam essa linha de pensamento, e uma delas mostra que quem reprime sua frustração é pelo menos
três vezes mais propenso a admitir que chegou a um ponto em sua carreira no qual não consegue mais
progredir e que tem uma vida pessoal decepcionante. Já as pessoas que aprendem a explorar e canalizar
sua raiva apresentam uma
probabilidade muito maior de estar bem situadas profissionalmente, além de desfrutar de maior
intimidade física e emocional com seus amigos e familiares. Mas qual estratégia se deveria adotar para
não sentir a raiva e, assim, fugir da armadilha que essa atitude representa para a saúde? A escolha é, em
geral, uma questão de personalidade, mas também sofre a influência das circunstâncias pelas quais a
pessoa está passando. ―Eu não recomendaria gritar com o chefe. Essa não é a melhor solução.‖, diz uma
cientista que liderou estudo a esse respeito.

Planeta, jan./2010, p. 64-5 (com adaptações).

A respeito da organização das ideias do texto acima e das estruturas linguísticas nele utilizadas, julgue os
próximos itens.

12 - A substituição de “se têm” (linha 1) por tem altera as relações entre os argumentos do texto,
mas preserva sua coerência e correção gramatical.

13 - O travessão empregado logo após “pessoa” (linha 2), usado para destacar a informação final
do enunciado, pode ser corretamente substituído por ponto e vírgula.

14 - Por causa das duas ocorrências do pronome “que” (linha 4) no mesmo período sintático, não é
recomendada a substituição de “no qual” (linha 5) por que, apesar de a coerência e a correção do
texto serem mantidas.

15 - Por ter como agente “pessoas” (linha 6), o infinitivo empregado em “explorar” (linha 6)
poderia ser flexionado no plural, explorarem, sem prejudicar a coerência e a correção gramatical
do texto.

Leia os seguintes fragmentos de um documento do padrão ofício para responder aos próximos itens.

I – Solicitamos à Vossa Senhoria que sejam indicados, até 22 de maio do corrente ano, os cinco
servidores para participarem da elaboração dos projetos.
II – Carlos de Sousa Soares
Diretor Geral de Recursos Humanos
III – Senhor Secretário,
IV – Respeitosamente,
V – Brasília, 27 de junho de 2002.
VI – Ofício nº 23/DRH/ME.

16 – A seqüência lógica do documento é: VI –V-III-I-II-IV.

17 – O nome por extenso do signatário é opcional, já que a assinatura é obrigatória.

18 – No vocativo de um ofício, deveria constar apenas o nome do destinatário.

4
Acerca dos conceitos de informática, avalie os próximos itens.

19 – A sigla FTP designa um protocolo que pode ser usado para a transferência de arquivos de
dados na Internet.

20 – Atualmente, é possível, por meio da tecnologia VoIP (voice over IP), também chamada de voz
por protocolo de Internet, que um sítio da Web disponibilize recursos que permitem, utilizando-se
software e hardware específicos, a comunicação por voz entre seus usuários e entre estes e usuários
das diversas redes de telefonia fixa ou móvel celular espalhadas pelo mundo. Trata-se de recurso
típico de banda larga, que exige conexões com a Internet com características tais como a conexão
ADSL mencionada.

21 – Entre os recursos disponibilizados atualmente na Internet, estão os denominados grupos de


discussão, que consistem em comunidades virtuais e permitem que usuários da rede mundial de
computadores possam trocar mensagens de interesse comum, utilizando, entre outros, recursos de
correio eletrônico e de páginas web. Entre os elementos normalmente presentes em um grupo de
discussão, encontram-se o administrador do grupo, que decide acerca das regras do grupo, e o
moderador do grupo, que tem a função de aprovar, ou não, determinada mensagem.

22 – Sabendo que FraudEliminator é um software que atua como anti-phishing, identificando se


uma página web consiste em uma tentativa de phishing, é correto concluir que se o referido
software estiver adicionado ao IE6, o computador em uso terá proteção contra exploração de
vulnerabilidades do Windows XP realizada por spywares e(ou) cavalos de tróia.

23 – O PowerPoint permite adicionar efeitos sonoros à apresentação em elaboração.

24 – No Power Point, existe recurso que permite, entre outras ações, selecionar modelos de design
para a apresentação em edição.

25 – O Excel 2003 permite mesclar um conjunto de células e também dividir uma célula não-
mesclada em diversas novas células.

Considere as seguintes proposições.

A: Jorge briga com sua namorada Sílvia.


B: Sílvia vai ao teatro.

Julgue os itens seguintes, a respeito dessas seguintes proposições e da lógica proposicional.

26 - Nesse caso, ¬(A→B) é a proposição C: “Se Jorge não briga com sua namorada Sílvia, então
Sílvia não vai ao teatro”.

27 - Independentemente das valorações V ou F para A e B, a expressão ¬(A v B)


correspondente à proposição C: “Jorge não briga com sua namorada Sílvia e Sílvia não vai ao
teatro” será falsa.

28 - A proposição “Carlos é juiz e é muito competente” tem como negação a proposição “Carlos
não é
juiz nem é muito competente”.

29 - A proposição “A Constituição brasileira é moderna ou precisa ser refeita” será V


quando a
proposição “A Constituição brasileira não é moderna nem precisa ser refeita” for F, e vice-versa.

30 - Considerando que P seja a proposição “Todo jogador de futebol será craque algum dia”,
então a proposição ¬P é corretamente enunciada como “Nenhum jogador de futebol será craque
sempre”.

5
Acerca do Direito Administrativo, avalie os próximos itens.

31 – É permitida a acumulação remunerada de cargos públicos, independentemente da


compatibilidade de horário, mas desde que sejam dois cargos de médico.

32 – As nomeações para funções de confiança, declarado em lei de livre nomeação e exoneração,


dependem de seleção simplificada para admissão.

33 – A administração fazendária e seus servidores fiscais terão, dentro de suas áreas de


competência e jurisdição, procedência sobre os demais setores administrativos.

34 – A proibição de acumular cargos estende-se a empregos e funções e abrange as sociedades de


economia mista, como é o caso do Banco do Brasil S/A.

35 – É vedada a vinculação ou equiparação de qualquer espécie remuneratória para efeito de


remuneração do pessoal do serviço público.

Acerca do Direito Penal, julgue os próximos itens.

36 – As circunstâncias objetivas comunicam-se, desde que o co-autor e o partícipe delas tenham


conhecimento.

37 – Constitui crime de corrupção passiva solicitar para si vantagem, a pretexto de influir em ato
praticado por funcionário público no exercício da função.

38 – Aquele que colabora para a conduta do autor com a prática de uma ação que, em si mesma,
não é penalmente relevante é considerado cúmplice no crime.

39 – Pedro é funcionário público, exercendo as funções de guarda de presídio. Pedro solicitou a um


presidiário quantia em dinheiro para fornecer-lhe um aparelho celular cujo uso fora proibido. O
presidiário aceitou, mas o aparelho não lhe foi entregue, nem a quantia solicitada foi paga. Nesse
caso, Pedro responderá por furto.

40 – As circunstâncias objetivas comunicam-se, desde que o co-autor e o partícipe delas tenham


conhecimento.

Com relação ao Direito Processual Penal, analise os itens a seguir.

41 – Ressalvada algumas exceções, o inquérito policial deve ser instaurado ex officio pela
autoridade policial, sempre que tiver conhecimento da prática de um delito, independentemente de
provocação.

42 – Na falta de perito oficial, o exame será realizado por 2 (duas) pessoas idôneas, portadoras de
diploma de curso superior preferencialmente na área específica, dentre as que tiverem habilitação
técnica relacionada com a natureza do exame.

43 – Considera-se indiciamento o ato pelo qual o delegado atribui a determinada pessoa a condição
de provável autor de uma infração penal.

44 – Se, intimado para esse fim, deixar de comparecer sem motivo justo, o ofendido não poderá ser
conduzido à presença da autoridade.

45 - Eventuais vícios do inquérito policial não contaminam o acervo probatório arrecadado na fase
judicial sob o crivo do contraditório, sendo, portanto, prematura a aplicação da teoria dos frutos da
árvore envenenada nessa fase.

6
Sobre o Direito Administrativo, avalie os itens subsequentes.

46 – Os atos das pessoas jurídicas de direito privado prestadoras de serviço público podem gerar a
responsabilidade do Estado.

47 – A concessão é formalizada mediante contrato administrativo, precedida de licitação, na


modalidade de concorrência.

48 – O poder disciplinar é a faculdade de punir internamente as infrações dos servidores e demais


pessoas sujeitas à disciplina dos órgãos e serviços da Administração. É correlato ao poder
hierárquico, mas com ele não se confunde.

49 – A criação de cargos depende de lei, mas sua extinção, quando vagos, pode ser feita por decreto.

50 – Considerando que a Polícia Federal integra a administração pública federal e que as polícias
civis integram a administração dos estados, é correto afirmar que um agente de polícia federal é
hierarquicamente superior a um agente de polícia civil.

Conhecimentos Específicos

O mercúrio II é eliminado de nosso corpo por um processo de primeira ordem que tem uma meia vida de
6 dias. Uma família sofreu uma tentativa de assassinato por contaminação com Mercúrio II. Sobre esses
fatos e acerca dos conceitos de Físico-Química avalie os próximos itens.
Dados: ln 2 = 0,693, e2 = 7,4, e3,5 = 33,11

51 – A constante de velocidade da reação de desaparecimento do mercúrio II é maior do que 0,15


dias-1.

52 – Após um mês, sobram mais de 5% do mercúrio II no sangue dos contaminados.

53 – O valor calculado no item 51 se alteraria com o aumento na temperatura.

54 – Se a reação fosse de segunda ordem, após 30 dias haveria menos mercúrio II no organismo dos
contaminados do que para a reação de primeira ordem.

55 – A meia vida de uma reação de segunda ordem também é constante com a temperatura.

56 – Não existem reações de ordem zero.

57 – A pressão de vapor de uma substância é a pressão exercida pelo vapor de uma substância
quando o vapor e sua fase condensada estão em equilíbrio dinâmico.

58 – Se a velocidade média das moléculas de um gás dobram, então em média sua temperatura
também dobrará.

59 – Um processo adiabático é aquele no qual durante a sua ocorrência o calor não é


adicionado ou removido do sistema.

60 – Além do modelo do gás ideal, modelos como o de Soave, Peng-Robinson, van der Waals e do
virial descrevem as propriedades dos gases, sendo que os últimos descrevem mais acuradamente do
que o modelo do gás ideal.

7
A respeito das ligações químicas, avalie os próximos itens.

61 – A ligação química, sendo a interação de dois átomos (ou grupos de átomos), está intimamente
ligada ao rearranjo da estrutura eletrônica, ou melhor, dos elétrons dos átomos dentro de uma
nova molécula.

62 – O potencial de ionização e a afinidade eletrônica são duas propriedades aperiódicas dos


elementos que estão diretamente ligadas à natureza da ligação química.

63 – Dois átomos iguais se unem para compartilhar seus elétrons de valência porque a matéria
formada apresenta geralmente maior potencial de ionização e menor afinidade eletrônica, ou seja,
torna-se mais estável em relação à tendência dos elétrons de escaparem do sistema.

64 – A chamada regra do octeto surge do fato de que quando os átomos doam, recebem ou
compartilham elétrons de tal forma que passam a apresentar configuração eletrônica semelhante a
dos gases nobres, eles tornam-se mais estáveis em relação a tendência dos elétrons de escaparem do
sistema, ou seja, o sistema como um todo torna-se mais estável.

65 – Podemos afirmar que a energia dos orbitais atômicos é mais alta do que a dos orbitais
moleculares ocupados.

66 – A formação de uma ligação química, de acordo com a TLV, ocorre quando dois orbitais, cada
um com apenas um elétron, se superpõem construtivamente.

67 – A teoria de ligação da valência prioriza o caráter iônico das ligações.

68 – Em compostos onde se formam mais de duas ligações químicas, os orbitais híbridos são
formados a partir de um número maior de orbitais atômicos.

Ainda sobre os conceitos da Química Inorgânica, julgue os itens abaixo.

69 – Chama-se efeito do par inerte à tendência que alguns elementos, em especial aqueles pesados
do bloco d, têm de formar íons duas unidades mais baixas do que o esperado para o número do
grupo.

70 – A molécula PCl5 apresenta uma estrutura tetraédrica.

71 – Sais que contêm bases conjugadas de ácidos fracos produzem soluções aquosas ácidas.

72 – O composto [FeOH(H2O)5]Cl2 é chamado cloreto de pentaaquohidroxiferro III.

73 – A eletronegatividade de um elemento é a média da energia de ionização e da afinidade


eletrônica e conseqüentemente a energia média dos orbitais de fronteira do átomo.

74 – Para um ácido poliprótico, cada desprotonação sucessiva é cada vez mais favorável.

75 – Os actinídeos não ocorrem naturalmente.

8
Acerca das estruturas apresentadas acima, julgue o item abaixo.

76 – As estruturas 1 e 2 representam diferentes conformações de um mesmo composto.

77 – Um carbonos quiral da estrutura 1 apresenta rotação R e o outro S.

78 – A estrutura 2 é o composto trans-1,2dimetilciclopenteno.

A reação do brometo de alquila com um íon alcóxido pode levar à formação de um alceno ou de um éter,
conforme representado na figura acima. Acerca dessas reações, julgue os próximos itens.

79 – A formação do alceno é favorecida pelo emprego de temperaturas mais elevadas e de um íon


alcóxido com forte impedimento estérico como, por exemplo, o íon terc-butóxido.

80 – A formação do alceno envolve uma reação de eliminação bimolecular.

81 – Em baixas temperaturas, a formação de éter é favorecida pela baixa energia de ativação no


estado de transição envolvida na reação de substituição nucleofílica bimolecular.

82 – Embora possa envolver mais energia em suas sínteses, os alcenos mais substituídos são mais
estáveis que os não substituídos.

83 – Na formação do éter, o grupo carbonila polariza o haleto de alquila.

9
Alcoois podem ser formados a partir da reação de hidratação de alcenos catalisada por ácido. Um
exemplo é a hidratação do 3,3-dimetil-1-buteno, mostrada acima. Com relação a essa reação, julgue os
itens seguintes.

84 – O produto principal dessa reação é o 2,3-dimetil-2-butanol.

85 – A formação do álcool será favorecida se houver água em excesso.

86 – Caso a reações fosse a inversa, a desidratação de alcoois é favorecida por meio ácido água em
excesso.

Acerca dos quatro compostos acima apresentados, julgue os itens a seguir.

87 – O composto 2 é mais ácido que o composto 3.

88 – Quanto às reações de substituição eletrofílica, o composto 2 é mais reativo que o composto 1.

89 – O composto 4 é o principal produto obtido na reação do composto 2 com Br2.

90 – Para formar o p-hidroxiacetofenona a partir do composto 2, usa-se o cloreto de acetila como


catalisador e cloreto férrico como substrato.

10
Considerando as estruturas apresentadas acima, que correspondem a dois aldeídos e dois ácidos
carboxílicos de grande ocorrência natural, julgue os itens subsequentes.

91 – O butanal apresenta maior ponto de ebulição que o ácido butanoico.

92 – Nos aldeídos, o hidrogênio mais ácido é aquele ligado diretamente ao carbono da carbonila.

93 – Todos os átomos de carbono do cinamaldeído apresentam hibridização sp2.

94 – A redução do butanal com NaBH4 dará origem ao 2-butanol.

95 – A reação de desidratação do ácido butanoico com o etanol leva ao etanoato de butila.

Acerca do tratamento estatístico de dados e dos erros em análises químicas, avalie os próximos itens.

96 – A palavra sensibilidade é usada muitas vezes de forma indiscriminada e incorreta para se


referir a métodos analíticos. A definição mais freqüentemente usada é de sensibilidade da
calibração, que é a inclinação da curva analítica. Se a curva analítica for linear a sensibilidade será
uma constante, mas se não for variará com a concentração e será diferente em cada ponto da curva.
A sensibilidade da calibração não indica quais as diferenças de concentração podem ser detectadas,
de forma que algumas vezes é usado o termo sensibilidade analítica – razão entre a inclinação da
curva analítica e o desvio padrão do sinal analítico a uma dada concentração.

97 – O Limite de detecção (LD) é a menor concentração que pode ser distinguida com um certo
nível de confiança e existe em toda técnica. É a menor concentração que pode ser detectada, mas
não necessariamente quantificada.

98 – O Limite Inferior de quantificação (LQ) é a menor quantidade de analito que pode ser medida
com precisão razoável, ou seja, quantificado.

99 – A faixa dinâmica linear é definida como a faixa de concentração que pode ser determinada
com uma curva de calibração linear.

100 – A especificidade de um método analítico é a medida de sua capacidade em resistir a pequenas


e deliberadas variações dos parâmetros analíticos. Indica sua confiança durante o uso normal.

11
101 – A robustez é a habilidade do método analítico de medir e diferenciar o analito de outros
componentes que possam estar presentes na amostra.

102 – Um material de recheio de coluna cromatográfica consiste em uma mistura de dois


componentes. Considere que a partícula média do material que está sendo amostrado seja
aproximadamente esférica com raio de 0,5mm. Grosseiramente, 20% das partículas parecem ser da
cor rosa e tem 30% do seu peso formado por uma fase polimérica ligada. As demais partículas tem
uma densidade de 0,24 g/cm3 e contém pouca ou nenhuma fase estacionária polimérica. Para uma
incerteza abaixo de 0,5% a amostra bruta precisa conter pelo menos 5,3g do material.
Dados: Npartículas = (1-p)/p2

103 – A determinação de cobre em uma amostra de água do mar fornece um valor médio de 77,81
μg/L e um desvio padrão sa de 1,74 μg/L. Para se obter um desvio padrão relativo de 1,7% a um
nível de confiança de 95% precisamos realizar menos de 5 análises.

104 – Um perito está trabalhando na determinação de um componente em produto falsificado, cuja


concentração é de cerca de 0,05g. Nesta situação ele está trabalhando numa ultramicroanálise.

105 – Um perito precisa determinar um agrotóxico no sangue de trabalhadores encontrados mortos


e com suspeita de envenenamento. Após prévio tratamento da amostra ele procedeu uma curva de
calibração para padrões com concentração conhecida deste agrotóxico. Os valores estão dados a
seguir.

Porcentagem molar Área do pico


xi yi xi2 yi2 xiyi
0,352 1,09 0,12390 1,1881 0,38368
0,803 1,78 0,64481 3,1684 1,42934
1,08 2,60 1,16640 6,7600 2,80800
1,38 3,03 1,90440 9,1809 4,18140
1,75 4,01 3,06250 16,0801 7,01750
____ ____ _______ ______ _______
5,365 12,51 6,9020 36,3775 15,81992

Após fazer esta padronização o perito fez 4 medidas de uma amostra de interesse e encontrou o
valor de pico cromatográfico de 2,65. Sabendo que a concentração letal para o ser humano é de
1,2%, o perito pode concluir que os trabalhadores provavelmente morreram por envenenamento.

106 – Um perito que tenha que escolher entre um método com coeficiente de correlação de 0,99 e
outro com 0,85 deve escolher o segundo por ter menor erro residual.

107 – Um método é considerado robusto na medida que resiste as mudanças sem grande perda de
precisão.

108 – Uma analogia comumente feita para a média é de que ela é o centro de massa de um conjunto
de pontos: se sobre uma barra fossem colocados pesos nos pontos que representam cada valor, a
média seria o ponto onde poderíamos colocar um apoio e manter esta barra em equilíbrio.

109 – Para um mesmo conjunto de valores temos que a média aritmética é menor ou igual a
geométrica, que é menor ou igual a harmônica.

110 – O uso da média geométrica é particularmente útil quando temos medidas inversamente
proporcionais sendo consideradas. Já a média harmônica é usada para algumas medidas físicas,
como aceleração, por exemplo.

12
Sobre os conceitos da Química Analítica ainda, avalie os próximos itens.

111 – O lítio é um bom padrão interno para a determinação de sódio e potássio em soro sanguíneo,
porque seu comportamento químico é similar e costuma também estar presente no sangue.

112 – Em amostras onde a relaxação vibracional ocorre antes da relaxação eletrônica pode-se
observar o fenômeno da fluorescência não-ressonante.

113 – Filamentos de níquel-cromo são importantes fontes na região do visível.

114 – Uma cunha de interferência consiste de um par de placas espelhadas parcialmente separadas
por uma camada em forma de cunha de material dielétrico, usada como seletor de comprimento de
onda.

115 – Um espectroscópio é um instrumento óptico usado para a identificação visual de linhas de


emissão atômicas.

116 – Utiliza-se a ablação por centelha ou arco como método de introdução de amostras de sólidos
condutores.

117 – Chama-se agentes de liberação aos cátions que reagem preferencialmente com um
interferente e previnem sua interação com o analito.

118 – A espectrometria de massa com fonte de centelha é a mais empregada para a análise
multielementar.

119 – A maioria dos hidrocarbonetos aromáticos não-substituidos fluoresce em solução e a


eficiência quântica aumenta com o número de anéis e seu grau de condensação.

120 – A magnitude dos deslocamentos Raman são dependentes do comprimento de onda de


excitação.

13
14
Prova Discursiva
A evolução da identificação genética passa por uma fase, ainda em desenvolvimento, na qual
ocorre o amadurecimento de todo o processo, com padronização dos dados estatísticos e a introdução de
bancos de perfis genéticos.
Os bancos de dados de DNA são casos particulares em que as informações genéticas são
armazenadas para um determinado fim, usualmente a identificação de um indivíduo por
comparação com o padrão armazenado. Estes bancos geralmente têm caráter forense.
Vários países apresentam discussões políticas e administrativas sobre o uso de perfis genéticos.
As diferenças de normas legais e jurisdição dificultam a formação de um banco de dados e a troca de
informações entre os países. Embora os grandes bancos de dados possuam critérios rigorosos quanto à
utilização de perfis genéticos, questões éticas podem ser levantadas.
O uso de toda a base de dados envolve um contrapeso entre os direitos do indivíduo e os
interesses coletivos. Ao discutir as vantagens e as desvantagens do uso de bancos de perfis genéticos
deve-se considerar: quais indivíduos devem ser incluídos no banco de dados, o uso de consentimento do
indivíduo para fazer exame e uso das amostras e como gerir a informação que uma análise deste tipo
envolve.
PCFS Guilherme Silveira Jacques e Aline Costa Minervino.
In: Revista Perícia Criminal, nº 26, página 17

Tendo como ponto de partida o texto acima e usando seus conhecimentos a respeito do assunto e questões
envolvidas, produza um texto dissertativo a respeito do seguinte tema:

PERÍCIA CRIMINAL E AVANÇOS CIENTÍFICOS: ASPECTOS ÉTICOS

No texto, aborde necessariamente os seguintes tópicos:


 O confronto entre a busca da verdade e os direitos e garantias fundamentais constitucionais.
 Recentes avanços científicos que podem criar questões éticas no trabalho pericial criminal.
 A importância do profissional da área pericial estar atento aos avanços científicos.

Resoluções das questões e gabarito no grupo PCF Química:


http://groups.yahoo.com/group/Grupo_PCF_Quimica-2008/
Endereços dos tópicos de discussão no Fórum CW:
http://concursos.correioweb.com.br/forum/viewtopic.php?t=112608&start=0
Acesso a outros materiais para estudo:
http://www.scribd.com/ConcurseiroRobson

15