Вы находитесь на странице: 1из 5

Adaptado de: Brasil Escola

GÊNEROS TEXTUAIS: CARTAS

A. Carta do Leitor

As cartas dos leitores mostram opiniões e sugestões; debatem os argumentos levantados nos
artigos e fazem críticas a respeito; trazem perguntas, reflexões, elogios, incentivos, etc.

Para o leitor é o meio de expor seu ponto de vista em relação ao assunto lido, para o veículo
de informação é uma arma publicitária para saber o que está agradando a opinião pública.

Não há regras estabelecidas para se fazer uma carta no estilo “carta do leitor”, a não ser as
que já são normalmente recomendadas ao escrevermos a alguém: especifique o assunto e
seja breve; diga previamente o objetivo da carta (opinar, sugerir, debater); escreva em uma
linguagem clara, precisa e nunca faça uso de palavras de baixo calão, pois sua carta não
será publicada!

O objetivo do leitor ao escrever uma carta para um jornal da cidade ou uma revista de
circulação nacional é tornar pública sua idéia e se sentir parte da informação. A carta do
leitor é tão importante que pode ser fonte para uma nova notícia, uma vez que ao expor suas
considerações a respeito de um assunto, o destinatário pode acrescentar outros fatos
igualmente interessantes que estejam acontecendo e possam ser abordados!

Deve-se ter muito cuidado ao escrever uma carta, pois será lida por muitas pessoas. Por isso,
revise o texto e observe com atenção se há clareza nas frases, se os períodos não estão
muito longos e se não há repetições de idéias ou palavras, se há erros de pontuação e grafia.

Importante: Não se preocupe apenas em dizer o que pensa, o que acha, mas dê seu ponto
de vista sempre explicando com muita cautela, e se expuser fatos, tenha certeza que são
verdadeiros.

B. Cartas Formais

1. Carta Argumentativa

Apesar do surgimento da Internet, a carta argumentativa ainda continua sendo um veículo


de comunicação muito importante e muito requisitado nos concursos e provas de
vestibulares.

Para entendermos sobre a sua parte estrutural, é importante lembrarmos que, como o
próprio nome diz, nos lembra a questão da exposição de idéias, ou seja, o emissor deve
persuadir o interlocutor através do seu ponto de vista sobre determinado assunto. E logo, a
linguagem deverá ser clara, coesa e objetiva.

Na carta, há uma interlocução explícita, ou seja, ela é destinada a um ou mais destinatários


de forma específica. O grau de formalidade dependerá do nível de intimidade estabelecido
entre os interlocutores.

Para entendermos melhor esse processo é necessário fazer a distinção entre uma carta
destinada ao prefeito de sua cidade requisitando melhorias no setor de pavimentação das
ruas, e uma ao presidente de seu bairro, sugerindo melhoria na qualidade do som durante as
reuniões. Neste caso, fica evidente que o grau de formalismo varia.

2. Carta Comercial

A carta comercial, também chamada de correspondência técnica, é um documento


com objetivo de se fazer uma comunicação comercial, empresarial.

A redação comercial tem como características comuns:

a) clareza: o texto, além de ser claro, deve ser objetivo, como forma de evitar múltiplas
interpretações, o que prejudica os comunicados e negócios.
b) estética: a fim de causar boa impressão, o texto deve estar bem organizado e dentro da
estruturação cabível. Não pode haver rasuras ou “sujeiras” impregnadas ao papel.

c) linguagem: seja conciso e objetivo. Passe as informações necessárias, sem ficar


usufruindo de recursos estilísticos. Seja impessoal, ou seja, não faça uso da subjetividade e
de sentimentalismo. E por fim, escreva com simplicidade, mas observando a norma culta da
língua.

É muito importante que haja correção, pois um possível equívoco pode gerar
desentendimento entre as partes e possíveis prejuízos de ordem financeira.

Como fazer uma carta comercial? Vejamos a estrutura que deve ser seguida:

1º passo: O papel deve ter o timbre e/ou cabeçalho, com as informações necessárias
(nome, endereço, logotipo da empresa). Normalmente, já vem impresso. Há
variações:
2º passo: Coloque o nome da localidade e data à esquerda e abaixo do timbre. Coloque remetente e
vírgula depois do nome da cidade! O mês deve vir em letra minúscula, o ano dever vir junto
endereço à
(2008), sem ponto ou espaço. Use ponto final após a data.
esquerda,
3º passo: Escreva o nome e o endereço do destinatário à esquerda e abaixo da localidade e local, data e
data. destinatário
à direita.
4º passo: Coloque um vocativo impessoal: Prezado(s) Senhor(Senhores), Caro cliente,
Senhor diretor, Senhor Gerente, etc (geralmente à esquerdda).

5º passo: Inicie o texto fazendo referência ao assunto. Você pode usar estruturas como:
“Com relação a...”, “Em atenção à carta enviada...”, “Em atenção ao anúncio publicado...”,
“Atendendo à solicitação...”, “Em cumprimento a...”, “Com relação ao pedido...”, “Solicito
que...”, “Confirmamos o recebimento”, etc.

6º passo: Exponha o texto, como dito anteriormente, de forma clara e objetiva. Pode-se
fazer abreviações do pronome de tratamento ao referir-se ao destinatário: V.Sª.; V. Exa.;
Exmo.; Ilmo.; Sr.; etc.

7º passo: Corresponde ao fecho da carta, o qual é o encerramento da mesma e que vem


geralmente à direita. Despeça-se em tom amigável: (cordialmente, atenciosamente,
respeitosamente, com elevado apreço, saudações cordiais, etc) e coloque sua assinatura.

Modelo:

TIMBRE

Maria e Cia. Ltda.


Comércio de utensílios
Av. João, 1000
Goiânia – GO
Goiânia, 03 de março de 2008.
Ao diretor
Joaquim Silva
Rua das Amendoeiras, 600
Belo Horizonte – MG

Senhor:
Confirmamos ter recebido um pedido de depósito no valor três mil reais referente ao mês de
fevereiro. Informamos-lhe que o referido valor foi depositado no dia 1º de março, na agência 0003, conta
corrente 3225, Banco dos Empresários. Por favor, pedimos que o Sr. verifique o extrato e nos comunique
o pagamento. Pedimos escusas por não termos feito o depósito anteriormente, mas não tínhamos ainda a
nova conta bancária.
Nada mais havendo, reafirmamos os nossos protestos de elevada estima e consideração.

Atenciosamente,
Amélia Sousa
Gerente Comercial
3. Carta de Informação

A carta de informação está inserida dentro do contexto comercial, pois, normalmente, é


trocada entre departamentos de uma mesma empresa ou entre empresa e seus
representantes e fornecedores.

O objetivo deste canal de comunicação faz referência à sua própria denominação: informar o
destinatário sobre alguma coisa.

Modelo:

Estimados Senhores,

Comunicamos-lhes que no dia 03 do corrente mês haverá uma reunião dos departamentos
financeiro e contábil com a diretoria. Na ocasião, haverá premiação aos melhores
vendedores, bem como do contador mais organizado. Por este motivo, as outras seções
estão convidadas a prestigiar os colegas a partir das 9 horas da manhã, na sala de reuniões.

Agradecemos-lhes a atenção.

Cordialmente,
Diretoria da X2 Empresa de Cosméticos

4. Carta de Reclamação

A carta de reclamação é utilizada quando o remetente descreve um problema ocorrido, a um


destinatário que pode resolvê-lo. É considerado um texto persuasivo, pois o interlocutor tenta
convencer o receptor da mensagem a encontrar uma solução para o problema apontado na
carta.

Por este motivo, quem reclama deve se utilizar de um discurso argumentativo: descrevendo
de maneira clara o(s) problema(s), motivo(s) pelo qual pode ter ocorrido, as conseqüências
se não for resolvido. A exposição dos fatos deve comprovar que o remetente é quem tem
razão, o qual pode ainda, apontar as possíveis soluções para que haja entendimento entre as
partes.

É essencial que a carta de reclamação tenha: identificação do remetente e do destinatário,


data e local, assinatura, documentos em anexo (caso necessário).

Lembre-se de expor claramente os antecedentes, pois neles estão os motivos pelos quais a
reclamação está sendo feita.

5. Carta de Solicitação

A carta de solicitação está dentro de cartas comerciais e deverá possuir: timbre da empresa,
iniciais do departamento, número da carta, local e data, destinatário, referência: assunto;
saudação, corpo do texto, despedida e assinatura.
O objetivo deste tipo de carta, como o próprio nome já diz, é fazer um pedido (solicitar algo)
ao destinatário.

Modelo de Carta de Reclamação:

Remetente:
João da Silva
Rua dos Joaquins, nº 01, Bairro JJ
000-000 Campinas do Sul

Destinatário:
COMPUTERLY, LTDA.
Rua do equívoco, nº 2
0000-000 Campinas do Sul

Campinas do Sul, 29 de Fevereiro de 2009.

Assunto: computador entregue com estragos aparentes

Exmo(s). Senhor (es),

No último dia 05 de Fevereiro, dirigi-me ao seu estabelecimento, situado na Rua do equívoco,


nº 2, como endereçado, a fim de comprar um computador. Após escolher o modelo que
me interessou, solicitei que a mercadoria fosse entregue na minha casa. Para tanto, assinei a
nota de encomenda e paguei a taxa para que fosse realizado o serviço. No dia 10 do mesmo
mês, foi-me entregue o computador encomendado, no entanto, após ligar o aparelho na
tomada constatei que o mesmo emitia mais de 8 apitos e não funcionava.
Diante deste fato, recusei o computador e solicitei que me fosse enviado outro exemplar em
excelente estado, o que faria jus ao valor já pago. Entretanto, até a presente data continuo à
espera.
O atraso na resolução do problema vem ocasionado vários transtornos ao meu cotidiano. Por
este motivo, demando que outro computador de mesma marca e modelo seja entregue, sem
falta, dentro de 3 dias úteis. Caso contrário, anularei a compra e exijo o dinheiro do
pagamento de volta.

Sem mais,

João da Silva.

Anexos: fotocópias da nota fiscal de compra e do recibo da taxa de entrega.

Modelo de Carta de Solicitação:

Timbre da empresa
Dep. de vendas
Nº 02/09
Ao Diretor do Dep.de Faturamento
João Esleveriano da Costa

Recife, 10 de fevereiro de 2009.

Prezado Senhor,

Solicito a este departamento, do qual V.Sª. é diretor, que tenha a gentileza de enviar-me a
tabela de
faturamento do último mês, a fim de que possamos conferir algumas vendas realizadas.

Antecipo-lhe meus agradecimentos, certo de que serei atendido, dada a eficiência desta
seção.

Cordialmente,
Antonie Bernardo da Luz
Chefe do departamento de vendas