Вы находитесь на странице: 1из 3

Seleção e Organização dos Conteúdos Curriculares.

A Importância do Conteúdo

Os conteúdos são importantes à medida que constituem a


organização sobre a qual o aluno constrói o conhecimento.
A escola como formadora é o centro da educação constante e tem
como função repassar o conhecimento. É preciso incutir nas crianças e
jovens o s valores essenciais para a sobrevivência da comunidade, como
cooperação, justiça, respeito ao próximo, valorização do trabalho etc.
O conteúdo é um conjunto de referencia a conhecimentos, atitudes,
hábitos etc. O conceito do conteúdo não é simplesmente a aquisição de
informação, e sim assimilar o que se deseja passar.
Conteúdos podem dizer respeito à organização de conhecimento
sobre a base de suas próprias regras ou são as experiências educativas no
campo do conhecimento, selecionadas e organizadas pelas escolas (Turra –
planejamento de ensino e avaliação, p.102).
Tanto a organização do conhecimento como as experiências
educativas são importantes, as experiências que o homem adquire serão
transmitidas ao aluno e as experiências que o próprio aluno vivenciara em
torno desses conhecimentos adquiridos.
A experiência de quem aprendeu é antes, um processo de aquisição
de novos modos de perceber, ser, pensar e agir.
Conteúdo são experiências educativas onde se apoia a prática
mental, ponto de partida para aquisição de informações, para o
desenvolvimento de hábitos, habilidades e atitudes para alcançarmos os
objetivos proposto no processo de orientação educacional.

Critérios para a Seleção de Conteúdos

O programa escolar oficial é a ação educativa para um determinado


grau de ensino, em geral elaborado em nível de sistema oficial de ensino e
consegue dar uma unidade ao trabalho dos professores nas escolas do
estado ou município.
O Programa pessoal de cada professor pode ser anual, mensal ou
semanal, visa operacionalizar as diretrizes curriculares do sistema de
ensino, especifica os objetivos e conteúdos de acordo com as condições de
cada classe, observando o desenvolvimento e aprendizagens do aluno.
O professor dispõe de flexibilidade para selecionar os conteúdos mais
adequados aos seus alunos, porém deve o mesmo ter responsabilidade na
montagem, observando a qualidade, quantidade, conhecimento e interesses
de seus alunos, o professor deve-se basear nos seguintes critérios:

• Validade – relação clara e nítida com os objetivos a serem


atingidos no ensino e conteúdos
• Utilidade – possibilidade de aplicar o conhecimento em
situações novas, adequados às exigências e condições que os
alunos vivem, ajudando-os na vida cotidiana a solucionar os
problemas e enfrentar situações novas.
• Significação – interessante para o aluno quando relacionado
por situações vivenciadas por ele, o professor dever fazer uma
ligação do já conhecido com o novo o que torna o conteúdo
significativo.
• Adequação ao nível de desenvolvimento do aluno – adequar e
respeitar a maturidade intelectual do aluno deve haver
assimilação essenciais e desejáveis contribuindo para seu
desenvolvimento.
• Flexibilidade – somente quando houver possibilidade de fazer
alterações no conteúdo suprimindo itens ou incluindo novos
tópicos de acordo com o interesse dos alunos.
O aluno deve ser envolver pessoalmente com o conteúdo, fazendo
associações, pesquisando e organizando e selecionando alternativas, assim
estará construindo, ou melhor, reconstruindo o conhecimento.

A organização do Conteúdo.

Os conteúdos devem apresentar uma sequência, uma organização


vertical (plano temporal ) que envolver a continuidade e a sequencia que
envolve o conteúdo repetidas vezes em diferentes fases de um curso
aprofundando e ampliando a sequencia e o horizontal ( plano de uma
mesma série) que se refere ao relacionamento entre as diversas áreas do
currículo integrando e visando garantir a unidade do conhecimento.
Os conteúdos devem estar organizados por princípios lógicos
estabelecendo relação entre seus elementos, podendo também ser
chamado de organização psicológica significativa para o próprio aluno.
A unidade que é um tipo de organização estrutural inclui experiências
que abrange, várias semanas, é organizada em torno dos problemas ou
projetos importantes dos alunos. Através da estrutura da disciplina
podemos ter uma visão ampla do conhecimento estudado, o que foi mais
importante e o que foi relevante.

O Desenvolvimento dos Conteúdos e as Concepções Pedagógicas.

Cada proposta pedagógica baseia-se em uma determinada ideia de


ensino-aprendizagem e da interação professor-aluno.
Pedagogia Liberal cujas tendências são, tradicional, renovada-
progressista, renovada não-diretiva e a Pedagogia progressista que é
libertadora, libertária e crítica social dos conteúdos.
O professor José Carlos Libâneo analisa cada uma dessas tendências
envolvendo os aspectos do papel da escola, conteúdo de ensino, métodos,
relacionamento professor e aluno, pressupostos de aprendizagem e prática
escolar.
A função da escolar é a difusão do conhecimento visando à melhoria
da qualidade de vida das camadas populares, o desenvolvimento do modelo
pedagógico adequado para o nível de alunos que frequenta as escolar é
essencial para um bom desenvolvimento cognitivo.
O papel do professor bem preparado é fundamental para o inferir do
aluno, desenvolvendo o conhecimento e o desenvolvimento de seu ser.