Вы находитесь на странице: 1из 25

Das Economias-Mundo à

Economia Global
Área de Integração, 2011

Jorge Barbosa
Sumário

  O que é a globalização

  Das economias-mundo à globalização

  Desequilíbrios e perspectivas de globalização

Page  2
O Que é a Globalização?
Globalização

Globalização é um conceito que designa


um processo de mundialização de:
A economia
Os negócios
Os mercados
Os gostos
Os hábitos de consumo

Page  4
Globalização

Globalização traduz-
se, no essencial, na
•  Redução do tempo
•  Redução do espaço
•  No processo de relações
mundiais.

Page  5
Globalização

Globalização
corresponde então:
•  Ao crescimento da
interdependência de todos os
povos e países
•  Esta interdependência é de
natureza económica,
tecnológica e ideológica

Page  6
Globalização

  A globalização económica já pode ser encontrada:

– No Império Chinês


– Na Civilização Egípcia (continente africano)
– Na Grécia antiga
– No Império romano

Page  7
Globalização

  No mundo actual, a globalização torna-se num processo em rápida


expansão, sobretudo a partir dos anos 70 do século XX, com:

– Fim de barreiras comerciais


– Eliminação ou diminuição de impostos sobre
produtos importados
– Fortalecimento de organismos internacionais
(Mercosul, Comunidade Europeia)
– Incentivos à instalação de empresas estrangeiras
em territórios nacionais

Page  8
Globalização

  No mundo actual, a globalização aparece fortemente associada:

– Ao aumento da frequência da relação entre países


– À facilidade de relações entre países.
  Por outras palavras:

– A globalização aparece associada a uma


aceleração do tempo e a uma redução do espaço:
•  Rapidez dos meios de transporte e de comunicação
(tecnologia)

Page  9
Globalização

  Em sentido ideológico, a globalização é um processo de integração


económica decorrente:

– Do Neoliberalismo que se caracteriza pelo:


•  Predomínio dos interesses financeiros
•  Ausência, ou quase, de regulamentação mercantil
•  Privatização de empresas estatais.

Page  10
Globalização

  O Neoliberalismo, actualmente predominante no processo de


globalização, tem tido como efeitos:

– O aumento dos fenómenos de exclusão social


(pobreza e desemprego).
– Crises económicas sucessivas.
– Dificuldades em manter em funcionamento as
empresas que não acompanham o processo.

Page  11
Das Economias-Mundo à
Globalização
Cidades Italianas
Economias-Mundo (Génova, Veneza e
Florença)

Flandres (Lille, Bruges


Europeia e Antuérpia)

Bizantina (Mar Liga da Hansa


Egeu e Mar Negro) (Lubeck e Hamburgo

Segundo Braudel, até China, Coreia,


ao século XV podemos Indochina e Malásia
considerar seis
economias-mundo Índia
autónomas:
África árabe a
Norte
África
Deserto e floresta
tropical a Sul
Civilizações Pré-
Page  13 Colombianas
Fases da Globalização

Europa

Bizantina

China
Durante milhares de anos as
economias-mundo:
Índia

Desenvolveram-se com
conhecimentos reduzidos ou nulos África
entre si.
Aztecas, Maias e Incas

Page  14
Fases da Globalização

Rota marítima para


a Índia

Feitorias comerciais
1ª Fase – Expansionismo
europeias na Índia,
mercantilista (1450-1850) China e Japão

Novo Mundo (África


sub-saariana e
América)

Page  15
Fases da Globalização

Um único
Colónias de
Mão-de- produto
exploração
obra (açúcar,
sobretudo na
escrava tabaco,
1ª Fase – América do Sul
etc.)
Expansionis
mo
mercantilista
Colónias de
(1450-1850) povoamento,
sobretudo na
América do
Norte

Page  16
Fases da Globalização

1ª Fase –
Expansionismo
mercantilista Comércio Triangular
(1450-1850)

Europa África América

Fornece Exporta produtos


Vende escravos
manufacturas coloniais

Page  17
Fases da Globalização

Revoluções americana e
francesa (sec. XVIII)

2ª Fase – Industrialização
1850-1950
Industrial/
Imperialista/
Colonialista Capital financeiro

Capitalismo liberal

Page  18
Fases da Globalização África

Ásia

Ocupação territorial

Austrália

2ª Fase – Nova Zelândia


1850-1950
Industrial/
Imperialista/ Europeus
Abolição da escravatura
emigram para
Colonialista (1848)
USA
Emigração de
europeus para
Rivalidade entre potências Novo Mundo
europeias
Duas Guerras
Page  19
mundiais
Fases da Globalização

  No final da 2ª fase (já no século XX) surgem três projectos de liderança


da globalização:

– O projecto comunista, sobretudo liderado pela


União Soviética;
– O nazi-fascismo, liderado pela Alemanha, Itália e
também Japão
– Liberal-capitalista, liderado pela Grã-Bretanha e
Estados Unidos

Page  20
Fases da Globalização

O projecto comunista e o
A partir de 1947, esta aliança
projecto liberal-capitalista
transformou-se em hostilidade,
aliaram-se durante a 2ª Guerra
dando origem à Guerra Fria:
Mundial para:

Destruição do Guerra Guerra


Auto-defesa
nazi-fascismo ideológica tecnológica

Page  21
Fases da Globalização

Dissolução da
Fim da Guerra Fria
URSS

Hong-Kong

Abertura da China
3ª Fase (pós 1989) – em zonas especiais
Cibernética/tecnológica/
associativa Macau
Conciliação do
capitalismo com o
partido único na
China

A economia-mundo
capitalista fica sem
barreiras à liderança
da globalização

Page  22
3ª Fase da Globalização

Mudanças no mercado de
trabalho implicam:

Constante Sintonia com os


actualização demais países

Não afunilar a
Dominar Estar aberto à
Dominar outros formação numa
tecnologias de mudança e aos
idiomas única
informação desafios
especialização

Page  23
3ª Fase da Globalização

 O domínio da tecnologia


por um grupo de países
ricos abre um enorme
fosso com os demais,
talvez o mais profundo
na história da
humanidade

Page  24
Não se esqueça dos
Exercícios

Área de Integração