You are on page 1of 2

Os três elementos básicos da organização

Por Ronaldo Marcial Pasquini

Com o objetivo de contextualizar os conteúdos da disciplina de Modelos de


Gestão, se faz importante, apontar uma base de informações que facilitam o
entendimento dos temas propostos.
Especificamente, os estudos da gestão necessitam de um alinhamento de
conceitos essenciais, ainda que superficiais, para um aproveitamento mais eficaz dos
conteúdos. Inicialmente selecionamos, com base nos diversos dicionários da língua
portuguesa e nas teorias organizacionais, as seguintes definições:
 Gestão - Ato de gerir; gerência, administração.
 Gerência - ato, ação ou efeito de gerir.
 Gerenciamento - ato ou efeito de gerenciar, de dirigir (uma organização/
empresa/instituição).
 Administração - Gestão de negócios públicos ou particulares. Conjunto de
princípios, normas e funções que têm por fim ordenar a estrutura e
funcionamento de uma organização (empresa, órgão público, etc.). Função de
administrador; gestão, gerência.

Pode-se constatar que existe certo nível de “equivalência” entre os conceitos.


Portanto, para nossos estudos, quando se fala em gestão estará se tratando de
administração, gerência ou gerenciamento.

Para Hampton (1993) organização é uma combinação intencional de pessoas e


de tecnologias para atingir um determinado objetivo. A organização também pode ser
definida como uma Associação ou instituição com objetivos definidos (Aurélio, 2004).
A organização também é uma coleção de processos.
É importante verificar que o ato de organizar (ordenar ou arranjar) é uma ação
e será estudado como uma das funções gerenciais.
Já a estrutura organizacional, segundo Oliveira (1988), é o conjunto ordenado
de responsabilidades, autoridades, comunicações e decisões das unidades
organizacionais de uma empresa.
Considerando esta breve conceituação, torna-se importante também entender que
a organização pode ser analisada e compreendida a partir de uma divisão básica, que
permite o entendimento dos três elementos da organização: pessoas, infra-estrutura e
processos. Campos (1992), por sua vez, define os três elementos da organização como:
a) Equipamentos e materiais (hardware);
b) Procedimentos (software), também entendidos como „maneira de fazer as
coisas‟, métodos;
c) Ser humano (humanware).

Abaixo uma rápida abordagem sobre os três elementos básicos da organização:


 Pessoas
São todos os colaboradores da organização. Muitas organizações tratam como Recursos
Humanos, outras como empregados ou clientes internos. É importante o entendimento
de que são as pessoas que atuam diretamente nos diversos processos da organização.

Pasquini Página 1
 Infra-estrutura
São todos os equipamentos, móveis, imóveis e utensílios que permitem que as pessoas
executem suas tarefas, e que os processos sejam desenvolvidos – bem como, permite o
atendimento das necessidades dos clientes consumidores.

 Processos
Campos (1992) define processo como um conjunto de causas que provocam um ou mais
efeitos. Para tal é preciso ocorrer a organização de pessoas, equipamentos, esforços,
informações e procedimentos (ação).
Processo é um conjunto de tarefas ordenadas, interligadas e sucessivas, com início e fim
definidos, através das quais são elaborados produtos/serviços.
Nos processos é importante identificar o cliente (aquele que recebe ou percebe o
resultado), o responsável pelo resultado e o produto/serviço gerado pelo processo.
Todo processo tem por finalidade a obtenção/produção de produtos e serviços de acordo
com os requisitos dos clientes, portanto, o foco do processo deve ser o cliente, seja
interno ou externo.

Para os estudos, ora propostos, considera-se o seguinte diagrama:

Pessoas

Output´s = Saídas
Input´s = Entradas Produtos/serviços/
Organização idéias

(Ambiente Organizacional)

Infra- Processos
estrutura
Pode-se concluir que o conjunto dos três elementos básicos da organização cria
o ambiente organizacional, que tratamos de organização.

Referências Bibliográficas:

CAMPOS, Vicente Falconi. Controle de qualidade total – TQC. Belo Horizonte:


Fundação Cristiano Ottoni, 1992.

HAMPTON, David. Administração contemporânea. São Paulo: McGraw-Hill, 1983.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. Sistemas, organização e métodos – uma


abordagem gerencial. 2a. ed. São Paulo: Atlas, 1988.

Pasquini Página 2