Вы находитесь на странице: 1из 3

c cc




[3a Prova de Sistemas Térmicos I, 2 Semestre 1998, 02/03/1999]


Uma Caldeira ATA-18, flamotubular, de capacidade 3,3 ton/h a uma pressão de trabalho de 2 kgf /cm2, opera em uma
fábrica consumindo 95 kg/hora de óleo combustível BPF (PCI = 41000 kJ/kg base seca) e produzindo 1450,7 kg/hora de
vapor a 120 oC com título 90% (Entalpia da água saturada a 120 oC = 503,8 kJ/kg, Entalpia do vapor saturado a 120 oC
= 2706,3 kJ/kg).

A análise desta caldeira apresentou os seguintes resultados:


Análise dos Produtos da Combustão (Orsat):
Teor de O2 = 7,0 % Volumétrica
Teor de CO2+SO2 = 10,5 % Volumétrico
Teor de CO = 0,5 % Volumétrico

Temperatura dos produtos da Combustão na base da chaminé = 215 oC


Temperatura ar de combustão = 60 oC
Temperatura ambiente = 30 oC
Temperatura do óleo combustível = 60 oC
Umidade absoluta do ar atmosférico = 0,015kg/kg ar seco (quantidade de água no ar Cuidado!!)

Temperatura da água de alimentação = 32 oC

Consumo de vapor saturado para atomização do combustível: 0,2 kg/kg comb

Calor específico médio do ar = 1,33 kJ/m3.oC


Calor específico médio dos produtos da combustão = 1,6 kJ/m3.oC
Calor específico médio do combustível = 1 ,9 kJ/kg.oC

Composição do óleo combustível : C = 83,0%, H = 10,4%, S = 2,8%, O = 0,5%, N = 0,3%, H2O = 3,0%

Considerando a perda de energia pelo costado da caldeira Q5 = 1% e desprezando as perdas pelo combustível não
queimado Q4, fazer o balanço térmico tomando como referência 25 oC.

Calcular:
1) Poder Calorífico Inferior E Superior do combustível como recebido (kJ/kg) [1]
2) Volume do Ar Estequiométrico Seco (m3/kg) [1]
3) Coeficiente de Excesso de ar [2]
4) Volume TOTAL do ar ÚMIDO utilizado nesta combustão (m3/kg) [1]
5) Volume dos produtos da combustão estequiométrica (SECOS) (m3/kg) [2]
6) Composição dos produtos da combustão real (SECOS) (m3/kg) [1]
7) Volume TOTAL ÚMIDOS dos produtos da combustão (m3/kg) [1]
8) Energia disponível (kJ/kg) [3]
9) Perda de energia devido a entalpia dos gases da chaminé (%) [2]
10) Perda de energia devido à combustão incompleta (%) [1]
11) Rendimento da caldeira (método direto) (%) [2]
12) Rendimento da caldeira pelo método indireto. [2]
13) Temperatura adiabática da chama (oC) [1]

  :

1) Poder Calorífico Inferior c Superior do combustível como recebido (kJ/kg)


PCIr = PCId (100-W) - 2441 W
PCIr = 41000 x 0,97 - 2441 x 0,03
PCIr = 39697 kJ/kg comb
PCSr = PCIr + 2441 (9H + W)/100
PCSr = 39697 + 2441 (9 x 10,4 + 3)/100
PCSr = 42055 kJ/kg comb

2) Volume do Ar Estequiométrico Seco (m3/kg)


GO2o = 32/12 C + S + 16/2 H - O
GO2o = 32/12 x 0,83 + 0,028 + 16/2 0,104 - 0,005
o
GO2 = 3,068 kg O2/kg comb
Gar = GO2o/0,231 = 13,28 kg ar/kg comb
o

Varo = Garo/1,293 = 10,271 m3 ar/kg comb


3) Coeficiente de Excesso de ar
c = 21 / [21 - 79 (%O2 - 0,5 %CO) / %N2]
%N2 = 100 - %CO2 - %SO2 - %CO - %O2
%N2 = 100 - 10,5 - 0,5 - 7,0
%N2 = 82
c = 1,4486

4) Volume ii  do ar 


 utilizado nesta combustão (m3/kg)
Var = V ar o = 1,4486 x 10,271
Var = 14,879 (m3 /kg comb)
Var' = Var + Vh2o
Vh2o = (22,4/18,016) d 1,293 c Var o
Vh2o = 1,2433 x 0,015 x 1,293 x 1,4486 x 10,271
Vh2o = 0,359 (m3 h20/kg comb)
Var' = 15,238 (m3 ar /kg comb)

5) Volume dos produtos da combustão estequiométrica (SECOS) (m3/kg)


C + O2 -> CO2 C + ½O2 -> CO, basta calcular o volume de CO2
Vco2 = 22,4/12 C = 22,4/12 x 0,830 = 1,5493 (m3 CO2/kg comb)
Vso2 = 22,4/32 S = 22,4/32 x 0,028 = 0,0196 (m3 SO2/kg comb)
Vn2o = 0,79 Varo + (22,4/28) N = 0,79 x 10,273 + 0,8 x 0,003 = 8,11 807 (m3 N2 /kg comb)
Vgso = Vco2 + Vso2 + Vn2o
Vgso = 1,5493 + 0,0196 + 8,11807
Vgso = 9,687 (m3/kg comb)

6) Composição dos produtos da combustão real (SECOS) (m3/kg)


Vn2 = 0,79 Var + (22,4/28) N = 0,79 x 14,879 + 0,8 x 0,003
Vn2 = 11,758 (m3 N2/kg comb)
Vo2 = 0,21 ( c - 1) Varo = 0,21 (1,4486 -1) x 10,271
Vo2 = 0,96759 (m3 O2 /kg comb)
Vgs = Vco2 + Vco + Vso2 + Vn2 + Vo2
Vgs = 1,5493 + 0,0196 + 11,758 + 0,96759
Vgs = 14,2945 (m3/kg comb)
Composição dos produtos (%)
%N2 = Vn2 /Vgs = 11,758/14,2945
%N2 = 82,2%
%O2 = Vo2/Vgs = 0,96759/14,2945
%O2 = 6,8%
%CO2+SO2+CO = (Vco2+Vco+Vso2)/Vgs
%CO2+SO2+CO = (1,5493+0,0196)/14,2945
%CO2+SO2+CO = 10,98%
Na combustão incompleta temos: C + O2 -> CO2, C + O2 -> CO + ½O2
%CO = 0,5% (dado) -> %CO2 + SO2 = 10,48%
%O2 = %O2 + ½%CO = 6,8 + ½ x 0,5 = 7,05%
Vco = Vo2 =

7) Volume TOTAL ÚMIDOS dos produtos da combustão (m3/kg)


Vg = Vgs + Vh2o + Vatomizaçao
Vh2o = (22,4/2) H + (22,4/18,06) W + d c (22,4/18,06) 1,293 Varo
Vh2o = 11,2 x 0,104 + 1,24 x 0,03 + 0,015 x 1,4486 x 1,24 x 1 ,293 x 10,273
Vh2o = 1,561 (m3/kg comb)
Datomizacao = 0,2 kg/kg comb
Vatomizacao = (22,4/18,06) 0,2 = 0,249 (m3/kg comb)
Vg = Vgs + Vh2o + Vatomizaçao
Vg = 14,2941 + 1,561 + 0,249 = 16,104 (m3/kg comb)

8) Energia disponível (kJ/kg)


Qd = PCI + Qcomb + Qar + Qvapor
PCI = 39697 kJ/kg comb
Qcomb = m CPcomb T
Qcomb = 1 x 1,9 x (60-25) = 66,5 kJ/kg
Neste exemplo o ar é preaquecido a 60 oC dentro da caldeira pelo preaquecedor de ar:
Assim Qarex = Var' CPar T
Qarex = 15,238 x 1,33 (30-25) [30 oC é a temperatura atmosférica!]
Qarex = 101,3 kJ/kg comb
Caso o ar fosse preaquecido a 60 C por um sistema EXTERNO à caldeira então:
Qarex =Var' CPar T
Qarex = 15,238 x 1,33 (60-25)
Qarex = 709,3 kJ/kg comb
Qvapor = Dvapor (hv - hv25)
Qvapor = 0,2 [(0,9 x 2706,3 + 0,1 x 503,8) -2441]
Qvapor = 9,01 kJ/kg comb
Qd = 39697 + 66,5 + 101,3 + 9,01
Qd = 39873,8 (kJ/kg comb)

9) Perda de energia devido a entalpia dos gases da chaminé (%)


Q2 = Vg Cpg (Tg - Tpci) - Var' Cpar (Tatm - Tpci)
Q2 = 16,104 x 1,6 x (215-25) - 15,238 x 1,33 (30 - 25)
Q2 = 4794,28 kJ/kg
q2 = Q2/Qd = 4794,28/39873,8 = 12,02%

10) Perda de energia devido à combustão incompleta (%)


Q3 = (126,4 CO + 108 H2 + 358,2 CH4) Vdg (1-0,01 q4)
Q3 = (126,4 x 0,5) 14,2941
Q3 = 903,39 kJ/kg
q3 = Q3/Qd = 903,39/39873,8 = 2,27 %

11) Rendimento da caldeira (método direto) (%)


Qu = Dsp (Hsp-Hfw) + Dst (Hst - Hfw) + [Drh (Hrh"-rh')] + Dbw (H'-Hfw) + Qh
Qu = 1450,7 [(0,9x 2706,3 + 0,1x503,8) - 4,186 x 32]
Qu = 3.412.188,6 kJ/h = 947,83kW
Q1 = Qu /B = 3.412.188,6 / 95 = 35917,8 kJ/kg comb
= Q1 / Qd = 35917,8 / 39873,8 = 90,08 %

12) Rendimento da caldeira pelo método indireto.


= 100 - q2 - q3 - q4 - q5 - q6
= 100 - 12,02 - 2,27 - 0,0 - 1,0 - 0,0
= 84,71 %