You are on page 1of 25

SIGARPM 8.

11
Os botões da barra de ferramentas permitem alterar as configurações realizadas durante a criação do
relatório, além de disponibilizarem opções para gravação, acesso ao gerenciador de impressão e
zoom.

Botão Descrição

Cria um novo relatório.


Novo

Abre um relatório existente.


Abrir

Salva o relatório atual.


Salvar

Importa um relatório (extensão *.GR2) da versão beta.


Importar

Abre a tabela principal e define seus relacionamentos.


Abrir Tabela

Seleciona a ordem do relatório.


Selecionar Ordem

Define os grupos do relatório.


Selecionar Grupo

Seleciona os campos do relatório.


Selecionar Campos

Define o cabeçalho do relatório.


Configurar Cabeçalhos

Configura a página e impressão do relatório.


Configurar Página e Impressão

Configura os parâmetros do relatório.


Configurar Parâmetros

Monta o filtro do relatório.


Montar Filtro
Gera o relatório.
Gerar Relatório

Define o zoom do preview do relatório.

Zoom

Abre o Gerenciador de Impressão.


Gerenciador de Impressão

Abre o help do SIGARPM.


Help

Finaliza o Sistema.
Sair

Como criar um relatório


Esta opção permite a criação de um relatório. É possivel definir em quais tabelas o sistema deve
buscar as informações que constarão no relatório.

Para criar um relatório:

1. Selecione a opção "Criar novo relatório" na abertura do sistema e clique no botão "OK".

Selecionando a tabela principal

Ao selecionar a opção "Criar novo relatório", o sistema apresenta a janela "Abrir Tabela" com a
relação das tabelas de dados disponíveis.
Nesta janela, o usuário deve selecionar a tabela principal, a partir da qual o sistema irá buscar as
informações que serão utilizadas no relatório, por exemplo: SA1 - Cadastro de Clientes, SA2 -
Cadastro de Fornecedores, SC2 - Ordens de Produção, etc.

1. Para selecionar a tabela principal:

1. Na janela "Abrir Tabela", posicione o cursor sobre a tabela desejada (utilize as setas da
barra de rolagem) ou digite o seu nome no campo "Procurar por" e pressione [ENTER].

2. Clique no botão "Avançar" para prosseguir na formatação do relatório.

Criando relacionamentos

Após selecionar a tabela principal, será apresentada a janela para escolher ou criar novos
relacionamentos. Através da janela, é possível combinar dados de vários arquivos no mesmo relatório,
como por exemplo, uma relação de produtos com pedidos de compras em aberto.

Para estabelecer uma relação, é necessário que os arquivos possuam pelo menos um campo em
comum. No exemplo anterior, a tabela Pedidos de Compras (SC7) possui o campo "C7_PRODUTO",
onde é gravado o código do produto a ser adquirido; já o arquivo de Produtos (SB1), possui o campo
"B1_COD", onde é gravado o código do produto para sua identificação. Note, porém, que o arquivo
SB1 contém os dados dos produtos sem duplicidade, enquanto que o arquivo SC7 pode conter vários
pedidos para um mesmo produto.

Desta forma, não basta fazer uma listagem com apenas o código do produto. É preciso relacionar o
cadastro de produtos com o de pedidos de compra para saber quais estão em aberto.

O ponto em comum entre os arquivos é o código do produto e, através dele, será possível relacionar
as tabelas. Mesmo sendo diferentes os nomes dos campos, ambos armazenam a mesma informação.

Relacionando as tabelas, o sistema poderá imprimir dados do cadastro de produtos e dos pedidos de
compras.
Para definir a tabela secundária (criar relacionamentos):

1. Na janela de seleção de relacionamentos, clique no botão - "Adicionar


Relacionamento".

O sistema apresenta a tela "Adicionar Relacionamento". Observe que já é apresentada


uma sugestão de relacionamento em "Expressão Tabela Principal/Expressão Tabela
Relacionada".

2. Caso o relacionamento sugerido seja o desejado, clique sobre ele e, em seguida, no


botão "OK" da barra de ferramentas.

3. Caso necessite utilizar outro relacionamento, clique nas barras de rolagem da área "Tabela"
para verificar os relacionamentos pré-definidos.

Do lado esquerdo da janela é apresentada uma lista de relacionamentos padrões entre a tabela
principal selecionada e outras tabelas do sistema.
4. Verifique, na lista, a tabela que deseja relacionar com a tabela principal e clique sobre ela.

Observe que a informação de "Expressão Tabela Relacionada" foi alterada com o nome do campo
da tabela secundária escolhida e comum à tabela principal. Portanto, através dos campos exibidos
em "Expressão Tabela Principal/Expressão Tabela Relacionada", será possível estabelecer a
relação.

Note também que o nome do campo é precedido pela identificação do arquivo seguido do sinal de
sublinhado (exemplo: D1_COD). Esta sintaxe é adotada nas tabelas do Protheus para indicar que
o campo pertence a tabela.

Criando um relacionamento próprio

Para facilitar a construção de relatórios, o Protheus disponibiliza uma lista de relacionamentos pré-
definidos entre as tabelas, porém, o usuário pode criar relacionamentos próprios. Suponha que foi
necessário criar uma tabela específica para sua empresa e seja necessário criar um relatório com os
dados desta tabela combinados com os dados de uma tabela padrão do sistema, neste caso, será
preciso criar um relacionamento específico.

Lembre-se, porém, que para criar relacionamentos deve haver um campo comum às tabelas.

Para criar um relacionamento próprio:

1. Na janela "Adicionar Relacionamentos", clique no botão - "Novo Relacionamento" da


barra de ferramentas.

Será apresentada a janela "Novo Relacionamento" para definição de um relacionamento


específico. Observe que o campo "Expressão Tabela Principal" já apresenta a tabela
principal selecionada.
2. Clique no botão apresentado ao lado do campo "Expressão Tabela Principal", para selecionar
um ou mais campos da tabela principal que serão utilizados para o relacionamento .

Será apresentada a janela "Consultar Campo" com a relação dos campos da tabela principal.

3. Clique sobre o campo chave para o relacionamento e, em seguida, clique no botão "OK".

Observe que o campo selecionado foi apresentado no campo "Expressão Tabela Principal".
Em alguns casos, é necessário criar relacionamentos com mais de um campo para que a
informação esteja realmente individualizada ou separada. Por exemplo: Tratando-se de
um relatório com a tabela principal baseada no Cadastro de Clientes, pode ser
interessante criar o relacionamento com os campos "Código do Cliente" e "Loja"
(A1_COD+A1_LOJA), isto garante que o relatório irá apresentar os dados separados para
cada loja do cliente.

4. Para adicionar um campo à chave de relacionamento da tabela principal, clique


novamente no botão apresentado ao lado do campo "Expressão Tabela Principal".

Será reapresentada a janela "Consultar Campo" com a relação dos campos da tabela
principal.

5. Clique sobre o outro campo chave que irá compor o relacionamento e, em seguida,
clique no botão "OK".

Observe no campo "Expressão Tabela Principal" foi incluído o sinal de "+" e o campo
selecionado.

Caso seja necessário adicionar mais campos para separar as informações, repita estes
procedimentos até incluir todos os campos necessários para composição da chave de
relacionamento.

6. Após definir todos os campos chaves da tabela principal, deve-se selecionar a tabela
secundária. Para tanto, no campo "Pesquisa Tabela", digite o nome da tabela que será
relacionada.
7. Em seguida, clique no botão apresentado ao lado do campo "Expressão Tabela Relacionada".

Será apresentada a janela "Consultar Campo" com a relação dos campos da tabela relacionada.

8. Clique sobre o campo e, em seguida, no botão "OK".

9. Da mesma forma que na tabela principal, repita esta operação para adicionar todos os
campos que devem compor a chave de relacionamento.

10. Para finalizar o relacionamento entre estas tabelas, clique no botão "Finalizar".

A janela "Adicionar Relacionamento" é reapresentada. Torna-se necessário selecionar o


relacionamento criado.

11. No campo "Pesquisa Tabela", digite o nome da tabela relacionada.


Observe que a informação de "Expressão Tabela Relacionada" foi alterada com o nome do
campo escolhido da tabela secundária e comum à tabela principal.

11. Clique, então, no botão "OK" da barra de ferramentas para confirmar o


relacionamento.

O relacionamento definido será apresentado na janela.

É possível criar diversos relacionamentos entre a tabela principal e tabelas secundárias, o


que permite criar, por exemplo, um relatório com dados da tabela de Produtos (SB1), da
tabela de Pedidos de Compra (SC7) e da tabela de Itens de Notas Fiscais de Entrada
(SD1).
13. Para adicionar mais um relacionamento à tabela principal, clique, novamente, no botão

- Adicionar Relacionamento e configure-o como descrito nos procedimentos anteriores.

14. Se for necessário excluir um relacionamento, posicione o cursor sobre este e clique no

botão - Remover Relacionamento. É necessário confirmar a operação.

15. Adicionados todos os relacionamentos, clique no botão "Finalizar".

Definindo a ordem para apresentação dos dados

Após a definição dos relacionamentos, será apresentada uma janela para seleção da ordem de
apresentação dos dados.

Na área "Ordem", são relacionados os nomes das chaves disponíveis para organização dos registros.
A chave determina a ordem de classificação dos registros e pode ser composta por um ou mais
campos.

Exemplos:

Chave única: Código do Fornecedor

Código Loja Endereço


0001 03 R. Araújo Bonfim, 64
0001 01 R. Com. Fonseca, 99
0001 02 Av. Moraes, 60
0002 02 Av. Amador Bueno, 56
0002 01 R. Azevedo, 675

Na classificação por mais de um campo, inicialmente o arquivo é organizado pelo primeiro campo da
chave que determina a ordem geral, em seguida, pelo segundo campo e assim por diante.

Chave composta: Código + Loja

Código Loja Endereço


0001 01 R. Com. Fonseca, 99
0001 02 Av. Moraes, 60
0001 03 R. Araújo Bonfim, 64
0002 01 R. Azevedo, 675
0002 02 Av. Amador Bueno, 56

Para definir a ordem de apresentação dos dados:

1. Na área "Ordem", clique sobre a chave para organização.

2. Caso queira organizar os dados por um campo que não esteja na lista, clique no botão

Novo Índice.

Será apresentada a janela para definição de uma nova chave de índice, que pode ser
formada por campos ou, se necessário, por uma expressão em AdvPl.

3. Clique no botão apresentado ao lado do campo "Expressão".

Será apresentada uma janela com a relação de campos da tabela principal.

4. Clique sobre o campo que definirá a organização e, em seguida, clique no botão "OK".

O nome do campo selecionado é apresentado em "Expressão".

5. Para definir uma chave composta, clique, novamente, no botão Novo Índice e
selecione outro campo.
6. Clique no botão "OK" para finalizar o novo índice.

A chave criada é relacionada na área "Ordem".

7. Clique sobre a chave para organização dos dados e, em seguida, no botão "Finalizar".

Agrupando os dados

Após selecionar a ordem de apresentação dos dados, será apresentada a janela para definição de
grupos a partir dos campos da tabela principal.

A configuração de grupos permite apresentar de forma agrupada os registros com informações


comuns, facilitando a análise, organização e visualização do relatório. Por exemplo: um relatório de
solicitações de compras dividido por fornecedores.

1. Para definir grupos para apresentação:

1. Na janela "Selecionar Grupos", clique no botão para definir um grupo.

Será apresentada a janela "Novo Grupo".


2. Clique no botão Consulta Campo.

Será apresentada a janela com a relação dos campos da tabela principal.

3. Clique sobre o campo para agrupar os dados e confirme.

O campo será apresentada no campo "Expressão".

4. Para definir uma chave composta, clique, novamente, no botão - Consulta Campo
e selecione outro campo.

5. No campo "Cabeçalho", digite um título para identificar cada mudança de grupo.

Exemplo: Fornecedor: <código do fornecedor>

6. Marque a caixa de verificação "Quebrar Página", se desejar imprimir cada grupo em uma
página.

7. Marque a caixa de verificação "Resumo", se desejar imprimir apenas a identificação de


cada grupo suprimindo os dados dos registros. Este recurso é útil quando utilizado com
campos numéricos e totalização, pois é possível imprimir para cada grupo, apenas o total
dos valores (veja detalhes no próximo tópico "Selecionando os campos para o
relatório").

8. Clique no botão "OK" para confirmar.

O grupo criado é relacionado na janela de grupos.

9. Se precisar alterar a definição de um grupo, clique sobre ele e no botão - Editar.

10. Se precisar excluir algum grupo, clique sobre ele e no botão - Remover.

11. Clique no botão "Finalizar".

Selecionando os campos para o relatório

Uma vez definidos os grupos, será apresentada a janela "Selecionar Campos", onde são escolhidos os
campos que irão compor o relatório. Cada campo selecionado será uma coluna do relatório.

A janela "Selecionar Campos" é dividida em duas áreas: à esquerda, são apresentadas as tabelas do
relacionamento e todos os seus campos; à direita, serão apresentados os campos para o relatório, à
medida que forem escolhidos.
1. Para selecionar os campos do relatório:

1. Na área à esquerda, clique no botão apresentado ao lado do nome da tabela que terá
seus campos escolhidos.

Serão listados os campos da tabela.

2. Clique sobre o nome do campo que deve ser apresentado no relatório e, em seguida, no
botão - "Adicionar".

O nome do campo é adicionado na área à direita.

3. Para adicionar todos os campos em uma única operação, clique no botão - "Adicionar
Todos".

O sistema adiciona todos os campos da tabela na área à direita.

4. Se necessário remover algum campo da lista, utilize os botões - "Remover" e -


"Remover Todos" para remover um ou todos os campos, respectivamente.

5. Para definir uma fórmula/expressão em sintaxe AdvPl, clique no botão - "Formula" e,


em seguida, no botão - "Adicionar".

O sistema apresenta a tela "Nova Fórmula".


6. No campo "Expressão", digite uma expressão em sintaxe AdvPl.

7. Para consultar os campos das tabelas, clique no botão .

São listados os campos da tabela principal e, na seqüência, os das tabelas relacionadas.

8. No campo "Cabeçalho", informe o cabeçalho para o campo.

9. No campo "Formato", informe a máscara (picture) para formatar a apresentação dos dados no
relatório.

10. No campo "Tamanho", informe a quantidade de colunas que serão reservadas para
apresentação do campo.

11. No campo "Decimais", informe quantas casas decimais devem ser apresentadas.

12. Marque a caixa de verificação "Totaliza" se quiser apresentar o total de um campo


numérico no final de cada grupo.

Exemplo:

Para criar uma coluna com o preço sugerido para venda com base no preço de compra,
pode-se definir:

Expressão SC7->C7_TOTAL*1.30

Cabeçalho Sugestão para Venda

Formato 9999999.99

Tamanho 10

Decimal 2

Totaliza Sim

13. Confira os dados e confirme.

O sistema retorna à tela "Selecionar Campos", apresentando a fórmula criada no lado esquerdo da
tela.

14. Se precisar alterar as propriedades de apresentação de um campo, clique sobre ele e

no botão - Editar.

Será apresentada a janela "Propriedades".


15. Nesta janela, é possível alterar o cabeçalho do campo, seu formato, e habilitar a sua
totalização.

Se estiver utilizando um campo do tipo "Memo" é importante definir o "Formato" com a máscara
"@S<número de posições" para delimitar a apresentação do conteúdo (ex.: @S20).

16. Confira os dados e confirme.

O sistema retorna à tela "Selecionar Campo".

17. Clique no botão "Finalizar".

Definindo um título para o relatório

Na janela "Configurar Cabeçalho", deve-se digitar um título para apresentação no topo do relatório.

15.Para alterar o título do relatório:

1. Clique à esquerda da expressão "Protheus Report Utility" e pressione a tecla [DEL] até
apagar todo o texto.

2. Digite o novo título para o relatório.

3. Clique no botão "Finalizar".

Definindo parâmetros para configuração do relatório

Na janela "Configurar Parâmetros", é possível inserir perguntas/parâmetros para selecionar os dados


do relatório. Estes parâmetros serão configurados pelo usuário na emissão do relatório através do
botão "Parâmetros" da janela de configuração de relatórios, como acontece nos relatório padrões do
Protheus.

Caso não sejam criadas perguntas, serão impressos todos os dados das tabelas relacionadas. Para
que as perguntas sejam tratadas corretamente, após a sua definição, é necessário associá-las a filtros
(consulte o tópico "Definindo Filtros").
Para criar perguntas para o relatório:

1. Dê um duplo clique sobre o campo "Pergunta", para habilitar sua edição, e digite a
pergunta. Para finalizar a edição do campo, pressione [ENTER] novamente.

2. Proceda da mesma forma para editar os demais campos. Veja a seguir como configurá-
los:

3. Tipo

Selecione o tipo da resposta à pergunta, se: 1 = Caracter, 2 = Numérico ou 3 = Data

4. Tamanho

Informe o tamanho do campo para a resposta à pergunta.

5. Decimal

Informe o número de casas decimais para a resposta númerica, se necessário.

6. Formato

Informe a máscara para preenchimento deste parâmetro.

7. Help

Digite um texto explicativo sobre a função da pergunta.

8. Objeto

Selecione como a pergunta será apresentada na tela, se:

1 = Edit

Formato que permite editar o conteúdo.

2 = Text

Permite apresentar, como conteúdo, um texto padrão; apenas para visualização,


não poderá ser alterado.
3 = Combo

Formato que apresenta uma lista de opções para seleção dos dados.

1. Consulta Padrão (Edit)

Para habilitar uma consulta (F3) ao campo, selecione a tabela para pesquisa.

2. Conteúdo (Text)

Permite informar o conteúdo padrão para o campo, se o objeto for "1=Edit" ou "2 =
Text".

3. Pré-seleção (Combo)

Se o objeto for "3 = Combo" (lista de opções), pode-se definir qual a opção será
posicionada automaticamente para seleção. Informe de "1" a "5" para identificar as
opções, respectivamente.

4. Item 1 a 5 (Combo)

Informe, nestes campos, as opções que serão apresentadas para seleção, quando o
objeto for "3 = Combo".

Pode-se definir até 5 opções para seleção, que devem ser definidas em seqüência
(não pode existir lacuna entre as opções).

3. Clique no botão "Finalizar".

Lembre-se que para cada pergunta criada, deve ser associado um filtro que executará a
seleção dos dados; caso contrário, as perguntas não serão tratadas pelo sistema. Consulte o
tópico "Definindo Filtros".

Configurando o formato das páginas e a impressão

Na janela "Configurar Página e Impressão", são definidas as margens do relatório, orientação, largura
da página e impressão.
1. Para configurar o formato de impressão:

1. Configure a impressão conforme a seguinte orientação:

Margens

1. Esquerda

Digite a quantidade de caracteres para margem esquerda.

2. Direita

Digite a quantidade de caracteres para margem direita.

Orientação

1. Retrato

Clique neste botão de opção para imprimir o relatório no formato vertical.

2. Paisagem

Clique neste botão de opção para imprimir o relatório no formato horizontal. Indicado
quando existem muitos campos para apresentação no relatório.

3. Largura da página

Informe a quantidade de caracteres que define a largura da página.

Impressão

1. Linhas por páginas

Informe a quantidade de linhas que deve ser impressa por página.

2. Duplo Espaçamento

Marque esta caixa de verificação aplicar o espaço duplo entre linhas.

3. Avança página antes da impressão

Marque esta caixa de verificação para avançar uma página em branco antes de iniciar
a impressão.

4. Avança página depois da impressão

Marque esta caixa de verificação para avançar uma página em branco depois da
impressão.

5. Filtrar filial

Marque esta caixa de verificação para imprimir os dados somente da filial selecionada
no acesso ao Gerador de Relatórios.

2. Clique no botão "Finalizar".

Definindo filtros

A janela "Filtro" permite definir critérios de seleção das informações do relatório, restringindo os
dados que devem ser impressos. Quando existirem perguntas/parâmetros definidos,
obrigatoriamente, devem ser associados filtros.

Observe que a parte superior da janela é dividida em três áreas:

área esquerda

apresenta as tabelas relacionadas e seus campos.


área central

apresenta os operadores disponíveis para construção do filtro.

área direita

apresenta as possíveis chaves para pesquisa: valor constante; parâmetros (caso tenha, sido
criadas perguntas); campos das tabelas.

A partir destas áreas, o usuário pode compor o filtro para restringir as informações a serem
consultadas.

Exemplo:

Para apresentar somente os registros do produto “0010”, deve-se definir a seguinte operação:

Campo Operador Operando


(área esquerda) (área central) (área direita)

Código do Produto igual a 0010

A parte inferior da janela apresenta:

botões para edição e organização dos critérios do filtro;

área para exibição do filtro criado.

1. Para criar filtros:

1. Na área superior esquerda, clique no botão apresentado ao lado da tabela cujo campo
será utilizado na composição do filtro.
Os campos da tabela são exibidos.

2. Clique sobre o campo e no botão "Adicionar".

O campo é exibido na parte inferior da janela. Na área central, os operadores serão


habilitados.

3. Na área superior central, clique no botão apresentado ao lado de "Operador".

Os operadores disponíveis são relacionados.

4. Clique no operador desejado e no botão "Adicionar".

O operador selecionado é apresentado na parte inferior da janela. Na área à direita, as


chaves de comparação serão habilitadas:

5. Valor Constante

Se selecionada a opção "Valor Constante", será apresentada uma janela para


digitação do valor que deve ser comparado. No nosso exemplo, produto "0010".

1. Parâmetros

Se foram criados parâmetros para emissão do relatório, deve-se utilizar esta chave
para estabelecer o filtro referente à pergunta. Clique no botão ao lado da palavra
"Parâmetros" para selecionar uma pergunta para comparação.

Exemplo: Para as perguntas "Fornecedor de" e "Fornecedor até", deve-se criar um


filtro com duas condições concatenadas pelo operador "E":

Campo Operador Operando


(área esquerda) (área central) (Parâmetros)

Código do Fornecedor
maior ou igual a "Fornecedor de"
(Tabela Pedidos de Compra)

Código do Fornecedor
menor ou igual a "Fornecedor até"
(Tabela Pedidos de Compra)

1. Tabelas

Se quiser elaborar um filtro comparando, por exemplo, os dados das tabelas


relacionadas, clique no botão ao lado do nome da tabela e selecione o campo cujo
conteúdo deve ser comparado.

5. Após selecionar o operando, clique no botão "Adicionar".

O operando é apresentado na parte inferior da janela. A condição de filtro está criada.


Para composição de mais condições de filtro, utilize os botões:

Botões Descrição

utilizado para agrupar as operações, estabelecendo a ordem em que


devem ser executadas, como uma expressão matemática.

o sistema permite a informação de mais uma expressão para


composição do filtro. Quando se utiliza o operador E, somente são
exibidos os registros que atendam a duas ou mais condições
especificadas.

o sistema permite a informação de mais uma expressão para


composição do filtro. Quando se utiliza o operador OU, são exibidos
os registros que atendem a qualquer uma das condições
especificadas.

Exemplos:

Pedidos de Compra com valor menor ou igual a 3000,00 e que possuem Condição de
Pagamento igual a “001”.

(Valor Total menor ou igual a 3000) (Condição de Pagamento igual a "001")

Se ocorrerem erros na montagem do filtro, é possível reiniciar a sua definição clicando no


botão "Limpar Filtro".
6. Clique no botão "Expressão" se precisar utilizar uma expressão em linguagem AdvPl.

Exemplo: SUBSTR(A2_COD,3,3)=“001”

7. O sistema apresenta a tela para digitação da expressão.

8. Quando finalizada a digitação, clique no botão "OK" para que a expressão seja transportada
para a área de “Filtro”.

9. Para verificar o filtro criado em AdvPl, clique no botão da barra de ferramentas.

10. Clique no botão “Ok” para finalizar a consulta.


11. Clique no botão "Ok" para finalizar o filtro.

Após a configuração de todas as janelas para geração do relatório, o modelo será apresentado.

Observe que, na parte superior da janela, é apresentada uma barra de ferramentas. Os


botões permitem efetuar as mesmas operações descritas neste roteiro. Consulte o tópico
"Botões da barra de ferramentas" para mais detalhes.

Gravando o relatório

É muito importante, ao final da configuração do relatório, efetuar a sua gravação.

Para gravar o relatório:

1. Na barra de ferramentas, clique no botão - "Salvar".

Será apresentada a janela para informação de uma senha de segurança para o relatório.
Esta senha sempre será solicitada na abertura, gravação e impressão do relatório.

2. Digite a senha e confirme. Se não desejar atribuir uma senha ao relatório, mantenha os campos
em branco.

Será apresentada uma janela para informação dos dados da gravação.


3. Indique o diretório para gravação e o nome do relatório.

O nome do arquivo recebe a extensão ".RPM".

Gerando o relatório

Para visualizar os dados do relatório, é necessário executar a sua geração.

1. Para gerar o relatório:

1. Para gerar o relatório com os dados, clique no botão - "Gerar relatório".

A tela para configuração da impressão é apresentada.

2. Configure as opções, conforme orientação do help "Padrão de Operação", e confirme a


emissão do relatório.

Incluindo o relatório como uma opção de menu

O relatório criado também pode ser inserido no menu do usuário, através do ambiente Configurador.
Desta forma, não é necessário acessar o SIGARPM para impressão do relatório, pois o usuário pode
emiti-lo a partir do seu próprio ambiente de trabalho.