Вы находитесь на странице: 1из 53
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS APOSTILA DE EXERCÍCIOS PROF. ESP. SÉRGIO ZAGO

UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS APOSTILA DE EXERCÍCIOS PROF. ESP. SÉRGIO ZAGO

APOSTILA DE EXERCÍCIOS PROF. ESP. SÉRGIO ZAGO

srlzag@ig.com.br

6º/7 o SEMESTRE JUNDIAÍ – SP

CONTABILIDADE AVANÇADA

EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Curso: Ciências Contábeis

Série: 6º / 7º Semestre

Turno: Noturno

Disciplina: Contabilidade Avançada

Carga Horária Semanal: 2 horas/aula

1- Ementa:

Combinação de Negócios. Consolidação das Demonstrações Contábeis.

2- Objetivos Gerais:

Desenvolver

com

os

alunos

conhecimentos

necessários

para

as

seguintes

competências:

Desenvolver o conhecimento técnico acerca do tratamento de tópicos especiais da contabilidade, ligados à teoria e desenvolvimento de algumas especialidades;

Apresentar uma síntese dos principais temas relacionados à contabilidade avançada, os principais procedimentos relacionados à elaboração de demonstrações contábeis consolidadas e operações de incorporação, fusão e cisão de empresas.

3- Objetivos Específicos:

Oferecer ao educando, o conhecimento global da contabilidade examinando os aspectos de sua modernidade no Brasil e no mundo.

4- Conteúdo Programático:

4.1 – Combinação de Negócios

4.1.1 – Incorporação

4.1.2 – Cisão

4.1.3 – Fusão

4.2 – Consolidação das Demonstrações Contábeis

4.2.1 – Noções preliminares de consolidação

4.2.2 – Técnicas de consolidação

4.2.3 – Eliminações de consolidação

4.2.4 – Lucros nos estoques

CONTABILIDADE AVANÇADA

4.2.5 – Lucro nos Ativos Permanentes

4.2.6 – Participações Minoritárias

5- Estratégia de Trabalho:

5.1 – Aulas expositivas

5.2 – Exercícios de fixação individuais e em grupo

5.3 – Exercícios em classe e extra-classe

5.4 – Pesquisas extra-classe

6- Avaliação

6.1– Provas escritas

6.2– Trabalhos e exercícios desenvolvidos em classe e extra-classe

6.3– Participações em questionamentos e debates

7- Bibliografia Básica:

FIPECAFI, Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras. Manual de contabilidade das sociedades por ações. 7ª ed., São Paulo: Atlas, 2007.

PEREZ JR., José Hernandez, OLIVEIRA, Luiz Martins. Contabilidade avançada. 5ª ed., São Paulo: Atlas, 2008.

SCHMIDT, Paulo, et all. Fundamentos de contabilidade avançada. 1ª ed., São Paulo: Atlas, 2006.

8- Bibliografia Complementar:

ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Contabilidade avançada: textos, exemplos e exercícios resolvidos. 1ª ed., São Paulo: Atlas, 1997.

MARION, José Carlos. REIS, Arnaldo. Contabilidade avançada – para cursos de graduação e concursos públicos. 1ª ed., São Paulo: Saraiva, 2006.

SCHMIDT, Paulo, et all. Contabilidade internacional avançada. 2ª ed., São Paulo:

Atlas, 2008.

SCHMIDT, Paulo, et all. Contabilidade avançada: aspectos societários e tributários. 1ª ed., São Paulo: Atlas, 2003.

VICECONTI, Paulo, NEVES, Silvério das. Contabilidade societária. 1ª ed., São Paulo: Saraiva, 2005.

CONTABILIDADE AVANÇADA

SUMÁRIO

1 – COMBINAÇÃO DE NEGÓCIOS

5

INTRODUÇÃO

5

FUSÃO

6

CISÃO

7

INCORPORAÇÃO

8

ATIVIDADES PRÁTICAS

10

2 – CONSOLIDAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

37

HISTÓRICO

37

CONCEITO

39

OBJETIVO

39

ATIVIDADES PRÁTICAS

40

CONTABILIDADE AVANÇADA

1 – Combinação de Negócios

INTRODUÇÃO

Os processos de fusão, cisão e incorporação são modalidades de reorganização societária previstas em lei, que permitem as empresas, a qualquer tempo, promover as reformulações que lhe forem necessárias, podendo estas ser de natureza e objetivos distintos. Como por exemplo:

Reorganização de sociedades de um grupo de empresas em face da conjuntura sócia econômica;

Reorganização de sociedades, objetivando o planejamento sucessório e a proteção do patrimônio da sociedade e de seus sócios;

Separação ou desmembramento de empresas ou parte delas, como solução as divergências entre acionistas, observada com freqüência entre herdeiros de empresas familiares;

Incorporações ou fusões entre empresas voltadas à integração operacional ou a evolução da tecnologia, dos sistemas de produção ou comercialização.

Abertura de empresas privadas familiares ao mercado de capitais:

Alterações em face da mudança de ramo de atuação ou ingresso de novos produtos ou novas áreas ou na internacionalização das atividades operacionais:

Reorganização de sociedades a título de planejamento fiscal, objetivando minimizar a carga tributária;

Reorganizações de empresas estatais no processo de preparação a privatização;

Preparação de empresas para o processo de aquisição de outras, sejam elas estatais ou não, do ponto de vista de planejamento fiscal e tributário;

Podemos notar que podemos nos utilizar os processos de fusão, cisão e incorporação para uma grande amplitude de reorganizações societárias, como nos exemplos acima, na pré-venda ou pré-privatização e pós-privatização. Estas reorganizações podem ser desde operações simples e fáceis de serem visualizadas, como também podem envolver operações altamente complexas, razão pela qual devem ser precedidas de um processo de análise que envolva:

A ampla identificação de todos os problemas e interesses envolvidos;

A busca de inúmeras alternativas de reformulações possíveis;

O processo de decisão quanto à melhor solução;

A negociação entre as inúmeras partes envolvidas sobre os diversos temas e seus reflexos para encontrar soluções de equilíbrio e de viabilidade;

CONTABILIDADE AVANÇADA

O desenvolvimento e implementação formal e jurídica da solução encontrada que reflita as negociações efetivadas e

A operação posterior da (das) empresa (s) resultante (s).

FUSÃO

Podemos encontrar as seguintes definições para fusão:

É a operação pela qual se unem duas ou mais sociedades para formar uma sociedade nova, que lhes sucederá em todos os direitos e obrigações; (Art. 228 da Lei 6.404/76)

As sociedades originais extinguem-se. A nova sociedade adquire personalidade jurídica e inicia suas atividades econômicas, a partir da data da fusão; (Fabretti 2001 –

111)

O patrimônio da nova sociedade é composto pela soma dos patrimônios das empresas fusionadas; (Fabretti 2001 – 111)

Seu capital será integralizado com os bens, direitos e obrigações recebidos das sociedades fusionadas; (Fabretti 2001 – 111)

É a operação pela qual se unem duas ou mais sociedades para formar sociedade nova, que lhes sucederá em todos os direitos e obrigações. Portanto, é o ato pelo qual duas ou mais empresas se extinguem para originar uma nova sociedade com personalidade jurídica distinta. A nova sociedade adquire os ativos e passivos das demais; (Iudícibus e Marion 1991 – 36)

A fusão é a operação pela qual se unem duas ou mais sociedades para formar uma nova sociedade, que lhes sucede em todos os direitos e obrigações; (Oliveira 2000 –

03)

Note-se que na fusão, todas as sociedades fusionadas extinguem-se para dar lugar à formação de nova sociedade com personalidade jurídica distinta daquelas; (Higuchi 2001 – 403)

Que no processo de fusão todas as pessoas jurídicas participantes do processo se extinguem, surgindo em substituição uma nova pessoa jurídica, que se torna titular do somatório do patrimônio (em linguagem técnica chamamos o mesmo de acervo líquido) até então pertencente às referidas pessoas jurídicas; (Muniz 1996 –2)

A fusão é uma operação em que sociedades com interesse aparentemente oposto se juntam fazendo sua própria extinção e constituindo uma nova sociedade que as sucederá em todos os direitos e obrigações; (Almeida 1980 – 2)

União de duas ou mais empresas por meio de troca de ações com direito a voto. As empresas combinadas são extintas, sendo formada uma nova empresa; (Hajj 1999 –

32).

CONTABILIDADE AVANÇADA

Alternativa que consiste nas empresas fundidas serem extintas transferindo seus ativos líquidos para nova entidade constituída pelos acionistas de cada uma das empresas anteriores. O exemplo clássico dessa operação ocorre quando uma empresa investida Cia. A e a investida Cia. B deixam de existir, sendo então constituída a Cia. C, que emite ações aos acionistas de ambas as empresas ou, de forma genérica, A + B = C; (Hajj 1999 – 38)

Portanto podemos dizer que a fusão é a operação pela qual uma ou mais empresas se unem formando uma nova empresa.

 

CISÃO

 

Podemos encontrar as seguintes definições:

É

a operação pela qual a companhia transfere parcelas do seu patrimônio para uma

ou mais sociedades, constituídas para esse fim, ou já existentes, extinguindo-se a companhia cindida, se houver versão de todo o seu patrimônio, e dividindo-se o seu

capital, se a versão for parcial; (Art. 229 da Lei n° 6.404/76)

Na cisão total, a empresa cindida é extinta. Entretanto, a cisão pode ser parcial, se houver acordo entre os sócios ou acionistas. Neste caso a empresa cindida continua em atividade com a mesma denominação social e com o patrimônio reduzido dos valores que foram transferidos para outras ou mais empresas, envolvidas na cisão; (Fabretti 2001 – 111)

A

cisão é a operação pela qual uma sociedade transfere parcelas do seu patrimônio

para uma ou mais sociedades, constituídas especificamente para esse fim, ou já existentes, extinguindo-se a sociedade cindida se houver versão total de seu patrimônio, ou dividindo-se o seu capital se a versão for parcial. (Oliveira 2000 – 03)

Na cisão, a sociedade que absorver parcela do patrimônio da cindida sucede a estas

nos direitos e obrigações relacionadas no ato da cisão, no caso de cisão com extinção

sem relação de direitos e obrigações, a sucessão é na proporção dos patrimônios líquidos transferidos; (Oliveira 2000-03)

e

A

cisão é igualmente um processo de sucessão, mais um tanto quanto mais complexo,

visto tal operação não implicar, necessariamente, a extinção da sucedida, eis que esta

poderá transmitir apenas parcialmente seu patrimônio. Assim, constata-se que a cisão poderá constituir um processo de sucessão a título universal ou parcial, dependendo de a sociedade cindida verter a totalidade ou não de seu patrimônio líquido; (Muniz

1996-04)

CONTABILIDADE AVANÇADA

A cisão igualmente difere do processo de fusão ou incorporação pelo fato de que poderá haver um único sucessor, ou vários sucessores, na medida em que a sociedade cindida transfira patrimônio para tão somente uma sociedade (nessa hipótese, a transferência do patrimônio deveria ser necessariamente parcial, sob pena de caracterizar uma incorporação, ou fusão), ou para várias sociedades; (Muniz 1996 – 05)

Concluímos então que a cisão é o processo pela qual uma ou mais empresas transferem totalmente ou parcialmente o patrimônio de sua empresa para outra existente ou então constituída para esse fim, normalmente com o objetivo de competir com o aumento de recursos em determinado segmento.

INCORPORAÇÃO

Podemos encontrar as seguintes definições para incorporação:

É a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra, que lhe sucede em todos os direitos e obrigações; (Art. 227 da Lei n° 6.404/76).

A sociedade incorporada extingue-se. A incorporadora prossegue suas atividades econômicas, agora com seu patrimônio acrescido do valor do PL da incorporadora; (Fabretti 2001 – 111)

Na incorporação e na fusão de sociedades há persistência do vinculo social, e a finalidade da lei, ao regulá-las, foi a de evitar solução de continuidade que abrisse abismo entre o ontem e o hoje, e implicam que se admitam a sociedade incorporante ou fundente os acionistas ou sócios da incorporada ou fundidos; (Pontes de Miranda e Fabretti 2001 – 110)

Na incorporação a sociedade incorporada deixa de existir, mas a empresa incorporadora continuará com sua personalidade jurídica; (Higuchi 2001 –403)

A incorporação é a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra, que lhes sucede os direitos e obrigações; (Oliveira 2000 – 03)

No caso da incorporação, uma pessoa jurídica pré-existente absorve o patrimônio de uma ou mais pessoas jurídicas, que se extinguirão no processo. Assim sobreviverá uma única pessoa jurídica, cujo patrimônio corresponderá ao somatório dos patrimônios líquidos de todas as pessoas jurídicas absorvidas no processo de incorporação; (Muniz 1996 – 03)

É a operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra que lhes sucede em todos os direitos e obrigações. A empresa incorporada, portanto deixa de existir, mas a empresa incorporadora continua com sua personalidade jurídica; (Iudícibus e Marion 1991 – 36)

CONTABILIDADE AVANÇADA

A incorporação constitui um processo unificador, pois, ante uma pluralidade de sociedades, tende a reduzi-las à unidade com a subsistência e a predominância de uma delas que chama a si as demais, e que lhes sucede em todos os direitos e obrigações; (Carvalho, Dora Marins e Magalhães 1980 – 02)

Transação em que uma empresa adquire os ativos líquidos de uma ou mais empresas por meio de troca de ações, pagamento em moeda corrente ou outras propriedades, ou por emissão de títulos de dívida; (Hajj 1999 – 33)

Esse termo representa a união de duas ou mais empresas de acordo com o método da comunhão de interesses em que as contas são combinadas. Aquisição, termo em que a soma que excede o valor contábil da sociedade é registrada pelo comprador como valor do fundo de comércio (goodwill); (Hajj 1999 – 33)

Alternativa ocorre quando uma empresa investidora adquire os ativos líquidos de uma (ou mais) investida(s) e emitem ações para os acionistas da(s) investida(s), a(s) qual (is) é (são) extinta(s) pela transferência dos seus ativos líquidos para a investidora. Um exemplo dessas operações ocorre quando a Cia. A emite novas ações para os proprietários da investida Cia. B para adquirir seus ativos líquidos, sendo que a investida deixa de existir, ou A + B = A; (Hajj 1999 – 38)

Concluímos que a incorporação é o processo em que uma empresa denominada incorporadora assume os direitos, deveres e obrigações de uma ou mais empresas, que devem deixar de existir, denominadas incorporadas.

CONTABILIDADE AVANÇADA

ATIVIDADES PRÁTICAS

1. Os acionistas da Holding S/A e da Subsidiária S/A decidiram que a primeira incorporaria a segunda, em 30/09/2009, com base no acervo líquido avaliado pelo valor contábil:

 

Antes

Antes

Lançamentos

Após

Conta

Holding S/A

Subs. S/A

Débito

Crédito

Holding S/A

Ativos

1.000,00

370,00

   

1.370,00

Total

1.000,00

370,00

   

1.370,00

Passivos

300,00

70,00

   

370,00

Capital Social

500,00

180,00

 

120,00

800,00

Reserva de Lucros

150,00

90,00

-90,00

 

150,00

Lucro do Exercício

50,00

30,00

-30,00

 

50,00

Total

1.000,00

370,00

-120,00

120,00

1.370,00

a) Esse lançamento extra-contábil representa a transferência das contas do patrimônio da Subsidiária S/A para o capital social da Holding S/A.

O objetivo do papel do trabalho é dar uma visão inicial e gerencial do processo de transferência de saldos de contas patrimoniais de uma sociedade para outra, como também demonstrar o aumento do capital social da incorporadora com o valor do acervo líquido da incorporada.

Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

CONTABILIDADE AVANÇADA

Fechamento do novo Balanço após a Incorporação na Holding S/A:

 

Antes

Antes

Após

Conta

Holding S/A

Subs. S/A

Holding S/A

Ativos

1.000,00

370,00

 

Total

1.000,00

370,00

 

Passivos

300,00

70,00

 

Capital Social

500,00

180,00

 

Reserva de Lucros

150,00

90,00

 

Lucro do Exercício

50,00

30,00

 

Total

1.000,00

370,00

 

2. Os acionistas da Holding S/A decidiram em 31/12/2009 proceder a cisão parcial do seu patrimônio para criação de duas novas sociedades, denominadas “Empresa A” e “Empresa B”. Balanço patrimonial da Holding S/A antes da cisão parcial:

Ativos

$

Passivos

$

Disponível

250,00

Fornecedores

180,00

   

Contas a Pagar

50,00

Terrenos

350,00

Empréstimos

290,00

Móveis e Utensílios

400,00

   

(-) Depreciação Acumulada

-80,00

Patrimônio Líquido

 

Instalações

500,00

Capital Social

600,00

(-) Depreciação Acumulada

-100,00

Reservas de Lucros

200,00

Total

1.320,00

Total

1.320,00

Os acionistas também deliberaram pela seguinte transferência de bens e obrigações da Holding S/A para criação da “Empresa A” e da “Empresa B”:

Contas

Empresa A

Empresa B

Disponível

40,00

55,00

Terreno

350,00

 

Móveis e Utensílios

 

400,00

(-) Depreciação acumulada

 

-80,00

Total

390,00

375,00

Fornecedores

35,00

65,00

Empréstimos

115,00

 

Total

150,00

65,00

Valor do acervo líquido

240,00

310,00

CONTABILIDADE AVANÇADA

Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Cisão”:

Conta p/Cisão

nos razonetes de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão Fechamento do novo Balanço após a Cisão

Conta p/Cisão

de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão Fechamento do novo Balanço após a Cisão Parcial na

Fechamento do novo Balanço após a Cisão Parcial na Holding S/A:

CONTABILIDADE AVANÇADA

Ativos

ANTES

APÓS

Disponível

250,00

 

Terrenos

350,00

 

Móveis e Utensílios

400,00

 

(-) Depreciação Acumulada

-80,00

 

Instalações

500,00

 

(-) Depreciação Acumulada

-100,00

 

Total

1.320,00

 

Passivos

ANTES

APÓS

Fornecedores

180,00

 

Contas a Pagar

50,00

 

Empréstimos

290,00

 

Patrimônio Líquido

   

Capital Social

600,00

 

Reservas de Lucros

200,00

 

Total

1.320,00

 

3. Os acionistas da Holding S/A decidiram em 31/12/2009 proceder à cisão com transferência de parte de seu patrimônio para a “Empresa A”. Balanço patrimonial da Holding S/A antes da cisão:

Ativos

$

Passivos

$

Disponível

340,00

Fornecedores

180,00

Estoques

310,00

Contas a Pagar

50,00

   

Empréstimos

290,00

Terrenos

350,00

   

Móveis e Utensílios

400,00

Patrimônio Líquido

 

(-)Depr.Acum.

-80,00

Capital Social

600,00

   

Reservas de Lucros

200,00

Total

1.320,00

Total

1.320,00

Os acionistas também deliberaram pela seguinte transferência de bens e passivos para a “Empresa A”:

CONTABILIDADE AVANÇADA

Contas

Empresa A

Disponível

55

Estoques

145

Móveis e Utensílios

400

(-) Depreciação acumulada

-80

Total

520

Empréstimos

270

Total

270

Valor do acervo líquido

250

Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

CONTABILIDADE AVANÇADA

Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Cisão”:

Conta p/Cisão

nos razonetes de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão Fechamento do novo Balanço após a Cisão

Conta p/Cisão

de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão Fechamento do novo Balanço após a Cisão Parcial na

Fechamento do novo Balanço após a Cisão Parcial na Holding S/A:

Ativos

ANTES

APÓS

Disponível

340,00

 

Estoques

310,00

 

Terrenos

350,00

 

Móveis e Utensílios

400,00

 

(-) Depreciação Acumulada

-80,00

 

Total

1.320,00

 

Passivos

ANTES

APÓS

Fornecedores

180,00

 

Contas a Pagar

50,00

 

Empréstimos

290,00

 

Patrimônio Líquido

   

Capital Social

600,00

 

Reservas de Lucros

200,00

 

Total

1.320,00

 

CONTABILIDADE AVANÇADA

4. Os acionistas da Holding S/A e da Subsidiária S/A decidiram que as duas sociedades fariam um fusão, em 30/09/2009, criando uma nova sociedade denominada Alfa S/A, com base nos acervos líquidos avaliados pelo valor contábil:

 

Antes

Antes

Lançamentos

Após

Holding S/A

Subs. S/A

Débito

Crédito

Alfa S/A

Ativos

2.000,00

740,00

   

2.740,00

Total

2.000,00

740,00

   

2.740,00

Passivos

600,00

140,00

   

740,00

Capital Social

     

2.000,00

2.000,00

Patrimônio Líquido

1.400,00

600,00

-2.000,00

 

0,00

Total

2.000,00

740,00

-2.000,00

2.000,00

2.740,00

a) Esse lançamento representa a transferência das contas do patrimônio líquido da Holding S/A e da Subsidiária S/A para o capital social da Alfa S/A:

O objetivo do papel do trabalho é dar uma visão inicial e gerencial do processo de transferência de saldos patrimoniais para a nova sociedade resultante da fusão, bem como demonstrar o aumento do capital social da Alfa S/A com os valores dos acervos líquidos da Holding S/A e da Subsidiária S/A.

Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

Fechamento do novo Balanço após a Incorporação na Holding S/A:

CONTABILIDADE AVANÇADA

 

Antes

Antes

Após

Conta

Holding S/A

Subs. S/A

Alfa S/A

Ativos

2.000,00

740,00

 

Total

2.000,00

740,00

 

Passivos

600,00

140,00

 

Capital Social

     

Patrimônio Líquido

1.400,00

600,00

 

Total

2.000,00

740,00

 

5. Admita-se que os sócios da “Empresa A” e da “Empresa B” desejam fazer um processo de Fusão de suas respectivas empresas criando com isso a “Empresa C”, segue abaixo o Balanço das empresas:

Contas

Empresa A

Empresa B

Ativo

   

Circulante

438.000,00

125.000,00

Disponível

210.000,00

12.000,00

Duplicatas a Receber

120.000,00

60.000,00

Outros Créditos

3.000,00

1.000,00

Estoque

100.000,00

50.000,00

Despesas do Exercício Seguinte

5.000,00

2.000,00

Não Circulante

362.000,00

35.000,00

Realizável a Longo Prazo

12.000,00

1.000,00

Investimentos

50.000,00

3.000,00

Imobilizado

300.000,00

31.000,00

Total

800.000,00

160.000,00

Passivo

   

Circulante

200.000,00

90.000,00

Fornecedores

80.000,00

40.000,00

Empréstimos Bancários

65.000,00

9.200,00

Outras Obrigações

55.000,00

40.800,00

Não Circulante

50.000,00

5.000,00

Exigível a Longo Prazo

50.000,00

5.000,00

Patrimônio Líquido

550.000,00

65.000,00

Capital Social

300.000,00

30.000,00

Reserva de Lucros

250.000,00

35.000,00

(+) Ajustes avaliação patrimonial

   

Total

800.000,00

160.000,00

CONTABILIDADE AVANÇADA

a) Reavaliação de bens a valor de mercado:

A “Empresa B” na reavaliação de bens a valor de mercado constatou através de laudo técnico que o imóvel contabilizado pelo custo histórico de $ 31.000,00, na verdade está avaliado a valor de mercado por $ 81.000,00. A valorização de $ 50.000,00 deve ser contabilizada da seguinte forma:

D I Á R I O NOME DA CONTA

D/C

CÓDIGO

VALOR

b) Balanço da “Empresa B” após a contabilização da valorização do bem:

Contas

Empresa B

Empresa C

Ativo

   

Circulante

125.000,00

 

Disponível

12.000,00

 

Duplicatas a Receber

60.000,00

 

Outros Créditos

1.000,00

 

Estoque

50.000,00

 

Despesas do Exercício Seguinte

2.000,00

 

Não Circulante

   

Realizável a Longo Prazo

1.000,00

 

Investimentos

3.000,00

 

Imobilizado

   

Total

   

Passivo

   

Circulante

90.000,00

 

Fornecedores

40.000,00

 

Empréstimos Bancários

9.200,00

 

Outras Obrigações

40.800,00

 

Não Circulante

5.000,00

 

Exigível a Longo Prazo

5.000,00

 

Patrimônio Líquido

   

Capital Social

30.000,00

 

Reserva de Lucros

35.000,00

 

(+) Ajustes avaliação patrimonial

   

Total

   

CONTABILIDADE AVANÇADA

c) Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

d) Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Fusão”:

Conta p/Fusão

nos razonetes de “Conta p/Fusão”: Conta p/Fusão Conta p/Fusão e) Fechamento do Balanço na “Empresa C”

Conta p/Fusão

de “Conta p/Fusão”: Conta p/Fusão Conta p/Fusão e) Fechamento do Balanço na “Empresa C” após a

e) Fechamento do Balanço na “Empresa C” após a Fusão (na letra b).

CONTABILIDADE AVANÇADA

6. Admita-se que os sócios da “Empresa A” desejam fazer um processo de Cisão Parcial, para isso é criada a “Empresa D” que irá receber as transferências deliberadas da “Empresa A”, segue abaixo o Balanço da empresa:

Contas

Empresa A

Ativo

 

Circulante

438.000,00

Disponível

210.000,00

Duplicatas a Receber

120.000,00

Outros Créditos

3.000,00

Estoque

100.000,00

Despesas do Exercício Seguinte

5.000,00

Não Circulante

362.000,00

Realizável a Longo Prazo

12.000,00

Investimentos

50.000,00

Imobilizado

300.000,00

Total

800.000,00

Passivo

 

Circulante

200.000,00

Fornecedores

80.000,00

Empréstimos Bancários

65.000,00

Outras Obrigações

55.000,00

Não Circulante

50.000,00

Exigível a Longo Prazo

50.000,00

Patrimônio Líquido

550.000,00

Capital Social

300.000,00

Reserva de Lucros

250.000,00

Total

800.000,00

a) Processo de cisão parcial:

A “Empresa A” do caso realiza uma cisão parcial, transferindo 30% de seu PL para a “Empresa D”, isto é, $ 165.000,00. Portanto, reduzindo seu PL para $ 385.000.00. A operação é concretizada pela transferência dos seguintes valores: Ativo: Disponível $ 30.000,00; Duplicatas a Receber $ 60.000,00; Estoque $ 40.000,00; Imobilizado $ 70.000,00. Total $ 200.000,00. Passivo: Fornecedores: $ 35.000,00. Redução do PL: Ativo $ 200.000,00 ( - ) Passivo $ 35.000,00 = $ 165.000,00. Os lançamentos contábeis na “Empresa A” cindida são os seguintes:

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

b) Balanço da “Empresa A” após a contabilização dos itens cindidos:

Contas

Empresa A

Empresa D

Ativo

   

Circulante

   

Disponível

   

Duplicatas a Receber

   

Outros Créditos

3.000,00

 

Estoque

   

Despesas do Exercício Seguinte

5.000,00

 

Não Circulante

   

Realizável a Longo Prazo

12.000,00

 

Investimentos

50.000,00

 

Imobilizado

   

Total

   

Passivo

   

Circulante

   

Fornecedores

   

Empréstimos Bancários

65.000,00

 

Outras Obrigações

55.000,00

 

Não Circulante

50.000,00

 

Exigível a Longo Prazo

50.000,00

 

Patrimônio Líquido

   

Capital Social

   

Reserva de Lucros

250.000,00

 

Total

   

CONTABILIDADE AVANÇADA

c) Lançamentos contábeis na nova “Empresa D” que se constituiu para receber esses valores:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

d) Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Cisão”:

Conta p/Cisão

nos razonetes de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão e) Fechamento do Balanço na “Empresa D”

Conta p/Cisão

de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão e) Fechamento do Balanço na “Empresa D” após a

e) Fechamento do Balanço na “Empresa D” após a Cisão (na letra b).

CONTABILIDADE AVANÇADA

7. Admita-se que os sócios da “Empresa A” desejam fazer um processo de Incorporação da “Empresa B”, segue abaixo o Balanço das empresas:

Contas

Empresa A

Empresa B

Ativo

   

Circulante

438.000,00

125.000,00

Disponível

210.000,00

12.000,00

Duplicatas a Receber

120.000,00

60.000,00

Outros Créditos

3.000,00

1.000,00

Estoque

100.000,00

50.000,00

Despesas do Exercício Seguinte

5.000,00

2.000,00

Não Circulante

362.000,00

35.000,00

Realizável a Longo Prazo

12.000,00

1.000,00

Investimentos

50.000,00

3.000,00

Imobilizado

300.000,00

31.000,00

Total

800.000,00

160.000,00

Passivo

   

Circulante

200.000,00

90.000,00

Fornecedores

80.000,00

40.000,00

Empréstimos Bancários

65.000,00

9.200,00

Outras Obrigações

55.000,00

40.800,00

Não Circulante

50.000,00

5.000,00

Exigível a Longo Prazo

50.000,00

5.000,00

Patrimônio Líquido

550.000,00

65.000,00

Capital Social

300.000,00

30.000,00

Reserva de Lucros

250.000,00

35.000,00

Total

800.000,00

160.000,00

a) Reavaliação de bens a valor de mercado:

A “Empresa B” na reavaliação de bens a valor de mercado constatou através de laudo técnico que o imóvel contabilizado pelo custo histórico de $ 31.000,00, na verdade está avaliado a valor de mercado por $ 81.000,00. A valorização de $ 50.000,00 deve ser contabilizada da seguinte forma:

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O NOME DA CONTA

D/C

CÓDIGO

VALOR

b) Balanço da “Empresa B” após a contabilização da valorização do bem:

Contas

Empresa A

Empresa B

Empresa A

Ativo

     

Circulante

438.000,00

125.000,00

 

Disponível

210.000,00

12.000,00

 

Duplicatas a Receber

120.000,00

60.000,00

 

Outros Créditos

3.000,00

1.000,00

 

Estoque

100.000,00

50.000,00

 

Despesas do Exercício Seguinte

5.000,00

2.000,00

 

Não Circulante

362.000,00

   

Realizável a Longo Prazo

12.000,00

1.000,00

 

Investimentos

50.000,00

3.000,00

 

Imobilizado

300.000,00

   

Total

800.000,00

   

Passivo

     

Circulante

200.000,00

90.000,00

 

Fornecedores

80.000,00

40.000,00

 

Empréstimos Bancários

65.000,00

9.200,00

 

Outras Obrigações

55.000,00

40.800,00

 

Não Circulante

50.000,00

5.000,00

 

Exigível a Longo Prazo

50.000,00

5.000,00

 

Patrimônio Líquido

550.000,00

   

Capital Social

300.000,00

30.000,00

 

Reserva de Lucros

250.000,00

35.000,00

 

(+) Ajustes avaliação patrimonial

     

Total

800.000,00

   

c) Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

d) Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Incorporação”:

Conta p/Incorporação

de “Conta p/Incorporação”: Conta p/Incorporação Conta p/Incorporação e) Fechamento do Balanço na

Conta p/Incorporação

Conta p/Incorporação Conta p/Incorporação e) Fechamento do Balanço na “Empresa A” após a

e) Fechamento do Balanço na “Empresa A” após a Incorporação (na letra b).

CONTABILIDADE AVANÇADA

8. Admitindo-se que os sócios de “Inverno” e “Primavera” desejam fazer um processo de Incorporação de suas respectivas empresas segue abaixo os Balanços da Incorporadora (Inverno) e da Incorporada (Primavera):

 

Contas

Inverno

Primavera

Inverno

Ativo

     

Circulante

235.100,00

61.000,00

 

Disponível

23.000,00

4.000,00

 

Duplicatas a Receber

87.000,00

20.000,00

 

(

- ) PDD

-900,00

-2.000,00

 

Estoque

120.000,00

30.000,00

 

Despesas do Exercício Seguinte

6.000,00

9.000,00

 

Não Circulante

33.000,00

22.000,00

 

Investimentos

9.000,00

13.000,00

 

Participações em Coligadas

9.000,00

0,00

 

Obras de Arte

0,00

13.000,00

 

Imobilizado

24.000,00

9.000,00

 

Máquinas e Equipamentos

36.000,00

18.000,00

 

(

- ) Depr. Acum. Máq. e Equip.

-18.000,00

-12.000,00

 

Móveis e Utensílios

12.000,00

9.000,00

 

(

- ) Depr. Acum. Móv. E Utens.

-6.000,00

-6.000,00

 

Total

268.100,00

83.000,00

 

Passivo

     

Circulante

177.100,00

56.000,00

 

Fornecedores

55.000,00

30.000,00

 

Empréstimos Bancários

80.000,00

20.000,00

 

Outras Obrigações

42.100,00

6.000,00

 

Patrimônio Líquido

91.000,00

27.000,00

 

Capital Social

60.000,00

30.000,00

 

Reserva de Lucros

31.000,00

3.000,00

 

Prejuízos Acumulados

0,00

-6.000,00

 

Total

268.100,00

83.000,00

 

Dados:

a) A empresa “Inverno” tem uma duplicata a receber da empresa “Primavera” no valor de $ 15.000,00;

b) A empresa “Primavera” tem uma duplicata a pagar à empresa “Inverno” no valor de $

15.000,00.

CONTABILIDADE AVANÇADA

Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Incorporação”:

Conta p/Incorporação

de “Conta p/Incorporação”: Conta p/Incorporação Conta p/Incorporação Fechamento do novo Balancete após a

Conta p/Incorporação

Conta p/Incorporação Conta p/Incorporação Fechamento do novo Balancete após a Incorporação

Fechamento do novo Balancete após a Incorporação (preenchimento no início).

CONTABILIDADE AVANÇADA

9. Admitindo-se que os sócios de “Inverno” e “Primavera” desejam fazer um processo de Fusão de suas respectivas empresas criando com isso a empresa “Verão” segue abaixo os Balanços das empresas fusionadas (Inverno e Primavera):

 

Contas

Inverno

Primavera

Verão

Ativo

     

Circulante

394.390,00

71.000,00

 

Disponível

25.650,00

4.000,00

 

Duplicatas a Receber

137.420,00

30.000,00

 

(

- ) PDD

-1.900,00

-2.000,00

 

Estoque

229.800,00

30.000,00

 

Despesas do Exercício Seguinte

3.420,00

9.000,00

 

Não Circulante

352.550,00

22.000,00

 

Investimentos

162.500,00

13.000,00

 

Participações em Coligadas

84.500,00

0,00

 

Imóveis para Aluguel

78.000,00

0,00

 

Obras de Arte

0,00

13.000,00

 

Imobilizado

190.050,00

9.000,00

 

Máquinas e Equipamentos

68.000,00

18.000,00

 

(

- ) Depr. Acum. Máq. e Equip.

-34.000,00

-12.000,00

 

Imóveis para Uso

164.600,00

0,00

 

(

- ) Depr. Acum. Imóv. p/ Uso

-22.550,00

0,00

 

Móveis e Utensílios

21.000,00

9.000,00

 

(

- ) Depr. Acum. Móv. E Utens.

-7.000,00

-6.000,00

 

Total

746.940,00

93.000,00

 

Passivo

     

Circulante

208.690,00

56.000,00

 

Fornecedores

78.800,00

30.000,00

 

Empréstimos Bancários

80.000,00

20.000,00

 

Outras Obrigações

49.890,00

6.000,00

 

Patrimônio Líquido

538.250,00

37.000,00

 

Capital Social

360.000,00

40.000,00

 

Reserva de Lucros

178.250,00

3.000,00

 

Prejuízos Acumulados

0,00

-6.000,00

 

Total

746.940,00

93.000,00

 

CONTABILIDADE AVANÇADA

Dados:

a) A empresa “Inverno” tem uma duplicata a receber da empresa “Primavera” no valor de

$ 25.000,00;

b) A empresa “Primavera” tem uma duplicata a pagar à empresa “Inverno” no valor de $

25.000,00;

c) A empresa “Primavera” tem uma duplicata a receber da empresa “Inverno” no valor de

$ 5.000,00;

d) A empresa “Inverno” tem uma duplicata a pagar à empresa “Primavera” no valor de $

5.000,00.

Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Fusão”:

Conta p/Fusão

nos razonetes de “Conta p/Fusão”: Conta p/Fusão Conta p/Fusão Fechamento do novo Balancete após a Fusão

Conta p/Fusão

de “Conta p/Fusão”: Conta p/Fusão Conta p/Fusão Fechamento do novo Balancete após a Fusão (preenchimento

Fechamento do novo Balancete após a Fusão (preenchimento no início).

CONTABILIDADE AVANÇADA

10.A empresa “EGITO LTDA” decidiu cindir totalmente a empresa e transferir 1/3 de seu acervo líquido para o seu sócio “GRÉCIA LTDA” e 2/3 de seu acervo líquido aos demais sócios.

 

Contas

Grécia Ltda.

Egito Ltda.

Grécia Ltda.

Ativo

     

Circulante

288.100,00

60.500,00

 

Disponível

13.000,00

3.500,00

 

Duplicatas a Receber

90.000,00

20.000,00

 

(

- ) PDD

-900,00

-2.000,00

 

Estoque

180.000,00

30.000,00

 

Despesas do Exercício Seguinte

6.000,00

9.000,00

 

Não Circulante

34.000,00

22.000,00

 

Investimentos

10.000,00

13.000,00

 

Participações na Egito

10.000,00

0,00

 

Obras de Arte

0,00

13.000,00

 

Imobilizado

24.000,00

9.000,00

 

Máquinas e Equipamentos

36.000,00

18.000,00

 

(

- ) Depr. Acum. Máq. e Equip.

-18.000,00

-12.000,00

 

Móveis e Utensílios

12.000,00

9.000,00

 

(

- ) Depr. Acum. Móv. E Utens.

-6.000,00

-6.000,00

 

Total

322.100,00

82.500,00

 

Passivo

     

Circulante

177.100,00

55.500,00

 

Fornecedores

55.000,00

29.500,00

 

Empréstimos Bancários

80.000,00

20.000,00

 

Outras Obrigações

42.100,00

6.000,00

 

Patrimônio Líquido

145.000,00

27.000,00

 

Capital Social

120.000,00

30.000,00

 

Reserva de Lucros

25.000,00

3.000,00

 

Prejuízos Acumulados

0,00

-6.000,00

 

Total

322.100,00

82.500,00

 

CONTABILIDADE AVANÇADA

Ficou decidido que para a empresa GRÉCIA LTDA serão vertidos os seguintes itens patrimoniais:

Item

Valor

Dinheiro

2.500,00

Assinaturas de Jornais

6.000,00

Mercadorias em Estoque

16.000,00

Equipamento Industrial

9.000,00

Depr. Acum.s/Equip.

4.500,00

Empréstimos Bancários

20.000,00

Lançamentos contábeis no livro diário simplificado:

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

CONTABILIDADE AVANÇADA

D I Á R I O D/C CÓDIGO NOME DA CONTA VALOR
D I Á R I O
D/C
CÓDIGO
NOME DA CONTA
VALOR

Lançamentos contábeis nos razonetes de “Conta p/Cisão”:

Conta p/Cisão

nos razonetes de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão Fechamento do novo Balancete após a Cisão

Conta p/Cisão

de “Conta p/Cisão”: Conta p/Cisão Conta p/Cisão Fechamento do novo Balancete após a Cisão (preenchimento

Fechamento do novo Balancete após a Cisão (preenchimento no início).

CONTABILIDADE AVANÇADA

2 – Consolidação das Demonstrações Contábeis

HISTÓRICO

Em virtude do espantoso crescimento das empresas nas últimas décadas, tanto no Brasil, quanto no exterior, constatamos grupos econômicos constituídos por dezenas de empresas explorando os setores industriais, financeiros e prestadores de serviços. Diversas empresas brasileiras possuem subsidiárias no exterior. Este fenômeno

decorre dos processos de aquisição parcial ou total do controle societário de empresas em atividades, e/ou formação de joint-ventures (sociedades controladas em conjunto por diversos investidores). Diante disto, a Contabilidade desenvolveu novas técnicas e procedimentos que supre

a lacuna de informações, dados e relatórios contábeis e financeiros especialmente desenvolvidos para a “entidade” representada pelo conjunto de empresas de um único grupo empresarial. As diversas entidades internacionais de contabilidade e auditoria reconhecem que as Demonstrações Contábeis Consolidadas fornecem maiores e melhores informações financeiras e econômicas a respeito da empresa controladora e/ou de um grupo empresarial

do que as diversas demonstrações individuais. No Brasil:

Lei 6.404/76 (S/A) normatizou em seus artigos 249 e 250, procedimentos para elaboração e publicação das demonstrações contábeis.

Demonstrações Consolidadas Art. 249. A companhia aberta que tiver mais de 30% (trinta por cento) do valor do seu patrimônio líquido representado por investimentos em sociedades controladas deverá elaborar e divulgar, juntamente com suas demonstrações financeiras, demonstrações consolidadas nos termos do art. 250.

Parágrafo único. A Comissão de Valores Mobiliários poderá expedir normas sobre as sociedades cujas demonstrações devam ser abrangidas na consolidação, e:

a) determinar a inclusão de sociedades que, embora não controladas, sejam financeira ou administrativamente dependentes da companhia;

b) autorizar, em casos especiais, a exclusão de uma ou mais sociedades controladas.

CONTABILIDADE AVANÇADA

Normas sobre Consolidação Art. 250. Das demonstrações financeiras consolidadas serão excluídas:

I – as participações de uma sociedade em outra; II – os saldos de quaisquer contas entre as sociedades; III – as parcelas dos resultados do exercício, dos lucros ou prejuízos acumulados e do custo de estoques ou do ativo permanente que corresponderem a resultados, ainda não realizados, de negócios entre as sociedades.

Parágrafo 1º. A participação dos acionistas não controladores no patrimônio líquido e no lucro do exercício será destacada, respectivamente, no balanço patrimonial e na demonstração do resultado do exercício.

Parágrafo 2 º A parcela do custo de aquisição do investimento em controlada, que não for absorvida na consolidação, deverá ser mantida no ativo permanente, com dedução da provisão adequada para perdas já comprovadas, e será objeto de nota explicativa.

Parágrafo 3 º O valor da participação que exceder do custo de aquisição constituirá parcela destacada dos resultados de exercícios futuros até que fique comprovada a existência de ganho efetivo.

Parágrafo 4 º Para fins deste artigo, as sociedades controladas, cujo exercício social termine mais de 60 (sessenta) dias antes da data do encerramento do exercício da companhia, elaborarão, com observância das normas desta Lei, demonstrações financeiras extraordinárias em data compreendida nesse prazo.

CVM (Comissão de Valores Mobiliários): Instrução No. 247, de 27 de Março de 1996 atualizaram a Instrução No. 15, de 3 de novembro de 1980).

Obrigatória para as empresas de capital aberto, a partir de 1/12/96. Devido à importância para o efetivo gerenciamento do grupo e fornecimento de dados consolidados para os proprietários, diretores, credores entre outros, as corporações brasileiras de capital fechado poderão utilizar-se de tais técnicas. Nada impede que sejam efetuadas consolidações das demonstrações contábeis da investidora com as demonstrações de todas as sociedades nas quais haja participação societária, incluindo também as coligadas, além das controladas. É possível também, e recomendável, a consolidação das demonstrações contábeis de empresas que, mesmo sem a participação societária das pessoas jurídicas, sejam propriedade de uma mesma pessoa física ou de uma família.

CONTABILIDADE AVANÇADA

Exemplo: O Sr. Francisco Dantas é acionista majoritário das Empresas A, B e C. Para atender a suas necessidades de maiores e melhores informações com relação a seu verdadeiro patrimônio, talvez fosse necessária a apresentação das demonstrações contábeis consolidadas das três empresas.

CONCEITO

É o resultado da somatória das demonstrações contábeis de várias empresas pertencentes a um mesmo grupo econômico, excluídos os saldos e os resultados de operações entre essas empresas.

OBJETIVO

Com respaldo no princípio da entidade, os resultados das operações e a posição patrimonial, financeira e econômica da sociedade controladora e das suas controladas são apresentados como se o grupo fosse uma única empresa (filiais ou divisões da controladora). Possibilitando uma visão econômica integrada das atividades do grupo, torna-se peça importante para determinados usuários das informações contábeis. As sociedades consolidadas continuam existindo juridicamente, sendo a consolidação efetuada apenas extra-contabilmente.

CONTABILIDADE AVANÇADA

ATIVIDADES PRÁTICAS

1. A empresa A controla 100% do Capital Social da empresa B. A situação do Ativo Permanente de ambas, no encerramento do Balanço Patrimonial, é a seguinte (em $):

Ativo Permanente

A

B

Participação em sociedade controlada

1.000,00

Imobilizado líquido

5.000,00

3.000,00

Total

6.000,00

3.000,00

Qual será o valor o Ativo Permanente consolidado?

2. Considere as informações abaixo:

 

A Cia Alfa possui em seu Circulante, as seguintes contas:

 

Ativo Disponibilidades

10.000,00

Passivo Fornecedores

5.000,00

Contas a receber

30.000,00

Contas a pagar

10.000,00

Contas a receber – Cia Beta 10.000,00

 

Total

50.000,00

15.000,00

A Cia Beta possui em seu Circulante, as seguintes contas:

Ativo

Passivo

Disponível

5.000,00

Fornecedores

30.000,00

Contas a receber

10.000,00

C. a pagar Cia Alfa 10.000,00

Total

15.000,00

40.000,00

CONTABILIDADE AVANÇADA

Sabendo-se que a Cia Alfa controla totalmente a Cia Beta, qual será o Circulante consolidado?

3. A controladora possuía 2.500 unidades a $ 8,00 cada, vendeu 1.500 unidades a $ 10,00 cada, para sua controlada. Posteriormente a controlada vendeu a terceiros 1.000 dessas unidades a $ 12,50 cada. Qual a eliminação que deve ser feita?

CONTABILIDADE AVANÇADA

4. controlada “CD”, que possuía 300 peças a $ 2,50 cada, vendeu a prazo 250 peças

A

a

$ 4,00, para a controladora “AB”, que por sua vez vendeu 75 destas peças a $ 6,00

cada para a comercial “NOR”. Sabendo que a duplicata emitida pela “CD” contra a “AB” ainda não foi liquidada, qual a eliminação que deverá ser feita na consolidação de balanço das empresas “AB” e “CD”?

5. controlada “CIDA”, que possuía 300 peças a $ 2,50 cada, vendeu a vista 250 peças

A

a

$ 4,00 cada, para a controladora “ALBA”, que por sua vez vendeu a prazo:

80 peças a $ 6,00 cada para a empresa “ALFA”;

50 peças a $ 6,00 cada para a empresa “BETA”;

70 peças a $ 6,00 cada para a empresa “GAMA”.

CONTABILIDADE AVANÇADA

Na consolidação dos balanços das empresas “CIDA” e “ALBA”, qual a eliminação que deve ser feita?

6. A controlada “ROSA”, que avalia seu estoque pelo P. M. P. possuía, 250 peças a $ 14,00 cada, mais 250 peças a $ 16,00 cada, vendeu, em 10 de outubro de 2009, a prazo de 90 dias, 400 peças a $ 18,00 cada, para a controladora “CRAVO”, que por sua vez vendeu em 15 de outubro de 2009, a vista, 150 peças a $ 21,00 cada para a empresa comercial “LIRIO”.

Sabendo que as empresas são obrigadas a apresentar balanços consolidados em dezembro de 2009, qual a eliminação que deverá ser feita na consolidação de balanços das empresas “ROSA” e “CRAVO”, referente a operação acima?

CONTABILIDADE AVANÇADA

7. No início de outubro de 2009 a empresa “NOITE LTDA.”, que tinha em estoque 800 peças ao custo unitário de $ 75,00 cada, vendeu 160 peças ao preço unitário de $ 110,00 cada, para a empresa “MANHÃ S/A”, e para tanto emitiu uma nota fiscal fatura e duplicata com vencimento para 15 de dezembro de 2009. A empresa “MANHÃ S/A” por sua vez, revendeu a terceiros 160 peças ao preço unitário de $ 160,00 cada, com emissão de duplicata para vencimento em 10 de novembro de 2009. Na consolidação dos balanços das empresas “NOITE LTDA” e “MANHÃ S/A”, qual a eliminação que deve ser feita?

CONTABILIDADE AVANÇADA

CONTABILIDADE AVANÇADA

8. As Casas Modernas S/A cujas ações são negociáveis na bolsa de valores, têm 80% da participação acionária das Lojas Silva S/A:

 

Eliminações

 

Contas

C. Modernas

Lojas Silva

Débito

Crédito

Consolidado

Ativo

         

Circulante

480,00

205,00

     

Caixa

55,00

30,00

     

Contas a Receber

115,00

90,00

     

Estoques

160,00

85,00

     

Outros Realizáveis

140,00

0,00

     

Despesas do Exercício Seguinte

10,00

0,00

     

Não Circulante

990,00

510,00

     

Realizável a Longo Prazo

45,00

0,00

     

Valores a Receber Lojas Silva

45,00

0,00

     

Investimentos

400,00

0,00

     

Participações Lojas Silva

400,00

0,00

     

Imobilizado

545,00

510,00

     

Terrenos

125,00

135,00

     

Edifícios

230,00

160,00

     

Máquinas

190,00

0,00

     

Móveis e Utensílios

0,00

130,00

     

Veículos

0,00

85,00

     

Total

1.470,00

715,00

     

Passivo

         

Circulante

270,00

170,00

     

Fornecedores

90,00

55,00

     

Obrigações Tributárias

60,00

45,00

     

Contas a Pagar

120,00

70,00

     

Não Circulante

1.200,00

545,00

     

Exigível a Longo Prazo

0,00

45,00

     

Valores a Pagar C.Modernas

0,00

45,00

     

Patrimônio Líquido

1.200,00

500,00

     

Capital Social

500,00

300,00

     

Reserva de Lucros

380,00

50,00

     

Lucro do Exercício

320,00

150,00

     

Total

1.470,00

715,00

     

CONTABILIDADE AVANÇADA

Demonstração do Resultado

   

Receitas Operacionais

540,00

390,00

(-) Custo das Vendas

-140,00

-90,00

(=) Lucro Bruto

400,00

300,00

(-) Despesas Operacionais

-80,00

-60,00

(+-) Equivalência Patrimonial

120,00

0,00

(=) Lucro Operacional

440,00

240,00

(-) Imposto de Renda

-85,00

-65,00

(-) Contribuição Social

-35,00

-25,00

(=) Lucro Líquido do Exercício

320,00

150,00

Com base nos balanços patrimoniais e nas demonstrações de resultados de Casas Modernas S/A e Lojas Silva S/A, proceda à elaboração das demonstrações financeiras consolidadas com os respectivos lançamentos contábeis na coluna de eliminações.

CONTABILIDADE AVANÇADA

9. Os Balanços Patrimoniais em 31/12/2009 da Controladora Pasil e da Controlada Beta:

 

Eliminações

 

Contas

Controladora

Controlada

Débito

Crédito

Consolidado

Ativo

         

Circulante

35.000,00