Вы находитесь на странице: 1из 7

O CAMINHO

A Bíblia é um livro hebreu, contando a história do povo hebreu.


Yeshua (Jesus) era um Senhor hebreu, e por mais estranho que pareça
para nós, os hebreus são um povo oriental. Tem uma língua estranha no
falar e no escrever, da direita para a esquerda, por exemplo. Nós , por
outro lado , somos ocidentais , com pensamentos , entendimentos,
condutas totalmente diferentes e por vezes controversos, oriundos de
muitas fontes. Para a Bíblia ser entendida nos nossos dias, e para não
termos "revelamentos" , precisamos desenvolver "olhos e atitudes de
hebreus", com relação a vida.

Diante disto é importante que entendamos que não temos dois


testamentos distintos nem duas alianças, mas sim continuidade desde a
Toráh (Pentateuco-Antigo Testamento) escrita em pedra e dada a
Moisés por Yahue (Deus) e a Brit Hadashá (Novo Testamento) escrita
em nossos corações, como está em Hebreus

Hb 10:16 Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz
o Senhor: Porei no seu coração as minhas leis e sobre a sua mente as
inscreverei

Um dos conceitos mais debatidos e confusos do Cristianismo diz


respeito as questões envolvendo a Graça de Deus e os Seus preceitos,
os quais podemos chamar de Lei. Num primeiro momento até a Bíblia
parece ter dificuldade com o assunto. Nesta passagem, Paulo faz a Lei
parecer implacável.

Rm 3:19. Ora, nós sabemos que tudo o que a lei diz, aos que estão
debaixo da lei o diz, para que toda a boca esteja fechada e todo o
mundo seja condenável diante de Deus.20. Por isso nenhuma carne será
justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o
conhecimento do pecado.21. Mas agora se manifestou sem a lei a
justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas;22. Isto é, a
justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que
crêem; porque não há diferença.

Segundo Paulo , nossa justiça se manifestou sem a Lei. Depois no


versículo 31 ele declara:
Rm 3:31 Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes
estabelecemos a lei.

Desta maneira somos justificados sem a Lei, mas também devemos


"estabelecer a lei". Paulo fazia a seguinte pergunta: "Será que a lei
agora é obsoleta porque somos salvos pela graça?". Retoricamente ele
respondeu sua própria pergunta: "De maneira alguma! Pelo
contrário...".

No decorrer de Romanos , Paulo discorre sobre como devemos lidar


com a tentação e se devemos ou não prestar contas a Lei:

Rm 6:12. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para


lhe obedecerdes em suas concupiscências;13. Nem tampouco
apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de
iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os
vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça.14. Porque o
pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas
debaixo da graça.15. Pois que? Pecaremos porque não estamos debaixo
da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum.

Mais uma vez Paulo fez e respondeu sua própria pergunta. Em primeiro
lugar, ele pediu aos leitores para não deixarem que o pecado dominasse
os seus corpos, mas para se entregarem completamente a Deus para
serem instrumentos de justiça. E ele continua dizendo que o pecado não
domina sobre nós, cristãos, porque não "terá domímio sobre sobre vós,
pois não estais debaixo da lei, e sim da graça". Então Paulo faz a
pergunta crucial ."Será que podemos continuar pecando porque não
somos mais controlados pela Lei, mas pela Graça?". Afinal de contas ,
se somos salvos pela graça e não pelas obras da Lei, será que a graça
nos da o direito de viver sem restrições, sem obrigação nenhuma
perante Deus e a Sua Lei? "É claro que não!", concluiu Paulo.

Talves voce sinta que está andando em círculos com relação a este
assunto. Precisa estar bem claro que estamos debaixo da Graça , mas
ainda precisamos lidar com a Lei de Deus. Temos que ter uma relação
sensata entre Graca e Lei.

Gl 4:4. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho,
nascido de mulher, nascido sob a lei,5. Para remir os que estavam
debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.

Paulo disse que Jesus veio para remir os que estavam "debaixo da lei".
Jesus nos remiu para que pudessemos ser adotados, enxertados, como
filhos de Deus.

Gl 3:10. Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da
maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer
em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.11. E
é evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque
o justo viverá pela fé.12. Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer
estas coisas, por elas viverá.13. Cristo nos resgatou da maldição da lei,
fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele
que for pendurado no madeiro;

Mais uma vez , nesta passagem, Paulo indica que a Lei é uma
maldição. Depois em Romanos , parece dar meia volta.

Rm 7:12. E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom.

Obviamente que nem todos que obedeceram aos mandamentos de Deus


estavam "sob a maldição da lei". Jesus obedeceu as leis de Deus como
também o próprio Paulo. Com certeza não eram amaldiçoados. Em
hebráico, a palavra para Lei é Toráh , que não significa lei como nós a
compreendemos, mas significa sim: instrução, ensino, um mapa , um
caminho , acertar o alvo. Ao contrário da palavra pecado , em hebráico
ratáh , que significa errar o alvo, o caminho. Em grego, a palavra para
lei é "nomos". No contexto grego , a lei trata mais de legalismos do que
no sentido hebreu da palavra toráh.

Somos salvos pela Graça de Deus. Como está em Efesios 2:8 "Porque
pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de
Deus." Agora que estou perdoado, não significa que posso deixar a Lei,
pois é a graça que me capacita para tanto. Não significa portanto que
posso roubar, matar, não santificar o shabath. A resposta de Paulo é
enfática ; "é claro que não!".

Porque Paulo se referiu a Lei então como "uma maldição?". A resposta


é que não é a lei, não são os ensinamentos de Deus que são
amaldiçoados, mas sim o que os homens fizeram da Lei, dos
ensinamentos de Deus, transformando-os em um cativeiro religioso.
Em Mateus 23, Jesus repreendeu esse tipo de pensamento:

Mt 23:27. Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois


semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem
formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda
a imundícia.28. Assim também vós exteriormente pareceis justos aos
homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.

Jesus diz no capitulo anterior:

Mt 22:36. Mestre, qual é o grande mandamento na lei?37. E Jesus


disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a
tua alma, e de todo o teu pensamento.38. Este é o primeiro e grande
mandamento.39. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu
próximo como a ti mesmo.40. Destes dois mandamentos dependem
toda a lei e os profetas.

Para os fariseus, seguir a lei não os havia ensinado a amar a Deus e ao


proximo. Era apenas um exercício religioso, que os levara a usar a lei
para acusar , rejeitar , condenar e até mesmo odiar os outros. Não era
esse o propósito de Deus para o Seu povo.

1 Jo 2:3. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus


mandamentos.4. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus
mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.

Como aprendemos , toráh significa "ensino, guia, caminho", mas


também se refere aos 5 primeiros livros da Bíblia; Genesis, Exodo,
Levitico, Numeros e Deuteronomio.

Mt 5:17. Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-
rogar, mas cumprir.

Jesus disse então: "Não vim para destruir os 5 livros de Moises ou os


profetas e tudo que ensinaram, mas para ensinar , cumprir, dar
continuidade e dar poder a voces , atraves do Espirito Santo, para
caminharem segundo a toráh.

Em hebraico a palavra para mandamento é mitsvá. Existem na verdade


613 mitsvot (plural de mitsvá), que estão sintetizadas nos 10
mandamentos. Hoje parece haver uma tentativa organizada de remover-
los.

Vamos dar uma breve revisada dos 10 mandamentos como está em Ex


20.
1. ENTÃO falou Deus todas estas palavras, dizendo:

2. Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão.

3. Não terás outros deuses diante de mim.

4. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em


cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.

5. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou
Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta
geração daqueles que me odeiam.

6. E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus
mandamentos.

7. Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por
inocente o que tomar o seu nome em vão.

8. Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.

9. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.

10. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus; não farás nenhuma obra,
nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu
animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.

11. Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e
ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o Senhor o dia do sábado, e o
santificou.
12. Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o
Senhor teu Deus te dá.

13. Não matarás.

14. Não adulterarás.

15. Não furtarás.

16. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

17. Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo,
nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa
alguma do teu próximo.

Os 10 mandamentos estão tambem inseridos nas duas categorias , ou


mandamentos que Jesus disse em Mateus 22.

Mt 22:37. E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu


coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.38. Este é o
primeiro e grande mandamento.39. E o segundo, semelhante a este, é:
Amarás o teu próximo como a ti mesmo.40. Destes dois mandamentos
dependem toda a lei e os profetas.

Quando olhamos para os 10 mandamentos como lista , é facil ver onde


eles se dividem nas duas categorias que Jesus mencionou. Os primeiros
quatro falam sobre o homem amar a Deus e os seis últimos de o homem
amar a seu proximo.Voce ja aceitou Jesus Cristo como seu Senhor e
Salvador? Sim? Que bom. Será que isso significa que voce não precisa
mais seguir esses 10 mandamentos? Será que significa que Jesus
colocou um fim a esses 10 mandamentos? Ou será que significa o que
Jesus disse em Mt 5: "Não vim para destruir esses caminhos de benção,
mas para lhes mostrar como trilhar esse caminho?".

Quem me dera fosse um cristão perfeito, um marido perfeito, um pai


perfeito, mas não sou. Mesmo sendo salvo pela Graça e não por
qualquer obra que faça, ainda preciso da misericordia de Deus e da Sua
Palavra para me ajudar a correr a carreira , sem me desviar no caminho,
e me perder. Será que devemos dispensar a toráh? É claro que não. A
Palavra de Deus nos matem no reto caminho!

Vamos voltar aos argumentos "bilaterais" de Paulo quanto a questão da


fé e obras , graça e lei.

Rm 10:4. Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que
crê.5. Ora, Moisés descreve a justiça que é pela lei, dizendo: O homem
que fizer estas coisas viverá por elas.

A palavra aqui traduzida com "fim" é a mesma que Jesus usou na cruz
"está consumado", ou seja até aquele ato estava pronto, mas não
finalizado, Jesus ainda havia de descer ao inferno, rescucitar, subir aos
ceus, enviar o consolador, não era o fim em si.

Mais do que apenas um ritual exterior e farisáico, a Toráh nos ensina a


viver como filhos de Deus em nossos corações. Ao vivermos a Toráh ,
somos uma luz brilhando na escuridão do mundo e direcionando outros
a misericordia de Deus e o amor de Jesus. A vida com Deus é
completamente repleta por todas as bençãos , aventuras e atividades
que voce pode experimentar . Infelizmente muitas destas atividades e
praticas que Deus deu ao Seu povo como meio de melhor se conectar a
Ele foram deixadas de lado e abandonadas no decorrer dos séculos.
Não são ensinamentos rabinicos obscuros, ocultos por tradiçøes
judaicas , mas ensinamentos e mandamentos dados por Deus em nosso
Antigo Testamento- Toráh, que os cristãos apagaram de suas
"cartilhas", juntos com os judeus.

Voltemos a "ver" tudo sobre o ponto de vista de Jesus - Yeshua ha


Masshiah .

Ed Sant Anna,ap