Вы находитесь на странице: 1из 55

Os Mapas e Tecnologias

modernas aplicadas à
cartografia
Suplemento Cartográfico

Heleno Macedo
http://helenomacedo.blogspot.com
A cartografia como instrumento de dominação

Durante muito tempo, a cartografia restringiu-se a


cultural
uma ciência de elaboração de mapas.

Cada civilização desenvolveu as suas próprias


ciências cartográficas.

Logo, os mapas deixados por essas civilizações


constituem um reflexo de sua cultura e mostram as


visões que elas possuíam do mundo.

As representações cartográficas não traduzem


apenas o nosso olhar sobre o mundo. Nelas


podemos identificar também os nossos interesses
em relação ao nosso espaço imediato, ou em
relação ao espaço que desejamos, de alguma forma,
dominar.

http://helenomacedo.blogspot.com
Diferentes olhares sobre o mundo no tempo

O desenvolvimento da cartografia pode ser associado tanto ao desenvolvimento tecnológico


quanto ao conhecimento do espaço.

As influências religiosas, culturais, econômicas, sociais, etc, podem ser claramente analisadas

nos mapas e cartas geográficas que foram desenvolvidos ao longo dos anos.

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÕES
CARTOGRÁFICAS
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
O QUE SÃO AS PROJEÇÕES
CARTOGRÁFICAS?

Os sistemas de projeções constituem-se de


uma fórmula matemática que transforma as
coordenadas geográficas, a partir de uma
superfície esférica, em coordenadas planas,
mantendo correspondência entre elas.
O uso deste artifício geométrico das
projeções consegue reduzir as deformações,
mas nunca eliminá-las.

http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
PLANISFÉRIO

http://helenomacedo.blogspot.com
TIPOS MAIS COMUNS DE
PROJEÇÕES
A maioria dos mapas é feita a
partir da projeção dos meridianos
e paralelos curvos da esfera
terrestre numa das figuras
geométricas abaixo.

Clique para editar os estilos do texto mestre


Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
Nesta projeção os meridianos e os paralelos
são linhas retas que se cortam em ângulos
retos. Nela as regiões polares aparecem
muito exageradas. Os mapas-múndi
Clique para editar são
os estilos do texto mestre
Segundo nível
feitos em projeções cilíndricas.
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

Tipo de Superfície Adotada


PROJEÇÃO CILÍNDRICA

Na projeção cilíndrica, a superfície terrestre


é projetada sobre um cilindro tangente ao
elipsóide que então é longitudinalmente
cortado e planificado.
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
Nesta projeção os meridianos convergem
para os pólos e os paralelos são arcos
concêntricos situados a igual distância uns
dos outros. São utilizados para mapas de
países de latitudes médias.

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

Tipo de Superfície Adotada

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÃO CÔNICA

Na projeção cônica, a superfície terrestre é


projetada sobre um cone tangente ao
elipsóide que então é longitudinalmente
cortado e planificado.
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível
PROJEÇÃO AZIMUTAL
 São projeções sobre um plano tangente ao
esferóide em um ponto. No tipo normal
(ou polar), o ponto de tangência
representa o pólo norte ou sul e os
meridianos de longitude são linhas retas
radiais que partem deste ponto enquanto
paralelos de latitude aparecem como
círculos concêntricos.
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

Tipo de Superfície Adotada


A distorção no mapa aumenta conforme se distancia
do ponto de tangência. Considerando que distorção é
mínima perto do ponto de tangência, as projeções
azimutais são apropriadas para representar áreas que
têm extensões aproximadamente iguais nas direções
norte-sul ou leste-oeste.
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
OUTRAS PROJEÇÕES

PROJEÇÃO DE MOLLWEIDE
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
Clique para editar os estilos do texto mestre
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
Clique para editar os estilos do texto mest
Segundo nível
● Terceiro nível

● Quarto nível

● Quinto nível

http://helenomacedo.blogspot.com
Características das
Projeções
• Eqüidistantes – mantém as distâncias
lineares (a
partir de um centro), mas apresentam
distorções
nas áreas e nas formas.
• Equivalentes – valoriza o tamanho das
áreas.
• Conformes – valoriza o formato das
áreas.

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

Grau de Deformação da Superfície


Quanto ao grau de deformação das superfícies
representadas, são classificadas em: [1]
CONFORMES ou isogonais, [2] EQUIVALENTES ou
isométricas e [3] EQÜIDISTANTES.
1- Projeções Conformes –
- Preserva os ângulos.
- Paralelos e os meridianos se
cruzam em ângulos retos
- Distorce-se a forma dos objetos
no mapa

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

2) Projeções Equivalentes
ou Isométricas –
-Não deformam áreas,

conservando uma relação


constante da área,
- Alteram as Formas

Peters, cilíndrico
equivalente http://helenomacedo.blogspot.com
MERCATOR X PETERS
DIFERENTES VISÕES DO “MUNDO”
São os mapas-múndi mais usados.
Ambos feitos a partir de projeções cilíndricas.

MERCATOR (1569) PETERS (1973)


Clique para editar os estilos do texto mestre
Clique para editar os estilos do text
egundo nível Segundo nível
● Terceiro nível ● Terceiro nível

● Quarto nível ● Quarto nível

● Quinto nível
● Quinto nível
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

Comparação: Conforme /
Equivalente

Proporção no mapa
Mercator Proporção no
mapa
Mollweide

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS
ONU
3) Projeções Eqüidistantes –
são as projeções que não
apresentam deformações em linha
reta;
-Isso só é possível em determinada

direção.
-São menos empregadas que as

projeções conformes e
equivalentes, porque raramente é
desejável um mapa com distâncias
corretas apenas em uma direção.
Usadas em rotas aéreas ou
marítimas retas.

http://helenomacedo.blogspot.com
PROJEÇÕES CARTOGRÁFICAS

Projeções Afiláticas –
- não possui nenhuma das propriedades
anteriores.
- equivalência, conformidade e eqüidistância
variam

http://helenomacedo.blogspot.com
Desenvolvimento tecnológico na
cartografia

Principais recursos tecnológicos utilizados na cartografia e no gerenciamento de


informações:

Ø GPS
Ø
Aerofotogrametria (Fotografia aérea)
Ø
Imagens de satélites
Ø
Radar

http://helenomacedo.blogspot.com
GPS

ü Sistema de Posicionamento
Global, que utiliza sinais emitidos
por satélites, cujas aplicações são
amplamente utilizadas nos
transportes marítimos, terrestres
e aéreos.

ü Tecnologia utilizada por


operadoras de celulares e firmas
de seguros de cargas.

http://helenomacedo.blogspot.com
Aerofotogrametria (Fotografia
aérea)
Ø Fotografia obtida através de
SCANNER E SENSOR
sensores acoplados nas
FOTOGRÁFICO
aeronaves.

Ø Constitui-se como um
instrumento de
representação da realidade
acessível ao público com
menos qualificações técnicas.

http://helenomacedo.blogspot.com
IMAGENS DE SATÉLITES

ü Imagens captadas por sensores


acoplados aos satélites artificiais
que orbitam em torno do
planeta, codificada e transmitida
para uma estação rastreadora na
terra.

ü Atualmente trabalham com


precisão milimétrica.

http://helenomacedo.blogspot.com
RADAR

Ø O desenvolvimento do radar

permitiu superar o problema

relativo à necessidade de se ter

um tempo claro, sem nuvens, ou

sobre áreas de florestas densas.

Ø Muito utilizado no

monitoramento de espaço aéreo

e áreas florestais.

http://helenomacedo.blogspot.com
A leitura dos mapas
Classificação dos
mapas
1. Gerais:

“ contém informações sobre temas


variados: divisão política,
cidades principais, rios,
montanhas, mares, etc.
geralmente são elaborados em
escala reduzida (1:1000.000)

http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
2. Especiais:

“ contém informações técnicas,


bastante específicas dirigidas a
profissionais especializados em
determinadas áreas, como, por
exemplo, geólogos e
meteorologistas.”

http://helenomacedo.blogspot.com
http://helenomacedo.blogspot.com
3. Temáticos :

“ fazem referência a um
determinado aspecto da
geografia. Em geral, os mapas
temáticos mais usados são os
topográficos, que mostram
detalhes do relevo terrestre.
Nesse conjunto incluem-se
também os mapas edafológicos
(que representamhttp://helenomacedo.blogspot.com
o solo),
http://helenomacedo.blogspot.com
De acordo com a escala, os mapas e cartas
são classificados em:
1. Cartas cadastrais ou plantas (1: 500 a
1: 10.000) são geralmente urbanas, que
auxiliam na administração.
2. Mapas ou cartas topográficas (1:
25.000 a 1: 250.000) possuem um certo
grau de precisão na representação
escolhida;
3. Mapas ou cartas geográficas
(1:500.000 a 1:1000.000), as cartas
geográficas representam grandes regiões,
como países, continentes e o mundo.
Símbolos ou
convenções
Relevo:
cartográficas

1. Curvas de nível;
2. As cores convencionais para
mostrar as altitudes são as
hipsométricas (verde, amarelo,
marrom, laranja, violeta, violeta-
escuro e branco), que indicam
as cotas acima do nível do mar;
3. Os tons em azul representam as
cotas abaixo do nível do mar;
 Clima

1. São usados várias linhas como


isotermas, que unem pontos de
igual temperatura
2. As cores
3. planimétricas (preto, vermelho,
azul e verde) representam
elementos que não envolvem
altitude.
O preto indica cidades, casas, vilas,
limites políticos e estradas de ferro;
O vermelho representa estradas de
rodagem e correntes marítimas
quentes;
O azul representa a presença da água:
oceanos, mares, rios, lagos, correntes
marítimas frias;
O verde indica os diversos tipos de
vegetação.
http://helenomacedo.blogspot.com