Вы находитесь на странице: 1из 2

COLETA DE SANGUE • Introduzir a agulha mais ou menos 1

Sistema de Coleta com Vácuo cm no braço.


O Sistema de coleta com vácuo consiste • Respeitar a angulação de 30o (ângulo
de uma agulha, um adaptador (canhão) oblíquo), em relação ao braço do
e o tubo de coleta. Os tubos de coleta paciente.
com vácuo são produzidos para Aspectos de Segurança na Fase de
determinados volumes de sangue, que Coleta
é determinado pelo tamanho do tubo e Segurança do Paciente
seu vácuo . Muitos tubos de coleta com Cabe ao funcionário tranqüilizar o
vácuo contem aditivos ou paciente antes da coleta, para que esta
anticoagulantes utilizados para coletar seja realizada com sucesso. Se o
amostras para diferentes análises. A cor paciente estiver preocupado com a
da tampa do tubo é codificado para intensidade da dor decorrente do
definir se existe algum aditivo ou não. procedimento, deve-se agir com
As core usadas em geral são: honestidade, explicando-se que a
TAMPA VERMELHA: Sem sensação dolorosa produzirá um leve
anticoagulante, é utilizado na coleta de desconforto, porém de curta duração.
sangue para a obtenção de soro para Recomenda-se que a coleta seja
bioquímica e sorologia. Ex: Colesterol, realizada com o paciente acomodado
ácido úrico, hormônios da tireóide. confortavelmente, sentado ou deitado,
ROXO: Contêm anticoagulante EDTA. orientando-se o paciente sobre a
Obtém-se sangue total para importância da manutenção do membro
Hematologia. Ex.: Hemograma e superior imóvel durante todo o ato da
tipagem sanguínea. coleta. Nas coletas infantis e em casos
AZUL: Contêm Citrato de sódio para a de portadores de condições especiais,
obtenção de plasma para provas de recomenda-se que esta orientação seja
coagulação. ministrada também para os
Verde: Contêm Heparina para acompanhantes.
obtenção de plasma. Não existe um procedimento eficiente
CINZA: Adicionado Fluoreto de sódio que facilite uma coleta infantil. Porém,
para a obtenção de plasma para a artifícios relativamente simples podem
determinação de glicose. auxiliar, sobremaneira, neste tipo de
AMARELO: O tubo contêm Gel que coleta. Ao lidar com crianças pode-se
permite a separação do coágulo e do solicitar sua colaboração, convidando-
soro. Utilizado para obtenção de soro as a participar ativamente do processo
para bioquímica e sorologia. da coleta, por exemplo, segurando o
Cuidados para uma Punção Bem algodão, gaze ou o curativo adesivo. O
Sucedida uso de curativos estampados com
O ideal é que o paciente seja figuras e tema infantil auxilia a fixar
puncionado uma única vez, uma impressão positiva da coleta de
proporcionando assim conforto e sangue.
segurança ao paciente. Riscos e Complicações da Coleta
Para se obter uma punção de sucesso, Recomenda-se que a equipe de coleta
vários fatores devem ser observados, do laboratório institua medidas de
antes de iniciar o procedimento. segurança para que os riscos e as
Ao observar o acesso venoso do complicações decorrentes desta
paciente, escolher materiais atividade sejam mínimos para os
compatíveis, por exemplo, paciente pacientes. Certamente,a padronização
com acesso venoso difícil, valer-se do de condutas e os treinamentos
uso de agulhas de menor calibre ou freqüentes dos funcionários envolvidos
escalpes e tubos de menor volume. contribuem para que a meta de redução
• Sempre puncionar a veia do paciente de riscos e complicações seja alcançada
com o bisel voltado para cima. e, deste modo, o serviço seja
• Respeitar a proporção sangue/aditivo reconhecido como seguro e confiável.
no tubo. Formação de Hematoma
A formação de hematoma é a • As unhas precisam ser limpas,
complicação mais comum da punção aparadas e recomenda-se que, ao
venosa. O hematoma origina-se do utilizar-se de esmaltes,
extravasamento do sangue para o estes sejam de cor clara.
tecido, durante ou após a punção, • Deve ser evitado o uso de correntes
sendo visualizado na forma de uma compridas no pescoço, grandes brincos
protuberância. A dor é o sintoma de pendentes na orelha ou braceletes
maior desconforto ao paciente, e soltos.
eventualmente, pode ocorrer a • Lavar as mãos freqüentemente.
compressão de algum ramo nervoso. Equipamentos de Proteção
Caso a formação do hematoma seja Individual (EPI)
identificada durante a punção, deve-se • Utilizar o uniforme recomendado pelo
retirar imediatamente o torniquete e a empregador, na área de coleta,
agulha. É necessária uma compressão cobrindo adequadamente todas as
local durante pelo menos dois minutos. partes do corpo. Na ausência de um
O uso de compressas frias pode auxiliar uniforme padrão seria recomendável
na atenuação da dor local. sobrepor à vestimenta um avental de
As situações que podem precipitar a tecido lavável ou descartável, longo e
formação de um hematoma são: de mangas compridas, que alcance o
• Veia frágil ou muito pequena, em nível do joelho. As boas práticas de
relação ao calibre da agulha. segurança recomendam que este
• A agulha ultrapassa a parede avental deve sempre ser retirado ao
posterior da veia puncionada. sair da área de coleta do laboratório,
• A agulha perfura parcialmente a veia, não sendo corretos eu uso nas áreas de
não penetrando por completo. alimentação e descanso.
• Diversas tentativas de punção sem • Não se recomenda o uso dos
sucesso. equipamentos de proteção individual
• A agulha é removida sem antes fora do perímetro onde seu uso está
remover o torniquete. indicado.
• Pressão inadequada aplicada no local • Recomenda-se sempre a utilização de
da punção. luvas pelo flebotomista (técnico)
Boas Práticas Individuais durante o ato da coleta. As trocas
• É proibido comer, beber, fumar ou necessitam ser efetuadas quando
mastigar gomas de mascar (chicletes) houver qualquer contaminação com
no laboratório. material biológico. Lavar as mãos
• Nunca armazenar alimentos ou sempre que for necessário trocar de
bebidas nos armários, gavetas, luvas.
refrigeradores e freezers utilizados para • Não manusear objetos de uso comum
o armazenamento de reagentes, (telefone, maçanetas, copos, xícaras,
amostras biológicas, materiais e etc.) usando luvas.
insumos para coleta. • Não descartar as luvas nas lixeiras de
• Não levar à boca canetas e lápis e uso administrativo.
demais objetos empregados no • A utilização de máscaras é
ambiente de trabalho. recomendada quando o ato da coleta
• Não fazer a aplicação de cosméticos e do material biológico sugerir risco de
maquiagens na área de coleta. contaminação pela formação de
• Evitar o manuseio de lentes de gotículas ou aerossóis.
contato na área de coleta do • Utilizar sapatos confortáveis,
laboratório. fechados, com solado antiderrapante e
• Visando-se evitar acidentes, de saltos não muito altos, para que se
sobretudo nas áreas de coletas infantis, minimizem os riscos de acidentes.
os cabelos compridos devem
permanecer presos durante o período
de trabalho.