Вы находитесь на странице: 1из 2

O tratamento do paciente com DM envolve sempre pelos menos 4 aspectos importantes: Plano o ponto fundamental do tratamento de qualquer tipo

o de paciente alimentar: diabtico. O objetivo geral o de auxiliar o indivduo a fazer mudanas em seus hbitos alimentares, permitindo um controle metablico adequado. Alm disso, o tratamento nutricional deve contribuir para a normalizao da glicemia, diminuir os fatores de risco cardiovascular, fornecer as calorias suficientes para manuteno de um peso saudvel, prevenir as complicaes agudas e crnicas e promover a sade geral do paciente. Para atender esses objetivos a dieta deveria ser equilibrada como qualquer dieta de uma pessoa saudvel normal, sendo individualizada de acordo com as particularidades de cada paciente incluindo idade, sexo, situao funcional, atividade fsica, doenas associadas e situao scioeconmico-cultural. Composio do plano alimentar A composio da dieta deve incluir 50 a 60% de carboidratos, 30% de gorduras e 10 a 15% de protenas. Os carboidratos devem ser preferencialmente complexos e ingeridos em 5 a 6 pores por dia. As gorduras devem incluir no mximo 10% de gorduras saturadas, o que significa que devem ser evitadas carnes gordas, embutidos, frituras, laticnios integrais, molhos e cremes ricos em gorduras e alimentos refogados ou temperados com excesso de leo. As protenas devem corresponder a 0,8 a 1,0 g/kg de peso ideal por dia, o que corresponde em geral a 2 pores de carne ao dia. Alm disso, a alimentao deve ser rica em fibras, vitaminas e sais minerais, o que obtido pelo consumo de 2 a 4 pores de frutas, 3 a 5 pores de hortalias, e dando preferncia a alimentos integrais. O uso habitual de bebidas alcolicas no recomendvel, principalmente em pacientes obesos, com aumento de triglicerdeos e com mau controle metablico. Em geral podem ser consumidos uma a duas vezes por semana, dois copos de vinho, uma lata de cerveja ou 40 ml de usque, acompanhados de algum alimento, uma vez que o lcool pode induzir a queda de acar (hipoglicemia). Atividade Todos os pacientes devem ser incentivados pratica regular de atividade fsica: fsica, que pode ser uma caminhada de 30 a 40 minutos ou exerccios equivalentes. A orientao para o incio de atividade fsica deve incluir uma avaliao mdica adequada no sentido de avaliar a presena de neuropatias ou de alteraes cardio-circulatrias que possam contraindicar a atividade fsica ou provocar riscos adicionais ao paciente.