Вы находитесь на странице: 1из 4

Música Portuguesa - Anos 80 file:///C:/Documents%20and%20Settings/Fernando/Os%20meus%20d...

menu / tópicos

CONCURSO DE MÚSICA MODERNA DO ROCK RENDEZ-VOUS

EDIÇÕES

O 1º Concurso de Música Moderna, organizado pelo RRV, aconteceu em 1984, numa altura em que os grupos
portugueses não conseguiam grande aceitação no mercado discográfico. A única exigência era que os grupos
participantes não tivessem qualquer gravação comercial, pretendendo-se assim revelar novas bandas.

Os vencedores da 1ª edição foram os MLER IFE DADA. Nos lugares seguintes ficaram os Culto da Ira e Croix Sainte.

Os THC venceram o 2º Concurso. Nos lugares seguintes ficaram URB, Projecto Azul, Prece Oposto, Radar Kadafi e
Linha Geral. Os Pop Dell'Arte venceram o Prémio de Originalidade.

Os RONGWRONG foram os vencedores do 3º Concurso de Música Moderna. Os outros finalistas foram os Essa
Entente, Seres, Dínamo Ibérica, Aix La Chapelle e D'Age. O prémio Originalidade foi atribuído aos Mão Morta.

Os REQUIEM PELOS VIVOS (171 votos) venceram o 4º CMM. Morituri (137) e Tranz It (55) ficaram
nos lugares seguintes. O prémio da Originalidade foi para os Melleril de Nembutal.

No 5º CMM do RRV chegaram à final os grupos EASY GENTS (que depois mudariam de nome
para Ritual Tejo), Sitiados e Agora Colora. Foi editada uma colectânea com as 8 bandas presentes
nas meias finais. O patrocinador deste 5º concurso comprometeu-se a comprar 10 mil exemplares
da colectânea fazendo com que o disco à saída já fosse disco de prata.

Em 1989, os LOBO MEIGO venceram o VI Concurso de Música Moderna do Rock Rendez


Vous. Nos lugares seguintes ficaram os Clandestinos e Flávio Com F De Folha.

Com o encerramento do RRV, a Dansa do Som desistiu dos concursos por falta de espaço
apropriado à sua realização. Embora os responsáveis do concurso estivessem ligados ao concurso "Aqui d'El Rock",
transmitido pela RTP. Em 1994, a Dansa do Som retomou a organização dos Concursos de Música Moderna que serviu
de comemoração do 10º aniversário dos mesmos.

----------

«Faz este ano 10 anos que se realizou o primeiro Concurso de Música Moderna no Rock Rendez Vous. De 1984 a 1989
a Dansa do Som promoveu naquela sala 6 concursos para descoberta de novos valores. A mesma organização retoma
a iniciativa, desta vez como programa de televisão intitulado: ROCK RENDEZ VOUS (7º Concurso de Música Moderna /
Dansa do Som / RTP).

Procura-se de novo a criatividade dos jovens na área da música moderna portuguesa ou nas influências internacionais:
Pop, Rock, Techno e Ambiental.»

anúncio do 7º Concurso RRV (Agosto de 1994)

-----------

Em 1994, foi realizado o sétimo (e último) concurso do Rock Rendez-Vous, organizado pela RTP mas ainda com
direcção de Mário Guia. Os DROWNING MEN (que depois mudariam de nome para Geração X) levaram a melhor aos
Neura e aos Jardim Letal (ex-Swallow Rage). Os três grupos finalistas tiveram como prémio a gravação de um CD de
oito temas cada para a Dansa do Som, para além de instrumentos no valor de 500 e 250 contos para, respectivamente,
o primeiro e o segundo classificados. Os Ornatos Violeta venceram o prémio de originalidade.

ARTIGO

Matar Saudades

Rock Rendez Vous, domingo, dia 4 de Março de 1990. Assim, à primeira vista, parece que os únicos ex-participantes
em concursos do RRV que se dignaram aparecer por aquela sala, no dia da última final anunciada, foram João Peste
(ex-Pop dell'Arte), Jorge Dias (ex-Dinamo Ibérica e actual More República MaSónica), Luis San Payo (ex-Croix Sainte) e

1 of 4 15-05-2007 16:47
Música Portuguesa - Anos 80 file:///C:/Documents%20and%20Settings/Fernando/Os%20meus%20d...

uma boa delegação dos Essa Entente. E, obviamente, os Lobo Meigo, que ganharam mui justamente o primeiro prémio
depois de na quinta edição do certame não terem chegado sequer, sabe-se lá por que razões, às meia-finais.

Não se viu ninguém dos Mandrax, nem dos Ruínas, nem dos Sangue Civil, nem dos D'Age, nem do Projecto G, nem
dos Proh Dolor. Também, não há muita gente que lhes tenha posto a vista em cima nos últimos tempos. Mas é um facto
que existiram, que fizeram pela vida, que ensaiaram em garagens e salas de colectividades, que pisaram aquelas
tábuas do RRV, pelo menos, uma vez. E isso foi importante, sem sombra de dúvida. É um lugar-comum dizer-se uma
coisa destas, mas é verdade que, sem o Concurso de Música Moderna, algumas dezenas de grupos nunca teriam
mostrado as suas habilidades a mais alguém que não as suas namoradas e camaradas de copos. Muitos deles não
deixaram grandes saudades. Outros portaram-se galhardamente, agradeceram os aplausos e enfiaram a viola no saco.
Para nunca mais voltar ou, então, insistir mais uma vez e desaparecer de seguida. É o caso de bandas como os Dead
Dream Factory, Jumping Jacks, Projecto Azul, Marias de Portugal, Os Senhores, THC, Portugueses Suaves, Requiem
Pelos Vivos, Morituri, Melleril de Nembutal, Ik Mux e Tom Cat, todos eles com ideias suficientes para merecerem uma
carreira, digamos assim, consideravelmente maior.

Mas houve mais, muito mais, a provar a importância do evento. Nas primeiras cinco edições do CMM aquele palco
assistiu ao nascimento de inúmeros grupos que depois viriam a ser fundamentais para a compreensão da nossa música
moderna dos últimos anos: os Mler Ife Dada, vencedores da primeira edição, ainda com Kim na guitarra e Pedro d'Orey
nas vocalizações; os Croix Sainte, autores das canções mais sofridas da década e de um óptimo disco, agora objecto
de culto para muita gente; os Essa Entente, então na versão "Eixo Liverpool-Manchester", mais dura e menos céltica do
que agora; os Linha Geral, aquela gloriosa célula militantemente bolchevique que gravou, depois, um álbum
inesperadamente desastroso; os Pop dell'Arte, na altura com Ondina Pires na bateria e Paulo Salgado no baixo; os
Radar Kadafi, donos do nosso projecto mais latino, quente e canalha de sempre; os Urb, de onde saíram Nini e Zezé
Garcia para outras, e grandes aventuras; os Mão Morta, que espantaram as hostes do 3º CMM com aquelas orgias
generalizadas que os caracterizavam no início; os Seres, que foram dos primeiros a utilizar inteligentes e imaginativas
"performances" durante os seus espectáculos; os Peste & Sida, olhem quem!; e os então Easy Gentes, agora Ritual
Tejo, vencedores da penúltima edição do concurso, de quem ainda se esperam as grandes cavalgadas prometidas e
merecidas.

António Pires, Blitz, 6-3-90

BANDAS PARTICIPANTES

1º Concurso (1984) 4º Concurso (1987)

BANDA DO SUL FINAL A BANDA LUSA -


BOOMERANG ------------ ACADEMIA DA EUPHORIA
CRISE TOTAL AF GANG
CROIX SAINTE FINAL AXU BEM -
CULTO DA IRA FINAL CORPO & ALMA
DEAD DREAM FACTORY FINAL CRITERIUM
F.A.S. DIVAGO
FANCY ONE DOUTORES & ENGENHEIROS
FIDGY ELLA SING
JUMPING JACKS ENA PÁ 2000 -
KAN KAN KLAN EX ORIENT LUX
M. ODERNOS G
MAGNETICS FINAL IN LOCO -
MLER IFE DADA FINAL LA VALISE
NEGRA TROOP LAGU TROP
RUINAS MELLERIL DO NENBUTAL P.O.
SEPULCRO MORITURI FINAL
TAQUICARDIA OS SENHORES
TRES PESTE & SIDA -
TUM TA TUM TUM REQUIEM PELOS VIVOS FINAL
WHITE TRAFFIC SERES
SEXTA ESQUADRA
E: BARMEN, BATEAU LAVOIR,
TEIAHELCE
MANDRAX
TRANZ IT FINAL

2º Concurso (1985) SUPLENTES:


PROH DOLOR
BALLADIUM LARANJA MECÂNICA

2 of 4 15-05-2007 16:47
Música Portuguesa - Anos 80 file:///C:/Documents%20and%20Settings/Fernando/Os%20meus%20d...

BANDO BRANCO AMEN SACRISTI


BRAMASSAJI
CIRCO ABARDINO 5º Concurso (1988)
CRISE TOTAL
DER STIL A GIESTA
D.W.ART AGITAÇÃO CLANDESTINA
ESSA ENTENTE AGORA COLORA FINAL
JONAS AMEN SACRISTI
A JOVEM GUARDA EASY GENTS FINAL
LINHA GERAL FINAL ECOS DA CAVE
MORITURI EDELVAISSE
PIPPERMINT TWIST ESPIRITO RESSACADO
POP DELL' ARTE P.O. FALECIDO ALVES DOS REIS
PRECE OPOSTO FINAL FIKS
PROJECTO AZUL FINAL I.P.M.
RADAR KADAFI FINAL IK MUX
SANGUE CIVIL LOBO MEIGO
SMACH MARGEM SUL
TAQUICARDIA PARALELO 16
TEIAHELCE QUINTA DO BILL
T.H.C. FINAL SITIADOS FINAL
URB FINAL TOM CAT
ZONA PROIBIDA
SUPLENTES:
SUPLENTES: JET SET
TAEDIUM VITAE CRUZES E CRUZADAS
LARANJA MECÂNICA JOÃO FALO & THE BOSH
OUIDJA TWAREG CIVITAE
NEO-MONO-VAR
SERES
NEGRO TROOP 6º Concurso (1989)
3º Concurso (1986)
A KAUSA
ACADEMIA DA EUPHORIA ALMA DORIDA
AF GANG CLANDESTINOS FINAL
AIX LA CHAPELLE FINAL DEPRESSÃO TOTAL
AMENTI FLÁVIO COM F DE FOLHA FINAL
BAR BELETTA HORMONA
BATEAU LAVOIR LEX INJUSTA
CORPO & ALMA LIRISCUMBRUS
D'AGE FINAL LOBO MEIGO FINAL
DDUO LOS PAZ D' ALMAS
DINAMO IBÉRICA FINAL MADRAGOA
ESSA ENTENTE FINAL M'AS FOICE
FADO COLORADO MATA-RATOS
LARANJA MECÂNICA MORE REPUBLICA MASÓNICA -
MARIAS DE PORTUGAL O PACTO!
MÃO MORTA P.O. PARALELO 16
MODUS OPERANDI PETRO MAX
NEGRA TROOP PRIMUS INTER PARES
OS SENHORES SENHORES DO MUNDO INFERIOR
PORTUGUESES SUAVES SERES
RATTUS URBANUS SILHUETAS FIGURATIVAS
REQUIEM PELOS VIVOS ULISSES COVARDE E OS HEROIS
RONGWRONG FINAL VÓMITO
SERES FINAL VULTOS
SOUTH WAVE
SUPLENTES:
SUPLENTES: ALMA CALMA

3 of 4 15-05-2007 16:47
Música Portuguesa - Anos 80 file:///C:/Documents%20and%20Settings/Fernando/Os%20meus%20d...

LAGU TROP NIEDAN ANOMEOS


FIURE DEL FIUME TOM TOM MACOUTE
BALI ILANI
ANTI-SYSTEM
FACE OCULTA
NAPALM CLIMAX

Mais dados sobre o Rock Rendez Vous >>

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ROCK RENDEZ VOUS


Rua da Beneficência, 175
1600 LISBOA

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

RRV
Em definitivo, o local onde as coisas acontecem!

Como chegar ao RRV:

COMBOIOS
Estação do Rego e 200 metros a pé

METRO
Palhavã e 300 metros a pé

AUTOCARRO
Nº 31 e 50 metros a pé

TÁXI
Mesmo até à porta

menu / tópicos

4 of 4 15-05-2007 16:47