Вы находитесь на странице: 1из 5

EDUCACIONAL

Física
Colisões ou Choques Mecânicos
COEFICIENTE DE RESTITUIÇÃO

01. (FUVEST) Um projétil com massa de 50 g, animado de uma Resolução:


velocidade de 700 m/s, atinge um bloco de madeira com
massa de 450 g, inicialmente em repouso sobre uma Qantes = Qdepois
superfície horizontal lisa e sem atrito. A bala aloja-se no
50 . 700 = 500 . V ⇒ V = 70 m/s
bloco após o impacto. Qual a velocidade final adquirida
pelo conjunto ?

02. (PUC) A bola A (m = 0,1 kg), com velocidade constante de Resolução:


6 m/s, colide elasticamente com a bola B (m = 0,05 kg), que
está parada. Após o impacto, A tem a velocidade de 2 m/s; Qantes = Qdepois
a velocidade de B é, em m/s:
mA . VA = mA . V'A + mB . V'B ⇒ 0,1 . 6 = 0,1 . 2 + 0,05 . V'B
a) 2
b) 4
V'B = 8 m/s
c) 6 A B
d) 8
e) 10 Alternativa D

03. (FUVEST) Uma partícula de massa m e velocidade v colide Resolução:


com outra de massa 3 m inicialmente em repouso. Após a
colisão elas permanecem juntas, movendo-se com Qantes = Qdepois
velocidade V. Então:
m . v = 4m . V ⇒ v = 4V
a) V = 0 b) V = v c) 2V = v
d) 3V = v e) 4V = v Alternativa E

04. (Cesgranrio-RJ) Na figura abaixo, um carrinho de compras Resolução:


(1) se aproxima, com velocidade de 3,0 m/s, de um carrinho Qantes = Qdepois
parado (2). Com o choque, os dois engatam e passam a se
movimentar juntos com velocidade de 2,0 m/s. Se a massa M . 3 = (M + m) . 2
de cada sistema fosse duas vezes maior do que na M 2
=
experiência descrita, a velocidade do conjunto depois da M+m 3
colisão seria de: se M → 2M e (M + m) → 2(M + m)
2M M 2
a) 1,0 m/s 3,0 m/ 2(M + m)
=
M + m
=
3
b) 2,0 m/s s
c) 3,0 m/s 2M . 3 = 2(M + m) . V
d) 4,0 m/s M.3
e) 5,0 m/s V= = 2 m/s ⇒ Alternativa B
(1) (2) M+m

FISSEM0802-R 1
2 FÍSICA COLISÕES OU CHOQUES MECÂNICOS
EDUCACIONAL

05. (Cesgranrio-RJ) Observa-se uma colisão elástica e unidi- Resolução:


mensional, no referencial do laboratório, de uma partícula
de massa m e velocidade 5,0 m/s com outra partícula de Qantes = Qdepois
Logo
massa m/4, inicialmente em repouso. Quais são os valores m
das velocidades das partículas após a colisão? 5m = m . V1 + . V2 V2 − V1 = 5
4
V 2 = 5 + V1
PARTÍCULA DE MASSA m PARTÍCULA DE MASSA m/4
20 = 4V1 + V2
a) 3,0 m/s 8,0 m/s
b) 4,0 m/s 6,0 m/s 20 = 4V1 + V1 + 5 ⇒ V1 = 3 m/s e
5 V2 = 8 m/s
c) 2,0 m/s 12,0 m/s e= =1
V2 − V1 Alternativa A
d) 6,0 m/s 4,0 m/s
e) 5,0 m/s 5,0 m/s

06. (FUVEST) O problema refere-se à colisão unidimensional Resolução:


m1 V m2
elástica entre dois carrinhos, sobre um plano horizontal
com atritos desprezíveis. O carrinho (1), de massa m1, tem Antes
velocidade inicial V, e o carrinho (2), de massa m2, está V=0
parado. Depois da colisão, observa-se que os dois carrinhos V' m1 m2 V
têm velocidades de mesmo módulo mas de sentidos Depois
opostos. Qual é o valor da razão m2/m1 entre as massas
dos dois carrinhos ? Qantes = Qdepois

m1 . V = m2 . V' − m1 . V'
m2 m2 V + V'
V= V' − V' ⇒ =
m1 m1 V'

Mas e = 1 ⇒ V = 2V'
m2 3V '
∴ = =3
m1 V'

07. (FUVEST) Uma bola preta, de massa m e velocidade V, 08. (UNICAMP) Uma esferazinha A de massa m está presa a
movendo-se sobre uma superfície muito lisa, sofre uma um pino O por um fio leve e inextensível e tangencia um
colisão frontal, perfeitamente elástica, com uma bola plano horizontal liso. Uma segunda esferazinha B, de
vermelha, idêntica, parada. Após a colisão, qual a mesma massa m e
O
velocidade da bola preta ? deslocando-se com
velocidade V0 = 1,0 m/s,
a) V vai chocar-se frontal-
mente com a primeira em V0
b) V/2 repouso. Admita que
c) 0 todas as possíveis coli- B A
d) – V/2 sões neste evento são
perfeitamente elásticas.
e) – V a) Quantas colisões haverá entre as duas esferazinhas ?
b) Quais serão as velocidades das esferazinhas ao final
Resolução:
deste evento ?
Num choque perfeitamente elástico com bolas idênticas há troca Resolução:
de velocidades, logo a bola preta pára e a vermelha sai com a) Duas colisões.
velocidade V. b) Como os choques são perfeitamente elásticos e as esferas são
idênticas, haverá troca de energia cinética nos dois choques.
Alternativa C Logo VA = 0 e VB = −V0 = −1 m/s

FISSEM0802-R
EDUCACIONAL
COLISÕES OU CHOQUES MECÂNICOS FÍSICA
3
09. (UNISA) Numa experiência para a determinação do Resolução:
coeficiente de restituição largou-se uma bola de pingue-
pongue em queda livre de uma altura de 4,00 m e ela retornou Queda: VF = 2gh1 = 80 m/s (aproximação)
à altura de 1,00 m. Portanto, o coeficiente de restituição
procurado é:
Subida: V0S2 − 2 . g . h2 = 0 ⇒ V0 = 20 m/s (afastamento)
S
a) 0,25 Vaf 20 1 1
b) 0,50 e= =
80
= = = 0,5
Vap 4 2
c) 1,00
d) 2,00
e) 4,00 Alternativa B

10. (UNICAMP) Um objeto de massa m1 = 4kg e velocidade Resolução:


V1 = 3m/s choca-se com um objeto em repouso, de massa a) Perda máxima de energia ⇒ choque inelástico (e = 0)
m2 = 2kg. A colisão ocorre de forma que a perda de energia Qantes = Qdepois
cinética é máxima mas consistente com o princípio da 4.3
conservação da quantidade de movimento. m1 . V1 = (m1 + m2) . V ⇒ V = = 2 m/s
4+2
m1 . V12 4.9 
a) Quais as velocidades dos objetos imediatamente após b) Eantes =
2
=
2
= 18 J 
a colisão? 
2  ∆E = 6J
(m1 + m 2 ) . V 6.4 
Edepois = = 2 = 12 J 
b) Qual a variação da energia cinética do sistema? 2 

11. (FUVEST) Duas esferas de 2 kg cada se deslocam sem Resolução:


atrito sobre uma mesma reta horizontal. Elas se chocam e
passam a se mover grudadas. O gráfico representa a posição 30 − 40 30
de cada esfera em função do tempo, até o instante da colisão: V1 = = −2 m/s V2 = = 6 m/s
5 5

S (m)
m . V12 m . V22 2 . 4 2 . 36
40 esfera 1 a) Ec = + = + = 40J
2 2 2 2
30
20
b) Qantes = Qdepois S(m)
10
esfera 2
2.6−2.2=4.V 40
t (s) 30
0 5 10 V = 2 m/s
∴ em 5 s ⇒ ∆s = 10 m 2 0
10
a) Calcule a energia cinética total do sistema antes do t(s)
choque. 0 5 10

b) Esboce a continuação do gráfico até t = 10s.


(m + m) . V 2 (2 + 2) . 22
c) Calcule a energia dissipada com o choque. c) = = =8J
2 2

∴ Edissipada = 40 − 8 = 32 J

Alternativa C

FISSEM0802-R
4 FÍSICA COLISÕES OU CHOQUES MECÂNICOS
EDUCACIONAL

12. (UF-RS) Dois carrinhos A e B, conforme a figura, possuem Resolução:


massas iguais a M e estão em repouso sobre uma superfície
livre de atritos. O carro A desliza e colide com o carro B, ao M . V2
qual permanece unido. Qual será a velocidade do conjunto Mg . h = ⇒ V= 2gh
2
formado pelos dois carros imediatamente após a colisão,
sendo g a aceleração da gravidade ?
Qantes = Qdepois
M
A 2gh
M M 2gh = 2M . V' ⇒ V' =
2
h
B
Alternativa D

a) 4 gh
b) 2 2 gh

c) gh

d) 2 gh
2

e) 2 gh
4

13. (IME) O carro A foi abalroado pelo caminhão B de massa Resolução:


igual ao triplo da sua. O caminhão desloca-se com
velocidade de 36 km/h. Após o choque, que se deu no Como depois da colisão o sistema se desloca segundo um ângulo de
ponto P, os dois veículos, unidos, deslocaram-se em linha 45º, podemos concluir que Qx = Qy.
reta até o ponto Q. O motorista do carro declarou que sua
velocidade no instante do choque era inferior à máxima
permitida, que é de 80 km/h. Diga, justificando, se esta
Logo, M . V = 3m . 36 ⇒ V = 108 km/h
declaração é falsa ou verdadeira.

∴ Declaração falsa.
Q

P 45o

FISSEM0802-R
EDUCACIONAL
COLISÕES OU CHOQUES MECÂNICOS FÍSICA
5
14. (IME) A figura mostra um bloco P de massa 10 kg que Resolução:
parte do repouso em A e desce o plano inclinado com H H
sen θ = ⇒ ∆S =
atrito cujo coeficiente cinético é µ = 0,2. Em B, o bloco P ∆S sen θ
choca-se com o bloco Q de massa 2 kg, inicialmente em Velocidade do bloco P no final da rampa:
repouso. Com o choque, Q desloca-se na pista horizontal,
Px − Fat = mp . a
desliza sobre uma parte semi-circular e vai cair sobre o
ponto B. Sabendo que as partes horizontal e semicircular mg . sen θ − µ . mg . cos θ = m . a
da pista não têm atrito e que o coeficiente de restituição em 2 2
P e Q é 0,8, determine a altura H. 10 . − 0,2 . 10 . = a ⇒ a = 4 2 m/s2
2 2
H
Dados: g = 10 m/s2 x = 2 11 m V2 = V02 + 2 . a . ∆S ⇒ V2 = 2 . 4 . 2 . = 16H ⇒ V = 4 H
sen θ
R = 2,5 m θ = 45°
Conservação da quantidade de movimento
(A) Qantes = Qdepois
P
D
10 . 4 H = 2V2 + 10V1 ⇒ 5V1 + V2 = 20 H (I)
Coeficiente de restituição
Vaf Vaf
R H e= ⇒ 0,8 = ⇒ Vaf = 3, 2 H
Vap 4 H

∴ V2 − V1 = 3, 2 H (II)
Q θ
C B Substituindo (II) em (I), temos:
x
20 H = V2 + 5V2 − 16 H ⇒ V2 = 6 H
Conservação de energia

m1 . V22 m . V '2
= mg . 2R +
2 2
V22 = 100 + V '2 ⇒ V' = 36H − 100
∆S 2 11 2 11
Mas V' = = ⇒ 36H − 100 = ⇒ H = 4m
∆t t queda 2.5
10

FISSEM0802-R