Вы находитесь на странице: 1из 1

FC PORTO PERDE NO DRAGÃO E SPORTING GANHA NA UCRÂNIA

Pesado para uns e levezinho para outros


Pag. 29

Nº 46 < Ano 2 < 24 Outubro 2008 Director: João de Noronha Quinzenal< Gratuito

REINO UNIDO. MÉDICOS RECEBEM BÓNUS PECUNIÁRIOS SE NÃO MANDAREM PACIENTES PARA O HOSPITAL

ATENTADO AOS DOENTES


A Associação dos Médicos de Família inglesa considera esta iniciativa de moralidade duvidosa, eticamente questionável e totalmente errada
É um verdadeiro atentado aos doentes, talvez, até, um atentado aos
direitos humanos esta media adoptada pelos serviços de saúde do
injustificável medida, podem escolher quem merece ou não viver.
Ou, pelo menos, podem decidir sobre quem tem direito a um trata-
Reino Unido (NHS), a qual premeia os médicos que “poupem” umas mento adequado e científico ou quem irá penar, ao longo de meses
libras ao erário público, evitando que os doentes venham a receber e anos, porque as suas maleitas só seriam detectáveis através de
cuidados hospitalares. Para além de desumana, esta norma colide exames clínicos que foram proibidos por esta decisão mercantilista.
com a própria deontologia dos profissionais de saúde que foram aju- Numa Europa ancestral mas que se quer avançada, custa a crer que
ramentados para cuidarem do bem estar do seu semelhante e que se permitam tais procedimentos que põem em causa a própria vida
agora, na mira de amealharem mais uns cobres e a coberto desta humana. A saúde está doente no Reino Unido. Pags. 2 e 4

PORTUGAL
O inclassificável
Ney Matogrosso Grande Lisboa
Aos 67 anos, ele aí está.
Fresco e exuberante, Ney
regista um crime
voltou a Portugal para
apresentar o seu
violento por hora
Pag. 7
espectáculo,
“Inclassificáveis”,
bem acolhido pelo Dentistas
público e pela crítica.
Pag. 22 não estirilizam
materiais para
poupar dinheiro
Pag. 9

Rendimento
Social de Inserção
quase a atingir
350 mil “clientes”
Pag. 10
TODO O NOTICIÁRIO NAS PÁGINAS 7, 8, 9, 10 E 11

PUB.