Вы находитесь на странице: 1из 3

IFRS –FELIZ

ADMINISTRAÇÃO - FINANCEIRA

INTRODUÇÃO ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

O que é? Pra que serve? Qual a importância? Quais os elementos/tipos? Como se faz?

ADMINISTRAÇÃO – Pequena revisão

É um conjunto de atividades dirigidas à utilização eficiente e eficaz dos recursos, no sentido de alcançar
um ou mais objetivos ou metas operacionais. (SILVA, 2001, p.6)

Elementos do conceito de administração:

RECURSOS RECURSOS
MATERIAIS FINANCEIROS

ATIVIDADES UTILIZAÇÃO EFICIENTE E ALCANCE DE


ADMINISTRATIVAS METAS
EFICAZ DOS RECURSOS

RECURSOS RECURSOS
INFORMACIONAIS HUMANOS

Funções da Administração: Planejamento, Organização, Direção e Controle.

Níveis da Administração: Alta (estratégico), Média (tático) e Operacional.

Habilidades: Técnicas, Humanas e Conceituais.

ALTA ADM P O D C CONCEITUAI


28% 36% 22% 14% S
MEDIA ADM 18% 33% 36% 13% HUMANAS

ADM OPERACIONAL 15% 24% 51% 10% TECNICA


S
Níveis administrativos da Tempo gasto por função nos Habilidades necessárias nos diversos
administração. diversos níveis administrativos. níveis administrativos.
Fig. Adaptada de Silva (2001, p.14)

Um administrador deve ser alguém que dirija as atividades de outras pessoas e assuma a
responsabilidade de alcançar determinados objetivos por meio da soma de esforços.

Outras habilidades gerenciais: de comunicação e de pensamento crítico (busca da verdade).

Papéis são os conjuntos de expectativas de comportamento de um administrador, em situações


específicas. Os papéis administrativos a serem desempenhados são:

1. Papéis interpessoais – para o relacionamento e interação com outras pessoas (chefe –


representante da organização/princípios, missão e objetivos; líder – contrata, motiva e cuida do
comportamento da equipe; e de ligação – tratamento com pessoas de fora da organização de
modo regular);

PROF. MSC. ROSANE MARIA NEVES – CRA 1411


IFRS –FELIZ
ADMINISTRAÇÃO - FINANCEIRA

2. Papéis informacionais – troca e processamento de informações (monitor – acompanha ativamente


o ambiente; disseminador – informações importantes transmitidas as pessoas adequadas; e
interlocutor – informações de alta significância são dadas em nome da empresa);
3. Papéis decisoriais – tomada de decisão (empreendedor – procura oportunidades e toma ação;
solucionador de conflitos – internos ou externos; alocador de recursos – determina a distribuição
nas várias áreas; e negociador – opera acordos e contratos no melhor interesse da organização.)

Competência administrativa se refere ao conjunto de conhecimentos, habilidades, comportamentos e


atitudes que uma pessoa necessita, para ser eficaz num vasto campo de funções administrativas, em
vários tipos de organizações. SILVA (200, p.19).

Eficiência é operar de modo que os recursos sejam mais adequadamente utilizados. (Ênfase nos meios,
realização de tarefas, resolução de problemas, treinamento de funcionários).

Eficácia significa fazer as coisas certas, do modo certo, no tempo certo. (Ênfase nos resultados,
consecução dos objetivos, acerto na solução proposta, operações realizadas corretamente).

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA

O objetivo econômico das empresas é a maximização de seu valor de mercado, no entendimento da


administração financeira.

Os proprietários das empresas privadas esperam que seu investimento produza um retorno compatível
com o risco assumido, por meio de resultados econômicos e financeiros (lucro e caixa), permanentemente.

A geração permanente de lucro e caixa permite que uma empresa cumpra suas funções sociais, por meio
de geração de empregos, pagamento de impostos, treinamento de empregados, investimentos em
melhoria ambiental, etc.

De acordo com Noronha (1981, p.21), o objetivo principal da administração financeira é estudar as fontes
alternativas de recursos financeiros para a empresa, ao menor custo possível, bem como saldar os
compromissos financeiros assumidos.

A administração financeira é a fonte de informações necessárias ao planejamento dos investimentos; e


sua atribuição básica é a observação permanente dos aspectos de liquidez, solvência e lucratividade da
empresa, a fim de indicar sua posição financeira a qualquer instante.

Atividades empresariais:

1. De operações – relacionam-se com a compra e venda de mercadorias, compra de matérias-primas


e sua transformação, venda de produtos, prestação de serviços, armazenagem e distribuição.
Também se consideram atividades operacionais: planejamento estratégico, serviços jurídicos,
publicidade e controles financeiros diversos.
2. De investimentos – decisões de aplicações de recursos em caráter temporário ou permanente, para
dar suporte a atividades operacionais.
3. De financiamento – refletem os efeitos das decisões tomadas sobre a forma de financiamento das
operações e investimentos.

As atividades de operações existem em função do negócio da empresa e não é da competência do


administrador financeiro determinar como elas devem ser conduzidas. O administrador financeiro pode
contribuir com seus conhecimentos técnicos quanto à melhor forma de conduzir as atividades
operacionais. (Hoji, 2006, p.25).
PROF. MSC. ROSANE MARIA NEVES – CRA 1411
IFRS –FELIZ
ADMINISTRAÇÃO - FINANCEIRA

As funções típicas do administrador financeiro de uma empresa são:

a) análise, planejamento e controle financeiro – consiste em coordenar, monitorar e avaliar todas as


atividades da empresa, por meio de relatórios financeiros, bem como participar ativamente das decisões
estratégicas, para alavancar as operações;

b) tomadas de decisões de investimentos – destinação dos recursos financeiros para aplicação em ativos
correntes e não correntes, considerando–se a relação adequada de risco e de retorno dos capitais
investidos; e

c) tomadas de decisões de financiamentos – considerando-se a combinação adequada dos


financiamentos, a curto e em longo prazo e a estrutura de capital.

O profissional de administração financeira recebe o apoio de profissionais especializados em tesouraria


(gerente financeiro – planejamento, controle e movimentação de recursos financeiros) e controladoria
(contador – planejamento, controle e análise das operações e investimentos).

Exemplo de estrutura da área de finanças: Hoji (2006, p.26)

FINANÇAS

TESOURARIA CONTROLADORIA

ADM. DE CAIXA CONTABILIDADE


FINANCEIRA

CRÉDITO E CONTAS
CONTABILIDADE
A RECEBER
DE CUSTOS

CONTAS A PAGAR
ORÇAMENTOS

CÂMBIO
ADM. DE
TRIBUTOS
PLANEJAMENTO
FINANCEIRO SISTEMAS DE
INFORMAÇÃO

O ensino tradicional de administração financeira enfatiza a maximização da riqueza do acionista, o


gerenciamento da estrutura de capital da empresa e o processo de fusões e incorporações, aplicável às
empresas de capital aberto. SANTOS (2001).

As maiores carências da pequena e média empresa se localizam nas funções de controladoria (custos,
preços e administração do lucro), além das vinculadas à tesouraria.

PROF. MSC. ROSANE MARIA NEVES – CRA 1411

Оценить