Вы находитесь на странице: 1из 23
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012

História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C

História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012

www.kennedyfernandes.com

Barreiras – Bahia

2012

História, Comandos e Exemplos práticos em Linguagem C www.kennedyfernandes.com Barreiras – Bahia 2012
A linguagem C é considerada por muitos como de médio nível, sendo a mais popular

A linguagem C é considerada por muitos como de médio nível, sendo a mais popular entre os programadores profissionais. Tal popularidade se justifica pelas qualidades atribuídas a linguagem, como:

Acesso fácil ao hardware;

Sintaxe estruturada, porém o seu aprendizado não traz dificuldade;

Códigos gerados mais enxutos e velozes, se comparados à outros compiladores.

2

aprendizado não traz dificuldade; • Códigos gerados mais enxutos e velozes, se comparados à outros compiladores.
1941 - 2011 • Em 1960, Dennis Ritchie passou a trabalhar como programador na companhia

1941 - 2011

1941 - 2011 • Em 1960, Dennis Ritchie passou a trabalhar como programador na companhia Alcatel-

Em 1960, Dennis Ritchie passou a trabalhar como programador na companhia Alcatel- Lucent's Bell Labs;

Foi o pioneiro na programação de computadores;

Criou a Linguagem C (derivada da Linguagem B) em 1972 com sistema operacional UNIX;

Somente depois de um tempo foi criado um padrão ratificado como como ANSI X3.159-1989 “Pro-gram-ming Lan-guage C” ou, simplesmente, ANSI C.

3

foi criado um padrão ratificado como como ANSI X3.159-1989 “Pro-gram-ming Lan-guage C” ou, simplesmente, ANSI C.
printf - Imprime na tela scanf - Lê parâmetro digitado pelo usuário Exemplo 2.1: 4

printf - Imprime na tela

scanf - Lê parâmetro digitado pelo usuário

Exemplo 2.1:

printf - Imprime na tela scanf - Lê parâmetro digitado pelo usuário Exemplo 2.1: 4

4

printf - Imprime na tela scanf - Lê parâmetro digitado pelo usuário Exemplo 2.1: 4
A linguagem C tem a capacidade de importar bibliotecas, como foi feito nas duas primeiras

A linguagem C tem a capacidade de importar bibliotecas, como foi feito nas duas primeiras linhas do programa anterior. A biblioteca “stdio” é responsável pela entrada e saída de dados, enquanto “stdlib” possui funções relacionadas à alocação de memória e conversões. Inicialmente, utilizaremos essas duas bibliotecas sempre.

Exemplo 2.2:

à alocação de memória e conversões. Inicialmente, utilizaremos essas duas bibliotecas sempre. Exemplo 2.2: 5

5

à alocação de memória e conversões. Inicialmente, utilizaremos essas duas bibliotecas sempre. Exemplo 2.2: 5
Comandos como “printf”, “scanf” ou outros como “if” e “for”, devem, necessariamente, ser escritos em

Comandos como “printf”, “scanf” ou outros como “if” e “for”, devem, necessariamente, ser escritos em sua forma minúscula, pois a linguagem estudada é case sensitive, ou seja, diferencia minúsculas e maiúsculas. Exemplo 2.3:

seja, diferencia minúsculas e maiúsculas. Exemplo 2.3 : 1 – Bibliotecas 2 – C trabalha com

1 – Bibliotecas

2 – C trabalha com funções, main é a função principal, que não tem parâmetros e é do tipo inteiro, pois retorna um inteiro (zero).

3 – Strings são lidas dessa maneira

4 – “\n” é um recurso utilizado para saltar linhas e manter a organização do programa

6

são lidas dessa maneira 4 – “\n” é um recurso utilizado para saltar linhas e manter

É importante ficar atento à colocação de “;” aos finais de cada linha, do contrário, ao compilar o programa, será acusado um erro na linha posterior.

de “;” aos finais de cada linha, do contrário, ao compilar o programa, será acusado um

7

de “;” aos finais de cada linha, do contrário, ao compilar o programa, será acusado um
Código Corresponde à %d Inteiro %c Character %s String %f Float (ponto flutuante - real)
Código
Corresponde à
%d
Inteiro
%c
Character
%s
String
%f
Float (ponto flutuante - real)
Exemplo 2.4:
8
Código Corresponde à   + soma - subtração * produto / quociente % resto de

Código

Corresponde à

 

+

soma

-

subtração

*

produto

/

quociente

%

resto de quociente

>

maior que

>=

maior ou igual a

<

menor que

<=

menor ou igual a

==

equivalente

!=

diferente

&&

e (adição)

||

ou (alternância)

!

não

   

9

!= diferente && e (adição) || ou (alternância) ! não     9
Exemplo 3.1: Exemplos de aplicação desses operadores serão apresentados constantemente 10
Exemplo 3.1:
Exemplos de aplicação desses operadores serão apresentados constantemente
10
O comando “if” representa uma circunstância, uma condição. Para complementá-lo existe o “else” que corresponde
O comando “if” representa uma circunstância, uma condição. Para complementá-lo existe o “else” que corresponde

O comando “if” representa uma circunstância, uma condição. Para complementá-lo existe o “else” que corresponde ao contrário da circunstância apontada anteriormente.

Exemplo 4.1:

existe o “else” que corresponde ao contrário da circunstância apontada anteriormente. Exemplo 4.1: 11

11

existe o “else” que corresponde ao contrário da circunstância apontada anteriormente. Exemplo 4.1: 11

O código anterior poderia ser escrito, sem nenhum prejuízo, da seguinte forma:

Exemplo 4.2:

O código anterior poderia ser escrito, sem nenhum prejuízo, da seguinte forma: Exemplo 4.2: 12

12

O código anterior poderia ser escrito, sem nenhum prejuízo, da seguinte forma: Exemplo 4.2: 12

Exemplo 4.3:

Exemplo 4.3: 13

13

Exemplo 4.3: 13

1 – Foi incluída uma nova biblioteca: “math”, a partir da qual permite- se usar funções para calcular potência, raiz quadrada, funções trigonométricas, entre outras.

2 – Cálculo de potência que se torna possível devido á inclusão da biblioteca citada anteriormente.

Exemplo 4.3.1:

14
14
– Cálculo de potência que se torna possível devido á inclusão da biblioteca citada anteriormente. Exemplo
Função Código Cosseno (x) cos (x) Seno (x) sin (x) Tangente (x) tan (x) Arc

Função

Código

Cosseno (x)

cos (x)

Seno (x)

sin (x)

Tangente (x)

tan (x)

Arc Seno (z)

asin (z)

Arc Cosseno (z)

acos (z)

Arc Tangente (z)

atan (z)

Raiz Quadrada (y)

sqrt (y)

z

y

pow(z,y)

É importante ressaltar que os valores de x devem ser fornecidos em radianos.

15

(y) sqrt (y) z y pow(z,y) É importante ressaltar que os valores de x devem ser
O comando “for” permite loops de repetição. Será muito útil no estudo de matrizes e

O comando “for” permite loops de repetição. Será muito útil no estudo de matrizes e vetores.

Exemplo 5.1:

O comando “for” permite loops de repetição. Será muito útil no estudo de matrizes e vetores.

16

O comando “for” permite loops de repetição. Será muito útil no estudo de matrizes e vetores.

Exemplo 5.2:

Exemplo 5.2: 1 – A linguagem C trabalha com um sistema de verdadeiro-falso, onde tudo que

1 – A linguagem C trabalha com um sistema de verdadeiro-falso, onde tudo que é diferente de 0, é admitido como verdadeiro. Inicialmente, como não se sabe se haverão múltiplos de “num”, “existe” é falso, logo, lhe é atribuído o valor 0. 2 – Se essa condição foi satisfeita, pelo menos uma vez, “existe” se torna verdadeiro e recebe o valor 1. 3- Como dito anteriormente, “!” representa negação. Portanto, se “existe” for falso(ou seja, igual a 0), a condição é satisfeita

17

“!” representa negação. Portanto, se “existe” for falso (ou seja, igual a 0), a condição é
O comando “while” permite loops de repetição enquanto uma circunstância for satisfeita. Exemplo 6.1: 18
O comando “while” permite loops de repetição enquanto uma
circunstância for satisfeita.
Exemplo 6.1:
18

Exemplo 6.2:

Exemplo 6.2: 1 – A maneira adequada de se comparar ou atribuir algum caracter a uma

1 – A maneira adequada de se comparar ou atribuir algum caracter a uma variável é com aspas simples. 2 – Função que limpa o buffer do teclado.

19

comparar ou atribuir algum caracter a uma variável é com aspas simples. 2 – Função que

Sem o artifício “fflush(stdin)”, pode ocorrer o seguinte problema:

Sem o artifício “fflush(stdin)”, pode ocorrer o seguinte problema: 20

20

Sem o artifício “fflush(stdin)”, pode ocorrer o seguinte problema: 20

Tal situação também pode ser evitada, colocando um espaçamento como indicado abaixo:

ser evitada, colocando um espaçamento como indicado abaixo: 1 – Comentários no código, devem ser dispostos

1 – Comentários no código, devem ser dispostos da seguinte forma:

/*COMENTÁRIO*/

2 – O espaço citado anteriormente deve se localizar entre a aspa e o símbolo “%”

21

forma: /*COMENTÁRIO*/ 2 – O espaço citado anteriormente deve se localizar entre a aspa e o
A diferença entre este e o comando anterior, é que o “do while” executa o
A diferença entre este e o comando anterior, é que o “do while” executa o

A diferença entre este e o comando anterior, é que o “do while” executa o que está no laço pelo menos uma vez.

Exemplo 7.1:

entre este e o comando anterior, é que o “do while” executa o que está no

22

entre este e o comando anterior, é que o “do while” executa o que está no

Exemplo 7.2:

Exemplo 7.2: 23

23

Exemplo 7.2: 23