Вы находитесь на странице: 1из 49
Universidade Salvador – UNIFACS Probabilidade e Estatística Elizabete Pinto 2013.1
Universidade Salvador – UNIFACS
Probabilidade e Estatística
Elizabete Pinto
2013.1
Probabilidade Estatística • Avaliação Avaliações Pesos Valor Datas I Unidade – Dupla 3 3 19/03
Probabilidade Estatística
Avaliação
Avaliações
Pesos
Valor
Datas
I Unidade – Dupla
3
3
19/03
I Unidade – Individual
7
16/04
Segunda Chamada P1
30/04
II
Unidade – Dupla
3
3
21/05
II
Unidade – Individual
7
18/06
Segunda Chamada P2
25/06
Projeto Interdisciplinar
1
10
-
III Unidade - Individual
3
10
09/07
Probabilidade e Estatística A Estatística Ciência que trata do delineamento, coletas, organização, sumarização,
Probabilidade e Estatística
A Estatística
Ciência que trata do delineamento, coletas,
organização, sumarização, apresentação e análise de
dados, bem como, na obtenção de conclusões
válidas e tomada de decisões em diversos campos, a
saber, engenharias, campo da saúde, biologia,
biofísica, administração etc.
Probabilidade e Estatística Etapas do Planejamento de uma Pesquisa
Probabilidade e Estatística
Etapas do Planejamento de uma Pesquisa
Probabilidade e Estatística Por que o profissional necessita do conhecimento estatístico
Probabilidade e Estatística
Por que o profissional necessita do
conhecimento estatístico
Probabilidade e Estatística Por que estudar estatística? Apresentar e descrever informações de forma apropriada;
Probabilidade e Estatística
Por que estudar estatística?
Apresentar e descrever informações de forma apropriada;
Tirar conclusões a partir de grandes populações, com
base somente na informação obtida a partir de amostras;
Melhorar os processos;
Obter previsões confiáveis;
Métodos estatísticos são essenciais no estudo de
situações em que os fatores de interesse apresentam
grande variabilidade.
Probabilidade e Estatística Esquema da Estatística A essência de uma análise estatística é tirar conclusões
Probabilidade e Estatística
Esquema da Estatística
A essência de uma análise estatística é tirar conclusões sobre
uma população, ou universo, com base em uma amostra de
observações. (BARBETA, 2010)
Probabilidade e Estatística Conceitos fundamentais População Amostra Amostragem Parâmetro Estatística
Probabilidade e Estatística
Conceitos fundamentais
População
Amostra
Amostragem
Parâmetro
Estatística
Probabilidade e Estatística Conceitos fundamentais População Conjunto de elementos que apresentam pelo menos uma
Probabilidade e Estatística
Conceitos fundamentais
População
Conjunto de elementos que apresentam pelo menos
uma característica (observável) comum cujo
comportamento interessa-nos analisar.
Probabilidade e Estatística Conceitos fundamentais EX. População e característica de interesse Deseja-se saber se
Probabilidade e Estatística
Conceitos fundamentais
EX. População e característica de interesse
Deseja-se saber se nas indústrias situadas no Estado
da Bahia, em 1997, existia algum tipo de controle
ambiental.
Probabilidade e Estatística Conceitos fundamentais Amostra Qualquer subconjunto finito de elementos extraídos da
Probabilidade e Estatística
Conceitos fundamentais
Amostra
Qualquer subconjunto finito de elementos extraídos
da população, em geral com dimensão
sensivelmente menor, sobre o qual se faz as
observações.
Probabilidade e Estatística Conceitos fundamentais Amostragem É o processo de escolha da amostra. É a
Probabilidade e Estatística
Conceitos fundamentais
Amostragem
É o processo de escolha da amostra.
É a parte inicial de qualquer estudo estatístico;
consiste na escolha criteriosa dos elementos a serem
submetidos ao estudo.
Probabilidade e Estatística Conceitos fundamentais Parâmetro Uma medida que descreve certa característica dos
Probabilidade e Estatística
Conceitos fundamentais
Parâmetro
Uma medida que descreve certa característica dos
elementos da população.
Estatística
Uma medida que descreve certa característica dos
elementos da amostra.
Probabilidade e Estatística Como as informações provêm de um conjunto menor que a população, cometem-se
Probabilidade e Estatística
Como as informações provêm de um conjunto
menor que a população, cometem-se erros ao se
fazer uma inferência.
Esses erros são quantificados por um valor numérico,
denominado probabilidade.
O erro mencionado neste contexto não deve ser
confundido com engano, erro de mensuração. É
conseqüência inevitável da tentativa de
generalizações ou da flutuação de amostra para
amostra.
Probabilidade e Estatística Tipos de Erros Existem dois tipos de erros: Amostral e não amostral
Probabilidade e Estatística
Tipos de Erros
Existem dois tipos de erros: Amostral e não amostral
• Erro amostral
Probabilidade e Estatística Tipos de Erros • Erro não amostral
Probabilidade e Estatística
Tipos de Erros
• Erro não amostral
Probabilidade e Estatística Grandes áreas da Estatística Estatística Descritiva coleta de dados, organização,
Probabilidade e Estatística
Grandes áreas da Estatística
Estatística Descritiva
coleta de dados, organização, apresentação e
sintetização dos dados
Estatística Inferencial
consiste em inferir (deduzir ou tirar conclusões) a
respeito das propriedades de um universo a partir de
uma amostra.
Probabilidade e Estatística A n áli se E xp orat l ó i r a
Probabilidade e Estatística
A
n áli
se
E
xp orat
l
ó i
r a
d
os
D
a
d
os
Probabilidade e Estatística Classificação de Variáveis • As características da população são comumente
Probabilidade e Estatística
Classificação de Variáveis
• As características da população são comumente
chamadas de variáveis. Estas, quanto à sua
natureza, são classificadas como qualitativas e
quantitativas.
Probabilidade e Estatística Variáveis qualitativas Se os resultados das observações serão expressos através de
Probabilidade e Estatística
Variáveis qualitativas
Se os resultados das observações serão expressos
através de categorias, que se distinguem por alguma
característica não-numérica.
Variáveis quantitativas
Se os resultados das observações serão expressos
sempre através de números, que representam contagens
ou medidas.
Probabilidade e Estatística As variáveis qualitativas podem ser classificadas em: Nominal Caracteriza-se por dados
Probabilidade e Estatística
As variáveis qualitativas podem ser classificadas em:
Nominal
Caracteriza-se por dados que consistem apenas em
nomes, rótulos ou categorias. Os dados não são
dispostos segundo uma ordem.
Ordinal
Envolve dados que podem ser dispostos em alguma
ordem, mas as diferenças entre os valores dos dados
não tem sentido.
Probabilidade e Estatística As variáveis qualitativas podem ser classificadas em: Nominal Ex.: sexo, naturalidade,
Probabilidade e Estatística
As variáveis qualitativas podem ser classificadas em:
Nominal
Ex.: sexo, naturalidade, cor dos olhos, disciplinas do
curso.
Ordinal
Ex.:
escolaridade
do
chefe
da
familia,
classe
social,
conceito de nota (A, B e C).
Probabilidade e Estatística As variáveis quantitativas podem ser classificadas em: Discreta Quando os resultados
Probabilidade e Estatística
As variáveis quantitativas podem ser classificadas em:
Discreta
Quando os resultados possíveis da observação formam
um conjunto finito ou infinito enumerável de números e
que resultam, frequentemente de uma contagem.
Contínua
Pode assumir qualquer valor pertencente a um
determinado intervalo do conjunto dos números reais e
que resultam, normalmente, de uma mensuração
(medição).
Probabilidade e Estatística As variáveis quantitativas podem ser classificadas em: Discreta Ex.: número de
Probabilidade e Estatística
As variáveis quantitativas podem ser classificadas em:
Discreta
Ex.: número de estudantes na disciplina de probabilidade
e estatística; número de aprovados numa disciplina.
Contínua
Ex.: medidas de tempo; altura,peso,
Probabilidade e Estatística Coleta e Armazenamento de dados Os dados estatísticos podem ser obtidos de
Probabilidade e Estatística
Coleta e Armazenamento de dados
Os dados estatísticos podem ser obtidos de duas
maneiras. Dados Primários ou Secundários.
As coletas de dados, geralmente, são feitas através
do preenchimento de fichas pelo pesquisador e/ou
através de resposta a questionários.
Alguns dados são coletados através de medições e
avaliações. Depois de coletados, os dados devem ser
armazenados e sistematizados numa planilha de
dados.
Probabilidade e Estatística Coleta e Armazenamento de dados (Exemplo extraído - BARBETA,2010)
Probabilidade e Estatística
Coleta e Armazenamento de dados
(Exemplo extraído - BARBETA,2010)
Probabilidade e Estatística Apresentação dos dados Dado brutos: são aqueles que ainda não sofreram qualquer
Probabilidade e Estatística
Apresentação dos dados
Dado brutos: são aqueles que ainda não sofreram
qualquer processo de síntese ou análise.
Forma de apresentação do dados:
Tabela
Gráfico
Probabilidade e Estatística Apresentação dos dados - Tabelas Séries Estatísticas Consiste no agrupamento dos dados
Probabilidade e Estatística
Apresentação dos dados - Tabelas
Séries Estatísticas
Consiste no agrupamento dos dados estatísticos
em tabelas.
É o resultado de um levantamento de dados sobre um
fenômeno ou variável e são classificadas de acordo
com a variação de três elementos: tempo, local e o
fato. São elas:
Probabilidade e Estatística Apresentação dos dados - Tabelas Série Histórica – O elemento que serve
Probabilidade e Estatística
Apresentação dos dados - Tabelas
Série Histórica – O elemento que serve como base de
classificação é a fração do tempo, como o dia, o mês,
o ano o século etc
,
,
.
Probabilidade e Estatística Série Geográfica – Apresenta como elemento variável somente o local. Série
Probabilidade e Estatística
Série Geográfica – Apresenta como elemento variável
somente o local.
Série
Específica
Apresenta
como
elemento
ou
caráter variável o fato (ou espécie).
Probabilidade e Estatística Série Mista – Combinações dos tipos de séries citados anteriormente.
Probabilidade e Estatística
Série
Mista
Combinações
dos
tipos
de
séries
citados anteriormente.
Probabilidade e Estatística Apresentação Tabular das Séries Estatísticas Dispõe os dados de uma forma ordenada
Probabilidade e Estatística
Apresentação Tabular das Séries Estatísticas
Dispõe os
dados de uma forma ordenada e
resumida, facilitando a compreensão das
conclusões da análise apresentadas ao leitor.
Uma tabela é constituída dos seguintes elementos:
Título (O quê? Quando? Onde?)
Corpo da tabela
Cabeçalho
Coluna indicadora
Fonte
Probabilidade e Estatística Apresentação Tabular das Séries Estatísticas
Probabilidade e Estatística
Apresentação Tabular das Séries Estatísticas
Probabilidade e Estatística Recomendações para construção de tabelas • Deve ser suficientemente completa para
Probabilidade e Estatística
Recomendações para construção de tabelas
• Deve
ser
suficientemente
completa
para
ser
entendida, dispensando consulta ao texto;
• Conter
somente
os
dados
necessários
ao
seu
entendimento;
• Ser estruturada da forma mais simples e objetiva;
• Apresentar dados, unidades e símbolos consistentes
com o texto.
• Uniformidade com o número de casas decimais
• Não analise a tabela descrevendo-a, mas sim
comentando as principais tendências sugeridas pelos
dados.
Probabilidade e Estatística Distribuição de Frequência Distribuição de freqüência é uma tabela resumida na
Probabilidade e Estatística
Distribuição de Frequência
Distribuição de freqüência é uma tabela resumida na
qual os dados são organizados em grupos de classe
ou categorias convenientemente estabelecidas e
numericamente ordenadas.
A construção da distribuição de freqüência depende
do tipo de dado
Probabilidade e Estatística Distribuição de Frequencia – Variáveis Qualitativas
Probabilidade e Estatística
Distribuição de Frequencia – Variáveis Qualitativas
Probabilidade e Estatística Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas Dado Discreto Consideremos os
Probabilidade e Estatística
Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas
Dado Discreto
Consideremos os seguintes dados relativos ao número
de acidentes diários em um grande estacionamento,
durante o período de 50 dias.
1
6
3
6
2
4
5
3
7
9
5
4
5
3
4
5
6
0
8
4
4
1
9
5
7
5
5
4
5
8
4
5
3
2
6
7
4
3
1
4
0
0
5
4
2
6
6
2
8
7
Probabilidade e Estatística Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas Dado Discreto Tabela –
Probabilidade e Estatística
Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas
Dado Discreto
Tabela – Distribuição de frequência do numero de acidente diário de um
grande estacionamento, num período de 50 dias.
N de acidentes
Frequência Absoluta
Frequência Relativa (% )
0
3
6,0
1
3
6,0
2
4
8,0
3
5
10,0
4
10
20,0
5
10
20,0
6
6
12,0
7
4
8,0
8
3
6,0
9
2
4,0
Total
50
100,0
Probabilidade e Estatística Distribuição de Frequência – Variáveis Quantitativas Dado Contínuo Os dados a
Probabilidade e Estatística
Distribuição de Frequência – Variáveis Quantitativas
Dado Contínuo
Os dados a seguir representam o tempo (em minutos)
que 45 operadores de máquina demoraram para fazer o
setup de uma máquina.
6,5
4,0
7,1
8,3
5,4
7,6
9,0
15,7
16,7
6,4
5,0
8,5
5,7
7,7
7,2
12,4
7,1
5,5
9,7
4,4
7,0
6,3
8,3
6,9
5,7
7,6
7,9
7,9
6,0
8,2
10,4
9,9
3,9
9,8
8,2
5,6
7,9
6,4
7,4
7,0
13,0
8,7
6,4
6,7
7,4
Probabilidade e Estatística Os valores não são apresentados individualizados, mas sim em intervalos de valores
Probabilidade e Estatística
Os valores não são apresentados individualizados, mas
sim em intervalos de valores agrupados em um
determinado número de classes.
Determinação do número de classes
Não existe uma fórmula
exata para o cálculo. Seja
n
o
tamanho da amostra selecionada. Existem alternativas:
Para n ≤ 25, k = 5 e para n > 25,
k =
n
Alguns autores sugerem a regra de Sturges ou regra do
logaritmo.
k = 1 + 3,3 log
10 n
Probabilidade e Estatística Os principais estágios são: 1. Estabelecer a quantidade de classes ou intervalos
Probabilidade e Estatística
Os principais estágios são:
1. Estabelecer a quantidade de classes ou intervalos de
grupamento dos dados.
2. Determinar a amplitude das classes.
3. Enquadrar os dados nas classes, mediante contagem e
apresentar os resultados em uma tabela ou gráfico
Probabilidade e Estatística Amplitude Total (At) É a diferença observado. entre o maior valor e
Probabilidade e Estatística
Amplitude Total (At)
É a diferença
observado.
entre o maior
valor
e
o menor
valor
At
= x
x
max
min
Número de classes (k)
Representa o total de classes da variável.
Amplitude da classe (h)
É a divisão inteira entre a amplitude total e o número
de classes,
At
h =
k
Probabilidade e Estatística Ponto médio da classe (m) Corresponde ao valor que se encontra no
Probabilidade e Estatística
Ponto médio da classe (m)
Corresponde ao valor que se encontra no centro do
intervalo de classe,
1
m
=
l
+
h
;
i
=
1, 2
K
,
k
i
i
i
2
Etapas para construção de tabelas de frequências para dados
agrupados em classes
Encontrar o mínimo (menor valor) e máximo (maior valor) do
conjunto de dados;
Probabilidade e Estatística Etapas para construção de tabelas de frequências para dados agrupados em classes
Probabilidade e Estatística
Etapas para construção de tabelas de frequências para dados
agrupados em classes
• Escolher um número de sub-intervalos ou classes, preferencialmente
de igual tamanho (amplitude), que englobem todos os dados sem
haver superposição dos intervalos. Os extremos dos intervalos são
conhecidos como limites de classes;
• Contar o número de elementos que pertencem a cada classe; este
número é denominado frequência absoluta simples;
• Determinar a frequência relativa simples de cada classe, dividindo-se
a frequência absoluta simples da classe pelo número total de
observações.
Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas Dado Contínuo Os dados a seguir representam o tempo
Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas
Dado Contínuo
Os dados a seguir representam o tempo (em minutos)
que 45 operadores de máquina demoraram para fazer o
setup de uma máquina.
3,9
4,0
4,4
5,0
5,4
5,5
5,6
5,7
5,7
6,0
6,3
6,4
6,4
6,4
6,5
6,7
6,9
7,0
7,0
7,1
7,1
7,2
7,4
7,4
7,6
7,6
7,7
7,9
7,9
7,9
8,2
8,2
8,3
8,3
8,5
8,7
9,0
9,7
9,8
9,9
10,4
12,4 13,0 15,7 16,7
Probabilidade e Estatística Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas Dado Contínuo Tabela – Tempo
Probabilidade e Estatística
Distribuição de Frequencia – Variáveis Quantitativas
Dado Contínuo
Tabela – Tempo (mim) que operadores de máquina demoraram para fazer o
setup de uma máquina
Frequência
Frequência
Frequência
Tem o em mim
p
Relativa (%)
Acumula da
Simples (fi)
(fri)
(Fi)
Freq Relativa
Acumulada
Proporção (%)
(Fri)
3
| 5
4
8,9
4
8,9
5
| 7
15
33,3
19
42,2
7
| 9
18
40,0
37
82,2
9
| 11
4
8,9
41
91,1
11
| 13
2
4,4
43
95,4
13
| 15
0
0
43
95,4
15
| 17
2
4,4
45
100,0
TOTAL
45 100,0
-
Fonte: Fictícia
Aplicação Segundo o colegiado do curso de Estatística, no semestre 2008.2, a situação dos alunos
Aplicação
Segundo o colegiado do curso de Estatística, no semestre 2008.2, a
situação dos alunos do curso de Engenharia Civil ao final do
semestre na disciplina de Estatística foi a seguinte: dos 88 alunos
matriculados, 36 foram aprovados e desses, 34 faziam a disciplina
pela primeira vez e os demais eram repetentes. Houve 15
trancamentos, sendo que nenhum aluno repetente trancou a
disciplina. Apenas 16 alunos foram reprovados, sendo que destes
apenas um era repetente. Porém, 19 alunos iniciantes
abandonaram a disciplina enquanto que apenas 2 repetentes
seguiram a mesma conduta. Sabendo-se que a fonte destes dados é
fictícia, pede-se:
a. Faça uma tabela que resuma a situação exposta acima.
Aplicação Uma amostra de transdutores de temperatura de um determinado tipo são enviados em lotes
Aplicação
Uma amostra de transdutores de temperatura de um
determinado tipo são enviados em lotes de 50. Uma amostra
de 60 lotes foi selecionada e o numero de transdutores fora das
especificações em cada lote foi determinado, resultando nos
dados seguintes:
2
3
1
2
3
2
5
2
4
3
1
2
3
3
1
3
1
3
2
3
2
0
2
0
1
2
3
2
1
6
4
5
4
4
3
2
1
1
6
1
0
3
7
2
4
8
5
0
0
2
1
3
0
1
1
4
0
6
3
3
Aplicação 0 0 0 0 0 0 0 1 1 1 1 1 1 1
Aplicação
0
0
0
0
0
0
0
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
1
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
2
3
3
3
3
3
3
3
3
3
3
3
3
3
3
4
4
4
4
4
4
5
5
5
6
6
6
7
8
a. Identifique a variável estudada e dê a sua classificação;
b. Determine a distribuição de frequência;
c. Que proporção de lotes na amostra possui no máximo cinco transdutores
fora das especificações? Que proporção tem menos de cinco? Que
proporção possui no mínimo cinco unidades fora das especificações?