Вы находитесь на странице: 1из 30

prof.geo.fernando@sapo.

pt
http://geoclick.blogspot.com/
Simbologia:

Afirmação Saber mais

Questão Apontamentos
Na rota certa…
Obstáculos ao
desenvolvimento…
… são vários os factores
(históricos, demográficos,
naturais, económicos…) que
explicam a situação de
pobreza e o fraco
desenvolvimento de muitos
países do Mundo…
O passado colonial…
Muitos PED sofreram a colonização por
parte de países da Europa, tendo os seus
recursos naturais e a mão-
mão-de-
de-obra sido
explorados em função dos interesses
europeus e não das populações locais. Após
a (tardia) descolonização
descolonização,, estes países
depararam--se com uma estrutura
depararam
económica frágil (com o predomínio da
agricultura de subsistência, incapaz de
abastecer o mercado interno), com
carência de quadros técnicos e falta de
infra--estruturas
infra estruturas.. A ausência de indústrias
tornou--os muito dependentes do exterior.
tornou
Presentemente, as desigualdades sociais,
sociais, as
ditaduras e a instabilidade política e os
Doc. 1 – A independência dos países africanos conflitos armados reduzem as suas
potencialidades de desenvolvimento.
INDICAR, com base no Doc. 1 a data de independência dos PALOP.
DESCOBRIR qual foi o último país africano a tornar-
tornar-se independente.
Doc. 2

CRITICAR os efeitos da colonização.


As catástrofes naturais…
De um modo geral, os PED são mais vulneráveis às catástrofes naturais,
naturais, porque os meios
financeiros e técnicos de que dispõem para efectuar a prevenção das catástrofes, o
salvamento de vidas e a reconstrução das infra-
infra-estruturas são inferiores aos dos PD.
PD. É
por isso que furacões, sismos, tsunamis, inundações e secas
secas,, catástrofes muito comuns
nos PED, têm um grande impacto sobre a sua economia.

• DESCREVER, com base


no Doc. 3, a distribuição
geográfica dos sismos.
• JUSTIFICAR o elevado
n.º de mortes provocadas
pelos sismos nos países
mais afectados.
• ENUMERAR, com base
no Doc. 4, as catástrofes
com maior impacto
Doc. 4 – O impacto económico das principais catástrofes na económico na América
América Central e Caraíbas , em 2004/0505 (milhões de dólares)
Central e Caraíbas.
Doc. 3 – O sismo mais mortífero de cada ano, entre 1995 e 2006
O crescimento demográfico…
Os PED são os principais
responsáveis pela explosão
demográfica a nível
mundial e, de um modo
geral, ainda têm elevadas
taxas de crescimento
natural devido à influência
de determinados factores
sobre a natalidade, tais
como:
• o desconhecimento do
planeamento familiar e dos
métodos contraceptivos;
• a desvalorização social da
mulher;
Doc. 5 – Evolução da população nos dois lados do mundo, entre 1950 e 2050 (previsão),
• a precocidade do casamento…
e a distribuição geográfica da taxa de crescimento natural (TCN), em 2006

COMPARAR a evolução da população nos PD com a dos PED.


Nos PED onde o ritmo de crescimento demográfico é mais acentuado e, simultaneamente,
existe recessão ou estagnação económica,
económica, assiste-
assiste-se ao agravamento de problemas como:
• a pobreza
pobreza,, o crescimento dos bairros de lata e o aumento da criminalidade e instabilidade social;
social;
• a subnutrição
subnutrição,, pois o crescimento da população agrava as carências alimentares;
• o difícil acesso à educação,
educação, devido à insuficiência de escolas e professores, mas também à necessidade
que os pais têm dos filhos trabalharem;
• a falta de cuidados de saúde,
saúde, o que acaba por se reflectir na dificuldade em controlar o HIV/SIDA, a
malária, a tuberculose e outras doenças e ainda nas elevadas taxas de mortalidade infantil.
infantil.

• ENUMERAR as principais
conclusões a retirar da análise
do Doc. 6.

Doc. 6 – Mortalidade de crianças menores de cinco anos, • JUSTIFICAR os contrastes


na África Subsariana representados no Doc. 7.

Doc. 7 – Viver uma vida curta ou longa


depende muito do país onde se nasce
O défice democrático…
A proporção de países com sistemas políticos democráticos tem vindo a aumentar, no
entanto, ainda existem muitos com regimes de partido único,
único, militares ou ditatoriais
ditatoriais,,
sendo comum o desrespeito pelos direitos humanos e pela liberdade de imprensa,
imprensa, a
corrupção,, o desvio de capitais e o favorecimento das classes dirigentes.
corrupção dirigentes. Os protestos da
população desencadeiam, normalmente, confrontos e instabilidade política e social,
social, o que
acaba por prejudicar o desenvolvimento desses países.

• DESCREVER, com base no


Doc. 18 a distribuição
geográfica dos países «sem
liberdade política».

Doc. 8 – A liberdade
no mundo
Os conflitos armados…
Embora se assista a uma diminuição dos conflitos armados no mundo desde 1990, os
PED, sobretudo os da África Subsariana,
Subsariana, Médio Oriente e Ásia Meridional,
Meridional, continuam a
ser muito afectados. Destruição de infra-
infra-estruturas
estruturas,, refugiados e vítimas mortais,
mortais,
despesas em armamento e recrutamento de crianças como soldados são alguns dos
principais custos associados aos conflitos armados.

• COMPARAR a despesa
pública com a saúde e a
despesa militar (% do PIB),
em Portugal e em Angola.

Doc. 9 – Despesa pública com a


saúde e a despesa militar em alguns
países, em 2004
O comércio internacional…
O comércio mundial beneficia os PD.
PD. No entanto, a composição das exportações dos PED
mudou muito ao longo das últimas décadas e, actualmente, são os produtos manufacturados
que representam 70% do valor das suas exportações,
exportações, o que se deve em grande medida à
industrialização da Ásia Oriental e Meridional.
Meridional. Contudo, a maioria dos países da América
Latina e Caraíbas,
Caraíbas, África e Médio Oriente ainda continua muito dependente da
exploração/exportação de produtos primários,
primários, de origem agrícola ou mineral.

Doc. 10 – Desigualdades na
composição (ou estrutura) das
exportações e importações, em 2005
A transformação dos produtos primários necessita de tecnologia e de capital que os PED
não possuem.
possuem. São os PD que possuem tais recursos.
recursos.
Esta vantagem permite aos PD estabelecer os preços dos produtos que importam e o
preço dos produtos que exportam e, deste modo, controlar o comércio mundial.
mundial.

Doc. 11 – Circuito das relações


comerciais entre os PD e os PED
São várias as razões para a dependência comercial dos PED,
PED, entre as quais:
• o desenvolvimento tecnológico tem permitido aos PD a produção de materiais sintéticos
substitutos de produtos naturais provenientes dos PED. Esta substituição é responsável
pela diminuição de algumas exportações dos PED.
PED. Por exemplo, o cobre, muito utilizado
nas telecomunicações, é substituído por fibras ópticas;
• os preços dos produtos importados (manufacturados ou industriais) são cada vez mais
elevados,, contribuindo para a degradação dos termos de troca,
elevados troca, provocando balanças
comerciais negativas e endividamento externo progressivo e, consequentemente, uma
incapacidade em acumular capital necessário para o seu desenvolvimento;

Doc. 12

Doc. 13 – A degradação dos termos


de troca num país de África
• muitos PED,
PED, especialmente da África Subsariana, dependem de um pequeno número de
produtos agrícolas/minerais,
agrícolas/minerais, pelo que para manterem os níveis de rendimentos
constantes (das exportações) e contrariar a degradação dos termos de troca,
troca, aumentam a
produção.. No entanto, mais oferta vai saturar os mercados e acabar por significar novas
produção
descidas de preços e, consequentemente, agravar ainda mais os termos de troca.

Doc. 15 – Evolução dos preços dos produtos


primários entre 1980 e 2004

Doc. 14 – Dependência comercial em África


Doc. 16
A participação dos PED mais pobres no
comércio internacional também tem sido
prejudicada pela:
• atribuição de subsídios agrícolas nos países
desenvolvidos, sobretudo na União Europeia e
EUA,, que contribuíram para a descida do
EUA
preço de alguns produtos nos mercados
internacionais (açúcar, algodão, arroz, entre
outros);
• cobrança de direitos aduaneiros (ou taxas
alfandegárias) sobre as exportações dos
países em desenvolvimento mais pobres, em
média mais altos do que os aplicados no
Doc. 17 comércio entre países desenvolvidos.
desenvolvidos.

A partir de 2004,
2004, o aumento da procura mundial de produtos primários,
primários, sobretudo
devido ao crescimento económico na China e na Índia,
Índia, e a instabilidade política no
Iraque,, com reflexos directos na subida dos preços do petróleo, têm desencadeado uma
Iraque
subida de preços da maioria dos produtos primários.
primários. A manter-
manter-se esta tendência, alguns
PED mais dependentes da exportação de produtos primários terão, finalmente, uma
oportunidade de melhorar a sua situação económica.
A instalação de multinacionais…
Uma multinacional é uma empresa que se fixa e produz em mais do que um país. O
termo multinacional está a cair em desuso, sendo estas empresas, cada vez mais,
conhecidas por transnacionais (ETN
ETN)) – na realidade, têm a sua sede num dado país e
actuam noutros. As ETN controlam todo o processo produtivo e comercial,
comercial, o qual se
estende desde o preço da matéria-
matéria-prima ao preço do produto final
final..
Doc. 18 – Localização
das sedes das maiores
transnacionais do mundo,
em 2005

• IDENTIFICAR, no
Doc. 18, as três (3)
regiões em que se
localizam mais sedes
de transnacionais.
De um modo geral, todos os países concorrem entre si para atrair ETN porque
representam a criação de emprego,
emprego, o aumento do investimento estrangeiro e a
transferência de tecnologia.
tecnologia. Porém, o balanço entre as vantagens e os inconvenientes
associados a estas empresas é controverso.
Doc. 19
A dívida externa…
A dívida externa está
presente em quase todos os
países, sendo eles muito ou
pouco desenvolvidos. O
problema surge quando os
devedores são países em
desenvolvimento e, como tal,
necessitam de realizar
investimentos em vários
sectores (educação, saúde,
etc.), mas não o podem fazer
como deviam, porque uma
parte significativa dos seus
capitais se destina ao
pagamento da dívida externa
(empréstimos e juros).
Doc. 20 – Comparação entre a despesa pública com a saúde e a educação e o
serviço da dívida em alguns Países Pobres Muito Endividados (PPME), em 2004/2005
Foi a ocupação das ilhas Canárias
pelos portugueses, no princípio do
século XIV, que iniciou a colonização
europeia em África.
Com a Conferência de Berlim (1884-
(1884-1885), o
território africano foi dividido entre a
Inglaterra, a França, a Alemanha, a Bélgica, a
Itália, a Espanha e Portugal. Os únicos países
que não se tornaram colónias europeias
foram a Etiópia, que apenas foi invadida pela
Itália, no período entre 1935 e 1941, e a
Libéria, que tinha sido recentemente formada
por escravos libertos dos EUA.
Doc. 21 – Sismicidade e vulcanismo no mundo
Doc. 22 – Relação
população/recursos nos países
em desenvolvimento (PED)
O elevado crescimento
demográfico não é
acompanhado da
produção dos recursos,
recursos,
que se tornam
insuficientes para
satisfazer as
necessidades da
população, dada a
debilidade das
actividades económicas.
económicas.
prof.geo.fernando@sapo.pt
http://geoclick.blogspot.com/