Вы находитесь на странице: 1из 57
SMS SMS Secretaria Municipal Secretaria Municipal dada Saúde Saúde Coordenadoria Coordenadoria dede Controle, Controle, Regulação Regulação
SMS SMS
Secretaria Municipal
Secretaria Municipal
dada Saúde
Saúde
Coordenadoria
Coordenadoria dede Controle,
Controle,
Regulação
Regulação ee Avaliação
Avaliação
Regulação
Regulação
OO que
que éé ??
Para Para que serve ??
que serve

AAggêênc

nciias

as RRegu

egullaaddoras

oras

AAggêênc nciias as RRegu egullaaddoras oras

Regular::

Regular

““ Sujeitar

Sujeitar as as regras

regras;; dirigir;

dirigir; regrar;

regrar; encaminhar

encaminhar

conforme aa lei lei;; esclarecer

conforme

esclarecer ee ffacilitar

acilitar por

por meio meio de de

disposições;; regulamentar;

disposições

regulamentar; estabelecer

estabelecer regras

regras para para;;

regularizar estabelecer ordem,

regularizar;; estabelecer

ordem, parcimônia

parcimônia;; acertar

acertar;;

comparar;; estar estar conforme

comparar

conforme;; trabalhar

trabalhar ouou funcionar

funcionar

com acerto,

com

acerto, precisão,

precisão, regularidade

regularidade;; servir

servir de de regra

regra;;

dirigir‐‐se, se, guiar

dirigir

guiar‐‐se, se, orientar

orientar‐‐sese

””

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Regulação::

Regulação

““ Regulamentação,

Regulamentação, fiscalização

fiscalização ee controle

controle dada

pprodução

rodução de de bens

bens ee serviços

serviços emem setores

setores dada

economia, incluindo

economia,

incluindo aa Saúde

..

Saúde ””

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

““Regulação

Regulação de Sistemas de Saúde:: tem como

de Sistemas de Saúde tem como

objeto os os sistemas

objeto

sistemas municipais,

municipais, estaduais

estaduais ee nacional

nacional

de saúde,, ee como sujeitos seus respectivos gestores

de saúde como sujeitos seus respectivos gestores

públicos, definindo

públicos,

definindo aa partir

partir dos dos princípios

princípios ee

diretrizes dodo SUS macrodiretrizes para Regulação

diretrizes

SUS,, macrodiretrizes para aa Regulação

dada Atenção

Atenção àà Saúde

Saúde ee executando

executando ações

ações de de

monitoramento controle,, avaliação auditoria ee

monitoramento,, controle avaliação,, auditoria

vigilância desses

vigilância

desses sistemas;

sistemas; ““

(Lei 8080 MS)

(Lei 8080 –– MS)

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
•• Universalidade Universalidade •• Eqüidade Eqüidade •• Integralidade Integralidade •• Descentralização Descentralização ee comando único comando
•• Universalidade Universalidade •• Eqüidade Eqüidade •• Integralidade Integralidade •• Descentralização Descentralização ee comando único comando
•• Universalidade
Universalidade
•• Eqüidade
Eqüidade
•• Integralidade
Integralidade
••
Descentralização
Descentralização ee comando único
comando único
•• Resolutividade
Resolutividade
••
Regionalização
Regionalização ee hierarquização
hierarquização
•• Partici
Particippaaççãoão ppooppular ular
C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã
• Universalidade “ garantir as condições indispensáveis ao seu pleno exercício e o acesso a atenção
• Universalidade “ garantir as condições indispensáveis ao seu pleno exercício e o acesso a atenção
• Universalidade
“ garantir as condições indispensáveis ao
seu pleno exercício e o acesso a atenção e
assistência à saúde em todos os níveis de
complexidade.”
• Eqüidade
Todo cidadão é igual perante o Sistema Único
de Saúde e será atendido e acolhido
conforme as suas necessidades.
É um princípio de justiça social porque busca
diminuir desigualdades.
• Integralidade
Engloba ações de promoção, proteção e
recuperação da saúde.
C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã
• Descentralização e Comando Único Um único gestor responde por toda a rede assistencial na sua
• Descentralização e Comando Único Um único gestor responde por toda a rede assistencial na sua
• Descentralização e Comando Único
Um único gestor responde por toda a rede
assistencial na sua área de abrangência,
conduzindo a negociação com os prestadores e
assumindo o comando das políticas de saúde.
• Resolutividade
É a capacidade de dar uma solução aos
problemas do usuário do serviço de saúde de
forma adequada, no local mais próximo de sua
residência ou encaminhando‐o aonde suas
necessidades possam ser atendidas conforme o
nível de complexidade.
C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã
• Regionalização e hierarquização A reg ionaliza ção é a ap lica ção do princípio da
• Regionalização e hierarquização A reg ionaliza ção é a ap lica ção do princípio da

Regionalização e hierarquização

A regionalização é a aplicação do

princípio da territorialidade, com

foco na busca de uma

complexidade crescente, de acordo

com a necessidade de saúde do

paciente.

Participação popular

Como forma de garantir a

efetividade das políticas públicas

de saúde e como via de exercício

do controle social, é preciso criar

canais de participação popular na

gestão do SUS, em todas as esferas,

municipal, estadual e federal.

C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

Princípios dodo SUS

Princípios

SUS

PRINCÍPIOS DO SUS

UNIVER UNIVERSSALIDADE ALIDADE
UNIVER
UNIVERSSALIDADE
ALIDADE
Princípios dodo SUS Princípios SUS PRINCÍPIOS DO SUS UNIVER UNIVERSSALIDADE ALIDADE INTEGRALIDADE INTEGRALIDADE EQÜIDADE EQÜIDADE Coordenadoria
INTEGRALIDADE INTEGRALIDADE
INTEGRALIDADE
INTEGRALIDADE

EQÜIDADE

EQÜIDADE

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Diretrizes dodo SUS:

Diretrizes

SUS:

••Descentralização,

Descentralização, com com administração

administração única

única

emem cada cada esfera

esfera de de governo,

com ênfase

ênfase na na

governo, com

municipalização das das ações

municipalização

ações ee serviços

serviços de de saúde

saúde;;

Atendimento Integral,

••Atendimento

Integral, com com definição

definição das das

pprioridades

rioridades dentro

dentro de de cada

cada nível nível de de aten atenççãoão

(básica, média

(básica,

média ee alta alta complexidade

complexidade));;

••Participação

Participação ddaa Comuni

Comuniddaadde, e, por por meio

meio ddos os

representantes que que integram

representantes

integram os os Conselhos

Conselhos de de

SSaaúdúdee..

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Esferas de Gestão dodo SUS

Esferas de Gestão

SUS

“O“O SUS SUS éé umum sistema sistema dede saúde, saúde, regionalizado regionalizado

ee hierarquizado, hierarquizado, que que integra integra oo conjunto conjunto das das

ações dede saúde

ações

saúde dada União,

União, Estados,

Estados, Distrito

Distrito

Federal ee Municípios,

Federal

Municípios, onde

onde cada

cada parte

parte cumpre

cumpre

funções ee competências

funções

competências específicas,

específicas, porém

porém

articuladas entre

articuladas

entre si

si,, oo que

que caracteriza

caracteriza os

os níveis

níveis

dede

gestão

gestão

dodo

SUS

SUS

nas

nas

três

três

esferas

esferas

governamentais

governamentais ..

(O(O SUS

SUS dede AA aa ZZ –– Ministério

Ministério dada Saúde)

Saúde)

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Esferas de Gestão dodo SUS

Esferas de Gestão

SUS

Esfera Esfera Municipal Municipal Min Saúde Min .. Saúde Esfera Esfera Estadual Estadual Sec Est Est..
Esfera
Esfera Municipal
Municipal
Min Saúde
Min
..
Saúde
Esfera
Esfera Estadual
Estadual
Sec
Est
Est..
SSec.
ec. MMun.
un.
Esfera
Esfera Federal
Federal
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Esferas de Gestão dodo SUS

Esferas de Gestão

SUS

FFormu

ormullaç

açããoo ddee PPoolíti

dede

Saúde,,

Saúde

líticas

cas NNac

aciiona

onaiiss

planejamento,,

planejamento

Esfera Esfera Federal Federal
Esfera
Esfera Federal
Federal

norma normalilizaç zaçããoo,, ava avaliliaç açããoo ee con conttrorollee

dodo SUS SUS emem nível nível nacional nacional ..

Financ

Fi

nanciiamen

amenttoo

ddas

as

açõões

es

ee

serviços dede saúde

serviços

saúde por

por meio

meio dada

apaplilicaç caçããoo//di dissttrribibuuiiççããoo ddee recursos recursos

públicos arrecadados

públicos

arrecadados ..

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Esferas de Gestão dodo SUS

Esferas de Gestão

SUS

Formulação dada Política

Formulação

Política Estadual

Estadual

 

dede

Saúde,

Saúde,

coordenação

coordenação

ee

planejamento

planejamento

dodo

SUS

SUS

emem

nível

nível

Esfera Esfera Estadual
Esfera
Esfera Estadual

Estadual Estadual

Estadual..

Financiamento

Financiamento

das

das

 

ações ee serviços

ações

serviços dede saúde

saúde poporr

meio dada

meio

aplicação//distribuição

aplicação

distribuição dede

recursos públicos

recursos

públicos arrecadados

arrecadados ..

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Esferas de Gestão dodo SUS

Esferas de Gestão

SUS

Esfera Esfera Municipal Municipal
Esfera
Esfera Municipal
Municipal

Formulação dada Política

Formulação

Política Municipal

Municipal

dede Saúde

Saúde ee aa pprovisão

rovisão das

das aaçções

ões

ee serviços serviços dede saúde saúde,, financiados financiados

com

com

recursos

recursos

pp

róró

pp rios

rios

ouou

transferidos pelo

transferidos

pelo Gestor

Gestor Federal

Federal

e/ou Estadual dodo SUS

e/ou Estadual

SUS..

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Financiamento da da Rede

Financiamento

Rede SUS SUS

Blocos de de Financiamento:

Blocos

Financiamento:

Atenção Básica ((Recurso

Atenção Básica

Recurso per

per capita capita ‐‐ PAB); PAB );

Vi Viggilância

ilância emem Saúde

Saúde

Assistência

Assistência Farmacêutica;

Farmacêutica;

Atenção

Atenção de Média ee Alta Complexidade

de Média Alta Complexidade

Gestão Gestão dodo SUS. SUS.

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Rede Rede SUS SUS UBS UBS ++ MC MC AC AC PSF PSF
Rede
Rede SUS SUS
UBS
UBS ++
MC
MC
AC AC
PSF PSF
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Rede SUS SUS

Rede

Rede Rede Própria

Própria

Rede Rede Com Compplementar

lementar

Art 197/

Art ..

197/ CF

CF

“São dede relevância

“São

relevância pública

pública as

as ações

ações ee serviços

serviços dede saúde,

saúde,

cabendo aoao Poder Público dispor

cabendo

Poder Público

dispor,, nos

nos termos

termos dada lei

lei,, sobre

sobre

sua regulamentação,

sua

regulamentação, fiscalização

fiscalização ee controle,

controle, devendo

devendo sua

sua

execução ser

execução

ser feita

feita diretamente

diretamente ouou através

através dede terceiros

terceiros e,

e,

também, por

também,

por pessoa

pessoa física

física ouou jurídica

jurídica dede direito

direito privado

..

privado ““

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

PORTARIA GMGM Nº Nº 1.559,

PORTARIA

1.559, DE DE 1º 1º DE DE AGOSTO

AGOSTO DE DE 2008 2008

““Art 11ºº Instituir Política Nacional de Re

Art..

Instituir aa Política Nacional de Reggula ulaççãoão dodo

Sistema Único

Sistema

Único de de Saúde

Saúde ‐‐ SUS, SUS, aa ser

ser implantada

implantada emem

todas as unidades federadas,, res resppeitadas

todas as unidades federadas

eitadas as as

competências das das três três esferas

competências

esferas de de gestão,

gestão, como

como

instrumento qque ue ppossibilite

instrumento

ossibilite aa pplenitude

lenitude das das

responsabilidades sanitárias

responsabilidades

sanitárias assumidas

assumidas pelas

pelas esferas

esferas

de de ggoverno

overno..

““

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Regulação

Regulação sobre

sobre os

os Sistemas

Sistemas de

de Saúde

Saúde

ÉÉ aa instância

instância onde

onde são são tomadas

tomadas as as decisões

decisões aa res resppeito eito das das

prioridades de de saúde,

prioridades

saúde, levando

levando‐‐sese emem conta

conta as as necessidades

necessidades

populacionais ee oo orçamento

populacionais

orçamento disponível

disponível – vigilância

vigilância,, controle,

controle,

avaliação, auditoria

avaliação,

auditoria

Regulação

Regulação da da Atenção

Atenção àà Saúde

Saúde

Preparação da infra‐‐estrutura

Preparação da infra

estrutura de serviços de saúde de forma aa

de serviços de saúde de forma

garantir uma uma oferta

garantir

oferta condizente

condizente emem quantidade

quantidade ee qualidade

qualidade

com as necessidades

com as

necessidades da da ppooppula ulaççãoão –– ppresta restaçções ões de de servi serviçços os

de de saúde saúde públicos públicos ee privados privados

Regulação

Regulação dodo Acesso

Acesso àà Assistência.

Assistência.

Parte operacional

Parte

operacional dodo processo

..

processo –– Central

Central de de Regulação:

Regulação:

oo Central

Central de de Regulação

Regulação de de Urgência,;

Urgência,;

oo CCentra

entrall ddee RRegu egullaç açããoo ddas as IInternaç

nternaçõões es;;

oo Central

Central de de Regulação

Regulação de de Consultas

Consultas ee Exames.

Exames.

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Política Nacional de Regulação

Política Nacional de Regulação

Pacto pela

Pacto

pela Saúde

Saúde -- Portaria GM/MS nº. 399, dede 2222

Portaria GM/MS nº. 399,

dede fevereiro

fevereiro dede 2006

2006 -- áreas prioritárias dodo SUS

áreas prioritárias

SUS..

Importância

Importância

dada

regionalização

regionalização

ee

dos

dos

instrumentos dede planejamento

instrumentos

planejamento ee programação

programação::

Plano

Plano Diretor

Diretor dede Regionalização

Regionalização (PDR),

(PDR),

Plano

Plano Diretor

Diretor dede Investimentos

Investimentos (PDI)

(PDI)

Programação

Programação Pactuada

Pactuada Integrada

Integrada (PPI)

(PPI);;

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Necessidades emem Saúde

Necessidades

Saúde ??

Necessidades emem Saúde Necessidades Saúde ? ?

““

as reais necessidades emem saúde são desconhecidas

reais necessidades

saúde são desconhecidas,,

são freqüentes

são

freqüentes os

os problemas

problemas de de dimensionamento

dimensionamento das das

ofertas emem saúde para mais

ofertas

saúde (( para mais ouou para menos) ee as ações

para menos) as ações

são fragmentadas,

são

fragmentadas, oo que que repercute

repercute nana

má qualidade

qualidade dada

ass assiistê stênncciiaa ee nnas as ddiiffiicuculldades

dades de

de acesso

acesso..

””

http://www.datasus.gov.br/cns/11Conferencia/relatorio/FINANCIAMENTO%20DO%20SUS.htm

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Ferramentas:

Ferramentas:

Cadastro

Cadastro CNES CNES ‐‐ Banco

Banco de de dados

dados nacional

nacional ––

estrutura ee corpo

estrutura

corpo clínico

clínico da da rede rede

PDR Plano Diretor Regionalização

PDR –– Plano Diretor de de Regionalização

PPI PPI –– Programação

Programação Pactuada Integrada

Pactuada Integrada

Sistema

Sistema ddee InInfformaç

ormaçõões es

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Plano Plano Diretor Diretor de de Regionalização Regionalização
Plano
Plano Diretor
Diretor de de Regionalização
Regionalização

Objetivos da Regulação

Objetivos da Regulação

Oferece Oferecerr

aa

demanda

demanda

dodo

melhorr

melho

usuário,

usuário,

alternativa

alternativa

assistencial

assistencial

para

para

aa

considerando

considerando

aa

disponibilidade

disponibilidade

assistencial;;

assistencial

Organizar

Organizar ee garantir

garantir oo acesso

acesso dada população

população aa ações

ações ee

serviçços

servi

os

emem

temtemppoo

oopportuno

ortuno,,

dede

forma

forma

ordenada

ordenada

ee

eqüânime;;

eqüânime

Or Orgganiza

anizarr aa oferta

oferta dede aaçções

ões

ee

serviçços

servi

os

dede saúde

saúde ee

adequá--las

adequá

las às

às necessidades

necessidades demandadas

demandadas pela

pela população

população;;

Otimizar

Otimizar aa utilização

utilização dos

dos recursos

recursos disponíveis

disponíveis;;

Fornece Fornecerr

subsídios

subsídios

aos

aos

processos

processos

dede

planejamento,

planejamento,

controle ee avaliação

controle

avaliação;;

Fornecer

Fornecer subsídios

subsídios para

para oo processo

processo dede Programação

Programação

Pactuada ee Integrada

Pactuada

Integrada (PPI)

(PPI) ..

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Critérios de Encaminhamento:

Critérios

de Encaminhamento:

Critérios

Critérios de de gravidade

gravidade –– protocolos

protocolos para para regulação

regulação dodo

acesso ee referências

acesso

referências segundo

segundo perfil

perfil assistencial

assistencial;;

Fila Fila única única municipal

municipal ‐‐ equidade

equidade

Regionalização

Regionalização;;

PPI PPI Pacientes

Pacientes referenciados

referenciados de de municípios

municípios

pactuados ..

pactuados

C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

Fatores Dificultadores ::

Fatores Dificultadores

Encaminhamentos

Encaminhamentos sem sem regulação

regulação ‐‐ necessidade

necessidade de de melhor

melhor

controle;;

controle

Carência

Carência de de RHRH emem determinadas

determinadas especialidades

especialidades;;

Vazios

Vazios assistenciais

assistenciais nono interior

interior dodo estado

estado –– excessiva

excessiva

centralização dos dos recursos

centralização

recursos de de alta alta complexidade

complexidade na na capital

capital;;

Falta

Falta de de Responsabilidade

Responsabilidade Sanitária

Sanitária nas nas pactuações

pactuações;;

FaFalltata ddee compreens

compreensããoo ddoo SUS

SUS como

como rereddee;;

Resistência

Resistência por por parte

parte dos dos profissionais

profissionais de de saúde

saúde ..

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Avançços os dodo Municí

Avan

Municíppioio de de Salvador:

Salvador:

Contratualização

Contratualização da da rede rede complementar

complementar Hospitais

Hospitais Públicos,

Públicos,

Filantró Filantróppicos icos;;

Regulação

Regulação de de procedimentos

procedimentos de de alta alta complexidade

complexidade – RNM,

RNM, TC, TC,

oftalmologia, densitometria,, biópsia;

oftalmologia, densitometria

biópsia;

RRegu egullaç açããoo ddee mamogra

mamografi fiaa –– SISMAMA

SISMAMA;;

Agendamento

Agendamento de de Consultas/exames

Consultas/exames especializados

especializados emem mais mais de de

100 100

unidades munici

unidades

municippais ais;;

Aumento

Aumento da da oferta

oferta de de serviços

serviços àà regulação

regulação municipal

municipal;;

Organização

Organização da da Rede

Rede de de Oncologia

Oncologia – fimfim das das unidades

unidades isoladas

isoladas;;

Da Daddos os epepididememiioolólóggiicos cos ‐‐ susubbssídi ídios os aoao gestor gestor;;

VIDA

Avançços os dodo Municí Avan Municíppioio de de Salvador: Salvador: Contratualização Contratualização da da rede rede

VIDA –– Sistema

Sistema Integrado

Integrado de de Saúde

Saúde

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Desafios ::

Desafios

Quebra

Quebra de de paradigmas

paradigmas ‐‐ Noção

Noção de de rede rede aa todos

todos os os prestadores

prestadores

públicos ee privados;

públicos

privados;

Rompimento de ações uniprofissionais,, fragmentadas

Rompimento

de

ações uniprofissionais

fragmentadas,,

desarticuladas;;

desarticuladas

ImImppllaanntação tação de de pprrotoco otocollos os cclíni línicos cos nnaa rrede ede ee nnaa rregu egullação ação;;

Novas

Novas UPAs

UPAs aa serem

serem inauguradas;

inauguradas;

Novos

Novos centros

centros de de especialidades;

especialidades;

Lógica

Lógica de de contratualização

contratualização baseada

baseada na na necessidade

necessidade dodo serviço

serviço

público –– Chamamento

público

Chamamento Público

Público;;

Regulação

Regulação ee controle

controle de de 100 100%% dodo acesso

acesso aa consultas

consultas

especializadas ee exames;

especializadas

exames;

Regu

Regullaç açããoo ddee lleeiitos tos;;

Melhor

Melhor assistência

assistência emem todos

todos os os níveis

níveis de de complexidade

complexidade

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Obrigada, Obrigada, Ana Paula Mattos Ana Paula Mattos "Uma "Uma ppedra edra intrans intranspponível onível ppara
Obrigada,
Obrigada,
Ana Paula Mattos
Ana Paula Mattos
"Uma
"Uma ppedra edra intrans
intranspponível
onível ppara ara oo
pessimista,
pessimista, éé uma uma pedra
pedra de de apoio
apoio para para oo
otimista
otimista
..
""
Eleanor
Eleanor Roosevelt
Roosevelt

CENTRAL MUNICIPAL

CENTRAL

MUNICIPAL DE DE

REGULAÇÃÃOO

REGULAÇ

SMS/CRA/CMR

SMS/CRA/CMR

Ana Paula

Ana

Paula Mattos

Mattos

COORDENAÇÃO

COORDENAÇÃO

Daniela Alcântara

Daniela Alcântara

SSUBCOORDENA

UBCOORDENAÇÇÃOÃO

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Histórico

Histórico

Gestão

Gestão Plena

Plena emem março

março de de 2006 2006

Protocolo de Com

Protocolo de Comppromisso

romisso Entre Entes

Entre Entes

Públicos (PCEP)

Públicos

(PCEP)

Gestão

Gestão dodo Município

Município // Gerência

Gerência dodo Estado

Estado

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Central de Reggula ulaççãoão

Central de Re

(Regulação dodo Acesso)

(Regulação

Acesso)

As As Centrais

Centrais de de Regulação

Regulação podem

podem ser ser de de três três tipos,

tipos,

conforme sua área área de de atua atuaççãoão

conforme aa sua

–– Central

Central de de Regulação

Regulação de de Urgência

Urgência

–– CCenenttrarall ddee RRegu egullaç açããoo ddas as IInntternaç

ernaçõões es

–– Central

Central de de Regulação

Regulação de de Consultas

Consultas ee Exames

Exames

OO CONJUNTO

CONJUNTO DE DE CENTRAIS

CENTRAIS DE DE REGULA

REGULAÇÇÃO, ÃO, FORMAM

FORMAM OO

COMPLEXO REGULADOR

COMPLEXO

REGULADOR

C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

RRegu egullação ação da da UUrrgêgênncciiaa

Realizada pelo SAMU

Realizada pelo SAMU

Acesso dodo Usuário:

Acesso

Usuário: 192 192 (( nas nas 2424 horas)

horas)

EEququiipe pe dodo SSAMAMU: U:

oo Médicos

Médicos Reguladores

Reguladores ee Intervencionistas

Intervencionistas

oo Enfermeiros

Enfermeiros ‐‐ Técnicos Enfermaggemem

Técnicos de de Enferma

oo Condutores

Condutores

‐‐ TARM

TARM

oo Rádio

Rádio‐‐operadores

operadores

oo Aux

Aux Administrativos,

..

Administrativos, Manutenção,

Manutenção, Serv gerais

Serv gerais

..

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Ocorrência

Fluxo de Atendimento -- SAMU

Fluxo de Atendimento

SAMU

Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca

Orientação

Orientação

MMédi

édicaca

Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca

TARM

Não Urg.

FimFim da

da

Ocorrência

Ocorrência

Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca

Urgência

Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
Ocorrência Fluxo de Atendimento - - SAMU de Atendimento SAMU Orientação Orientação MM édi édi caca
C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

BBases ases DDesce escennttrraaliz lizadas adas dodo SSAMAMUU

(Diminuição dodo Tempo

(Diminuição

Tempo‐‐Resposta)

Resposta)

Pau Pau Miúdo

Miúdo

•• 6º 6º C. C. S. S. Rodrigo

Rodrigo Argolo

Argolo

•• Brotas

Brotas

••

5º 5º CC

dd SS údúd

entro ee aa ee

entro

•• Amaralina

Amaralina ((C.R. C.R. Adriano

Adriano Pondé

Pondé))

•• Cajazeiras

Cajazeiras (Mat.

(Mat. Albert

Albert Sabin)

Sabin)

•• Valéria

Valéria .A. César

((PP.A.

César Vaz) Vaz)

•• Peri Peripperi eri

((PP.A.

.A. Adroaldo

Adroaldo Alber

Alberggaria aria))

•• Hospital

Hospital São São Jorge

Jorge (Roma)

(Roma)

•• Calçada

Calçada (Estação

(Estação da Calçada)

da Calçada)

•• PPara aralleellaa (F(Facu aculdldaaddee FTC) FTC)

•• Boca Boca dodo Rio Rio (12º (12º Centro

Centro de de Saúde)

Saúde)

•• Hospital Geral Roberto Santos

Hospital Geral Roberto Santos

•• Itapoã

Itapoã .A. Hélio

(P(P.A.

Hélio Machado)

Machado)

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

RRegu egullação ação de de LLeeiitos tos

Gerência Estadual

Gerência Estadual

Equipe:

Equipe:

Médicos

Médicos

Enfermeiros

Enfermeiros

Técnicos enfermaggemem

Técnicos de de enferma

Assistentes administrativos

Assistentes administrativos

TeTelleaten eatenddentes entes

Condutores

Condutores

Radio

Radio‐‐operadores

operadores

C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

RRegu egullação ação de de LLeeiitos tos

Local: Pau Miúdo

Local: Pau Miúdo

Funcionamento:

Funcionamento: nas nas 24hs 24hs

Fluxo

Fluxo::

Unidades

Unidades solicitantes

solicitantes (UBS,

(UBS, PSFs,

PSFs, UPAs

UPAs,, hospitais)

hospitais)

encaminham solicitações de transferências para

encaminham solicitações de transferências para

Central Estadual

Central

Estadual de de Regulação

Regulação ((CER) CER) ;;

CER CER avalia avalia caso caso clínico

clínico,, caso

caso ha hajjaa vavaggaa dis dispponível

onível

na na rede,

rede, aa transferência

transferência éé efetivada;

efetivada;

Caso

Caso não não exista

exista vaga vaga disponível,

disponível, aa solicitação

solicitação

permanece na na tteellaa aguar

permanece

aguarddananddoo oo recurso

recurso ..

C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

RRegu egullação ação de de LLeeiitos tos

Dificuldades::

Dificuldades

DISPONIBILIDADE VAGAS ((UTIs UTIs))

DISPONIBILIDADE DE DE VAGAS

Atualização

Atualização diária

diária dos dos relatórios

relatórios

VVerac eracididaaddee ddas as iinnfformaç

ormaçõões es

Limitação

Limitação nono perfil

perfil dos dos pacientes (psiquiátrico,

pacientes (psiquiátrico,

neurológico, oncológico,, renal,

neurológico, oncológico

renal, dependente

dependente de de O2, O2,

etc)) etc

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Complexo Complexo Municipal Municipal de de Regulação Regulação
Complexo
Complexo Municipal
Municipal de de Regulação
Regulação
Serviço Serviço de de Atendimento Atendimento Móvel Móvel de de Urgência Urgência SAMU SAMU
Serviço
Serviço de
de Atendimento
Atendimento
Móvel
Móvel de
de Urgência
Urgência
SAMU
SAMU
Complexo Complexo Municipal Municipal de de Regulação Regulação Serviço Serviço de de Atendimento Atendimento Móvel Móvel
Central Municipal Central Municipal de Regulação de Regulação CMR CMR
Central Municipal
Central Municipal
de Regulação
de Regulação
CMR
CMR
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

CCMR MR

Local: Pau Miúdo

Local: Pau Miúdo

Horário

Horário funcionamento às 18hs

funcionamento:: 88 às 18hs

Telefones:

Telefones: 3172 3172‐‐1240/41/42/43/45

1240/41/42/43/45

Equipe:

Equipe:

oo Médicos

Médicos

oo Enfermeiros

Enfermeiros

oo Administrador

Administrador

oo Assistente

Assistente social

social

oo TéTécncniicoco ddee nunu

oo Operadores

Operadores si si

oo Digitadores

Digitadores

oo Assistentes Assistentes administrativos administrativos C oor ena or a e on ro e, egu aç
oo Assistentes
Assistentes administrativos
administrativos
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

Or Orggano anoggrama rama ‐‐ CMR

CMR

COORDENAÇÃO COORDENAÇÃO CRA CRA
COORDENAÇÃO
COORDENAÇÃO
CRA
CRA
SUBCOORDENAÇÃO SUBCOORDENAÇÃO CMR CMR
SUBCOORDENAÇÃO
SUBCOORDENAÇÃO
CMR
CMR
NAC NAC NUMEC NUMEC NDND
NAC
NAC
NUMEC
NUMEC
NDND
Or Or gg ano ano ggrama rama ‐‐ CMR CMR COORDENAÇÃO COORDENAÇÃO CRA CRA SUBCOORDENAÇÃO SUBCOORDENAÇÃO
OPERADORES OPERADORES DE SI DE SI--11
OPERADORES
OPERADORES
DE SI
DE
SI--11
DIGITADORES DIGITADORES
DIGITADORES
DIGITADORES
ADMINISTRADOR ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

MÉDICOS

MÉDICOS

REGULADORES,

REGULADORES,

AUTORIZADORES,,

AUTORIZADORES

SUPERVISORES

SUPERVISORES

NI NI
NI
NI
ASSIST ASSIST.. ADM ADM
ASSIST
ASSIST..
ADM
ADM
C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

Núcleos de de Trabalho

Núcleos

Trabalho

NAC

NAC:: Núcleo

Núcleo de de Alta Complexidade

Alta Complexidade

NUMEC:

NUMEC: Núcleo

Núcleo de de Média

Média Complexidade

Complexidade

ND Núcleo de Digitação(APAC/AIH)

ND:: Núcleo de Digitação(APAC/AIH)

NI: NI: Núcleo

Núcleo de de Informação

Informação

NGI: Núcleo de de Gestão

NGI: Núcleo

Gestão emem Informação

Informação

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Responsabilidade NAC

Responsabilidade NAC

Acom

Acomppanhamento

anhamento dodo fluxo

fluxo ppara ara rereggula ulaççãoão dos dos

Exames de Alta Complexidade:

Exames de Alta Complexidade:

oo Densitometria Óssea

Densitometria Óssea

oo Biópsias

Biópsias

oo RResson

essonâânc nciias as

oo Tomografias

Tomografias

Sistema

Sistema Utilizado

Utilizado SISREG

SISREG III III

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Usuário

Fluxos Exames ‐‐ Alta Alta Complexidade

Fluxos Exames

Complexidade

CMR
CMR
Médicos
Médicos

Autorizadores

Usuário Fluxos Exames ‐‐ Alta Alta Complexidade Fluxos Exames Complexidade CMR Médicos Autorizadores Operador de SI
Operador de SI
Operador de SI

Operador de SI

Usuário Fluxos Exames ‐‐ Alta Alta Complexidade Fluxos Exames Complexidade CMR Médicos Autorizadores Operador de SI
Prestador
Prestador

US

Laudos:

Urgentes,

Eletivos,

Não pertinentes (justificativa) - protocolos

C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

Unidades de de Re Referência ferência Para Para Entrega

Unidades

Entrega dos Laudos de

dos Laudos de

Alta Complexidade

Alta Complexidade

Distrito Sanitário

Unidade de Saúde

 

Itapagipe

Virgílio de Carvalho

 

Liberdade

16º Centro e 3º Centro

Boca do Rio

UBS César de Araújo

Cabula/Beiru

6º Centro

 

C

i

ajaze ras

N

l

e son

P

.

D

oura

d

o

Pau da Lima

20º Centro

 

Centro Histórico

Centro de Saúde Carlos Gomes

 

Brotas

14º Centro

 

S. Caetano/Valéria

U.S. Marechal Rondon

Subúrbio Ferroviário

PA Adroaldo Albergaria

Barra/Rio Vermelho

15º Centro

 

Responsabilidade NUMEC

Responsabilidade NUMEC

AAcompan companhhar ar oo fluxo fl uxo para para agen agenddamen amenttoo ddas as

consultas, exames

consultas,

exames ee procedimentos

procedimentos especializados,

especializados,

desde recebimento ee conferência das agendas dos

desde oo recebimento conferência das agendas dos

prestadores até até acompanhamento

prestadores

acompanhamento ee avaliação

avaliação das das

marcações pelo sistema..

marcações pelo sistema

Sistema

Sistema utilizado

utilizado CYGNUS

CYGNUS

Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação
Coordenadoria de Controle, Regulação e Avaliação

Fluxo para para Marcação

Fluxo

Marcação de de Consultas

Consultas ee Exames

Exames de de

Média Complexidade

Média Complexidade

Fluxo para para Marcação Fluxo Marcação de de Consultas Consultas ee Exames Exames de de Média

US US

Fluxo para para Marcação Fluxo Marcação de de Consultas Consultas ee Exames Exames de de Média
Disque Disque––Saúde Saúde 160 160
Disque
Disque––Saúde
Saúde 160
160
Fluxo para para Marcação Fluxo Marcação de de Consultas Consultas ee Exames Exames de de Média
Fluxo para para Marcação Fluxo Marcação de de Consultas Consultas ee Exames Exames de de Média

UUsusuáárriioo

Prestador Prestador
Prestador
Prestador
C oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
C
oor ena or a e on ro e, egu aç o e va aç o
d
d
i
d
C
t
l
R
l
ã
A
li
ã

EEspec speciiaalidlidaaddes es

•• ANGIOLOGIA

ANGIOLOGIA

•• GERIATRIA

GERIATRIA

•• CARDIOLOGIA

CARDIOLOGIA

•• MEDICINA

MEDICINA DODO TRABALHO

TRABALHO

•• ORTOPEDIA

ORTOPEDIA

•• ANESTESIOLOGIA

ANESTESIOLOGIA

•• CIRURGIA GERAL

CIRURGIA GERAL

•• CIRURGIA

CIRURGIA PEDIÁTRICA

PEDIÁTRICA

•• CABEÇA PESCOÇO

CABEÇA EE PESCOÇO

•• NEUROCIRURGIA

NEUROCIRURGIA

•• PNEUMOLOGIA

PNEUMOLOGIA

•• DERMATOLOGIA

DERMATOLOGIA

•• OTORRINO

OTORRINO

•• UROLOGIA

UROLOGIA

•• PROCTOLOGIA

PROCTOLOGIA

•• ENDOCRINOLOGIA

ENDOCRINOLOGIA

•• MASTOLOGIA

MASTOLOGIA

•• INFECTOLOGIA

INFECTOLOGIA

••

CIRURGIA PLÁSTICA

CIRURGIA