Вы находитесь на странице: 1из 1

6 15 Maio 2009

REINO UNIDO
Gorjeta é gorjeta, salário é salário Imposto sobre o lixo Banco de Inglaterra contrariado
O governo prepara-se para
O governo britânico anunciou que vai impedir a partir de Outubro emitir um imposto sobre todos O Banco de Inglaterra continua ao ataque ao governo e ao seu
que as gorjetas sejam consideradas para pagar aos trabalhadores os fogos, consoante os níveis de ministro das finanças, Alistair Darling, acreditando na
que recebem o mínimo legal. O secretário de Estado para as lixo nos contentores e que possibilidade de o sistema bancário estar a caminho de uma
relações sociais, Pat McFadden, disse que o governo vai modificar poderá custar perto de £100 por terceira vaga de crise, que poderá arrasar os frágeis sinais de
a lei de tal maneira que deixe de ser legal incluir as gorjetas no ano. No entanto, o governo não recuperação da economia. Afirmação que o bilionário George
salário mínimo e que qualquer gorjeta deixada ao pessoal passa a contabiliza o custo dos sistemas Soros contradiz ao afirmar que a crise financeira já se encontra
ser um suplemento do salário base”. O governo responde a uma de segurança para evitar que o em plena inversão, corroborada por um dos mais reputáveis
campanha dos sindicatos e afirma desejar maior transparência nos vizinho utilize o contentor de economistas da City, George Buckley, do Deutsche Bank, que
bares e restaurantes, através de um novo código de boa conduta. outro para diminuir a sua taxa. afirma acreditar na recuperação financeira antes do final do ano.

BROWN E CAMERON A CONTAS COM A PRATA DA CASA


Casas perdem valor
Apesar de um aumento de 29% na emissão de
hipotecas, os britânicos continuaram a ver as suas
habitações a perder valor, cerca de 25%, um sinal de
Políticos provocam onda de desconfiança
Desde a compra de estrume de cavalo, a comida para o gato,
que a recessão ainda se encontra numa fase aguda, a lâmpadas para os candeeiros, a mobília, viagens com a
mas que a economia recupera em termos de família, decoração, vassalagem, construção e reparação de
disponibilidades de financiamento. piscinas, etc, etc, tudo servia para os deputados britânicos
No primeiro trimestre, o custo das casas em sacarem-se de despesas, que, por não estarem catalogadas e não
Inglaterra e no País de Gales caiu 3,14 por cento, em haver na lei restrições, foram pagas aos líderes políticos deste
cadeia, e nove por cento, na comparação homóloga. O país, que só agora, depois de expostos pela imprensa os
valor médio das habitações era de 198.939 libras, excessos, se dignam devolver as quantias que receberam para
calcula a Land Registy, entidade que constitui uma além do razoável.
referência para os preços do mercado imobiliário no Houve mesmo deputados que utilizando o privilégio de
país. A braços com uma das piores recessões desde a poderem comprar ou alugar casa junto ao Parlamento, o
Segunda Guerra Mundial, o Reino Unido foi o segundo fizeram, depois decoraram-nas como despesas oficiais e
país no mundo, a seguir aos EUA, mais afectado pela venderam-nas, arrecadando as mais valias.
crise financeira e pelo colapso das instituições que Um deputado, casado com outra deputada, ambos do partido
emprestaram dinheiro a indivíduos sem capacidade conservador, Adrew Mackay e Julie Kirkbride, e adjunto de
para saldar a dívida. David Cameron, líder do partido, pediram a demissão por terem
recebido ambos, por duas vezes, a hipoteca da mesma casa em
que conjuntamente viviam.
PUB. Tudo isto, porque a lei que regula a apresentação de despesas
dos deputados, não prevê tectos ou limitações. Isto porque,
tratando-se de políticos conceituados e, em princípio, acima de Na verdade, há meses a esta parte, Gordon Brown teria
qualquer suspeita, os legisladores partiram da presunção de que decidido cortar nalguns cortes salariais e regalias dos
estes profissionais se pautariam pela clareza e transparência. Só deputados, mas a Câmara dos Comuns criticou vivamente esta
que assim não foi... decisão. No entanto, a medida estaria muito longe da que agora
Os casos são mais que muitos e afectam todos os partidos se anuncia, onde os deputados passam a estar limitados a
com assento no Parlamento inglês. Não há excepções. Toda a descontarem apenas, rendas, hipotecas, deslocações e pouco
investigação começou quando foi descoberto que um secretário mais do que isso.
de estado do partido trabalhista, posteriormente afastado do Por outro lado, o governo propõe também a constituição de
cargo, teria recebido uma hipoteca de £16,000 que não existia, um órgão fiscalizador independente, que determine o valor das
e de, anteriormente, dois membros da Casa dos Lordes terem despesas abusivas descontadas nos últimos 4 anos a serem
sido suspensos 6 meses de funções, por abuso do sistema. devolvidas ao estado, assim como, a partir de agora,
A partir daí começou a investigação interna, as fugas de controlarem as que vierem a ser apresentadas.
informação para a imprensa e a bronca estalou! David Cameron avisou mesmo que quem não pagar de volta
Esta semana, tanto Gordon Brown, líder dos trabalhistas, os abusos será expulso do partido. Enquanto Gordon Brown
como David Cameron, líder dos conservadores e Nick Clegg, avisa os seus deputados de que, se houver razões para tal, irão a
dos liberais, pediram desculpa à população em geral, conselho disciplinar do partido, que resolverá o castigo a impor.
prometendo que se iriam tomar medidas para evitar que um Com as eleições à porta, no dia 4 Junho, para o poder local, e
escândalo semelhante possa vir a repetir-se. Todos os líderes no dia 7 Junho, para o Parlamento Europeu, estas denúncias e
partidários reconhecem a decepção causada no público pelas escândalos dia a dia, uns atrás dos outros, vão por certo trazer
revelações dos abusos. muitos dissabores para os partidos do poder.