Вы находитесь на странице: 1из 19

a mensagem de erro mostrada diz que foram detectadas GOP's abertas, que o aspect ratio

não é de 4:3 nem 16:9, e que a resolução está fora dos padrãos de DVD.
O jeito é reencodar o video. Não sou entendida, mas vou passar o que eu sei, já que estou
usando o DVD Lab há algum tempo. Pra não dar esses problemas, o video (em mpeg 2 ou
vob) deve ter essas especificações:

sistema NTSC (compatível com qualquer aparelho de DVD):


resolução (framesize): 720x480
taxa de frames (framerate): 29.97fps

sistema PAL:
720x576
25fps

Essas abaixo é pra qualquer um dos dois sistemas:


aspect ratio: 4:3 (fullscreen) ou 16:9 (widescreen)
áudio: ac3 48000khz

O Guia Completo a DVDLab para o Iniciante

Depois de de procurar uma semana inteira na internet por um bom tutorial e não achando
um que ajuste as necessidades de um indivíduo tecnicamente desafiado, eu decidi escrever
este.
Há outros guias, alguns que se detêm em grande detalhe em como editar a porção de áudio,
ou como codificar um mpeg antes de autorar, mas nenhum que simplesmente tire proveito
dos poucos e fáceis ferramentas/assistentes incluídos nesta extremamente bem feita
aplicação.
Espero fazer isto tão simples quanto possível para qualquer um criar um menu bem
profissional, com capítulos, transições e alguns efeitos especiais, que produza um DVD
bem acabado e profissional. Por favor lembre, não é pretendido tirar proveito de TODAS as
opções disponíveis, só o bastante para criar um dvd de agradável aspecto, bem sucedido e
que funcione.

Este guia supõe três coisas:


1.) Que você sabe como fazer, ou já tem um arquivo mpeg concorde com dvd. Isto não
é codificação, nem tutorial de ripar
2.) Que você autorou pelo menos um dvd com êxito em outro aplicativo.
Provavelmente com o que veio com seu gravador e o achou desprovido em saída de
características e/ou qualidade.
3.) Que você tem um gravador e mídia apropriada em branco (dvd+r ou dvd-r). E é
recomendável usar um dvd-rw para seus primeiros testes, para certificar que o produto
final irá tocar no SEU player.
Agora vamos ao mais agradável.

A primeira visão o impressiona pela quantidade de opções. Em outras palavras "O que
é tudo isso?"
A tela é dividida em 4 partes básicas e embora não tenha muita lógica, as coisas
acabam se acomodando depois de um pouco de uso.
A janela assets (conteúdos) é onde colocaremos tudo que desejarmos no dvd. Aqui é
onde carregamos mpeg, fotos ou imagens para o fundo do menu ou trilhas extras de
áudio que tocam na tela do menu.
A janela da árvore lhe mostra as diferentes partes para formarem o dvd. Ao criarmos
menus e transições, elas se mostrarão aqui.
A janela de trabalho é tudo isso. Onde todo o trabalho real é feito. Onde iremos criar
os menus, transições, menus animados, ajustar o áudio e o vídeo se for preciso,
aparar, redimensionar, colocar botões, etc. Tudo o que for mostrado no dvd terminado
é criado aqui.
A janela de prévia lhe dá uma antevisão do filme, menus animados, etc., e
basicamente é algo que ignoro..

Primeiros passos:
Ativar as propriedades do projeto.
Clique em Project, Project Properties.
Aqui se determina NTSC ou PAL (se não souber o que é ou o que você precisa, sugiro
que confira em http://www.high-techproductions.com/ntsc.htm
Nomeie também o seu dvd, MEUDVD como uma descritiva suficiente.
Deixe tudo como está, a não ser que você SAIBA como fazer (para TV widescreen, ou
saída para monitor digital).
Clique OK

Importe seu vídeo.


Clique com o direito na janela Assets e selecione Import. Busque o seu já codificado
arquivo mpeg para dvd.
Clique nele, e então em Open. DVDLab abrirá uma janela:

Ele diz "Highly Recommended" por uma rasão. Escolha Demux to Elementary Streams
para Demuxar às Sequências Elementares e clique OK. Pode mudar na caixa que se
abre para "Demux without asking, Demuxar sem perguntar" se não quiser se aborrecer
com isso outra vez. Isso é mutável em Project, Project Properties, Options.
Se você codificou seu mpeg com o áudio LPCM, DVDLab vai abrir outra caixa
perguntando se quer transcodificar o áudio. Aperte o botão Transcode e DVDLab faz
um rápido trabalho nele.
Na janela assets vai aparecer dois ítens, vídeo (movie.mpv) e áudio (movie.mpa)
Importar outros conteúdos.
Eu gosto de usar alguns tipos de pôsters, capas de dvd, para os fundos. Os modelos
disponíveis são bons, mas nada espetaculares. Pode-se encontrar freqüentemente todo
tipo disso na internet, ou fotos digitais ou também um quadro do seu próprio filme.
Se quiser usar uma imagem digital, pode importá-la para assets do mesmo jeito que
importou o filme.
Clique na janela Assets e procure pela sua imagem. Você deve mudar a caixa para
"images" (ou todos os arquivos) antes:

As imagens podem ser de qualquer tamanho, desde que a relação de aspecto seja
correta. No caso 4:3 que significa a mesma relação de aspecto de uma TV. Se for criar
um dvd para a TV widescreen, então 16:9 está correto. Lembre que quanto menor a
imagem, menos qualidade ao ver na TV. Quanto maior, melhor, em tamanho físico, não
em bytes.
Agora já temos três itens na janela assets.

Como trabalhar com eles.


Agora é a hora de ter o filme no projeto. Faça duplo clique em Movie1 na Árvore. Isto
irá mudar a visão na janela de trabalho para algo como isto:
Clique em seu movie.mpv na janela assets, arraste e solte-o sobre movie na janela de
trabalho.
Faça o mesmo com o arquivo de áudio movie_1_48k.mpa.
Note que no canto direito inferior, uma barra verde aparece, com alguns números.
Trata-se do tamanho final do seu dvd no projeto, em megabytes. Se ultrapassar as
especificações do dvdr comum (dvd5), a barra se torna vermelha para avisar que o
projeto está muito grande.
Se a barra é verde, prossiga a Making Menus.
Se a barra é vermelha, você deve fazer alguma coisa para diminuir o tamanho do
projeto. Isto pode ser algo como uma completa recodificação do arquivo ou uma
simples edição. A codificação toma muito tempo, e eu normalmente corto os créditos
para que tudo possa caber, e DVDLab pode fazer isto, sem ser preciso usar outro editor
e depois reimportar o conteúdo.
Para isto, clique o mouse na linha vermelha ao lado esquerdo da caixa do filme, na
janela de trabalho.
Arraste a linha vermelha à direita, até você chegar aproximadamente ao começo dos
créditos. Note que a janela de prévia mostra uma visão mais detalhada onde o cursor está.
Solte o botão do mouse numa posição aproximada. Agora você pode usar as teclas de seta e
avançar pelo filme, até achar o lugar exato que queira editar. Clique com o direito no filme

na janela de trabalho e selecione Trim end.


Deixe as duas opções ticadas.
DVDLab cortará o fim do filme e também o áudio durante compilação e estamos prontos
para fazer um pouco de magia.

Fazendo Menus.

Aqui é onde você pode ser bem criativo, ou manter tão simples quanto você quer. De
qualquer modo, você termina com algo mais que um filme de reprodução automática no
dvd. Clique na pequena seta ao lado da vara mágica ao topo e selecione Auto-Chapters.
Isto lhe dá duas opções para criar pontos de capítulo em seu filme.
O primeiro é criar um dado número de capítulos, a um intervalo fixo pelo filme. Bom, mas
nem sempre onde você os quer. O segundo lhe permite que DVDLab detecte mudanças de
cena e crie os pontos de capítulo para você. Com alguma tentativa e erro de sensibilidade
tente fazer isto direito, mas se você quer muitos capítulos, fixe a sensibilidade a
aproximadamente 240 e se quer só alguns, fixe para algo em torno de 120. 255 é um pouco
demais, tendo capítulos a cada poucos segundos e 100 é muito pouco, perdendo alguns
pontos principais, especialmente se têm fade in/out* em seu filme. Fixando Minimum
Space x Minutos a menos que 3 dá mais capítulos e mais que 3 às vezes perde lugares onde
você deseja ter um capítulo. As colocações mostradas aqui trabalham para mim.
* - fade in é o efeito em que a cena inicia com uma imagem escura e fade out quando
termina escura, apagando-se.

Depois, clique novamente na seta ao lado da varinha mágica, selecionando Add Scene
Selection Menus.
Você terá outra janela, com algumas opções de menu. Cor de fundo não é tão importante
aqui, porque depois vamos mudar isso de qualquer maneira, mas tente selecionar o estilo
botão/link que achar melhor. O layout também pode ser alterado depois, de várias formas.
Para este projeto, estou selecionando um básico com 6 janelas, com quadros e botões.

Você será incitado para criar menu de seleções de cena, clique Sim.
DVDLab criará vários menus de seleção de cena, baseado no número de pontos de capítulo
que você criou. Estes aparecem automaticamente na janela de árvore e há só um lembrete
para colocar uma ligação (link) de menu 1 para cenas 1. Estaremos lá em um segundo.

Trabalho com o Menu 1.


Esta é a primeira coisa que você verá ao tocar o DVD. Aqui é onde eu gosto de fazer uma
tela de título agradável, tendo só uma ou duas ligações (botões). Duplo clique em Menu 1
na janela de árvore, para expor nossa tela de trabalho para o menu.
Maximize para ver melhor.
Há dois grupos de linhas pontilhadas. O interno é chamado zona segura da TV. Qualquer
coisa que deva ser mostrada na tela, deve ser colocado dentro dele. Qualquer coisa fora
desta linha pode não ficar visível em sua TV.
Sugestão: Se usar uma imagem carregada como um fundo, edite a imagem criando 50
pixels ao redor dela toda. Para este projeto, vou usar um quadro do filme como fundo,
embora qualquer jpg serve, DVDLab importará facilmente um quadro fixo da janela de
prévia.
Ande pelo seu filme até achar um quadro apropriado. Clique e arraste até a caixa do menu 1
na janela de trabalho. IMPORTANTE! Segure a tecla SHIFT e solte o botão do mouse. Isto
vai dimensionar automaticamente a imagem para encher completamente a caixa do menu 1,
fazendo-o um fundo. Se você não sujeitar a tecla SHIFT, o quadro será importado em
tamanho original, e você vai ter que manipulá-lo. Se você quiser ajustar o fundo
manualmente, há dois botões para centrar vertical e horizontalmente de forma automática.

Você pode clicar com o direito na imagem e dimensionar do modo que quiser, selecionando
Change Size.
Agora é a hora para fazer aquela ligação importante mencionada antes, como também
qualquer outra ligação sem capítulos. Por exemplo, se você estava fazendo um dvd que tem
dois ou mais filmes, você pode aqui criar ligações que leve para os menus de seleção de
cena/capítulo, ou diretamente para o começo do próprio filme.
Para o projeto, eu vou ter uma só ligação, conduzindo ao menu de capítulos, mas... está na
hora de ser caprichoso.
Vou fazer a ligação invisível. Também vai ter um cronômetro que o seleciona depois de 60
segundos, e vai para o menu de capítulos, com um belo efeito de transição. Eis como.
Primeiro, faça uma ligação, qualquer tipo de ligação, texto, um botão, uma caixa, um
quadro, não importa. Claro que, se você o quer visível, então seja exigente. Aqui, um
exemplo de minha tela de título com uma ligação visível.

Mas ainda não é uma ligação, só uma seta que eu consegui selecionando a aba Objects
embaixo da janela assets, arrastando / soltando no menu na janela de trabalho. Você pode
clicar, pode arrastar e pode soltar qualquer objeto deste modo, ter até o que quiser.
Agora precisamos torná-lo uma ligação. Neste projeto, estou unindo diretamente ao menu
de capítulos, assim eu clico com o direito em minha seta e seleciono Link > Scenes 1 para
Movie 1 (nosso primeiro menu de capítulo).

Isto põe um pequeno 1 ao lado, e muda a cor para sabermos que é botão 1 (padrão) e é uma
ligação. Você poderia deixar isto assim, e ir para a seção Chapters Menu abaixo, ou
façamo-lo desaparecer!
Ao lado direito da janela de trabalho há um sub-menu com 5 abas. Cada aba tem modos
diferentes de manipular os objetos no menu. Eu o deixarei à vontade com estas opções, pois
a maioria deles é auto explicativa, já que você vê como eu manipulo um objeto.
A primeira aba (cor) tem Fill, Shadow, dois indicadores para manipular aquela sombra e
transparência. Fill seria usado para preencher texto delineado ou um quadro.
Shadow é apenas isto, tipos diferentes de sombras que você pode pôr debaixo de qualquer
objeto no menu, com dois modos de mudar a sombra. Você pode usar o primeiro indicador
para fazer soltar modos longos ou não. O segundo slider pode ser usado para fazer a sombra
mais escura ou mais clara. Um modo de uso sem igual, é criar um efeito de luz de néon,
como num outro dos meus tutoriais aqui:
http://www.videohelp.com/forum/viewtopic.php?t=219946
Se você estiver contente com sua escolha de link/botão, siga em frente à seção Chapters
Menu.
Sugestão: Faça uma ligação invisível, contudo ativa!
Realce seu link/botão, ou, clique nele uma vez. Agora deslize a transparência para a direita.
A ligação desaparece! Esta é a única ligação nesta página/menu, assim nós realmente não
precisamos vê-lo, de qualquer maneira. Quando um botão é pressionado no controle remoto
do dvd, ativará esta ligação automaticamente.
A seguir, selecione a aba de Ligação à direita. Na caixa que se abre para baixo Button
Visibility, Botão Visibilidade, selecione Invisible All, Tudo Invisível. Depois selecione a aba
PBC e no alto, ponha 60. Na próxima caixa, ponha um 1 para botão 1, e ponha 1 novamente
na terceira caixa assim ela se ativa. Isso fará aquela ligação ativar automaticamente depois
de 60 segundos, e passa para o primeiro dos nossos menus de capítulos..
Sugestão: Crie um gif animado no Paintshop Pro (ou outro programa de gráficos), salve
como um avi, codifique como quiser a qualquer outro formato avi para dvd e importe-o.
Então fixe também como um fundo de movimento para seu menu principal! Sugestão: Para
efeitos até mais espetaculares, aperte o botão e toque!

Menus de Capítulos.
Duplo clique em Scenes 1 para Movie 1 na árvore. Isto expõe um menu bem enfadonho.
Tempo para fazer isto brilhar, mas primeiro uma pequena necessidade. Criar a primeira
ligação automática. Algumas pessoas apenas olharão aquela tela, sem entender o que fazer
a seguir. Vamos fazer com que o filme comece automaticamente, se eles não apertarem um
botão em 60 segundos. Ajuste o tempo como você achar certo.
À direita há um menu de 5 abas. Selecione a aba PBC e fixe seu intervalo, una pelo padrão
ou una se quer ativar automaticamente. Neste caso, unir 1 é para que o filme comece.

Agora temperar o menu.


Se você gostar, pode importar uma figura ou um quadro do filme como fundo, do mesmo
modo que fizemos para Menu 1. Primeiro, clique com o direito no menu de capítulos na
janela de trabalho e selecione Remove Background. Arraste, segure a tecla SHIFT e solte
sua imagem no menu Instant Background.
Eu também gosto de fazer os ícones e botões mais chamativos. Par fazer isto, veja minha
Sugestão acima de efeito de luzes de néon.
Apenas um exemplo:

Você pode fazer os seus menus de capítulos sem igual ou todos o mesmo. Seja criativo,
divirta-se com isto.

Criando Transições.
Isto é simples mas de maravilhoso efeito, feito com o assistente do DVDLab, muito mais
fácil.
Clique duas vezes em Menu 1 na árvore. Clique na seta ao lado da varinha mágica ao alto e
selecione Menu Transition. DVDLab nos dá 38 efeitos diferentes para escolher. Eu gosto do
efeito ardente aleatório para filmes de ação, página enrolada para drama, etc. - use tudo o
que gostar. Quando você escolher seu efeito, tenha certeza que escolheu as opções From
and To (De e Para) ao alto. Nós estamos transicionando de Menu 1 para Scenes 1, para
Movie 1 neste caso, então aperte o botão Proceed.

Dê-lhe um nome, algo que represente o que é, clique Save e DVDLab criará a transição e
automaticamente o coloca onde deve ser.

Eu acho que 1 segundo de pausa é bastante e o padrão 0.8 é bom e o tempo de transição não
mais que 2 segundos.
Repita isto para cada menu que deseja ter um efeito de transição.

Fazendo Menus de Movimento e sendo profissional nisto


Embora isto possa ser uma das partes mais confusas, também produz Menus mais efetivos,
chamativos, e uma vez mais, DVDLab nos deu generosamente um assistente!
Clique duas vezes em suas primeiras scenes 1 para movie 1 na árvore.
Selecione novamente a pequena seta ao lado da vara mágica, e depois Render Menu
Motion.
Você é oferecido a um menu para gerar todos os efeitos.

Você pode notar que sua primeira escolha de menu é preta, provavelmente antes do
primeiro quadro atual do filme que é inútil. Aqui podemos ajustá-lo. Na porção ao alto,
clique em seu primeiro item de menu (1 na figura). Agora clique e gradualmente deslize o
"Start Point" à direita (2 na figura), até que você chegue ao primeiro quadro você quer ver
naquela caixa de seu menu de movimento.
Em cada uma das caixas alguns quadros do filme vão tocar o "movimento" em nosso menu.
10 segundos são normalmente suficientes e 15 segundos o máximo, ou a demora da carga
do menu por causa do tamanho. (3 na figura).
Outro efeito aborrecido, é que todas as caixas tocam, param, depois reiniciam ao mesmo
tempo. Nós podemos consertar isso também! Clique uma vez depois da marca de tique na
caixa direita ao alto, então clique novamente. Faça isto para TODOS os itens naquela caixa
(4 na figura). Isto faz os movimentos repetirem, se eles são mais curtos que o comprimento
de seu clipe como selecionado em 3 e também mistura os tempos de início, assim eles não
iniciam e repetem ao mesmo tempo. Dá para o movimento um efeito aleatório agradável.
Agora aperte o botão Render (5) e espere até que termine. Só leva um minuto. Enquanto
você estiver esperando, tome nota onde a renderização está sendo salva (6) e abra seu
programa de encoder.
Quando DVDLab terminar a renderização, abra o render em seu encoder e codifique para
mpeg complacente com dvd. Só leva 10 segundos, então não é muito.
Repita os passos anteriores para todos os menus de capítulo, dando-lhes nomes únicos,
assim você sabe a quem pertence. Por exemplo, eu nomeio meu primeiro menu de cenas de
capítulos "cenas", o segundo "cenas2", etc.
Agora importamos os pequenos mpegs acabados como qualquer outro asset, recurso.
Clique com o direito na janela asset, importe e selecione seus mpegs. DVDLab vai
demuxá-los a um .mpv, isto é normal.
Para terminar, precisamos criar os menus nos menus de movimento que criamos, clique
duas vezes em Scenes 1 para Movie 1 na árvore, então da janela assets, arraste e solte o
scenes1.mpv até a janela de trabalho. Clique duas vezes em Scenes 2 para Movie 1 na
árvore, arraste e solte o scenes2.mpv assets para a janela de trabalho, etc. Faça isto para
todos seus menus de capítulos/cenas.
DVDLab dará um aviso sobre regravar. Se você não fez outras mudanças em qualquer
menu DEPOIS de renderizar, tudo bem. Se você fez depois qualquer mudança em qualquer
menu, você terá que refazer e codificar aquele menu.
Sugestão: Acrescente um trilha de áudio em qualquer menu. Importe a trilha de áudio como
qualquer outro recurso (asset) e arraste e solte no menu na janela de trabalho.

Criando o DVD.
Uma última checada no canto direito ao fundo para ter certeza que não temos uma barra
vermelha e estamos prontos para compilar o projeto.
Clique em Project, Compile DVD e desde que fizemos as coisas certas, teremos esta tela:
Todas as colocações podem ser iguais às minhas, com a exceção da pasta temp e a pasta de
saída.
Isto criará duas pastas na pasta de saída, prontas para queimar com o app do programa ou
com seu software preferido.
Se surjir uma tela de erro, você terá que corrigir esses erros antes de continuar,
ou arrisca a sorte de fazer um barco costeiro (um disco que não toca).
Lembre mais, eu sugeri que tente isto primeiro em um dvd-rw. Agora é hora de ser valente
e apertar o botão Start.
Nada é queimado até que você queira. Tenha certeza que há bastante espaço em seu
drive/pasta de saída para o dvd.
Os pequenos gráfico de setores dão uma boa representação do espaço disponível e o espaço
necessário.
Uma vez que DVDLab compilou o vídeo, você pode clicar em Project, Burn DVD from
Disk. Isto abrirá o motor de queimar embutido de DVDLab para queimar a compilação.
Notas Finais .
Rapidamente, agarre o disco acabado e corra para seu tocador de dvd para ver se funciona!
Confira todos os menus e botões, para assegurar que eles fazem o que você esperava.
Sucesso! Sente-se, cruze os braços, estale uma bebida gelada e regozije-se pela glória de ter
dominado DVDLab.
Embora haja muitas mais opções disponíveis, estou certo que você as descobrirá com o
tempo; este guia, esperançosamente lhe ajudou a fazer seu primeiro dvd bem sucedido com
um dos mais excepcionais programas de autoração disponível.