Вы находитесь на странице: 1из 15

HAJA MEMÓRIA

2005 - 2009
E a 7 de Junho também!
EM JUNHO E EM OUTUBRO NÃO
ESQUECEREI
“Para mim, a insensata
decisão dos professores de
incluir na greve o boicote aos
exames nacionais não era
somente uma questão de
ilegalidade, mas também, e
antes de tudo, uma questão
de imoralidade.”
Vital Moreira
23/06/2005
causa-
nossa.blogspot.com
“Há quem tenha a ilusão de que milhares de professores na rua
podem arrastar a demissão da ministra da Educação e
paralisar as reformas em curso. Não se dão conta, porém, de
duas coisas elementares: primeiro, Maria de Lurdes Rodrigues
já deu sobejas provas de que não se deixa impressionar pela
contestação; segundo, Sócrates nunca poderia ceder numa
reforma essencial para a modernização do país, por causa do
protesto profissional. Ainda que este conte com o apoio dos
habituais (e dos novos...) "partidos de protesto", a
instrumentalização partidária de lutas profissionais não ajuda
nada ao seu êxito, antes lhes retira legitimidade. De resto, para
além de justa em si mesma, a reforma da educação até pode
Vital Moreira
render mais votos na população em geral do que04/03/2008
os que faz
perder entre os professores...” Público
“Não tendo conseguido evitar a guerra da maioria dos
professores contra a avaliação (e contra as demais reformas no
ensino), o Governo só tem uma via a seguir, se não a quiser
perder -- tornar claro que não cede, aguentar firme e ganhar a
população a seu favor contra a tentativa de boicote corporativo,
invocando o interesse geral (e sobretudo o interesse da escola e
dos alunos) contra os interesse sectoriais e profissionais.
Esta é, aliás, a "regra de ouro" na luta reformista contra os
grupos de interesse, como escrevi a seu tempo a outro propósito.
Ao contrário do que alguns defendem, o Governo pode bem
suportar a perda eleitoral entre os professores, que aliás
nenhuma cedência agora recuperaria. O que não deve arriscar
são as perdas bem maiores que teria entre osVital Moreira em geral,
eleitores
caso fosse vencido e perdesse a autoridade 15/11/2008
reformadora, que
causa-
constitui o seu grande activo político e eleitoral.”
nossa.blogspot.com
"Neste dia dedicado à educação e à formação, o PS escolheu de
propósito um distrito do interior para mostrar como a excelência não
escolhe territórios e o quanto devemos à União Europeia em termos de
coesão territorial. Estamos a assistir a uma revolução na
Vital Moreira
educação",
26/05//2009
Bragança, Campanha
Eleitoral
“A situação criada é a de um
desastre ecológico. Serão precisos
anos ou décadas para reparar os
estragos. Só uma nova geração poderá
sentir-se em paz consigo, com os outros e
António Barreto, in Público, 24/05/ 2009
com as escolas.”
“OLHEMOS para as imagens na televisão e nos jornais.
Visitemos algumas escolas. Ouçamos os professores.
Conversemos com os pais. Falemos com os estudantes.
Toda a gente está cansada. A ministra e os dirigentes do
ministério também. Os responsáveis governamentais já
só têm uma ideia em mente: persistir, mesmo que seja
no erro, e esperar sofridamente pelas eleições. Os
professores procuram soluções para a desmoralização.
Uns pedem a reforma ou tentam mudar de profissão.
Outros solicitam transferência para novas escolas, na
esperança de que uma mudança qualquer engane a
angústia. Há muitos professores para quem o início de
um dia de aulas é um momento de pura ansiedade.
Foram milhares de horas perdidas em reuniões.

Pais inquietos, mas sem meios de intervenção, lêem


todos os dias notícias sobre as escolas transformadas
em terrenos de batalha. Há alunos que ameaçam ou
agridem os professores. E há docentes que batem em
alunos. Como existem estudantes que gravam ou
fotografam as aulas para poderem denunciar o que lá
se passa. O ministério fez tudo o que podia para virar a
opinião pública contra os professores. Os
administradores regionais de educação não
distinguem as suas funções das dos informadores. As
autarquias deixaram de se preocupar com as escolas
dos seus munícipes porque são impotentes: não sabem
António Barreto, in Público, 24/05/ 2009
e não têm meios. Todos estão exaustos. Todos
NÃO VOTO PS

Похожие интересы