Вы находитесь на странице: 1из 10

Allany Kristina

Andressa Raniely

Anne Heloisy

EXPERIMENTOS: DETERMINAÇÃO DA MASSA MOLAR DE ÁCIDO FRACO


MONOPRÓTICO

Nova Cruz - RN, 2013

4
Allany Kristina

Andressa Raniely

Anne Heloisy

EXPERIMENTOS: DETERMINAÇÃO DA MASSA MOLAR DE ÁCIDO FRACO


MONOPRÓTICO

Relatório técnico apresentado como


requisito parcial para obtenção de
aprovação na disciplina físico-
química experimental, no Curso de
Química Subsequente, Instituto
Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia de Nova Cruz-RN.

Prof. Allan Dantas

Nova Cruz - RN, 2013

5
Sumário

Introdução .............................................................................................................. 4
Procedimento experimental .................................................................................... 6
Materiais utilizados ................................................................................................. 6
Metodologia ............................................................................................................ 6
Processo de Titulação ............................................................................................ 6
Resultados e Conclusão......................................................................................... 7

6
Introdução

As definições de ácido e bases segundo Arrhenius propôs que um ácido


seria toda substancia que produzisse os íons hidrogênios H + , quando dissolvida
em água e que base seria toda substancia que produzisse os íons OH - , também
dissolvida em água.

CH3COOH + H2O  CH3COO- + H+

Ácido acético

NaOH+ H2O  NA+ + OH-

Hidróxido de sódio

Porém muitas reações químicas acontecem na ausência de água o que


impossibilita o uso da proposta de Arrhenius. E para melhorar esta teoria dois outros
químicos propuseram uma nova definição para ácidos e bases.

Definição de ácidos e bases segundo Bronsted-Lowry: Independente um


do outro Bronsted-Lowry definiram: ácido é toda espécie química capaz de doar u
prótons, H+ , e base é toda espécie química capaz de aceitar um próton H +, essa
definição estendesse para qualquer meio (não só aquoso).

Neste experimento serão estudadas as propriedades dos ácidos fracos que


podem produzir íons hidrônio monoprótico fraco pela reação com água. O ácido
acético é um ácido fraco, um ingrediente ativo do vinagre que produz apenas um
hidrônio H+ sua formula molecular é CH3COOH, o próton que se dissocia é aquele
ligado ao átomo de oxigênio, a ligação O-H na molécula de ácido acético é
significativa mais fraca que as ligações C-H, é a polaridade das ligações O-H facilita
do próton sua transferência.

CH3COOH  CH3COO-

[𝐶𝐻3 𝐶𝑂𝑂− ][𝐻+ ]


𝐾𝑎 = = 1,8 ∗ 10−5
[ 𝐶𝐻3 𝐶𝑂𝑂𝐻]

4
Determinaremos sua massa molar por titulação que é um processo a qual
determinamos a concentração de uma solução ou de soluto nela existente, pela
medição do volume de uma segunda solução de concentração já conhecida
(solução titulante) que reage com a primeira.

5
Procedimento experimental
Materiais utilizados

 1 balança analítica
 2 béquer de 100mL
 3 erlernmeyer de 125 mL
 1bureta
 1pipeta volumetrica
 Solução de NaOH
 Solução de ácido acético
 Indicador ácido-base azul de bromotimol

Metodologia

Neste experimento foi adicionado certa quantidade de ácido acético em


um béquer de 100 mL, e em um segundo béquer de 100mL adicionado outra
quantidade de hidróxido de sódio. Antes de começar a titulação é preciso lavar a
bureta com a solução titilante até que todas as bolhas que estiver na mesma
desapareça para que não haja erros na titulação em seguida zere-a e preencha
com o titulante.

No procedimento experimental foi utilizada uma pipeta para pipetar 10 mL


da solução de ácido acético contida no béquer e depois transferida para um
elermneyer, o mesmo procedimento feito duas vezes. Logo em seguida
adicionado três gotas de azul de Bromotimil (0,1%) em cada elermnyer.

Processo de Titulação

Colocamos NaOH na bureta até a marca de 25 mL e iniciamos nossa


titulação, manuseando a bureta utilizando a mão direita para a titulação e a mão

6
esquerda para o controle de gotejamento do NaOH. Seguindo neste ritmo até nossa
solução começar a mudar de cor (ponto final), diminuímos a velocidade do
gotejamento e mantendo a mesma rotação do erlenmeyer com a mão direita, até a
mudança e a fixação completa da cor em nossa solução, passando de cor
transparente para cor azul claro. Lembrando-se de agitar o elermneyer com cuidado
para não danificar a ponta da bureta.

Resultados e Conclusão

1ª tentativa 𝑀á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜 2ª tentativa


 Quantidade de 0,0032 𝑚𝑜𝑙  Quantidade de
=
gramas na solução de 0,080𝐿 gramas na solução de
−1
80mL de ácido acético = 0,04 𝑚𝑜𝑙 𝐿 80mL de ácido acético

1𝐿 → 2,4𝑔  Concentração 1𝐿 → 2,4𝑔

molar de ácido acético


0,080𝐿 → 𝑥 0,080𝐿 → 𝑥
em solução de NaOH.
𝑥á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜 1𝐿 → 0,04 𝑚𝑜𝑙 𝑥á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜
= 0,192 𝑔 𝐿−1 0,0043𝐿 → 𝑥 = 0,192 𝑔 𝐿−1

𝑥á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜 𝑛𝑎 =1.72 ∗


 Quantidade de 𝑠𝑜𝑙𝑜çã𝑜 𝑑𝑒 𝑁𝑎𝑂𝐻  Quantidade de
mol em 0,192g L-1 de 10−4 𝑚𝑜𝑙 mol em 0,192g L-1 de
ácido acético ácido acético
60𝑔 → 1𝑚𝑜𝑙 60𝑔 → 1𝑚𝑜𝑙
0,192𝑔 → 𝑌 0,192𝑔 → 𝑌

60𝑔 𝑌 = 0,192 𝑔 𝑚𝑜𝑙 60𝑔 𝑌 = 0,192 𝑔 𝑚𝑜𝑙


𝑦 𝑦
0,192g mol 0,192g mol
= =0,0032 mol = =0,0032 mol
60g 60g
𝑛 𝑛
𝑀= 𝑀=
𝑣 𝑣

7
𝑀á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜 3ª tentativa 𝑥á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜 𝑛𝑎 =1.8 ∗
𝑠𝑜𝑙𝑜çã𝑜 𝑑𝑒 𝑁𝑎𝑂𝐻
0,0032 𝑚𝑜𝑙  Quantidade de
= 10−4 𝑚𝑜𝑙
0,080𝐿 gramas na solução de
−1
= 0,04 𝑚𝑜𝑙 𝐿 80mL de ácido acético

 Concentração 1𝐿 → 2,4𝑔

molar de ácido acético


0,080𝐿 → 𝑥
em solução de NaOH.
1𝐿 → 0,04 𝑚𝑜𝑙 𝑥á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜
0,0042𝐿 → 𝑥 = 0,192 𝑔 𝐿−1

𝑥á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜 𝑛𝑎 =1.68 ∗


𝑠𝑜𝑙𝑜çã𝑜 𝑑𝑒 𝑁𝑎𝑂𝐻  Quantidade de
10−4 𝑚𝑜𝑙 mol em 0,192g L-1 de
ácido acético
60𝑔 → 1𝑚𝑜𝑙
0,192𝑔 → 𝑌

60𝑔 𝑌 = 0,192 𝑔 𝑚𝑜𝑙


𝑦
0,192g mol
= =0,0032 mol
60g
𝑛
𝑀=
𝑣
𝑀á𝑐𝑖𝑑𝑜 𝑎𝑐𝑒𝑡í𝑐𝑜
0,0032 𝑚𝑜𝑙
=
0,080𝐿
= 0,04 𝑚𝑜𝑙 𝐿−1

 Concentração
molar de ácido acético
em solução de NaOH.
1𝐿 → 0,04 𝑚𝑜𝑙
0,0045𝐿 → 𝑥

8
Tabela 1 Resultados Obtidos

Tentativa 1 Tentativa 2 Tentativa 3

Leitura inicial da bureta


25 mL 20.7mL 16,6mL
NaOH titulante

Leitura final da bureta


20,7 mL 16,5mL 11,9mL
NaOH titulante

Volume liquido do NaOH 4,3 mL 4,2mL 4,5mL

Milimoles de NaOH para o


3,8*10-7mmol 3,69*10-7mmol 3,96*10-7mmol
ponto final da titulação

Milimoles de ácido acético


1,72*10-7 mmol 1,68*10-7 mmol 1,8*10-7mmol
na amostra

Concentração molar da
0,04 Mol/L 0,04Mol/L 0,04Mol/L
solução de ácido acético

Massa molar do ácido


60 g/mol 60g/mol 60g/mol
acético

𝐶𝐻3 𝐶00𝐻 + 𝑁𝑎𝑂𝐻 ⇌ 𝐶𝐻3 𝐶𝑂𝑂+ + 𝑂𝐻 − 1:1⇌1:1

𝐶 = 2 ∗ 12 = 24

𝐻 = 4∗1 = 4

𝑂 = 2 ∗ 16 = 32
𝐶𝐻3 𝑂𝑂𝐻 = 60 𝑔 𝑚𝑜𝑙

9
𝑚
𝑛𝐴𝐴 =
𝑀

𝑀 ∗ 𝑛𝐴𝐴 = 𝑚

3,2 ∗ 10−3 𝑚𝑜𝑙. 𝑀 = 0,192𝑔

0.192𝑔
𝑀= = 60 𝑔𝑚𝑜𝑙−1
3,2 ∗ 10−3 𝑚𝑜𝑙

Os resultados encontrados foram satisfatórios, pois tiveram um pequena


parcela de erros, ou seja, tiveram uma pequena diferença.

Concluímos com esse experimentos que é possível identificar concentração


molar desconhecida do ácido fraco tendo cuidado na verificação do ponto de
equivalência para não haver desperdício de titulante, assim não tendo erro de
concentração molar do titulado.

10