Вы находитесь на странице: 1из 4

Informe

V E G A N Curitiba — PR — Edição nº 01

Veganismo? O que é isso?


Bem, também podemos começar com Também boicota produtos que promo-
outra pergunta: o que não é isso? Veganis-
mo não é uma nova religião ou seita, não
vam a exploração animal, como: roupas
de couro, seda e lã; ornamentos com os-
Vegan
Alimente os famintos
é um movimento artístico, não é uma cor- sos e marfins; cosméticos, medicamentos,
Apoie a luta dos povos indígens
rente política e também não é uma abre- produtos de limpeza e higiene testados em Defenda o direito dos trabalhadores
viação da palavra ‘vegetarianismo’, em- animais ou que contenham substâncias
Seja gentil com os animais
bora o termo ‘vegan’ (vegano) tenha sido de origem animal. A atitude ética se mani- Boicote as fazendas industriais
usado pela primeira vez como derivação festa ainda no boicote a todas as formas Escolha produtos que não tenham
de ‘vegetarian’ (vegetariano), na década de entretenimento que exploram animais, origem animal
de 40, na Inglaterra. O veganismo, por- como: circos, rodeios, farras do boi, rinhas Combata o desmatamento para pastos
tanto, começou como um aprofundamento de cães e galos, zoológicos, atividades de Salve as florestas
do vegetarianismo. Muitos, inclusive, se caça e pesca, etc. Acabe com o latifúndio
referem aos veganos como ‘vegetarianos A maioria dos veganos adota este es- Denuncie o tráfico de animais
puros’, ‘vegetarianos estritos’ ou ainda ‘ve- tilo de vida como forma de ativismo, em Lute pelo fim da caça
getarianos éticos’. favor do anti-especismo (movimento con- Acabe com a vivissecção
Na prática, o veganismo é um estilo trário à crença na superioridade da espécie Pare os conflitos por recursos naturais
de vida que exclui, na medida do possí- humana) e do abolicionismo animal (fim da Acabe com o domínio das
vel, toda e qualquer forma de exploração escravização dos animais), entendendo os corporações
animal. Isso se reflete no não-consumo seres não-humanos como sujeitos de direi- Viva a sua consciência
de nenhum alimento ou produto que te- to. Aliado a estas questões há o comprome- Salve os oceanos
nha origem animal ou utilize animais em timento com um modo de vida sustentável: Pare de poluir água
testes durante a sua fabricação. Portanto, menos impactante para o meio ambiente e Defenda um planeta sustentável
além de não comer carne (vegetarianis- socialmente mais justo. O veganismo ativis- Preocupe-se com os outros
mo), o vegano evita consumir qualquer ta, portanto, está relacionado a outras lu- Viva com compaixão
produto de origem animal, como ovos, tas, sempre tendo em vista a ética, a justiça Pare a violência
mel, leite e derivados. social e a libertação animal.
Informe Vegano — 
Vegano por ideal
Ativismo, hardcore, movimentos sociais. Este é ras falam: ‘sou vegetariano por saúde, então
o cenário por onde transita um rosto conhecido não preciso parar de tomar leite, já que não
do mundo underground curitibano: Gustavo de me importo com animais’. Como se a questão
Oliveira, 32, vocalista da banda ‘Nieu Dieu Nieu fosse ‘se importar’ e não respeitar direitos.
Maitre’ (Nem Deus Nem Mestres). ‘Gu’, como é É possível ser 100% vegano?
chamado pelos amigos, também integra o ‘Mo-
Não existe 100% vegano. Praticamente todos
vimento Passe Livre’, coletivo ‘Despejo Zero’,

editorial ‘Centro de Mídia Independente’ e ‘Frente de Li-


bertação Animal’, também fundador do ‘Squat
13 de Janeiro’ (ocupação urbana). Exímio ba-
os alimentos vêm das fazendas industriais,
que usam tratores onde geralmente animais
silvestres são triturados ou expulsos de seus
habitats. As hidrelétricas, com suas turbinas,
Caro leitor, o material que você terista (toca desde os quatro anos), Gustavo
também destroem muitas vidas. Pneus são fei-
tem em mãos é a primeira edição foi precoce não só na música, mas também
tos com derivados de animais. Enfim...
deste informativo. Para nós, um mo- no seu envolvimento com o movimento Punk,
o que o levou a conhecer o Straight Edge. Ve- Por que muitos veganos não con-
mento muito importante. Aqui vamos
getariano desde os 13 anos, e vegano há seis, somem bebidas alcoólicas?
poder expressar opiniões polêmicas,
ele inaugura nossa seção de entrevistas falan- Aqui sempre há uma confusão histórica. Vega-
muitas vezes completamente diver-
do sobre sua relação com o veganismo. nismo não tem relação com o movimento Strai-
gentes do “normal” ou “padrão”. Mas ght Edge. Straight Edgers sim não consomem
é para isso que o Informe Vegano Como você se tornou vegano?
nenhuma bebida alcoólica, drogas, etc. Mas
existe: para divulgar idéias ainda Já havia vários anos da minha escolha vegeta-
vemos muitos veganos consumindo álcool,
pouco discutidas e para dar voz riana. Sempre com aquela idéia de dar o próxi-
apesar da maioria das bebidas fermentadas
àqueles que não falam, mas que mo passo, o veganismo. Mas por pura preguiça
usarem gordura de porco (muitos vinhos, para
sentem, raciocinam e se expressam e comodismo não conseguia. Quando estava
conservação, usam essa gordura).
de maneira diferente: os animais. em Pernambuco decidi que seria a melhor hora.
Chegando lá foi o que fiz. Só foi complicado no O veganismo é a melhor forma de
Por respeitá-los como eles são
seguinte sentido: eu saia de uma dieta lacto- combater a exploração animal?
e por sermos contrários a todo tipo
vegetariana com muita variedade e entrava em Acho que a melhor maneira de militar é atra-
de exploração sobre eles, criamos
outra que contava, aparentemente, com pou- vés dos argumentos, mostrando o veganismo
este espaço a fim de refletir sobre quíssimas opções no local. Mas com o tempo, como conseqüência lógica de se admitir que
nossa relação com o meio e com os encontrei muitas fontes alternativas e desde en- animais não são coisas. Temos que levar a
seres que nos cercam. Acreditamos tão tenho me mantido tranquilamente vegano. mensagem para os outros.
que esta reflexão é urgente: o ser Meu próximo passo? Livrar-me do açúcar... As pessoas estão mais abertas a
humano é o animal mais predatório
O veganismo está, necessariamen- estas idéias hoje?
a habitar este planeta, e seu impacto
te, atrelado à questões políticas/ Na esfera ativista ainda é restrito. Muitas pes-
no equilíbrio dos ecossistemas já é
ideológicas? soas ainda enxergam o ativismo como uma
sentido em grande escala. Porém,
Na prática isso não ocorre totalmente, já que forma ineficaz de lutar em prol da libertação
a questão não deve se limitar a me-
existem muitos veganos que adotam esta animal. Mesmo os veganos ficam, muitas ve-
didas paliativas: situações urgentes postura por motivos de saúde, por exemplo. zes, presos a dietas caras, favorecendo ape-
pedem pedidas radicais. E radical é Porém, acredito que não só os veganos, mas nas as grandes redes atravessadoras. Poucos
aquele que vai à raiz dos problemas. todas as pessoas têm o dever de repensar são aqueles que arregaçam as mangas. Mes-
Nesse sentido, o Informe Vegano é as ações que causam dano aos animais. É mo que se adote uma atitude aberta e sendo
uma publicação radical. Por isso, de- por isso que eu acho que o veganismo pela pró (usando camisetas, adesivos e tendo uma
fendemos um estilo de vida vegano: saúde é uma das coisas que mais atrapalha o dieta vegana), é preciso ação direta ou tudo
ativismo político e atitude ética. movimento pelos direitos dos animais. Os ca- continuará da mesma maneira.

Straight Edge - sXe


O movimento de contra-cultura Straight tes que ainda não podiam (e nem queriam)
Edge nasceu do hardcore punk (E.U.A, anos consumir bebidas alcoólicas. Assim, a idéia
80), e se destacou por adotar uma postura tomou proporções...
mais ‘limpa’: livre de drogas ilícitas, álcool ou Um evento importante encabeçado pe-
cigarro. No Brasil, o movimento está ligado los straight edgers no Brasil é a Verdurada:
ao anarquismo, ateísmo e ao veganismo/ uma mistura de show, palestras, discussões
vegetarianismo, embora esta associação não e exposições culturais e políticas, além da
esteja necessariamente presente. refeição vegana. Esses eventos seguem os
O símbolo do movimento, o ‘X’, surgiu princípios do movimento: não são vendidas
de uma prática comum nos bares onde se e não se pode consumir bebidas alcoólicas
apresentavam bandas de punk rock: marcar ou cigarros, não há patrocinadores externos.
com um ‘X’ o dorso da mão dos adolescen- A idéia é: faça você mesmo.
 — Informe Vegano
Inteligência Animal:
Fronteiras cada vez mais difusas
Há alguns anos era comum, em especial se lembrar de colegas de cardume e fatos Os golfinhos de um centro de pesquisa
nas aulas de biologia, ouvir o professor falar passados) e desenvolvem diferentes tipos no Hawaii não ficam atrás. Também acostu-
com orgulho que o ser humano era o único de comportamentos sociais (como manipu- mados à linguagem dos sinais, ao receberem
animal racional a habitar este planeta. O lação, reconciliação e punição)2. o comando ‘criar’ (usado pelos treinadores
pensamento lógico era tido como a barreira O que todas essas pesquisas estão nos para dizer-lhes: ‘façam o que quiserem, inven-
essencial que nos separava dos ‘animais ir- mostrando é que a inteligência não é atributo tem um movimento’), dois golfinhos nariz-de-
racionais’. Hoje, alunos bem informados têm só dos seres humanos, que outras espécies garrafa surpreenderam: depois de circularem
‘munição’ de sobra para desbancar facilmente também são capazes de pensar (além de, ob- juntos no tanque durante dez segundos,
esta afirmação. Isso porque a pesquisa cien- viamente, sentir). Esta afirmação ainda pode ‘saltaram para fora d’água girando no sentido
tífica nesta área anda a passos largos e está parecer forte, mas o significado de ‘pensar’, horário em torno do próprio eixo e espirrando
nos surpreendendo a cada esquina. para os cientistas que estudam o comporta- água pela boca, todas as manobras sendo
Um bom exemplo é a pesquisa desen- realizadas com perfeita sincronização’, conta
volvida pela psicóloga Irene Pepperberg com o pesquisador Louis Herman1. Tudo sem ne-
o papagaio Alex, na Universidade Brandeis Estudos recentes nhum ensaio. Herman ainda não sabe expli-
— Massachusetts. O pássaro apresentou car como os golfinhos fizeram isso.
ótimo desempenho em todas as habilidades sugerem a existência Mas o professor de Psicologia da Univer-
consideradas típicas de ‘capacidade men- de formas similares de sidade de Harvard, Marc Hauser, dá uma dica:
tal superior’: boa memória, entendimento ‘os animais pensam de maneira semelhante a
de gramática e símbolos, percepção de si, inteligência avançada em crianças que não aprenderam a usar a lingua-
compreensão de motivos alheios, imitação múltiplas espécies. gem. Eles têm pensamentos muito interessan-
de comportamento e criatividade. Os resulta- tes, mas só conseguem expressá-los por meio
dos surpreenderam muitos cientistas, pois se de grunhidos, latidos e trinados’2. Se esta frase
acreditava que apenas os grandes primatas fosse dita há 30 anos, Hauser provavelmente
(evolutivamente mais próximos do ser huma- mento animal, está ligado à capacidade de estaria na ‘geladeira’: seria rechaçado pela co-
no) seriam aptos a aprender sinais e símbolos processar as informações do meio-ambiente munidade acadêmica e viraria motivo de piada.
para se comunicar conosco. de forma a se adaptar às diferentes situações. Mas as pesquisas que envolvem cognição ani-
Mas a idéia de que espécies distantes da É exatamente isto o que ocorre quando um mal a cada dia derrubam novas barreiras. Da
nossa, como as aves ou moluscos, pudessem corvo transforma um pedaço de arame em mesma forma que Copérnico, cinco séculos
apresentar grande capacidade de aprendizado um gancho para alçar comida de um local de atrás, provou que a Terra não era o centro do
já havia sido defendida por Charles Darwin no difícil acesso (sem que, é claro, ninguém o universo, agora uma nova geração de cientis-
século XIX. Para o naturalista, a inteligência tenha ensinado). tas têm comprovado, sistematicamente, que
humana evoluiu a partir das capacidades de Mais impressionante ainda é a Gorila nós não somos tão superiores assim. Um ine-
aprendizado de organismos mais simples, não Koko, primeiro ser não-humano a par- gável convite à humildade.
apenas de primatas ou mamíferos. ‘Para Da- ticipar de um chat na internet (com a
rwin, era possível encontrar graus de inteligên- ajuda de sua treinadora, Francine
cia por todo o reino animal’1. Ponto para o des- Patterson, em 1998)*. Patterson
cobridor da seleção natural: estudos recentes traduzia as perguntas dos inter-
sugerem a existência de formas similares de nautas para a linguagem dos si-
inteligência avançada em múltiplas espécies. nais; Koko respondia da mesma Fonte: 1. revista National Geo-
graphic - “Mentes que Brilham”
Alex, por exemplo, faz operações aritmé- forma, e a treinadora comunica- (março/2008) 2. revista Os
ticas simples e classifica objetos pela forma, va as respostas a um facilitador Caminhos da Terra – “Existo, logo
cor, tamanho e material. A reportagem da que as digitava. Ao longo de penso” (janeiro/2004) 3. revista
National Geographic relata, inclusive, que o sua vida, Koko aprendeu Sapiens – “Gente como a gente?”
papagaio, ouvindo outra ave errar a pronún- o significado de mais de (julho/2006) — * www.koko.
org/world/talk_aol.html
cia da palavra ‘verde’, exclamou, irritado: ‘Fale duas mil palavras em
direito!’. Alex também é capaz de entender o inglês, e outras mil na
significado do zero, conceito abstrato que, em linguagem dos sinais.
nossa espécie, só é compreendido por crian-
ças a partir de três anos3.
Cães também podem apresentar uma
capacidade enorme de aprendizado, como
provou a cadela Betsy1, que entende mais
de 300 palavras. Outro destaque são os
corvos, exímios na criação e uso de ferra-
mentas. Surpresa também com relação aos
polvos, que brincam, e os peixes, que coo-
peram entre si, têm boa memória (podem

Informe Vegano — 
frases
vegetarianas Um dia atípico...
Relato de um Freegan

“ Se os matadouros fossem Vou contar um pouco do que rola quan- com o meio natural.
de vidro todos seriam do damos o tal “Rolé Freegan” para coletar Tem aqueles que se
o que de graça e espontaneamente cresce utilizam dessas “táticas”
vegetarianos”
nos terrenos baldios, bosques, parques e naturistas sem se dar
Paul e Linda McCartney
ruas de Curitiba. Observando o que de “lixo” conta desses conceitos,

“ Enquanto o homem continuar pode ser reutilizado, consertado, adaptado como os catadores e
a destruir impiedosamente os ou mudado de lugar. mendigos. Eles estão
seres vivos não conhecerá a Na prática, esses rolés freegans têm nos mais familiarizados com
mostrado muitas alternativas, e aproveitamos esse olhar sustentável e de improviso. Falando
saúde e a paz. Pois enquanto
para conhecer a nossa bio-região e ficarmos em olhar, acho que passei a ver uma outra cida-
os homens massacrarem os
íntimos dos ciclos da natureza: identificando de, os contrastes desse ambiente que teima em
animais, matarão uns aos
plantas, colhendo frutas da época (como goia- se artificializar... Também fazemos os rolés free-
outros. Realmente, aquele que bas, laranjas, abacates, mexericas, bananas, gan no meio rural, mas essa é outra estória...
semeia a morte e a dor não erva cidreira, pinhão, caquis, inhames...). Tam- Zero
pode colher alegria e amor.” bém passamos em feiras de rua onde geral-
Pitágoras mente há muita sobra (que só pela aparência


FREEGAN?
de batidas e pós-maduras são descartadas).
Nada beneficiará tanto a A palavra ‘freegan’ (que vem de ‘freeganismo) é
Aproveitamos ainda para pegar caixas de ma- um termo do inglês que eu mesmo não gosto,
saúde humana e aumentará as
deira que usamos para fazer fogo. pelo distanciamento lingüístico. Mas o que vale
chances de sobrevivência na é a idéia e a ação. A palavra é uma junção de
O que tem agilizado os esquemas é que
Terra quanto a evolução para muitas vezes vamos de bicicleta, com uma outras duas: vegan (vegano) e free (grátis).
uma dieta vegetariana.” Para mim, o veganismo também defende um
caixa grande na garupa. Às vezes levamos pensamento político de crítica e renúncia ao
Albert Einstein uma vara com um ganchinho para pegar fru- sistema capitalista, ao consumo desenfreado e


tas mais altas, quando não subimos nas árvo- paranóico, evitando girar essa máquina domi-
Haverá um tempo em que os nadora e opressora. Por isso o prefixo ‘free’: não
res. Rola também pedir frutas de casas que
seres humanos se contentarão estimulamos um mercado que só visa o lucro
vemos ter muitas. (inclusive explorando este novo nicho chamado
com uma alimentação
Num conceito mais político e social, o fre- ‘verde’, como é o caso dos alimentos orgâni-
vegetariana e julgarão a matança cos). Daí o boicote a este sistema: evitamos
ganismo cria autonomia e desperta um ances-
de um animal inocente da tral espírito de coletor que sociedades tribais
comprar qualquer produto, recuperando o que
mesma forma como hoje se julga é desperdiçado.
praticavam com tanta desenvoltura e equilíbrio
o assassino de um homem.”
Leonardo da Vinci

“ Deveríamos ser capazes de


recusar-nos a viver se o preço
da vida é a tortura de seres
sensíveis.”
notas
Lista Útil
A listagem das empresas que não tes-
Net Engajada
A internet disponibiliza uma grande
quantidade de informações sobre veganis-
mo, vegetarianismo, libertação animal e
Mahatma Gandhi tam em animais pode ser encontrada no site temas correlatos. Listamos alguns dos sites


da PEA (Projeto Esperança Animal): www. que poderão servir de referência para con-
Os animais do mundo existem pea.org.br/crueldade/testes/lista.htm sultas e pesquisas.
para seus próprios propósitos. Uma dica é imprimir a lista e levá-la
Não foram feitos para os seres > Educação Humanitária
sempre que for às compras. Assim você pri-
humanos, do mesmo modo que www.ninarosa.org (Instituto Nina Rosa)
vilegia as marcas livres de crueldade! Ah, e
os negros não foram feitos para www.pea.org.br (Projeto Esperança Animal)
não se esqueça de levar também a sua pró-
os brancos, nem as mulheres pria sacola. > Libertação Animal
para os homens.” www.abolicionismoanimal.org.br
Alice Walker Você sabia? www.gato-negro.org
www.gaepoa.org
A palavra ‘vegetariano’ foi usada pela www.holocaustoanimal.org
eXPEDIENTE primeira vez em meados de 1847, na reu- fotolog.com/movimentofera/
Jornalista responsável nião inaugural da Sociedade Vegetariana http://veddas.blogspot.com
Mariana Hoffmann do Reino Unido. Ao contrário do que pa-
> Veganismo
Projeto Gráfico rece, ‘vegetariano’ não deriva da palavra
Daniela Baumguertner www.guiavegano.com.br
‘vegetal’, mas tem origem no termo latino
Colaboradores www.vegans.com.br
‘vegetus’, que significa ‘íntegro’, ‘sadio’,
Gustavo de Oliveira, Zero, ‘vivaz’. Antes da palavra ‘vegetariano’ se > Vegetarianismo
César Titton
popularizar, as pessoas que não comiam www.vegetarianismo.com.br
www.informevegano.we.bs/index.htm
carne eram chamadas de ‘pitagóricas’ www.svb.org.br (Sociedade Vegetariana
tier@riseup.net
(uma referência a Pitágoras, filósofo da Brasileira)
ESTA PUBLICAÇÃO PODE SER
REPRODUZIDA LIVREMENTE Grécia antiga que defendia o não-consu- www.centrovegetariano.org
mo de carne). http://cantinhovegetariano.blogspot.com/

 — Informe Vegano