Вы находитесь на странице: 1из 0

Estatística Básica

Estatística Básica Armando Oscar Cavanha Filho

Armando Oscar Cavanha Filho

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

1- INTRODUÇÃO

A Estatística tem ampliado a sua participação na linguagem das atividades profissionais da atualidade, já que os números e seus significados traduzem, de forma objetiva, as questões do cotidiano, propiciando análises com base em fatos e DADOS. A seguir são apresentados alguns conceitos e definições úteis sobre Estatística:

A Estatística compreende a coleta, a apresentação e a caracterização da informação, visando assistir a análise de dados e o processo de decisão.

A Estatística Descritiva envolve a coleta, a análise e a apresentação de conjuntos de dados, para descrever as diversas características destes conjunto de dados.

A Estatística Inferencial consiste nos métodos de estimativas de uma população com base nos estudos sobre amostras (por vezes é impossível trabalhar com a população inteira).

A População (Universo) é a totalidade dos ítens que estão sendo considerados.

A Amostra é a parte da população que é selecionada para análise.

População finita é aquela que possui um limite quantitativo (exemplo: a produção de veículos no país, ou no mundo, a cada ano), enquanto a infinita se

2

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

refere de quantitativos sem limite (exemplo: todos os resultados, cara ou coroa, dos lances de uma moeda qualquer).

O Parâmetro é uma medida sintética que descreve um estado da população.

Os Dados podem ser do tipo Qualitativos ou Quantitativos (Discretos ou Contínuos).

Os Dados Quantitativos Discretos são aqueles que podem ser contados (exemplo: número de peças de roupa).

Os Dados Quantitativos Contínuos são os que podem ser medidos. Estão limitados pela precisão do sistema de medição (exemplo: altura ou peso de um indivíduo).

Números randômicos ou aleatórios são valores tomados sem nenhuma lei de formação, normalmente obtidos de uma tabela apropriada ou gerados eletronicamente por microprocessadores.

Estudos Enumerativos envolvem a tomada de decisão, com base nas características de uma população sob análise (ex. Votações políticas).

Estudos Analíticos envolvem a tomada de uma ação sobre um processo visando o aumento de performance no futuro (ex. Processo de fabricação de peças de automóveis).

3

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

2 – MEDIDAS DE TENDÊNCIA CENTRAL

I - MÉDIA ARITMÉTICA

A média aritmética de um conjunto é o resultado da divisão entre a soma de todos os valores pela quantidade de valores.

Xi

Xa = --------------------

N

Exemplo: Dados os valores 5,4,8,9,2,1, qual a média aritmética do conjunto dado ?

X1

5

X2

4

X3

8

4

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

X4

9

X5

2

X6

1

Soma

29

Soma / n

4,833333

A média aritmética deste conjunto é 4,83.

II - MÉDIA GEOMÉTRICA

A média geométrica é o resultado da raíz enésima do produto de todos os valores dados.

geométrica é o resultado da raíz enésima do produto de todos os valores dados. X g

Xg = n X 1. X 2 Xn

geométrica é o resultado da raíz enésima do produto de todos os valores dados. X g

5

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Exemplo: Dados os valores 5,4,8,9,2,1, qual a média geométrica do conjunto dado ?

   

produto

   

1

X1

5

5

X2

4

20

X3

8

160

X4

9

1440

X5

2

2880

X6

1

2880

 

produto

7385

 

Produto ^ (1/n)

4,41291

A média geométrica deste conjunto é 4,41.

6

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

III - MÉDIA HARMÔNICA

A média harmônica é o recíproco da média aritmética dos recíprocos de todos os

valores dados.

Xh

=

1

---------------------------------- 1 / X1 + 1 / X2 +…1 / XN

---------------------------------

N

Exemplo: Dados os valores 5,4,8,9,2,1, qual a média harmônica do conjunto dado ?

   

Inverso

X1

5

0,2

X2

4

0,25

X3

8

0,125

X4

9

0,111111

X5

2

0,5

X6

1

1

7

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Soma

2,186111

Soma/n

0,364352

1/soma/n

2,7446

A média harmônica deste conjunto é 2,74.

IV - MÉDIA PONDERADA

A média ponderada é a média (aritmética, harmônica ou geométrica) que leva em conta o quanto cada valor é mais confiável ou mais frequente no conjunto de dados.

Média aritmética ponderada:

X1.f1 + X2.f2 + … XN.fn Xw = ------------------------------------

f1+f2+…fn

Exemplo: Dados:

8

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Valor

Frequência ou peso

5

3

4

4

8

1

9

2

2

2

1

8

qual a média aritmética ponderada do conjunto dado ?

X1

5

f1

3

x1f1

15

X2

4

f2

4

x2f2

16

X3

8

f3

1

x3f3

8

X4

9

f4

2

x4f4

18

X5

2

f5

2

x5f5

4

x6

1

f6

8

x6f6

8

9

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

soma f

20

soma xf

69

   

soma xf / soma f

3,45

A média aritmética ponderada deste conjunto é de 3,45.

Média geométrica ponderada:

 

f1

f2

f3

fn

( 1 / (f1+f2+…fn)

Xgw = {

( X1

.

X2 .

X3

.

Xn )

}

Exemplo: Dados:

Valor

Frequência ou peso

5

3

4

4

8

1

9

2

2

2

10

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

1

8

qual a média geométrica ponderada do conjunto dado ?

           

1

x1

5

f1

3

x1^f1

125

125

x2

4

f2

4

x2^f2

256

32000

x3

8

f3

1

x3^f3

8

256000

x4

9

f4

2

x4^f4

81

20736000

x5

2

f5

2

x5^f5

4

82944000

x6

1

f6

8

x6^f6

1

82944000

   

som

20

 

Produto

82944000

a f

         

Prod ^ (1/ som f)

2,488509

A média geométrica ponderada deste conjunto é 2,48.

Média harmônica ponderada:

11

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Xhw =

1

--------------------------------------

1/X1.f1 + 1/X2.f2 +…1/XN.fn

-------------------------------------

f1+f2+…fn

Exemplo: Dados:

Valor

Frequência ou peso

5

3

4

4

8

1

9

2

2

2

1

8

qual a média harmônica ponderada do conjunto dado ?

12

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

x1

5

f1

3

x1f1

15

1/x1f1

0,07

x2

4

f2

4

x2f2

16

1/x2f2

0,06

x3

8

f3

1

x3f3

8

1/x3f3

0,13

x4

9

f4

2

x4f4

18

1/x4f4

0,06

x5

2

f5

2

x5f5

4

1/x5f5

0,25

x6

1

f6

8

x6f6

8

1/x6f6

0,13

   

soma

20

   

soma 1/xf

0,68

f

           

Som/n

0,03

           

1/so/n

29,21

A média harmônica ponderada deste conjunto é 29,21.

13

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

V - PONTO MÉDIO DO INTERVALO

É a média aritmética dos extremos.

Exemplo: Dados:

Valor

5

4

8

9

2

1

Qual o ponto médio do intervalo ?

Valores em ordem crescente

1

2

14

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

4

5

8

9

Pmi = (1 + 9) / 2 = 5

O ponto médio do intervalo deste conjunto é 5.

VI - MEDIANA

É o valor que se encontra na posição média da série ordenada de dados. Para quantidade de dados par, é a média dos dois valores de posição média da série ordenada.

Exemplo: Dada a série:

15

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Valor

5

4

8

9

2

1

Ordena-se a série:

valores em ordem crescente

1

2

4

5

8

9

A mediana deste conjunto é (4+5) / 2 = 4,5.

16

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Se a série dada for:

Valor

 

5

4

8

9

2

1

7

Então:

valores em ordem crescente

1

2

4

5

7

17

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

8

9

A mediana deste conjunto é 5.

VII - MODA

É o valor de mais alta frequência de aparecimento na série dada.

Exemplo: Dada a série:

Valor

Frequência ou peso

5

3

4

4

8

1

9

2

2

2

1

8

18

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

A moda deste conjunto é 1 (aparece oito vezes).

Caso os dados fossem:

Valor

Frequência ou peso

5

3

4

4

8

1

9

8

2

2

1

8

Existiriam duas modas para este conjunto de dados: 9 e 1, cada uma com 8 aparecimentos (série bi-modal).

19

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

3- MEDIDAS DE DISPERSÃO

Trata-se da medida de variação ou distribuição dos dados. Uma série de dados pode ter os valores mais “aproximados” ou mais “espalhados” que outra.

I - FAIXA

É a diferença entre o maior e o menor valor da série.

Exemplo: Dada a série:

Valor

5

4

8

9

2

1

20

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Então:

valores em ordem crescente

1

2

4

5

8

9

FAIXA = 9 – 1 = 8

A faixa deste conjunto de dados é 8.

II - VARIÂNCIA e DESVIO PADRÃO

Para a amostra

21

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

É aproximadamente a média aritmética dos quadrados dos desvios de todos os valores sobre a média aritmética da população.

2

Σ(x-m) σ2(x) = -------------------

n-1

onde x é cada valor da série, m é a média aritmética da série.

Exemplo: Dada a série seguinte (amostra), qual a variância ?

Valor

5

4

8

9

2

1

22

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Então:

 

Valor

va-me

(va-me)^2

 

5

0,17

0,03

 

4

-0,83

0,69

 

8

3,17

10,03

 

9

4,17

17,36

 

2

-2,83

8,03

 

1

-3,83

14,69

Soma

29

 

50,83

Média

4,83

varian

10,17

arit

A variância deste conjunto é 10,17.

O Desvio Padrão é a raiz quadrada da variância

No exemplo = 10,17^(1/2) = 3,19.

23

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Para a população

2

Σ(x-m)

s2(x) = -------------------

n

Exemplo: Dada a série seguinte (população), qual a variância ?

Valor

5

4

8

9

2

1

Valor

va-me

(va-me)^2

5

0,17

0,03

24

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

 

4

-0,83

0,69

 

8

3,17

10,03

 

9

4,17

17,36

 

2

-2,83

8,03

 

1

-3,83

14,69

soma

29

 

50,83

média arit

4,83

varian

8,47

A variância deste conjunto é 8,47.

O Desvio Padrão é a raiz quadrada da variância.

No exemplo, 8,47^(1/2) = 2,91

III - COEFICIENTE DE VARIAÇÃO

É a razão entre o desvio padrão e a média aritmética, apresentada na forma percentual:

25

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

100 x s(x) CV = -----------------------

m

Exemplo: Dada a série seguinte, qual o coeficiente de variação ?

Valor

5

4

8

9

2

1

26

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

 

Valor

dif

dif^2

 

5,00

0,17

0,03

 

4,00

-0,83

0,69

 

8,00

3,17

10,03

 

9,00

4,17

17,36

 

2,00

-2,83

8,03

 

1,00

-3,83

14,69

soma

29,00

 

50,83

media

4,83

varian

10,17

   

Des pad

3,19

100 x 3,19 CV = ---------------------- = 66,04%

4,83

27

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

IV-DESVIO MÉDIO

É a média dos desvios absolutos da amostra com relação à média.

Exemplo: Dada a série seguinte, qual o desvio médio ?

Valor

5

4

8

9

2

1

Valor

Dif

mod dif

5,00

0,17

0,17

4,00

-0,83

0,83

8,00

3,17

3,17

9,00

4,17

4,17

28

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

 

2,00

-2,83

2,83

 

1,00

-3,83

3,83

Soma

29,00

 

15,00

Media

4,83

 

2,50

O desvio médio deste conjunto é 2,50.

29

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

4- HISTOGRAMAS

São gráficos em barras que apresentam a dispersão dos dados ao longo da faixa de existência. Após ordenar a série dada, divide-se a série em grupos em intervalos iguais, quantificando-os, criando-se então o gráfico. É normal ter-se a quantidade de classes entre 4 e 12. Esta escolha é subjetiva e toma-se este número em função do gráfico que se deseja obter.

Exemplo: Dada a série seguinte, traçar o histograma para 4 classes.

Valor

5

4

8

9

2

1

30

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Série ordenada:

Valor

1

2

4

5

8

9

A faixa é 9-1=8, e o intervalo, para 4 classes, 8/4=2

Portanto:

 

Classe

Valores

>1

<= 3

1,2

>3

<= 5

4,5

>5

<= 7

 

>7 <= 9

8,9

31

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

frequência

2,5

2

1,5

1

0,5

0

 

2

2

2

     

0

 

>1

<= 3

>3

<= 5

>5

<= 7

>7 <= 9

classes

32

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

5 - FREQUÊNCIA RELATIVA

Frequência relativa de uma classe é a frequência dessa classe dividida pela de todas elas, em percentagem.

classe

valores

freq relat %

>1 <=3

1,2

33,33333

>3 <=5

4,5

33,33333

>5 <=7

   

>7 <=9

8,9

33,33333

   

100

FREQUÊNCIA ACUMULADA

Frequência acumulada é o gráfico de frequência de ocorrências, por classe, apresentado de forma cumulativa.

classe

valores

freq relat

freq

relat

33

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

     

acumul

>1 <=3

1,2

33,33333

33,33333

>3 <=5

4,5

33,33333

66,66667

>5 <=7

 

0

66,66667

>7 <=9

8,9

33,33333

100

120,00 100,00 80,00 60,00 40,00 20,00 0,00 >1 <=3 >3 <=5 >5 <=7 >7 <=9
120,00
100,00
80,00
60,00
40,00
20,00
0,00
>1 <=3
>3 <=5
>5 <=7
>7 <=9
frequência relativa
acumulada

classes

34

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

6 - TIPOS DE CURVAS DE FREQUÊNCIA

Segundo a forma resultante do traçado da distribuição de freqüências, podem aparecer diversos tipos de curvas, como:

Curvas simétricas, em forma de sino, normais:

de freqüências, podem aparecer diversos tipos de curvas, como: Curvas simétricas, em forma de sino, normais:

35

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Curvas desviadas para a esquerda:

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F. Curvas desviadas para a esquerda: Curvas desviadas para a

Curvas desviadas para a direita:

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F. Curvas desviadas para a esquerda: Curvas desviadas para a

36

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Curvas em forma de U:

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F. Curvas em forma de U: Curvas com mais de

Curvas com mais de uma moda, bimodal:

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F. Curvas em forma de U: Curvas com mais de

37

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Curvas com mais de uma moda, multimodal:

O. Cavanha F. Curvas com mais de uma moda, multimodal: Exemplo para curva normal: Dados os

Exemplo para curva normal: Dados os valores seguintes, obter o histograma.

10

9

9

11

11

7

11

10

13

11

10

10

9

8

11

9

12

9

38

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

10

8

10

10

12

10

10

10

11

9

11

12

Resultados:

media

10,1

des pad

1,322224

classes

6

intervalo de classes

1,00

39

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

12 10 10 7 8 6 6 3 4 2 1 1 2 0 frequência
12
10
10
7
8
6
6
3
4
2
1
1
2
0
frequência
7
e 8
8
e 9
9 e 10
10
e 11
11
e 12
12
13
e 13
e 14

classes

A curva resultante se assemelha a uma normal, pois o seu formato parece um sino.

40

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

O cálculo das diversas medidas de tendência central e medidas de dispersão pode auxiliar na análise dos dados, mostrando que o posicionamento da média, moda e mediana se alterna em função do tipo de curva:

análise dos dados, mostrando que o posicionamento da média, moda e mediana se alterna em função

41

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F.

Estatística Básica – Armando O. Cavanha F. 42

42