Вы находитесь на странице: 1из 4

A “Oferta Sincera” do Evangelho, Parte 2

por

Vincent Cheung
[Continuação]

Segue-se que, quando pregando o evangelho, não deveríamos


dizer aos nossos ouvintes que Deus ama a todos eles
igualmente ou no mesmo sentido, nem deveríamos hesitar em
declarar que Deus ama somente os eleitos e deseja (e portanto,
decretou) sua salvação, e que Ele odeia os réprobos e deseja (e
portanto, decretou) sua condenação (Romanos 9:13).

Agora, deixe-me sumarizar o entendimento e a atitude bíblica


para com o evangelismo.

Somos obrigamos a pregar indiscriminadamente o evangelho a


todos os homens por pelo menos três razões: 1. Deus nos
manda pregar o evangelho a todas as pessoas, 2. Não sabemos
e não deveríamos tentar descobrir de antemão quem são os
eleitos e quem são os réprobos, e 3. O propósito da pregação
do evangelho não é somente chamar os eleitos, mas também
endurecer os réprobos.

É certo e apropriado anunciar que Deus deseja salvar somente


os eleitos e escolheu somente eles para salvação, e que Ele
concederá fé somente a eles, de forma que somente eles
podem crer. E é certo e apropriado anunciar que Deus deseja
condenar os réprobos e os escolheu para condenação, e que
Ele não reterá somente a fé deles [N.T.: no sentido de não lhes
conceder a fé, posto que a fé é um dom soberano de Deus],
mas que Ele também ativamente endurecerá suas mentes
contra o evangelho, fazendo impossível para eles o crer no
evangelho.

Assim como não devemos e nem podemos descobrir de


antemão quem são os eleitos e quem são os réprobos, nem
devem nossos ouvintes tentar determinar por si mesmos se
eles estão entre os eleitos ou entre os réprobos, e então, fazer
disto a base se eles devem clamar a Deus por salvação. Em
outras palavras, ao ouvir o evangelho, ninguém deve dizer
para si mesmo, “Deus salva somente os eleitos, e eu
provavelmente estou entre os réprobos de qualquer jeito,
assim, eu não devo nem mesmo tentar buscar a Deus para
salvação”. Agora, alguém que com teimosia pensa desta forma,
mesmo quando confrontado com uma clara explanação do
evangelho da graça soberana, pode ser realmente um dos
réprobos, e Deus escolheu confirmar esta pessoa em sua
condenação por meio desta persistente decepção .

Ao invés de camuflar ou representar injustamente o decreto


eterno de Deus aos nossos ouvintes, quando pregando o
evangelho, deveríamos explicar-lhes as verdades que têm
relevância imediata com respeito ao pecado e a graça, e com
respeito à eleição e a reprovação. Mas mais do que isto,
deveríamos apresentar-lhes o inteiro sistema de doutrinas
bíblicas, tão claramente e compreensivamente como podemos
manejar e como o tempo permitir (Atos 17:23-31; Mateus
28:19-20; Lucas 14:27-33). Então, devemos admoestar nossos
ouvintes para sinceramente e fervorosamente buscar a Deus
para salvação, através de Cristo, pelos meios de graça, tais
como oração, ouvir sermões, e a leitura da Bíblia.

Visto que seria impossível sinceramente buscar ou clamar a


Deus, a menos que Seu poder já esteja operando dentro do
coração de uma pessoa, aqueles que deveras obedecem e
invocam a Deus sinceramente para lhes salvar através de
Cristo, certamente estão entre os eleitos, em quem Deus já
começou Sua obra soberana de conversão. Mas aqueles que
insinceramente ou superficialmente obedecem, e aqueles que
após um pouco de tempo apostatam, ou aqueles que rejeitam
obedecer de qualquer forma, estão entre os não-eleitos, cujas
mentes Deus endureceu ainda mais pela pregação do
evangelho (2 Coríntios 2:15-16; 2 Tessalonicenses 1:8).

Portanto, ao rejeitar a assim-chamada “oferta sincera” do


evangelho, a pregação do evangelho não é nem diminuída nem
tornada estreita e seletiva. Pelo contrário, o acima exposto é
uma aplicação consistente e necessária dos ensinos explícitos
e implícitos da Escritura com respeito à soberania de Deus, à
eleição e reprovação, e à pregação do evangelho. É uma visão
bíblica e coerente que valoriza a pregação do evangelho, e
deveras a propagação do inteiro sistema de doutrinas bíblicas,
a todos os homens em todo lugar. Além do mais, ela reconhece
o que a Escritura explicitamente ensina sobre o propósito e o
efeito da pregação indiscriminada do evangelho, isto é, chamar
os eleitos e endurecer os réprobos.

[Leia a parte I]
LEITURA RECOMENDADA:

Vincent Cheung, Presuppositional Confrontations , chapter 2.

Vincent Cheung, Commentary on Ephesians

Vincent Cheung, Systematic Theology

Vincent Cheung, Ultimate Questions


(See www.rmiweb.org )

Herman Hoeksema, The Clark-Van Til Controversy


(See www.trinityfoundation.org )

David Engelsma, Hyper-Calvinism and the Call of the Gospel

David Engelsma, Common Grace Revisited

Herman Hoeksema and Henry Danhof, Sin and Grace


(See www.rfpa.org )

Solomon Stoddard, A Guide to Christ

Thomas Watson, Heaven Taken by Storm

William C. Nichols, The Narrow Way

William C. Nichols, Seeking God

Jonathan Edwards, The Manner in Which the Salvation of the


Soul is to be Sought

David Engelsma, Is Denial of the “Well-Meant Offer” Hyper-


Calvinism?

David Engelsma, He Shines in All That's Fair

Herman Hanko, Is the Denial of the “Well-meant Offer" of the


Gospel "Hyper-Calvinism”?

Nota sobre o autor: Vincent Cheung é o presidente da


Reformation Ministries International [Ministério Reformado
Internacional]. Ele é o autor de mais de vinte livros e centenas
de palestras sobre uma vasta gama de tópicos na teologia,
filosofia, apologética e espiritualidade. Através dos seus livros
e palestras, ele está treinando cristãos para entender,
proclamar, defender e praticar a cosmovisão bíblica como um
sistema de pensamento compreensivo e coerente, revelado por
Deus na Escritura. Ele e sua esposa, Denise, residem em
Boston, Massachusetts. http://www.rmiweb.org/

Traduzido por: Felipe Sabino de Araújo Neto


Cuiabá-MT, 06 de Abril de 2005.

http://www.monergismo.com/
Este site da web é uma realização de
Felipe Sabino de Araújo Neto®
Proclamando o Evangelho Genuíno de CRISTO JESUS, que é o poder de DEUS para salvação de todo aquele
que crê.

TOPO DA PÁGINA

Estamos às ordens para comentários e sugestões.

Livros Recomendados

Recomendamos os sites abaixo:

Academia Calvínia/Arquivo Spurgeon/ Arthur Pink / IPCB / Solano Portela /Textos da reforma / Thirdmill
Editora Cultura Cristã /Editora Fiel / Editora Os Puritanos / Editora PES / Editora Vida Nova

Похожие интересы