Вы находитесь на странице: 1из 4

MINASINVEST – ESTRATÉGIAS INICIAIS:

Integrando IED – Investimento Estrangeiro Direto – na estratégia econômica


geral do Estado de Minas Gerais

CONCEITO: O IED pode trazer muitos benefícios para Minas Gerais, participando
com o Governo em seus objetivos econômicos de base mais ampla. O papel da
MINASINVEST é direcionar e atrair os tipos de investimentos capazes de apoiar as
metas e objetivos econômicos do Governo Estadual.

O Governo, contando com o apoio operacional da MINASINVEST, precisa tomar


medidas que aumentem o impacto econômico de cada investimento adotando
políticas que sustentem as metas econômicas mais amplas e de longa duração.

IDÉIA-FORÇA: FORTALECER E LIGAR A GESTÃO DA INFORMAÇÃO E DO


CONHECIMENTO AOS ATOS ECONÔMICOS.

FERRAMENTA: Consolidação de uma IPA – Investiment Promotion Agency – estadual bem


estruturada com capacidade efetiva de prestar os serviços capazes de atuar como uma
plataforma para atração mais pro-ativa de investimento estrangeiro direto.

Como uma IPA típica, a MINASINVEST precisa ter um grande acervo de conhecimento e
preencher os seguintes critérios:

1• Atuação dinâmica;
2• Participação significativa de investimento internacional em P&D;
3• Potencial para abrir novas oportunidades de negócios;
4• Ligação direta com processos de inovação, produtos e usos;
5• Contribuição para o fortalecimento das cadeia produtivas;
6• Relevância para o futuro do país/estado e potencial para o desenvolvimento de
vantagens competitivas dinâmicas.

AÇÃO: PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA CONJUNTO DA UNCTAD/PNUD " FORTALECIMENTO


DA PROMOÇÃO REGIONAL DE INVESTIMENTO”, EM COLABORAÇÃO COM O GOVERNO
FEDERAL.

Proposição de interações de intervenções SEDE MG/MINASINVEST:

I. Incremento das relações de apoio. Estudos demonstram que as trans-


nacionais usam apenas uma pequena porção de seus insumos econômicos dos
fornecedores locais. Em parte, em função das lacunas de tecnologia, qualidade e
gestão que existe entre as empresas estrangeiras e as locais. As firmas locais não
conseguem produzir os insumos de qualidade e/ou entrega satisfatória.

Entretanto, o fornecimento local – ou “ relações de apoio” entre os investidores


estrangeiros e as firmas domésticas traz benefícios econômicos consideráveis
para uma localidade em termos de emprego, aumento das vendas e impacto
favorável na balança de pagamentos. Ademais, enseja o acesso da companhia
local fornecedora das mercadorias aos métodos organizacionais e gerenciais
internacionalmente competitivos.

Assistência técnica e programas de desenvolvimento de gestão e treinamento


precisam ser utilizados para melhorar as capacitações das firmas locais.

MINASINVEST, junto com outras agências governamentais, se propõe a trabalhar


com as trans-nacionais para ajudar a equiparar suas exigências com as
capacitações dos fornecedores locais.

AÇÕES:

1. RELAÇÃO EMPRESARIAL: UNCTAD/GTZ/FDC/ETHOS


2. PROGRAMA “GLOBAL PLAYERS” PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS
EM PARCERIA COM FDC

II. Estímulo à expansão das subsidiarias das trans-nacionais.

Um dos melhores métodos de aumentar o impacto econômico do IED é assegurar


que os investidores continuem satisfeitos onde estão como o lugar certo de fazer
negócio.

MINASINVEST se propõe a assessorar neste esforço prestando serviços


permanentes de acompanhamento aos investidores em Minas. A meta dessas
ações é assegurar que, no mínimo, os investidores atuantes continuem em Minas
e, preferencialmente, que eles atualizem e/ou expandam seus investimentos
locais.

AÇÃO: AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DA SITUAÇÃO E PROGRAMAS DAS TRANS-


NACIONAIS ATUANTES EM MINAS GERAIS.

III. Incremento das relações indústria-universidade.

Minas Gerais tem capacitação de pesquisa substantiva nas suas universidades e


outras instituições de pesquisa. Esta capacitação, entretanto, é focada em
pesquisa básica, ao invés de pesquisa aplicada que tenha usos industriais e
comerciais.

Ao incrementar as relações entre as universidades e as firmas locais, a


MINASINVEST ajudará a capitalizar na capacitação de pesquisa existente para
fins comerciais, e a melhorar as capacitações tecnológicas dos fornecedores
locais. Em contrapartida, isto fortalece a habilidade das firmas locais de
atenderem como fornecedores para os investidores estrangeiros.
AÇÃO: INCENTIVAR AS RELAÇÃO DAS UNIVERSIDADES DE MG E INTERNACIONAIS
(UNIVERSIDADE DE SUKUBA É CONTEMPLADA) COM AS FIRMAS LOCAIS VOLTADAS
PARA A EXPORTAÇÃO.

IV. Fortalecimento do capital humano

A ferramenta chave para incrementar o impacto econômico é captar


investimento de alto valor agregado. Ainda que a disponibilidade de mão-de-obra
barata e sem qualificação seja importante na atração de alguns tipos de IED,
principalmente para o investimento voltado para a exportação, atrair IED de
maior valor agregado requer uma força de trabalho bem educada e treinada.

A habilidade de Minas de atrair investimentos de alto valor agregado, portanto,


depende de maior investimento em educação e treinamento, principalmente nos
níveis técnicos e de gestão.

AÇÃO: PARCERIA COM FDC E OUTRAS INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO E GESTÃO DO


CONHECIMENTO

V. Uso do investimento estrangeiro para promover o crescimento


descentralizado

A tendência mundial é buscar o aumento dos benefícios econômicos do IED


estimulando os investidores a se estabelecerem nas regiões menos desenvolvidas.

O atrativo comum é oferecer incentivos generosos para estimular os


investimentos nestes “ pólos de desenvolvimento”, através de zona industrial
livre ou programas de zona livre de processamento para exportação.

Ainda que estes tipos de políticas de descentralização tenham sido eficazes nos
países desenvolvidos, elas têm se demonstrado sem êxito nos países emergentes
em virtude das precariedades da infra-estrutura de comunicação e transporte
nas regiões rurais, além de acesso limitado às utilidades (água, eletricidade).

AÇÃO:

1. PROGRAMA DE PLANEJAMENTO DE LOGÍSTICA COM PORTFOLIO DE


INVESTIMENTOS E ATRAÇÃO DE IED NESTE SETOR EM ALIANÇA COM
BOOZ ALLEN.

VI. Formação e fortalecimento de aglomerações produtivas locais (APL)

O conceito de APL é simples: firmas especializadas setorialmente concorrem e


colaboram numa localidade determinada, criando um ambiente propício a níveis
elevados de crescimento e inovação.
Mas, uma série de fatores são críticos na formação de APL´s industriais, e estes
são menos suscetíveis a intervenção do governo a curto prazo.

Estes fatores incluem relações indústria-universidade, uma conjugação de mão-


de-obra de alto nível, infra-estrutura adequada e o apoio Público para P&D e
produtos de tecnologia intensiva.

A aplicação de políticas econômicas coerentes e voltadas para o mercado tem se


mostrado mais eficiente para estimular o desenvolvimento de relações locais.

AÇÃO: FORMAÇÃO E FORTALECIMENTO DE APL´S EM PARCERIA COM ESPECIALISTAS


ALTAMENTE QUALIFICADOS (MONITOR)

VII. Geração de informação.

Acervo de informações , projetos e cenários a médio e longo-prazo em


formatação e conceito internacionalmente aceitos são fundamentais para
atração dos investimentos. É consensual que Minas não atende estas exigências
no quadro atual.

AÇÃO:

1. ALIANÇA COM INSTITUIÇÕES E COMPANHIAS ESPECIALIZADAS NO


RAMO DA INFORMAÇÃO.
2. GERENCIAMENTO DO MINASDATA/OBSERVATÓRIO DO
DESENVOLVIMENTO EM PARCERIA COM SEDE MG /FIEMG