Вы находитесь на странице: 1из 2

Untitled Document

Page 1 of 2

DISCIPLINA: Direito Constitucional I
DISCIPLINA: Direito Constitucional I

Semana 12

DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS

I- Origem

O surgimento dos direitos e garantias fundamentais está intimamente ligado à limitação do

poder do Estado, mormente para assegurar liberdade aos indivíduos. Paulo Bonavides procede, com base nos ensinamentos de Rui Barbosa, à diferenciação dos direitos das garantias fundamentais, embora não se olvidando que estas não deixam de ser direitos, a saber: Os direitos fundamentais podem ser definidos como disposições meramente declaratórias (exemplo liberdade de locomoção), ao passo que as garantias constituem disposições assecuratórias (habeas corpus para assegurar a liberdade de locomoção diante de ilegalidade ou abuso de poder).

II- Classificação Não obstante clássica divisão em gerações, a verdade é que modernamente vem se preferindo a expressão dimensões ao invés de gerações, mormente para não passar a idéia de sucessão, mas, sim, de institutos que se somam. Os direitos fundamentais de primeira dimensão ou geração são os direitos políticos e civis (liberdades públicas e direitos civis). Os direitos de segunda dimensão ou geração são os direitos sociais, econômicos e culturais (igualdade). Os direitos de terceira dimensão ou geração são os direitos de solidariedade (direitos de fraternidade; difusos). Se prestarmos a atenção nessas dimensões constataremos uma coincidência como os lemas da Revolução Francisa (liberdade, igualdade e fraternidade); não por outro motivo Paulo Bonavides fala que a Revolução Francesa é gênero e não espécie de revolução. Nossa Carta Magna contempla todas as dimensões ou gerações de direitos fundamentais (também chamados de direitos do homem, direitos humanos, direitos humanos fundamentais) 1ª dimensão/geração – artigo 5º 2ª dimensão/geração – artigo 6º 3ª dimensão/geração – artigo 225

III- Caráter exemplificativo dos direitos e garantias fundamentais e sua aplicabilidade

É importante destacar que nossa Constituição aduz que os direitos e garantias nela assegurados

(explícitos ou implícitos) têm caráter exemplificativo à medida em que assevera que os mesmos não excluem outros decorrentes do regime e dos princípios adotados pela mesma, além de contemplar outros que venham a emanar de tratados internacionais em que a República Federativa do Brasil seja parte. A Constituição também dispõe que os direitos e garantias fundamentais têm aplicação imediata (Art. 5°, § 1°), logo, prescindem de trabalho ulterior do legislador infraconstitucional.

http://www.tutorweb.com.br/fmu/disciplinas/biblioteca/DP/DIREITO_003/003036001_D

18/02/2013

Untitled Document

Page 2 of 2

IV – Remédios Constitucionais

a- HABEAS CORPUS.

ou coação em sua liberdade de locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder, fará jus ao intento desse remédio. b- HABEAS DATA. Assegura o conhecimento acerca de informações relativas à pessoa do impetrante, constante de registro ou banco de dados de entidades governamentais ou de caráter público; também serve para retificação de dados, quando não se prefira fazê-lo por processo sigiloso, judicial ou administrativo. c- MANDADO DE SEGURANÇA. Pro protege direito líquido e certo não amparado por Habeas Corpus ou Habeas Data, quando o responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público. c.1- MANDADO DE SEGURANÇA. Na mesma senda, contudo, para a proteção de direito transindividual (previsão art. 5º, LXX) d- MANDADO DE INJUNÇÃO. Cabível sempre que a falta de norma regulamentadora que torne inviável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania. e- AÇÃO POPULAR. Possibilitar ao cidadão por meio dessa ação, buscar a nulidade de atos lesivos ao Patrimônio Público, à Moralidade Administrativa, ao Meio Ambiente, ao Patrimônio Histórico e Cultural. f- Ação Civil Pública. Instrumento para a defesa de direitos transindividuais, prevista no artigo 129, III da Constituição Federal.

Sempre que alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer violência

PARA RESPONDER, PESQUISAR E REFLETIR.

1)

Quais são as dimensões dos direitos fundamentais.

2)

Procure traçar uma diferenciação entre direitos e garantias,

3)

Procure exemplos na constituição de direitos e garantias fundamentais.

4)

Os remédios constitucionais apresentam-se como garantias fundamentais? Quais os

dispositivos que tratam dos remédios constitucionais?

http://www.tutorweb.com.br/fmu/disciplinas/biblioteca/DP/DIREITO_003/003036001_D

18/02/2013