Вы находитесь на странице: 1из 33

Relatório Técnico

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 1/33

Relatório Técnico N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 1/33 Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE
Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 2/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 2/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

 

SUMÁRIO

1)

OBJETIVO

2)

DESCRIÇÃO DAS OCORRÊNCIAS

 

3)

RELATÓRIO DE RESISTIVIDADE DA MALHA DE TERRA

 

4)

MEDIÇÃO DA RESISTÊNCIA DE ATERRAMENTO

5)

NOTAS GERAIS

 

6)

DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA

7)

CONCLUSÃO

 
  Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 3/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 3/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

1.

OBJETIVO

O presente relatório tem por objetivo estabelecer os requisitos para fixar as condições de projeto, instalação e manutenção de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas (SPDA). Com o intuito de proteger as edificações e estruturas existentes nas instalações da BUNGE ALIMENTOS S/A - SUAPE-PE, de acordo com as recomendações da Norma NBR- 5419/2005, NBR-5410/2004, NR-10 e outras que as prescrevem.

2.

DESCRIÇÃO DAS OCORRÊNCIAS

 
Poste TAG N.º ILP-MIN-11.08

Poste TAG N.º ILP-MIN-11.08

Situação: Evidenciamos que o conector de fixação de aterramento do poste TAG N.º ILP.MIN-11.08, foi retirado após a solda exotérmica realizada na estrutura.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos, porém, é aconselhável a retirada deste conector corroído.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005.

 
 
Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento desta cerca de entrada junto da Subestação de 69

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento desta cerca de entrada junto da Subestação de 69 KV, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2005, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005.

 

Cerca junto a subestação de 69 KV

 
Relatório Técnico     N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 4/33

Relatório Técnico

   

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 4/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Cerca da subestação de 69 KV

Cerca da subestação de 69 KV

Situação: Evidenciamos as conexões que

asseguram a perfeita instalação de aterramento desta cerca, e de acordo com

o

item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-

5410/2005, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5410 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos realizar manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Situação: Evidenciamos as conexões que asseguram a perfeita instalação de

Situação: Evidenciamos as conexões que asseguram a perfeita instalação de

aterramento desta cerca, e de acordo com

o

item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-

5410/2005, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos realizar manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Cerca da subestação de 69 KV

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento desta cerca de entrada da portaria antiga próxima a

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento desta cerca de entrada da portaria antiga próxima a subestação de 69 KV, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2005, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos realizar manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Cerca da portaria antiga

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 5/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 5/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Sala dos compressores e geradores

Sala dos compressores e geradores

Situação: Evidenciamos as descidas do SPDA pela parte dianteira deste prédio, foi realizada conforme o projeto do SPDA N.º

DE-BAS-001.

 

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005.

 
 
Sala dos compressores e geradores

Sala dos compressores e geradores

Situação: Evidenciamos as descida do SPDA pela parte traseira deste prédio, foi realizada conforme o projeto do SPDA N.º

DE-BAS-001.

 

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005.

 
 
Tanque VA-AD-01

Tanque VA-AD-01

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque conforme

indicava no projeto do SPDA N.º DE-BAS-

001.

 

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 6/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 6/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Tanque TQ-IT-480

Tanque TQ-IT-480

Situação: Não evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque não foi executado.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Vegetação na subestação de 69 KV

Vegetação na subestação de 69 KV

Situação: Evidenciamos a vegetação entre os equipamentos de alta tensão na subestação, pondo em risco acidente com desligamento e parada da empresa.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-14039 e NR-10, pois, os riscos adicionais existentes nas instalações elétricas devem ser controlados.

Recomendação: Realizar a regularização da situação encontrada, com executando os serviços de capinação e retirada de arbustos e matos.

Tanque metálico ao lado do DESODORIZADOR

Tanque metálico ao lado do DESODORIZADOR

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 7/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 7/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Tanque de amônia ao lado do DESODORIZADOR

Tanque de amônia ao lado do DESODORIZADOR

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Estruturas metálicas de sustentação

Estruturas metálicas de sustentação

Situação: Evidenciamos que as estruturas de suporte das tubulações, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Corrimões ao lado do DESODORIZADOR

Corrimões ao lado do DESODORIZADOR

Situação: Evidenciamos que a conexão de aterramento destes corrimões, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 8/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 8/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Escada ao lado do DESODORIZADOR

Escada ao lado do DESODORIZADOR

 

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento desta escada, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

 
Fábrica de Hidrogênio

Fábrica de Hidrogênio

Situação: Evidenciamos os 02 (dois) postes

que estão instalados sobre o teto da fábrica de hidrogênio conforme estava previsto no DETALHE N.º 10 projeto básico N.º DE-BAS-

010.

 

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma NBR-

5419/2005.

 
 
Tanque TQ-210A

Tanque TQ-210A

 

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

 
Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 9/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 9/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Tanque TQ-210B (ponto 1)

Tanque TQ-210B (ponto 1)

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Tanques TQ-210B (ponto 2)

Tanques TQ-210B (ponto 2)

 

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

 
Estruturas metálicas de sustentação (Pipe Racks)

Estruturas metálicas de sustentação (Pipe Racks)

Situação: Evidenciamos que as estruturas de suporte das tubulações, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 10/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 10/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Estruturas metálicas de sustentação (Pipe Racks)

Estruturas metálicas de sustentação (Pipe Racks)

Situação: Evidenciamos que as estruturas de suporte das tubulações, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Situação: Evidenciamos que as estruturas de suporte dos cabos, estão devidamente aterradas.

Situação: Evidenciamos que as estruturas de suporte dos cabos, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5410 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Estruturas metálicas de sustentação

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5410 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Tanque TQ-110

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 11/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 11/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Escada próxima ao Tanque TQ-110

Escada próxima ao Tanque TQ-110

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento desta escada, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Compressor COM XL 561

Compressor COM XL 561

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento na base deste compressor, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Compressor COM XL 562

Compressor COM XL 562

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento na base deste compressor, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 12/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 12/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Descida de SPDA no Prédio do DESODORIZADOR

Descida de SPDA no Prédio do DESODORIZADOR

Situação: Evidenciamos a descida de SPDA, que constava no projeto de adequação de SPDA N.º DE-BAS-001.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma NBR-

5419/2005.

 
 
Motor BOM XL 380 junto ao Armazém de Matéria Prima

Motor BOM XL 380 junto ao Armazém de Matéria Prima

 

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento na base deste motor, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

 
Estruturas metálicas de sustentação

Estruturas metálicas de sustentação

 

Situação: Evidenciamos que as estruturas de suporte das tubulações, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

 
Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 13/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 13/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Cerca ao lado do Prédio do Armazém de Matéria Prima

Cerca ao lado do Prédio do Armazém de Matéria Prima

Situação: Evidenciamos que as estruturas dessas cercas metálicas, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Situação: Evidenciamos que a estrutura dessa escada metálica, está devidamente aterrada.

Situação: Evidenciamos que a estrutura dessa escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Escada Metálica junto ao Resfriador, na Fábrica de óleo PET

 
Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque conectado, e de acordo com o item

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque conectado, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Tanque de amônia TAG VP-1782-B

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 14/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 14/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Tanque de amônia TAG VP-1792-C

Tanque de amônia TAG VP-1792-C

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque conectado, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Escada Metálica junto ao Tanque de amônia VP-1792-C

Escada Metálica junto ao Tanque de amônia VP-1792-C

Situação: Evidenciamos que a estrutura dessa escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Estrutura metálica junto ao resfriador da Fábrica de PET

Estrutura metálica junto ao resfriador da Fábrica de PET

Situação: Evidenciamos que a estrutura deste local é composta de vigas metálicas e telhas em alumínio, que juntas constituem partes condutoras eletricamente isoladas das partes vivas, e estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 15/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 15/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Estrutura de Suportes de tubulação

Estrutura de Suportes de tubulação

Situação: Evidenciamos que a estrutura deste local é composta de vigas metálicas, que juntas constituem partes condutoras eletricamente isoladas das partes vivas, e estão devidamente aterradas, mas devemos acrescer o número de conexões de aterramento.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Escada metálica - Armazém de Matéria Prima

Escada metálica - Armazém de Matéria Prima

Situação: Evidenciamos que a estrutura Situação: dessa escada Verificamos metálica, está que devidamente a estrutura

dessa aterrada.

escada

metálica,

não está

devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR-

Laudo 5419/2005 Técnico: com A os situação seus não requisitos. atende É a

NBR-5419/2005 imprescindível a com interligação os seus requisitos. elétrica das É

imprescindível massas metálicas a interligação condutoras elétrica ao sistema das

massas de aterramento. metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Recomendação: Realizar Aconselhamos uma conexão a

elétrica realização adequada, da manutenção a fim de assegurar anual para o

toque assegurar acidental o estado deste geral elemento da instalação. condutor

Escada metálica - Armazém de Matéria Prima

Escada metálica - Armazém de Matéria Prima

Situação: Evidenciamos que a estrutura dessa escada metálica, está devidamente aterrada, mas, requer manutenção para melhorar a fixação do cabo terra.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 16/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 16/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Escada metálica - Armazém de Matéria Prima

Escada metálica - Armazém de Matéria Prima

Situação: Evidenciamos que a estrutura dessa escada metálica, não está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Estruturas metálicas (corrimões) na E.T.E

Estruturas metálicas (corrimões) na E.T.E

Situação: Evidenciamos que as estruturas destes corrimões metálicos, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Estrutura metálica (corrimão) na E.T.E

Estrutura metálica (corrimão) na E.T.E

Situação: Situação: Evidenciamos Verificamos que que as a estruturas estrutura

deste deste

devidamente devidamente aterradas. aterrados.

corrimão corrimão

metálico,

metálico,

não

estão estão

Laudo Laudo Técnico: Técnico: A A situação situação atende não atende a NBR- a

NBR-5419/2005 5419/2005 com com os os seus seus requisitos. requisitos. É É

imprescindível imprescindível massas metálicas a a interligação interligação condutoras elétrica elétrica ao sistema das das massas de aterramento. metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Recomendação: Realizar Aconselhamos uma conexão a

elétrica realização adequada, da manutenção a fim de assegurar anual para o

toque assegurar acidental o estado deste geral elemento da instalação. condutor por pessoa inadvertida.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 17/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 17/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Tanque TQ-2430 na E.T.E

Tanque TQ-2430 na E.T.E

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque conectado a estrutura, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Escada metálica na E.T.E

Escada metálica na E.T.E

Situação: Evidenciamos que a estrutura deste corrimão metálico, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Tanque TQ-2450 na E.T.E

Tanque TQ-2450 na E.T.E

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 18/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 18/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Carregamento em caminhões junto a E.T.E

Carregamento em caminhões junto a E.T.E

Situação: Não evidenciamos a conexão de aterramento para os caminhões de abastecimento e descarregamento, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Base metálica dos motores na E.T.E

Base metálica dos motores na E.T.E

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento na base destes motores, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR-5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Escada metálica na unidade de MARGARINA

Escada metálica na unidade de MARGARINA

Situação: Evidenciamos que a estrutura desta escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005

 
 
Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 19/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 19/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Corrimão metálico na unidade de MARGARINA

Corrimão metálico na unidade de MARGARINA

Situação: Evidenciamos que a estrutura deste corrimão metálico, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005.

 
 
Corrimão metálico na unidade de MARGARINA

Corrimão metálico na unidade de MARGARINA

Situação: Evidenciamos que a estrutura desta escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Corrimão metálico na unidade de MARGARINA

Corrimão metálico na unidade de MARGARINA

Situação: Evidenciamos que a estrutura deste corrimão metálico, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 20/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 20/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Descida de SPDA na unidade de MARGARINA

Descida de SPDA na unidade de MARGARINA

Situação: Evidenciamos que as descidas de SPDA deste local, estão de acordo com a norma NBR-5419/2005.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos, porém, devemos comprovar com a documentação de implantação deste SPDA.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005.

 
 
Corrimões metálicos na unidade de MARGARINA

Corrimões metálicos na unidade de MARGARINA

Situação: Evidenciamos que os corrimões laterais estão sem aterramento e o corrimão central foi eliminado.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5410 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Máquinas da unidade de MARGARINA

Máquinas da unidade de MARGARINA

Situação: Não evidenciamos a conexão de aterramento deste equipamento, e conforme item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 21/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 21/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Máquinas da unidade de MARGARINA

Máquinas da unidade de MARGARINA

Situação: Não evidenciamos a conexão de aterramento deste equipamento, e conforme item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Máquinas da unidade de MARGARINA

Máquinas da unidade de MARGARINA

Situação: Não evidenciamos a conexão de aterramento deste equipamento, e conforme item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Situação: Não evidenciamos a conexão de aterramento deste equipamento, e conforme item 5.1.2.2.3.1 da norma

Situação: Não evidenciamos a conexão de aterramento deste equipamento, e conforme item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Máquinas da unidade de MARGARINA

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 22/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 22/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Central de Resíduos

Central de Resíduos

Situação: Evidenciamos que as descidas do SPDA deste prédio, foram realizadas conforme o projeto do SPDA.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação, bem como manter a documentação atualizada conforme item 6.4 da norma

NBR-5419/2005.

 
 
Tanques da unidade de MARGARINA

Tanques da unidade de MARGARINA

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste equipamento, e conforme item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Escada metálica junto aos tanques da MARGARINARIA

Escada metálica junto aos tanques da MARGARINARIA

Situação: Evidenciamos que a estrutura desta escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 23/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 23/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Situação: Evidenciamos que a estrutura desta escada metálica, está devidamente aterrada.

Situação: Evidenciamos que a estrutura desta escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Escada metálica na junto aos tanques da MARGARINARIA

 
Tanque metálico junto aos tanques da MARGARINARIA

Tanque metálico junto aos tanques da MARGARINARIA

Situação: Evidenciamos a conexão de aterramento deste tanque, e de acordo com o item 5.1.2.2.3.1 da norma NBR- 5410/2004, todas as massas de uma instalação devem estar ligadas aos condutores de proteção.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Corrimões metálicos no Prédio Administrativo

Corrimões metálicos no Prédio Administrativo

Situação: Evidenciamos que as estruturas destes corrimões metálicos, não estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 24/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 24/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Escada metálica no prédio administrativo

Escada metálica no prédio administrativo

Situação: Evidenciamos que a estrutura desta escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Escada metálica no prédio administrativo

Escada metálica no prédio administrativo

Situação: Evidenciamos que a estrutura desta escada metálica, está devidamente aterrada.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Situação: Observamos que a caixa de inspeção de aterramento encontra-se em mau estado de conservação.

Situação: Observamos que a caixa de inspeção de aterramento encontra-se em mau estado de conservação.

Laudo Técnico: A situação atende parcialmente a NBR-5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Conforme regulamenta a norma NR-10 o item 10.4.4 “As instalações elétricas devem ser mantidas em condições seguras de funcionamento e seus sistemas de proteção devem ser inspecionados e controlados periodicamente, de acordo com as regulamentações existentes e definições de projetos”.

Caixa de inspeção de SPDA no Prédio Administrativo

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 25/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 25/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Corrimão metálico no Prédio Administrativo

Corrimão metálico no Prédio Administrativo

Situação: Evidenciamos que as estruturas destes corrimões metálicos, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Projetor metálico no Prédio Administrativo

Projetor metálico no Prédio Administrativo

Situação: Evidenciamos que o suporte deste projetor, está devidamente aterrado.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Situação: Evidenciamos que as estruturas destes corrimões metálicos, estão devidamente aterradas.

Situação: Evidenciamos que as estruturas destes corrimões metálicos, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Corrimão metálico no Prédio Administrativo

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 26/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 26/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Corrimão metálico no Prédio Administrativo

Corrimão metálico no Prédio Administrativo

Situação: Evidenciamos que o conector de fixação de aterramento do corrimão está com sinais de corrosão.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos, porém, é aconselhável a troca deste conector corroído.

Recomendação: Providenciar a recuperação ou substituição desta conexão de aterramento, para atender aos requisitos da norma NBR-5419/2005.

Animais presente no Prédio Administrativo

Animais presente no Prédio Administrativo

Situação: Evidenciamos a presença de animais próximo à subestação junto ao prédio administrativo.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5410/2004 com os seus requisitos.

Recomendação: As pessoas e os animais devem ser protegidos contra choques elétricos, seja o risco associado a contato acidental com parte viva perigosa, seja a falhas que possam colocar uma massa acidentalmente sob tensão, conforme item 4.1.1 da norma NBR-5410/2004.

Cerca e corrimão metálico no Prédio Administrativo

Cerca e corrimão metálico no Prédio Administrativo

Situação: Evidenciamos que as estruturas desta cerca e corrimão metálico, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 27/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 27/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Corrimão metálico no Prédio Administrativo

Corrimão metálico no Prédio Administrativo

Situação: Evidenciamos que as estruturas destes corrimões metálicos, estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos a realização da manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Base da antena no prédio administrativo

Base da antena no prédio administrativo

Situação: Evidenciamos que existe proteção para essa antena, e de acordo com o item 5.1.1.4.1 da NBR-5419/2005, quaisquer elementos condutores expostos, isto é, que do ponto de vista físico possa ser atingido pelos raios, devem ser considerados como parte do SPDA.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Aconselhamos realizar manutenção anual para assegurar o estado geral da instalação.

Portões metálicos de resíduos orgânicos e gás

Portões metálicos de resíduos orgânicos e gás

Situação: Evidenciamos que as estrutura destes portões de proteção, estão devidamente aterrados.

Laudo Técnico: A situação atende a NBR- 5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 28/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 28/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

Portaria Atual

Portaria Atual

Situação: Evidenciamos que as estruturas destes portões metálicos, não estão devidamente aterradas.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos. É imprescindível a interligação elétrica das massas metálicas condutoras ao sistema de aterramento.

Recomendação: Realizar uma conexão elétrica adequada, a fim de assegurar o toque acidental deste elemento condutor por pessoa inadvertida.

Situação: Evidenciamos que os parafusos e porcas galvanizadas a fogo utilizados na conexão do sistema

Situação: Evidenciamos que os parafusos e porcas galvanizadas a fogo utilizados na conexão do sistema de SPDA com a malha de aterramento, na maioria das caixas de inspeção inspecionadas não favorece a boa conexão e já apresentam sinais de corrosão.

Laudo Técnico: A situação não atende a NBR-5419/2005 com os seus requisitos.

Recomendação: Aconselhamos a regularização imediata da situação com a substituição dos parafusos e porcas galvanizadas a fogo por outros em latão puro ou utilizar conector de tipo emenda em latão.

Corrosão nas caixas de inspeção de SPDA

3.

RELATÓRIO DE RESISTIVIDADE DA MALHA DE TERRA

 

Não evidenciamos o relatório que registra os valores de resistividade da malha de terra, que atende aos requisitos das normas NBR-5419/2005 e NBR-5410/2004.

JUSTIFICATIVA TÉCNICA:

No entanto, conforme estabelece o item 6.1 letra “C” da norma NBR-5419/2005, excetuam-se desta exigência os sistemas que usam as fundações como eletrodo de aterramento, como é o caso da BUNGE ALIMENTOS S/A.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 29/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 29/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

4.

MEDIÇÃO DA RESISTÊNCIA DE ATERRAMENTO

 

O ensaio de resistência de aterramento em anexo, registra os valores da resistência da malha de aterramento da empresa BUNGE ALIMENTOS S/A, que atende aos requisitos das normas NBR- 5419 e NBR-5410.

Empresa CONTRATADA: LUGO ENGENHARIA LTDA

 

Data da realização: 14/06/2012

 

Responsável Técnico: Eng.º Alberto Lugo – CREA 13.048 -D PE/FN

 

Equipamento utilizado: TERRÔMETRO

 

Aparelho utilizado: MEGABRÁS

 

TIPO: MTD 20Kwe – Nº série: OI 7166 F

 

Data de Calibração: 03/03/2012.

 

5.

NOTAS GERAIS

As seguintes notas abaixo servem de parâmetro para o controle das ações que devem ser tomadas para a regularização de alguns itens desse relatório de inspeção:

 

5.1 Documentação técnica (Norma NBR-5419/2005 – Pág. 23)

 

A seguinte documentação técnica deve ser mantida no local, ou em poder dos responsáveis pela manutenção do SPDA:

a)

relatório de verificação de necessidade do SPDA e de seleção do respectivo nível de

proteção, elaborado conforme anexo B. A não necessidade de instalação do SPDA deverá ser documentada através dos cálculos constantes no anexo B;

b)

desenhos em escala mostrando as dimensões, os materiais e as posições de todos os

componentes do SPDA, inclusive eletrodos de aterramento;

 

c) os dados sobre a natureza e a resistividade do solo; constando obrigatoriamente detalhes relativos às estratificações do solo, ou seja, o número de camadas, a espessura e o valor da resistividade de cada uma, se for aplicado 6.1-c) .

d)

um registro de valores medidos de resistência de aterramento a ser atualizado nas

inspeções periódicas ou quaisquer modificações ou reparos SPDA. A medição de resistência de aterramento pode ser realizada pelo método de queda de potencial usando o medidor da resistência de aterramento, voltímetro/amperímetro ou outro equivalente. Não é admissível a utilização de multímetro.

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 30/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 30/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

NOTAS:

 

1.

Na impossibilidade de execução das alíneas c) e d), devido a interferências externas,

deverá ser emitida uma justificativa técnica.

 

2.

As alíneas c) e d) não se aplicam quando se utilizam as fundações como eletrodos de

aterramento.

 

5.2 Massas e elementos condutivos (Norma NBR-5410/2004 pág.263).

 

Lembrete: o termo elemento condutivo nesta Norma corresponde ao termo elementos condutores estranhos à instalação, definido na norma NBR IEC(50) 826.

A norma NBR IEC(50) 826 define:

 

massa; parte condutora exposta: parte condutora que pode ser tocada e que normalmente não é viva, mas pode tornar-se viva em condições de falta.

NOTA - Uma parte condutora de um equipamento que só pode tornar-se viva em condições de falta através de uma massa ou de um elemento condutor estranho à instalação não é considerada massa.

Elemento condutor estranho à instalação: elemento que não faz parte da instalação elétrica, mas que pode nela introduzir um potencial, geralmente o da terra. As massas são caracterizadas por quatro condições simultâneas:

(a)

são partes de equipamentos elétricos ou de linhas elétricas, distintas das partes vivas;

(b)

são metálicas;

(c)

são acessíveis ao toque;

(d)

podem ser energizadas acidentalmente (devido à falha de isolamento).

 

Assim, são consideradas massas, em uma instalação:

 

- Condutos metálicos (eletrodutos, canaletas, etc.);

 

- Suportes metálicos de cabos (bandejas, escada para cabos, perfilados, etc.);

 

- Partes metálicas externas de dispositivos elétricos (exceto parafusos, rebites, etc.), desde que tais dispositivos não possuam dupla isolação nem isolação reforçada (equivalente à da classe II);

- Quadros de distribuição metálicos;

 

- Partes metálicas externas de equipamentos de utilização (exceto as de equipamentos classe II);

-

Proteções metálicas externas de cabos.

 

(Objetos metálicos próximos as linhas aéreas, ou a barramentos blindados, ou em contato com equipamentos elétricos, devem ser também considerados massas).

Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 31/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 31/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

5.3

Antenas externas ( Norma NBR-5419/2005 – Pág. 27)

 

A.3.1 O mastro metálico da antena externa de televisão ou sua torre de suporte, instalados sobre uma estrutura, deverão ser aterrados segundo uma das seguintes alternativas:

a)

o mastro da antena deve ser conectado ao SPDA por meio de solda exotérmica ou

braçadeira com dois parafusos M8. Esta ligação deve ser a mais curta e retilínea possível,

mediante condutor, conforme as tabelas 6 ou 7;

 

b)

se não houver SPDA, deve ser instalado um condutor exclusivo para aterramento da

antena, com seção não inferior a 16 mm2 em cobre, ligando o mastro a um eletrodo de aterramento conforme 5.1.3. Condutores de descida naturais podem também ser utilizados, desde que de acordo com esta Norma.

5.4

Inspeção ( Norma NBR-5419/2005 – Pág. 22)

 

5.4.1

Objetivo das inspeções

Este item não se aplica aos subsistemas do SPDA instalados, que tenham seus acessos impossibilitados por estarem embutidos no concreto armado (ferragens estruturais) ou reboco.

As inspeções visam a assegurar que:

 

a) o SPDA está conforme o projeto;

b) todos os componentes do SPDA estão em bom estado, as conexões e fixações estão

firmes e livres de corrosão;

 

c)

o valor da resistência de aterramento seja compatível com o arranjo e com as dimensões

do subsistema de aterramento, e com a resistividade do solo (ver 5.1.3.1.2). Excetuam-se desta exigência os sistemas que usam as fundações como eletrodo de aterramento;

d)

todas as construções acrescentadas à estrutura posteriormente à instalação original

estão integradas no volume a proteger, mediante ligação ao SPDA ou ampliação deste;

 

e)

a resistência pode também ser calculada a partir da estratificação do solo e com uso de

um programa adequado. Neste caso fica dispensada a medição da resistência de

aterramento.

 

5.4.2

Seqüência das inspeções

 

As inspeções prescritas em 6.1 devem ser efetuadas na seguinte ordem cronológica:

 

a)

durante a construção da estrutura, para verificar

 

a correta instalação dos eletrodos de

aterramento e das condições para utilização das armaduras como integrantes da gaiola de

Faraday;

 

b)

após o término da instalação do SPDA, para as inspeções prescritas em 6.1-a), 6.1-b) e

6.1-c);

 
Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 32/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 32/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

 

c)

periodicamente, para todas as inspeções prescritas em 6.1, e respectiva manutenção,

em intervalos não superiores aos estabelecidos em 6.3;

 

d) após qualquer modificação ou reparo no SPDA, para inspeções completas conforme 6.1;

e) quando for constatado que o SPDA foi atingido por

uma descarga atmosférica, para

inspeções conforme 6.1-b) e 6.1-c).

 

5.4.3

Periodicidade das inspeções

 

6.3.1

Uma inspeção visual do SPDA deve ser efetuada anualmente.

 

6.3.2

Inspeções completas conforme 6.1 devem ser efetuadas periodicamente, em

intervalos de:

 

a)

5 anos, para estruturas destinadas a fins residenciais, comerciais, administrativos,

agrícolas ou industriais, excetuando-se áreas classificadas com risco de incêndio ou explosão;

b)

3 anos, para estruturas destinadas a grandes concentrações públicas (por exemplo:

hospitais, escolas, teatros, cinemas, estádios de esporte, centros comerciais e pavilhões), indústrias contendo áreas com risco de explosão, conforme a ABNT NBR 9518, e depósitos de material inflamável;

c)

1 ano, para estruturas contendo munição ou explosivos, ou em locais expostos à corrosão atmosférica severa (regiões litorâneas, ambientes industriais com atmosfera agressiva etc.).

6.

DOCUMENTAÇÃO

 

Foram identificados os seguintes documentos comprobatórios de Projetos de implantação de SPDA e das malhas de aterramentos existentes na BUNGE ALIMENTOS S/A:

Projeto Básico - Planta de Situação Geral - DESENHO N.º DE-BAS-001 de 03/05/2005 e seus anexos abaixo assinalados:

DESENHO N.º DE-BAS-002 de 03/05/2005 - ADMINISTRAÇÃO

DESENHO N.º DE-BAS-003 de 03/05/2005 - CASA DE COMANDO DA SE-69 KV

DESENHO N.º DE-BAS-004 de 03/05/2005 - COMPRESSOR DE AR, GERADOR E CCM N.º 61

DESENHO N.º DE-BAS-005 de 03/05/2005 - FÁBRICA DE HIDROGÊNIO

DESENHO N.º DE-BAS-006 de 03/05/2005 - SUBESTAÇÕES UNITÁRIAS 1 e 2

DESENHO N.º DE-BAS-007 de 03/05/2005 - ARMAZÉM DE MATÉRIA PRIMA, OFICINA E ALMOXARIFADO DE PEÇAS

DESENHO N.º DE-BAS-008 de 03/05/2005 - PROCESSO

 
Relatório Técnico   N.º RTI – 001.14.06.12 Fl. 33/33

Relatório Técnico

 

N.º RTI – 001.14.06.12

Fl. 33/33

Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE

 

DESENHO N.º DE-BAS-009 de 03/05/2005 - FÁBRICA DE ÓLEO PET

 

DESENHO N.º DE-BAS-010 de 03/05/2005 - DETALHES GERAIS

DESENHO N.º LI-BAS-001 de 03/05/2005

- LISTA DE MATERIAL

DESENHO N.º LI-BAS-002 de 03/05/2005

- LISTA DE DOCUMENTOS

Por outro lado, não encontramos os respectivos projetos de Adequação de SPDA da unidade nova de MARGARINA, embora a instalação de SPDA e aterramento estejam presentes em fotos, conforme está evidenciado neste Relatório Técnico de Inspeção do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e Aterramento da BUNGE ALIMENTOS S/A.

7.

CONCLUSÃO

No contexto geral, as instalações dos Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) da empresa BUNGE ALIMENTOS S/A, apresentam-se em condições satisfatórias e atendem a norma NBR-5419/2005 juntamente com as normas que as prescrevem.

Ressaltamos que as prescrições desta norma não garantem a proteção de pessoas e equipamentos elétricos ou eletrônicos situados no interior das zonas protegidas contra os efeitos indiretos causados pelos raios, tais como: parada cardíaca, centelhamento, interferências em equipamentos ou queima de seus componentes causados por transferências de potencial devidas à indução eletromagnética.

No entanto, faz necessário regularizar em médio prazo as recomendações apontadas nesse relatório, bem como realizar as manutenções preventivas das instalações elétricas existentes, visando à preservação do bom estado do Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas (SPDA) e das malhas de aterramentos implantadas na empresa.

Recife, 14 de Junho de 2012.

Eng.º Alberto Lugo CREA 13.048 D- PE/FN ART CREA N.º 143842092012 Data: 14/06/2012