Вы находитесь на странице: 1из 26

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Módulo 1 – Básico Hardware / Software Informática para Concursos João Antonio
Módulo 1 – Básico
Hardware / Software
Informática para Concursos
João Antonio
Conteúdo deste Módulo Conceitos Iniciais; Noções básicas de Hardware; Configuração do Computador;

Conteúdo deste Módulo

Conceitos Iniciais; Noções básicas de Hardware; Configuração do Computador; Dispositivos de Entrada e Saída; Barramentos; Novas Tecnologias; Software, Arquivos e Diretórios.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Os Principais Componentes Processador (CPU) Memória Principal (RAM) Barramentos Memórias Auxiliares (Discos)
Os Principais Componentes
Processador (CPU)
Memória Principal (RAM)
Barramentos
Memórias Auxiliares (Discos)
Dispositivos de Entrada/Saída
João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Como me Encontrar Site: www.joaoantonio.com.br E-mails: joaoacarvalho@terra.com.br joaoantonio@joaoantonio.com.br MSN:

Como me Encontrar

Site:

www.joaoantonio.com.br

E-mails:

joaoacarvalho@terra.com.br joaoantonio@joaoantonio.com.br

MSN:

jaclgc@hotmail.com

SKYPE:

joao.antonio.carvalho

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O Computador G a b i n e t e (não CPU) Monitor Mouse Teclado

O Computador

Gabinete

(não CPU) Monitor Mouse Teclado
(não CPU)
Monitor
Mouse
Teclado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O Funcionamento Básico A A .: :.::.: A João Antonio – Informática para Concursos –
O Funcionamento Básico
A
A
.: :.::.:
A
João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Entendendo o Funcionamento Entrada dos Dados: acontece nos equipamentos de entrada Processamento: acontece na CPU

Entendendo o Funcionamento

Entrada dos Dados: acontece nos equipamentos de entrada

Processamento: acontece na CPU

Armazenamento: acontece nas memórias

Saída: é realizada pelos equipamentos de saída

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Entendendo os Zeros e Uns 0 e 1 representam as variações de energia elétrica com

Entendendo os Zeros e Uns

0 e 1 representam as variações de energia elétrica com que um computador pode lidar;

Cada 0 ou 1 é chamado de bit (dígito binário);

Cada conjunto de 8 bits (como em 01010001) é chamado de Byte (termo binário).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Entendendo bits e Bytes 1 Byte é a quantidade de informação necessária para arma zenar

Entendendo bits e Bytes

1 Byte é a quantidade de informação necessária para armazenar um caractere da nossa linguagem (letra, número, espaço, pontuação, etc.)

C = 01000011 A = 01000001 S = 01010011 A = 01000001

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Entendendo as Informações 010110101 001010101 010101001 010111101 010101001 010101001 111110001

Entendendo as Informações

010110101
010110101
010110101

010110101

001010101

010101001

010111101

010101001

001010101 010101001 010111101 010101001 010101001 111110001 010111101 011100011 010111010 100001010

010101001 001010101 010101001 010111101 010101001 111110001 010111101 011100011 010111010 100001010 100000110

111110001

010111101 010101001 010111101 010101001 010101001 111110001 011100011 010111010 100001010 100000110 101011101 000001010

011100011

010101001 010101001 111110001 010111101 011100011 010111010 100001010 100000110 101011101 000001010 João

010111010

100001010

100000110

101011101

000001010

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Entendendo bits e Bytes Bits e Bytes são usados como unidades de medida de informação

Entendendo bits e Bytes

Bits e Bytes são usados como unidades de medida de informação digital.

Todo equipamento eletrônico digital lida com informações que podem ser representadas como bits e Bytes.

Bit é a menor unidade de informação que um computador pode manipular;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Múltiplos de bits e Bytes 1 Byte (1 B) = 8 bits (8 b) 1

Múltiplos de bits e Bytes

1 Byte (1 B) = 8 bits (8 b)

1 Kilobyte (KB) = 1024 B

1 Megabyte (MB) = 1024 x 1024 B

1 Gigabyte (GB) = 1024 x 1024 x 1024 B

1 Terabyte (TB) = 1024 x 1024 x 1024 x 1024 B

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Para que servem bits e Bytes Medimos o tamanho das informações com que trabalhamos em

Para que servem bits e Bytes

Medimos o tamanho das informações com que trabalhamos em Bytes.

Medimos a capacidade de armazenamento das memórias do computador em Bytes.

Também medimos as velocidades de transmissão de informações em bits por segundo (bps) ou Bytes por segundo (B/s)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Disquete de 3 ½ Polegadas Superfície magnética de armazenamento de dados; 1,38MB (Cespe) 1,44MB (Demais)

Disquete de 3 ½ Polegadas

Disquete de 3 ½ Polegadas Superfície magnética de armazenamento de dados; 1,38MB (Cespe) 1,44MB (Demais) João

Superfície magnética de armazenamento de dados;

1,38MB (Cespe)

1,44MB (Demais)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

DVD – Digital Versatile Disk Armazenamento óptico dos dados; Normalmente 4,7 GB (camada simples) e

DVD – Digital Versatile Disk

Armazenamento óptico dos dados;

– Digital Versatile Disk Armazenamento óptico dos dados; Normalmente 4,7 GB (camada simples) e 8,5GB (Camada

Normalmente 4,7 GB (camada simples) e 8,5GB (Camada Dupla);

Cerca de 7 CDs (simples) ou 13 CDs (dupla);

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Capacidades de Algumas Memórias Disquete; CD; DVD; Disco Rígido – HD; Fitas para Backup; Pen

Capacidades de Algumas Memórias

Disquete; CD; DVD; Disco Rígido – HD; Fitas para Backup; Pen Drives; Cartões de Memória; Disquete ZIP;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

CD – Compact Disk Armazenamento óptico dos dados; Entre 650 e 700 MB; Cerca de

CD – Compact Disk

CD – Compact Disk Armazenamento óptico dos dados; Entre 650 e 700 MB; Cerca de 500

Armazenamento óptico dos dados;

Entre 650 e 700 MB;

Cerca de 500 disquetes

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

HD – Disco Rígido Armazenamento magnético dos dados; Atualmente, encontramos de 80GB, 100GB, 200GB e

HD – Disco Rígido

HD – Disco Rígido Armazenamento magnético dos dados; Atualmente, encontramos de 80GB, 100GB, 200GB e até

Armazenamento magnético dos dados;

Atualmente, encontramos de 80GB, 100GB, 200GB e até 500GB.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Pen Drive Utilizam memória Flash (FEPROM); Diversas capacidades: 128MB, 256MB, 512MB, 1GB e até 4GB;

Pen Drive

Pen Drive Utilizam memória Flash (FEPROM); Diversas capacidades: 128MB, 256MB, 512MB, 1GB e até 4GB; João
Pen Drive Utilizam memória Flash (FEPROM); Diversas capacidades: 128MB, 256MB, 512MB, 1GB e até 4GB; João

Utilizam memória Flash (FEPROM);

Diversas capacidades:

128MB, 256MB, 512MB, 1GB e até

4GB;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Cartões de Memória Utilizam memória Flash (FEPROM); Diversas capacidades: 32MB, 64MB, 128MB, 256MB, 512MB, 1GB

Cartões de Memória

Cartões de Memória Utilizam memória Flash (FEPROM); Diversas capacidades: 32MB, 64MB, 128MB, 256MB, 512MB, 1GB e

Utilizam memória Flash (FEPROM);

Diversas capacidades:

32MB, 64MB, 128MB, 256MB, 512MB, 1GB e até mais;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Componentes do Computador CPU (Microprocessador); Memórias (principal, auxiliares e cache); Dispositivos de

Componentes do Computador

CPU (Microprocessador); Memórias (principal, auxiliares e cache); Dispositivos de Entrada e Saída; Barramentos; Novidades.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

ZIP Disk – Disquete ZIP Armazenamento magnético dos dados; 100MB, 250MB e atualmente 750MB; João

ZIP Disk – Disquete ZIP

ZIP Disk – Disquete ZIP Armazenamento magnético dos dados; 100MB, 250MB e atualmente 750MB; João Antonio

Armazenamento magnético dos dados;

100MB, 250MB e atualmente

750MB;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Fitas para Backup Armazenamento Magnético; Altas capacidades: Até 400GB; Armazenamento Seqüencial. João Antonio –

Fitas para Backup

Fitas para Backup Armazenamento Magnético; Altas capacidades: Até 400GB; Armazenamento Seqüencial. João Antonio –

Armazenamento Magnético;

Altas capacidades:

Até 400GB;

Armazenamento Seqüencial.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O Microprocessador João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O Microprocessador

O Microprocessador João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

O Microprocessador Todo computador tem um (alguns computadores têm mais de um); É o circuito

O Microprocessador

Todo computador tem um (alguns computadores têm mais de um);

É o circuito eletrônico que processa (calcula) todas as informações que passam pelo computador; ou seja, o Microprocessador é o “cérebro” do computador.

O Microprocessador, assim como os demais componentes do computador, é encaixado na Placa-mãe.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O que é a Placa-mãe João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O que é a Placa-mãe

O que é a Placa-mãe João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O Que o Processador tem Clock (ou Freqüência) Interno Modelo Determina quantos ciclos por segundo
O Que o Processador tem Clock (ou Freqüência) Interno Modelo Determina quantos ciclos por segundo

O

Que o Processador tem

Clock (ou Freqüência) Interno

Modelo

Determina quantos ciclos por segundo (Hz) serão efetuados dentro do processador. Esse clock é diretamente proporcional à quantidade de operações por segundo que um processador é capaz de executar

Clock Interno

Clock Externo

Memória Cache

O Clock chega, atualmente à casa dos GHz (Bilhões de Ciclos por Segundo);

 

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Clock (ou Freqüência) Externo Determina quantos ciclos por segundo (Hz) serão efetuados no barramento que

Clock (ou Freqüência) Externo

Determina quantos ciclos por segundo (Hz) serão efetuados no barramento que liga a Placa-mãe ao Processador (esse é o Barramento Frontal – FSB).

A Placa-mãe tem que ser compatível com o processador nesse quesito (e em outros, claro!).

Clocks externos maiores determinam maior taxa de transferência de dados entre o processador e os outros componentes do computador.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Memória Cache Memória de grande velocidade fabricada dentro dos processadores. Serve para guardar os dados

Memória Cache

Memória de grande velocidade fabricada dentro dos processadores.

Serve para guardar os dados mais frequentemente usados pelo processador (quando ele traz da Memória Principal);

Quanto mais memória cache um processador possui, mais desempenho ele apresenta;

Há vários níveis de memória cache: Cache primária (L1) e cache secundária (L2) são as mais comuns. Há processadores, porém, que possuem também a cache L3.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Modelos de Microprocessador Atualmente, as duas principais fabricantes de processadores são a Intel e AMD

Modelos de Microprocessador

Atualmente, as duas principais fabricantes de processadores são a Intel e AMD;

Em concursos públicos, a Intel é a mais exigida;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Processadores Intel Celeron; Celeron D; Pentium 4; Pentium D; Celeron M; Pentium M; Core Duo;

Processadores Intel

Celeron; Celeron D; Pentium 4; Pentium D; Celeron M; Pentium M; Core Duo; Xeon;

Pentium D; Celeron M; Pentium M; Core Duo; Xeon; Para Desktop Para Portáteis (Laptop) Para Servidores

Para Desktop

Para Portáteis (Laptop)

Para Servidores

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Celeron D É o substituto do Celeron, usado em Desktops e Notebooks maiores; Nomenclatura de

Celeron D

É o substituto do Celeron, usado em Desktops e Notebooks maiores;

Nomenclatura de modelos por números, não por clock, ex: 355, 351, 345

de modelos por números, não por clock, ex: 355, 351, 345 João Antonio – Informática para

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Intel Desenvolve processadores e diversos outros componentes e tecnologias para Computadores; João Antonio –

Intel

Desenvolve processadores e diversos outros componentes e tecnologias para Computadores;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Celeron É o processador “mais básico” da Intel, recomendado para o uso em tarefas simples
Celeron É o processador “mais básico” da Intel, recomendado para o uso em tarefas simples

Celeron

É o processador “mais básico” da Intel, recomendado para o uso em tarefas simples do dia a dia.

Está sendo “aposentado” pela Intel.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Pentium 4 É um processador mais rápido que o Celeron, podendo ser usado em diversos

Pentium 4

É um processador mais rápido que o Celeron, podendo ser usado em diversos segmentos.

Dotado da tecnologia HT (Hyper Threading);

segmentos. Dotado da tecnologia HT (Hyper Threading); João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Pentium D É um processador que supostamente sucederá a família Pentium; Possui dois núcleos de

Pentium D

É um processador que supostamente sucederá a família Pentium;

Possui dois núcleos de execução (Dual Core);

Pentium; Possui dois núcleos de execução (Dual Core); João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Pentium M Processador para notebooks. Apresenta desempenho maior que o Celeron M; É usado no

Pentium M

Processador para notebooks. Apresenta desempenho maior que o Celeron M;

É usado no mercado doméstico/corporativo;

Faz parte da Tecnologia Móvel Centrino, da Intel.

Faz parte da Tecnologia Móvel Centrino, da Intel. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Xeon Processador usado no Mercado de Servidores. Pode ser encontrado montado em sistemas multiprocessados (mais
Xeon Processador usado no Mercado de Servidores. Pode ser encontrado montado em sistemas multiprocessados (mais

Xeon

Processador usado no Mercado de Servidores. Pode ser encontrado montado em sistemas multiprocessados (mais de um processador);

Cache L2 de até 2MB;

Cache L3 de até 8MB;

Clocks de 2GHz a 3,8GHz.

de até 2MB; Cache L3 de até 8MB; Clocks de 2GHz a 3,8GHz. Barramento Frontal: 667MHz

Barramento Frontal: 667MHz e

800MHz

Existe Xeon Dual-Core (Núcleo Duplo);

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Celeron M Processador para notebooks, que apresenta baixo consumo de energia (ideal para a autonomia

Celeron M

Processador para notebooks, que apresenta baixo consumo de energia (ideal para a autonomia das baterias);

É usado no mercado doméstico;

a autonomia das baterias); É usado no mercado doméstico; João Antonio – Informática para Concursos –

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Core Duo Nova geração de processador para substituir o Pentium M (tecnologia Centrino); Usados em

Core Duo

Nova geração de processador para substituir o Pentium M (tecnologia Centrino);

Usados em notebooks, apresentam desempenhos superiores em relação ao Pentium M;

Núcleo Duplo;

Faz parte da Nova Tecnologia Móvel Centrino, da Intel

Faz parte da Nova Tecnologia Móvel Centrino , da Intel João Antonio – Informática para Concursos

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

AMD Fabricante de Processadores e outros componentes de Hardware; Processadores normalmente mais baratos que os

AMD

Fabricante de Processadores e outros componentes de Hardware;

Processadores normalmente mais baratos que os da Intel;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Processadores AMD Sempron; Athlon 64; Athlon 64 X2; Athlon 64 FX; Mobile Sempron; Mobile Athlon

Processadores AMD

Sempron; Athlon 64; Athlon 64 X2; Athlon 64 FX; Mobile Sempron; Mobile Athlon 64; Turion 64; Opteron;

Sempron; Mobile Athlon 64; Turion 64; Opteron; Para Desktop Para Portáteis (Laptop) Para Servidores João

Para Desktop

Para Portáteis (Laptop)

Para Servidores

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Athlon 64 É o processador que concorre diretamente com o Pentium 4 da Intel Dotado

Athlon 64

É o processador que concorre diretamente com o Pentium 4 da Intel

Dotado de AMD64, Hyper Transport e Controlador de memória DDR integrado ao processador.

e Controlador de memória DDR integrado ao processador. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Athlon 64 FX É o processador da AMD de alta performance (concorre com o Pentium

Athlon 64 FX

É o processador da AMD de alta performance (concorre com o Pentium 4 Extreme Edition, da Intel);

Possui clocks de 2,6GHz a 2,8GHz (clock interno).

Cache L2 de 512KB e 2x1MB (Há um modelo com 2 núcleos);

Dotado de AMD64, Hyper Transport e Controlador de memória DDR integrado ao processador.

e Controlador de memória DDR integrado ao processador. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Sempron É o processador “mais básico” da AMD, recomendado para o uso em tarefas simples

Sempron

É o processador “mais básico” da AMD, recomendado para o uso em tarefas simples do dia a dia.

Dotado de AMD64, Hyper Transport e Controlador de memória DDR integrado ao processador.

e Controlador de memória DDR integrado ao processador. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Athlon 64 X2 É o processador de núcleo duplo da AMD Dotado de AMD64, Hyper

Athlon 64 X2

É o processador de núcleo duplo da AMD

Dotado de AMD64, Hyper Transport e Controlador de memória DDR integrado ao processador.

e Controlador de memória DDR integrado ao processador. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Turion É o processador da AMD de baixo consumo para notebooks; Dotado de AMD64, Hyper

Turion

É o processador da AMD de baixo consumo para notebooks;

Dotado de AMD64, Hyper Transport e Controlador de memória DDR integrado ao processador.

e Controlador de memória DDR integrado ao processador. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Opteron É o processador da AMD para Servidores (há modelos dele com dois núcleos) Dotado

Opteron

É o processador da AMD para Servidores (há modelos dele com dois núcleos)

Dotado de AMD64, Hyper Transport e Controlador de memória DDR integrado ao processador – pode ser usado em multiprocessamento (vários processadores);

pode ser usado em multiprocessamento (vários processadores); João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa-Mãe Placa de Circuitos principal de um computador; Nela são encaixados o processador e os

Placa-Mãe

Placa de Circuitos principal de um computador;

Nela são encaixados o processador e os demais componentes do computador;

A placa-mãe deve ser compatível com o processador e os dispositivos a serem adquiridos para o micro;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Chipset É o conjunto de circuitos que controla as transferências de dados na placa-mãe, gerenciando

Chipset

É o conjunto de circuitos que controla as transferências de dados na placa-mãe, gerenciando o funcionamento dos barramentos;

É formado, normalmente, por dois chips: a Ponte Norte e a Ponte Sul;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa-Mãe João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa-Mãe

Placa-Mãe João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

O Que a Placa-Mãe Possui Chipset: é o conjunto de circuitos eletrônicos que controla todo

O Que a Placa-Mãe Possui

O Que a Placa-Mãe Possui Chipset: é o conjunto de circuitos eletrônicos que controla todo o

Chipset: é o conjunto de circuitos eletrônicos que controla todo o funcionamento da placa- mãe. Todos os dados que trafegam pela placa-mãe, passam pelo chipset.

Slots: São os diversos locais para encaixe de equipamentos à placa- mãe. Os slots têm
Slots: São os diversos
locais para encaixe de
equipamentos à placa-
mãe. Os slots têm
tamanhos e tipos
específicos para os
diversos equipamentos
do micro.
Barramentos: são as vias de comunicação que atravessam a placa-mãe e permitem que os diversos
Barramentos: são as vias de
comunicação que atravessam a
placa-mãe e permitem que os
diversos componentes do
computador se comuniquem.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Chipset Ponte Norte (Northbridge): é o mais importante circuito do chipset, responsável pelo controle dos

Chipset

Ponte Norte (Northbridge):

é o mais importante circuito do chipset, responsável pelo controle dos componentes mais rápidos do computador, como o processador, a memória principal e a placa de vídeo (AGP, PCI x16);

a memória principal e a placa de vídeo (AGP, PCI x16); Ponte Sul (Southbridge): é o
Ponte Sul (Southbridge): é o circuito secundário do chipset. Ele comunica-se com os componentes menos
Ponte Sul (Southbridge): é o
circuito secundário do chipset.
Ele comunica-se com os
componentes menos rápidos do
computador, como as unidades
de disco (IDE, SATA), os
barramentos PCI, USB, PCI x. o
teclado, o mouse, etc.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Ponte Norte (Northbridge) Chip maior e mais importante. A ele são ligados os barramentos para

Ponte Norte (Northbridge)

Chip maior e mais importante. A ele são ligados os barramentos para os componentes mais rápidos, como CPU, memória principal (RAM), e placa de vídeo (AGP e PCI Express x1 a x16);

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Quem é Quem na Placa-Mãe (1) Ponte Norte (Northbridge) Socket para encaixe do Processador Ponte

Quem é Quem na Placa-Mãe (1)

Ponte Norte (Northbridge) Socket para encaixe do Processador Ponte Sul (Southbridge)
Ponte Norte
(Northbridge)
Socket para
encaixe do
Processador
Ponte Sul
(Southbridge)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Memória Principal Armazena as informações que estão sendo utilizadas naquele momento de trabalho do computador;

Memória Principal

Armazena as informações que estão sendo utilizadas naquele momento de trabalho do computador;

Fabricada na forma de circuitos de memória DRAM (variante da RAM);

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Ponte Sul (Southbridge) Chip secundário. A ele são ligados os barramentos para os componentes menos

Ponte Sul (Southbridge)

Chip secundário. A ele são ligados os barramentos para os componentes menos rápidos, como discos (IDE e SATA), placas de expansão (PCI) e componentes externos (USB, PS/2, Serial, Paralelo)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Memória Principal João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Memória Principal

Memória Principal João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Memória Principal João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Um Programa sendo Executado Memória Principal Disco Rígido João Antonio – Informática para Concursos –

Um Programa sendo Executado

Memória Principal
Memória
Principal
Disco Rígido
Disco Rígido

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Memória RAM Memória Elétrica: armazena informações na forma de pulsos elétricos; Só consegue armazenar

Memória RAM

Memória Elétrica: armazena informações na forma de pulsos elétricos;

Só consegue armazenar informações enquanto o computador estiver ligado;

Quando a alimentação elétrica é interrompida, todo o seu conteúdo é imediatamente perdido!

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Tipos de Memória RAM RAM DRAM VRAM SRAM SDRAM (mais antiga) DDR (mais usada hoje)

Tipos de Memória RAM

RAM DRAM VRAM SRAM SDRAM (mais antiga) DDR (mais usada hoje) DDR2 (mais nova e
RAM
DRAM
VRAM
SRAM
SDRAM (mais antiga)
DDR (mais usada hoje)
DDR2 (mais nova e rápida)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Pentes de DRAM João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Pentes de DRAM

Pentes de DRAM João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Tipos de Memória RAM DRAM (RAM Dinâmica): mais simples de fabricar, usa capacitores (pequenas pilhas)

Tipos de Memória RAM

DRAM (RAM Dinâmica): mais simples de fabricar, usa capacitores (pequenas pilhas) para armazenar carga elétrica.

SRAM (RAM Estática): memória mais rápida (e bem mais cara) que a RAM dinâmica;

VRAM (Vídeo RAM): Memória RAM feita exclusivamente para placas de vídeo.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Memória DRAM A DRAM (RAM Dinâmica) é a memória que mais usamos em nosso computador;

Memória DRAM

A DRAM (RAM Dinâmica) é a memória que mais usamos em nosso computador;

Nossa Memória Principal é DRAM;

Vendida em formato de pequenas placas (“pentes” ou “módulos”) que se encaixam diretamente na placa-mãe.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Quem é Quem na Placa-Mãe (2) Barramento da Memória Slots para os pentes de memória

Quem é Quem na Placa-Mãe (2)

Barramento da Memória Slots para os pentes de memória principal
Barramento
da Memória
Slots para os pentes
de memória principal

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Tipos de Memória DRAM SDRAM: RAM Dinâmica Síncrona, muitas vezes erroneamente chamada de DIMM .

Tipos de Memória DRAM

SDRAM: RAM Dinâmica Síncrona, muitas vezes erroneamente chamada de DIMM. Memórias mais antigas e menos rápidas;

DDR: memórias DRAM mais rápidas 2 vezes que as SDRAM (no mínimo). Utilizam duas vezes o ciclo da freqüência para fazer transferências de informações.

DDR2: Segunda geração das memórias DDR; possuem freqüências mais elevadas que as DDR

FPM e EDO: memórias muito antigas (décadas de 1980 e início de 1990)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

SDRAM x DDR x DDR 2 DDR RAM DDR 2 SDRAM João Antonio – Informática

SDRAM x DDR x DDR 2

DDR RAM DDR 2
DDR RAM
DDR 2
SDRAM x DDR x DDR 2 DDR RAM DDR 2 SDRAM João Antonio – Informática para

SDRAM

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento ISA Usado para placas de expansão (Modem, Rede, Som e Vídeo); Barramento antigo e

Barramento ISA

Usado para placas de expansão (Modem, Rede, Som e Vídeo);

Barramento antigo e atualmente sem uso;

Taxa: 16MB/s.

Largura: 16 bits.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

antigo e atualmente sem uso; Taxa: 16MB/s. Largura: 16 bits. João Antonio – Informática para Concursos
SDRAM x DDR DDR RAM SDRAM Freqüência do Barramento da Memória João Antonio – Informática
SDRAM x DDR DDR RAM SDRAM Freqüência do Barramento da Memória
SDRAM x DDR
DDR RAM
SDRAM
Freqüência do Barramento da Memória

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramentos de Expansão São caminhos secundários que ligam o chipset aos componentes periféricos do computador.

Barramentos de Expansão

São caminhos secundários que ligam o chipset aos componentes periféricos do computador.

Barramentos Internos: ligam os periféricos que ficam dentro do gabinete do computador.

Barramentos Externos: ligam os periféricos que ficam fora do gabinete.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento PCI Usado para placas de expansão (Modem, Rede, Som e Vídeo); Substituto do ISA,

Barramento PCI

Usado para placas de expansão (Modem, Rede, Som e Vídeo);

Substituto do ISA, Atualmente utilizado;

Taxa: 133MB/s;

Largura: 32 bits;

É Plug and Play.

utilizado; Taxa: 133MB/s; Largura: 32 bits; É Plug and Play. João Antonio – Informática para Concursos

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Barramento AGP Usado para Placas de Vídeo (somente); Taxa: 266MB/s (AGP 1X); Pode chegar a

Barramento AGP

Usado para Placas de Vídeo (somente);

Taxa: 266MB/s (AGP 1X);

Pode chegar a AGP 8x, com taxa de 2,1GB/s;

Largura: 32 bits

É Plug and Play.

8x, com taxa de 2,1GB/s; Largura: 32 bits É Plug and Play. João Antonio – Informática

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento IDE Admite a conexão de até dois dispositivos simultaneamente em cada Barramento; Os dispositivos

Barramento IDE

Admite a conexão de até dois dispositivos simultaneamente em cada Barramento;

Os dispositivos são ligados por meio de um Cabo Flat (Flat Cable).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

são ligados por meio de um Cabo Flat (Flat Cable). João Antonio – Informática para Concursos
Barramento Serial ATA Usado para Unidades de Disco Rígido; Taxa: 150MB/s ou 300MB/s (SATA 2);

Barramento Serial ATA

Usado para Unidades de Disco Rígido;

Taxa: 150MB/s ou 300MB/s (SATA 2);

Largura: 1 bit (Serial)

Está se tornando comum nas placas mãe atuais.

bit (Serial) Está se tornando comum nas placas mãe atuais. João Antonio – Informática para Concursos

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento IDE Usado para Unidades de Disco (HD, CD, DVD); Taxa: até 133MB/s (o mais

Barramento IDE

Usado para Unidades de Disco (HD, CD, DVD);

Taxa: até 133MB/s (o mais comum é 100MB/s);

Largura: 32 bits

Normalmente há dois deles em uma Placa-Mãe (IDE Primário e IDE Secundário)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

deles em uma Placa-Mãe (IDE Primário e IDE Secundário) João Antonio – Informática para Concursos –
Barramento IDE Os dispositivos ligados no mesmo IDE devem ser configurados como MESTRE e ESCRAVO

Barramento IDE

Barramento IDE Os dispositivos ligados no mesmo IDE devem ser configurados como MESTRE e ESCRAVO João

Os dispositivos ligados no mesmo IDE devem ser configurados como MESTRE e ESCRAVO

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Quem é Quem na Placa-Mãe (3) Slot AGP Slots PCI Barramento AGP Barramento PCI Barramentos

Quem é Quem na Placa-Mãe (3)

Slot AGP Slots PCI Barramento AGP Barramento PCI Barramentos IDE Slots IDE
Slot AGP
Slots PCI
Barramento
AGP
Barramento
PCI
Barramentos
IDE
Slots IDE

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Barramento SCSI Usado para Unidades de Disco (HD, CD, DVD); Scanners e Impressoras também! Taxa:

Barramento SCSI

Usado para Unidades de Disco (HD, CD, DVD);

Scanners e Impressoras também!

Taxa: até 320MB/s;

Não é comum em computadores pessoais, mas em servidores de rede.

Usa-se, normalmente, uma Placa Controladora separada.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

rede. Usa-se, normalmente, uma Placa Controladora separada. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Barramento Serial (RS-232) Usado para conectar equipamentos de baixas velocidades (mouse, teclado) Transfere dados de

Barramento Serial (RS-232)

Usado para conectar equipamentos de baixas velocidades (mouse, teclado)

Transfere dados de forma serial (bit a bit).

Barramento Antigo e em desuso.

de forma serial (bit a bit). Barramento Antigo e em desuso. João Antonio – Informática para

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento USB Usado para conectar qualquer tipo de equipamento externo Transfere dados de forma serial

Barramento USB

Usado para conectar qualquer tipo de equipamento externo

Transfere dados de forma serial (bit a bit)

Permite a conexão de até 127 equipamentos ao computador

Barramento “Hot plug and play”

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

equipamentos ao computador Barramento “Hot plug and play” João Antonio – Informática para Concursos – Módulo
Barramento PS/2 Usado para conectar mouse e teclado Substituto do antigo barramento serial (RS-232) Transfere

Barramento PS/2

Usado para conectar mouse e teclado

Substituto do antigo barramento serial (RS-232)

Transfere dados de forma serial (bit a bit)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

serial (RS-232) Transfere dados de forma serial (bit a bit) João Antonio – Informática para Concursos
Barramento Paralelo Usado para conectar equipamentos que exigem maior velocidade, como impressoras e scanners;

Barramento Paralelo

Usado para conectar equipamentos que exigem maior velocidade, como impressoras e scanners;

Barramento antigo.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

velocidade, como impressoras e scanners; Barramento antigo. João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Velocidades USB USB 1: 12Mbps (1,5MB/s) USB 2: 480Mbps (60MB/s) João Antonio – Informática para

Velocidades USB

USB 1:

12Mbps (1,5MB/s)

USB 2:

480Mbps (60MB/s)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Velocidades USB USB 1: 12Mbps (1,5MB/s) USB 2: 480Mbps (60MB/s) João Antonio – Informática para Concursos

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Barramento Firewire (IEEE 1394) Concorrente do USB; Conecta até 63 equipamentos no computador; Taxa de

Barramento Firewire (IEEE 1394)

Concorrente do USB;

Conecta até 63 equipamentos no computador;

Taxa de transferência:

400Mbps (50MB/s)

Já existe o Firewire 800, com 800Mbps (100MB/s)

(50MB/s) Já existe o Firewire 800, com 800Mbps (100MB/s) João Antonio – Informática para Concursos –

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento PCI Express Substituto do PCI e do AGP; Vai do PCI Express x1 (que

Barramento PCI Express

Substituto do PCI e do AGP;

Vai do PCI Express x1 (que é serial) ao PCI Express x16 (com 16 linhas seriais simultâneas)

Existem: x1, x4, x8 e x16 (os mais usados são x1 e x16).

Existem: x1, x4, x8 e x16 (os mais usados são x1 e x16). João Antonio –

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento PCI Express x16 Usado somente para Placas de Vídeo; Substituto do AGP; Taxa: 4000MB/s

Barramento PCI Express x16

Usado somente para Placas de Vídeo;

Substituto do AGP;

Taxa: 4000MB/s

(4GB/s);

Placas de Vídeo; Substituto do AGP; Taxa: 4000MB/s (4GB/s); João Antonio – Informática para Concursos –

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento PCMCIA (PC Card) Usado em Notebooks e Handhelds; Há vários equipamentos nesse formato: modems,

Barramento PCMCIA (PC Card)

Usado em Notebooks e Handhelds;

Há vários equipamentos nesse formato: modems, placas de rede, placas de comunicação sem fio, cartões de memória, etc.

Atualmente chamado de Card Bus.

cartões de memória, etc. Atualmente chamado de Card Bus. João Antonio – Informática para Concursos –

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Barramento PCI Express x1 Usado para placas de expansão (Modem, Rede, Som, Vídeo, etc.) Taxa:

Barramento PCI Express x1

Usado para placas de expansão (Modem, Rede, Som, Vídeo, etc.)

Taxa: 250MB/s;

expansão (Modem, Rede, Som, Vídeo, etc.) Taxa: 250MB/s; João Antonio – Informática para Concursos – Módulo

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Quem é Quem na Placa-Mãe Nova Slots PCI Express x1 Slot PCI Express x16 Soquete
Quem é Quem na Placa-Mãe Nova
Slots PCI Express x1
Slot PCI Express x16
Soquete para
o Processador
Slots PCI
Chipset
(Ponte Norte)
Slot
IDE
Slots para a
Memória RAM
Slots SATA
Chipset (Ponte Sul)
João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Bluetooth Tecnologia de comunicação sem fio entre dispositivos de diversos tipos (celulares, impressoras, teclados,

Bluetooth

Tecnologia de comunicação sem fio entre dispositivos de diversos tipos (celulares, impressoras, teclados, mouses, notebooks, etc.)

Distância Máxima: 10 metros

Freqüência: 2,4GHz

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Configuração do Micro Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM

A Configuração do Micro

Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM DDR2 533

1 HD 120GB Serial ATA 7200 RPM

Modem 56Kbps V.92 Gravador de CD 40x24x52x Gravador de DVD-DL Monitor 17” SVGA LCD Placa de Vídeo PCI Express x16 com 256MB Placa de Rede Gigabit Ethernet 10/100/1000 Placa-mãe com:

- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, 3 PCI Express x1, 2 PCI

- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Configuração do Micro Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM

A Configuração do Micro

Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM DDR2 533 HD 120GB
Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2
1GB RAM DDR2 533
HD 120GB Serial ATA 7200 RPM
Modem 56Kbps V.92
1
Gravador de CD 40x24x52x
1GB: Capacidade da memória
Gravador de DVD-DL
principal (RAM)
Monitor 17” SVGA LCD
Placa de
Vídeo PCI Express x16 com 256MB
DDR2 533: Tipo e freqüência
Placa de
Rede Gigabit Ethernet 10/100/1000
(clock) da memória principal
Placa-mãe com:

- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, 3 PCI Express x1, 2 PCI

- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Bluetooth João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Bluetooth

Bluetooth João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Configuração do Micro Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM

A Configuração do Micro

Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM DDR2 533 1 HD
Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2
1GB RAM DDR2 533
1 HD 120GB Serial ATA 7200 RPM
Modem 56Kbps V.92
Gravador de CD 40x24x52x
2MB Cache: Memória
Cache secundária (L2),
interna ao processador.
Gravador de DVD-DL
Pentium 4: Modelo do
Monitor 17” SVGA LCD
Microprocessador;
Placa de Vídeo
Placa de Rede
Placa-mãe com:
PCI Express x16 com 256MB
Gigabit Ethernet 10/100/1000
3,2GHz: Freqüência Interna
HT: Hyper Threading
- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, 3 PCI Express x1, 2 PCI

- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Configuração do Micro Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM

A Configuração do Micro

Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM DDR2 533 1 HD
Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2
1GB RAM DDR2 533
1 HD 120GB Serial ATA 7200 RPM
Modem 56Kbps V.92
Gravador de CD 40x24x52x
120GB: Capacidade do HD.
Gravador de DVD-DL
Monitor 17” SVGA LCD
Serial ATA: tipo do barramento em
Placa de
que os HDs estão ligados.
Placa de
Placa-mãe com:
7200 RPM: Rotação do disco.
- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, 3 PCI Express x1, 2 PCI

- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Disco Rígido João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Disco Rígido

Disco Rígido João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Disco Rígido João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Disco Rígido João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Configuração do Micro Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM

A Configuração do Micro

Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB Cache L2 1GB RAM DDR2 533 1 HD 120GB Serial ATA 7200 RPM Modem 56Kbps V.92

DDR2 533 1 HD 120GB Serial ATA 7200 RPM Modem 56Kbps V.92 Gravador de CD 40x24x52x

Gravador de CD 40x24x52x

Modem: dispositivo que permite a comunicação entre dois computadores por meio de uma linha analógica de

transmissão de dados.

56Kbps: Velocidade de transferência

de dados do Modem

V.92: padrão mais recente para os modems telefônicos (usados em linhas telefônicas convencionais) – V.90 também é comum

Gravador de DVD-DL Monitor 17” SVGA LCD

Placa de Vídeo PCI Express x16 com 256MB

Placa de Rede Gigabit Ethernet 10/100/1000

Placa-mãe com:

- 1 Serial, 1 Paralela,

- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

010100101 010100101 Modulação: Processo de tradução Digital Analógico Modem Demodulação: Processo de tradução
010100101 010100101
010100101
010100101
Modulação: Processo de tradução Digital Analógico
Modulação: Processo de
tradução Digital Analógico

Modem

Demodulação: Processo de tradução Analógico Digital

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Memória Virtual Memória Principal Processador (CPU) Disco Rígido João Antonio – Informática para Concursos –
Memória Virtual Memória Principal Processador (CPU) Disco Rígido
Memória Virtual
Memória Principal
Processador
(CPU)
Disco Rígido

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Modem João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Modem

Modem João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Modem 56Kbps: 56 Kilobits por segundo Equivalente a 7KB/s (7 Kilobytes por segundo) Esse é

Modem

56Kbps: 56 Kilobits por segundo

Equivalente a 7KB/s (7 Kilobytes por segundo)

Esse é o valor de recepção dos dados. A velocidade da transmissão é menor: 33,6Kbps (V.90) ou 44Kbps (V.92).

O Modem é Assimétrico: as velocidades de transmissão e recepção são diferentes.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

A Configuração do Micro Gravador de CD: Dispositivo que Pentium 4 3,2 GHz HT com
A Configuração do Micro
Gravador de CD: Dispositivo que
Pentium 4 3,2 GHz HT com 2MB permite Cache L2 a leitura e a gravação de
discos de CD;
1GB RAM DDR2 533
1 HD 120GB Serial ATA 7200 RPM
40x24x52x: Velocidades do
Modem 56Kbps V.92
Gravador de CD 40x24x52x
Gravador de DVD-DL
Monitor 17” SVGA LCD
Gravador de CD
Gravador de DVD: permite a leitura
Placa de Vídeo PCI Express x16 e com a gravação 256MB de discos de CD e de
DVD
Placa de Rede Gigabit Ethernet
Placa-mãe com:
10/100/1000
- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, DVD-DL: 3 PCI Express DVD de x1, Dupla 2 PCI Camada
- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), (8,5GB) Som 5.1 Integrado
João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Equipamentos para CD / DVD Drive (leitor) de CD: apenas lê CDs; Gravador de CD:

Equipamentos para CD / DVD

Drive (leitor) de CD: apenas lê CDs;

Gravador de CD: lê e grava CDs;

Drive (leitor) de DVD: lê CDs e DVDs;

Drive Combo: lê DVDs e CDs e grava CDs;

Gravador de DVD: lê e grava CDs e DVDs;

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Velocidade X do CD X é uma constante (150 KB/s) Essa é a velocidade padrão

Velocidade X do CD

X é uma constante (150 KB/s)

Essa é a velocidade padrão da leitura de CDs de Áudio (música)

Um leitor de 60x (9000 KB/s) consegue ler um disco (de dados) 60 vezes mais rapidamente que um disco de música (os discos de áudio são sempre lidos na velocidade padrão – X).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Equipamentos para CD / DVD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Equipamentos para CD / DVD

Equipamentos para CD / DVD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Gravador/Drive de CD É possível reconhecer um drive (leitor) de CD porque ele tem apenas

Gravador/Drive de CD

É possível reconhecer um drive (leitor) de CD porque ele tem apenas uma velocidade (60x)

Os gravadores de CD apresentam três velocidades (40x24x52x)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

E o Gravador de CD? 40x24x52x (Três velocidades) 52x (a maior): velocidade de leitura de

E o Gravador de CD?

40x24x52x (Três velocidades)

52x (a maior): velocidade de leitura de discos de CD de qualquer tipo.

24x (a menor): Velocidade de gravação (e regravação) de discos de CD-RW

40x (a que sobrou): Velocidade de gravação de discos de CD-R

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Tipos de CD CD-DA: CD de áudio (música) CD-ROM: CD de dados de computador que

Tipos de CD

CD-DA: CD de áudio (música)

CD-ROM: CD de dados de computador que já vem gravado de fábrica e não pode ter seu conteúdo alterado pelos usuários.

CD-R: CD virgem que pode ser gravado várias vezes (adicionando dados), mas não pode ser apagado nem permite modificar os dados já gravados).

CD-RW: CD Regravável – pode ser gravado (por partes, como o CD-R) e apagado (em sua totalidade – não por partes)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Configuração do Micro Monitor: dispositivo de saída padrão apresentadas as imagens que o 17”

A Configuração do Micro

A Configuração do Micro Monitor: dispositivo de saída padrão apresentadas as imagens que o 17” (Polegadas):

Monitor: dispositivo de saída padrão

apresentadas as imagens que o

17” (Polegadas): Tamanho da diagonal da tela;

Pentium 4 3,2 GHz HT com 1GB RAM DDR2 533

1 HD 120GB Serial ATA 7200 computador RPM constrói para o usuário;

Modem 56Kbps V.92 Gravador de CD 40x24x52x Gravador de DVD-DL Monitor 17” SVGA LCD Placa de Vídeo PCI Express

Placa de Rede Gigabit Ethernet que 10/100/1000 o monitor consegue exibir; Placa-mãe com:

- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB LCD: 2.0, Tipo 3 PCI do Express monitor x1, (Cristal 2 PCI Líquido,

- 2 PCI Express x16 (Modo nesse SLI), Som caso) 5.1 Integrado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Tamanho da Tela 17 polegadas João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Tamanho da Tela

17 polegadas
17 polegadas

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Tipos de DVD DVD-ROM: Semelhante ao CD-ROM; DVD-R, DVD+R: Semelhantes ao CD-R; DVD-RW, DVD+RW: Semelhantes

Tipos de DVD

DVD-ROM: Semelhante ao CD-ROM;

DVD-R, DVD+R: Semelhantes ao CD-R;

DVD-RW, DVD+RW: Semelhantes ao CD-RW;

DVD-RAM: Semelhante ao DVD-+RW, mas permite apagamento parcial do disco;

DVD+R DL: DVD+R de Dupla Camada (8,5GB)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor

Monitor João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Monitor João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Tipos de Monitor CRT (Tubos de Raios Catódicos): monitores comuns, volumosos, que desenham a tela

Tipos de Monitor

CRT (Tubos de Raios Catódicos): monitores comuns, volumosos, que desenham a tela por meio de raios eletromagnéticos que estimulam uma malha de fósforo (aquela tela preta que vemos quando o monitor está desligado);

LCD (Cristal Líquido): Monitores finos, que desenham a tela alterando as cores de pequenos “tijolos” (os pixels) que formam a estrutura de sua tela.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Monitor de CRT João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de CRT

Monitor de CRT João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de CRT Canhão de Elétrons Feixes (raios Catódicos) Máscara Tela Pontos de Fósforos (DOTS)

Monitor de CRT

Canhão de Elétrons Feixes (raios Catódicos) Máscara Tela
Canhão de Elétrons
Feixes
(raios Catódicos)
Máscara
Tela

Pontos de Fósforos (DOTS)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de LCD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de LCD

Monitor de LCD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de CRT Sua tela é formada por uma malha de pontos (dots) de fósforo.

Monitor de CRT

Sua tela é formada por uma malha de pontos (dots) de fósforo.

Os raios catódicos (feixes eletromagnéticos) são três raios com cores distintas (Vermelho, Verde e Azul) e são disparados contra essa malha.

O Sistema de cores dos monitores é chamado de RGB.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Dot Pitch DOT PITCH é a distância (medida em milímetros) entre dois pontos da malha

Dot Pitch

DOT PITCH é a distância (medida em milímetros) entre dois pontos da malha da tela
DOT PITCH é a distância
(medida em milímetros)
entre dois pontos da malha
da tela do monitor.
Quanto menor o DOT PITCH,
mais qualidade de imagem o
monitor apresentará

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de LCD Sua tela é formada por uma matriz de células que, quando recebem

Monitor de LCD

Sua tela é formada por uma matriz de células que, quando recebem sinais elétricos, interrompem ou deixam passar a luz.

Também usam o sistema RGB (Vermelho Verde e Azul).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Monitor de LCD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de LCD

Monitor de LCD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor Touch Screen Possui uma tela sensível ao toque (responde à pressão). Normalmente esta tela

Monitor Touch Screen

Possui uma tela sensível ao toque (responde à pressão).

Normalmente esta tela é montada à frente de um monitor normal de LCD ou CRT.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Resolução As imagens de um computador são formadas por pequenos quadradinhos chamados Pixels . A

Resolução

As imagens de um computador são formadas por pequenos quadradinhos chamados Pixels.

A Resolução de uma Imagem é a quantidade de pixels que a formam.

A resolução não é responsabilidade do Monitor, mas da placa de vídeo (o Monitor apenas é capaz de dizer se agüenta aquela resolução ou não).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de LCD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor de LCD

Monitor de LCD João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor Touch Screen João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Monitor Touch Screen

Monitor Touch Screen João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Resolução Pixels João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Resolução

Pixels
Pixels

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Resolução A resolução é medida contando-se a quantidade de pixels existentes horizontalmente x a quantidade

Resolução

A resolução é medida contando-se a quantidade de pixels existentes horizontalmente x a quantidade de pixels existentes na vertical

800 x 600 é um exemplo de Resolução comum para imagens de monitores de computador.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Resolução Resolução = Quantidade de Pixels Resolução Quantidade de Pixels Tamanho dos Pixels Tamanho

Resolução

Resolução = Quantidade de Pixels

Resolução Quantidade de Pixels Tamanho dos Pixels Tamanho dos Objetos da tela (ícones, janelas, menus, letras, etc.) Área útil da tela (Área de trabalho)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Vídeo João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Vídeo

Placa de Vídeo João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Resolução VGA = 640 x 480 pixels SVGA = 800 x 600 pixels (mais comum)

Resolução

VGA = 640 x 480 pixels

SVGA = 800 x 600 pixels (mais comum)

XGA = 1024 x 768 pixels

Existem resoluções maiores (1280 x 1024; 1600 x 1200, etc.)

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Configuração do Micro Placa de Vídeo: equipamento para construir as Pentium 4 3,2 imagens
A Configuração do Micro
Placa de Vídeo: equipamento para construir as
Pentium 4 3,2 imagens GHz HT com que 2MB são Cache mostradas L2 pelo Monitor.
1 1GB HD RAM 120GB DDR2 Serial vídeo PCI 533 EXpress: ATA está 7200 conectada x16: RPM o barramento no qual a placa de
Modem 56Kbps V.92
Gravador Gravador de de DVD-DL CD 256MB: 40x24x52x capacidade da memória RAM dessa placa
Monitor 17” SVGA (chamada LCD também de memória de vídeo)
Placa de Vídeo PCI Express x16 com 256MB
Placa de Rede Gigabit Ethernet 10/100/1000
Placa-mãe com:
- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, 3 PCI Express x1, 2 PCI
- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado
João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Placa de Vídeo Normalmente, é ligada a apenas um monitor; Há placas de vídeo que

Placa de Vídeo

Normalmente, é ligada a apenas um monitor;

Há placas de vídeo que suportam dois ou mais monitores;

Ligadas ao barramento AGP ou PCI Express (PCIe) x16.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Placa de Vídeo Saída S-Video: para ligar a placa de vídeo a uma TV. Saída

Placa de Vídeo

Saída S-Video: para ligar a placa de vídeo a uma TV.
Saída S-Video: para ligar a
placa de vídeo a uma TV.
Saída VGA: usada para conectar monitores comuns (como os nossos CRT e alguns LCD). Essa
Saída VGA: usada para conectar
monitores comuns (como os
nossos CRT e alguns LCD).
Essa é a saída mais comum!
João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Saída DVI: usada em monitores digitais (como os monitores de LCD)

A Configuração do Micro Placa de Rede: Permite que um computador se Pentium 4 3,2
A Configuração do Micro
Placa de Rede: Permite que um computador se
Pentium 4 3,2 GHz conecte HT com com 2MB outros Cache computadores L2 por meio dessa
1GB RAM DDR2 estrutura 533 conhecida como Rede Local.
1 HD 120GB Serial ATA 7200 RPM
Modem 56Kbps Gigabit V.92 Ethernet: Padrão da Rede Local
Gravador de CD (1000Mbps) 40x24x52x
Gravador de DVD-DL
Monitor 17” SVGA 10/100/1000: LCD as três velocidades que essa placa
consegue desenvolver.
Placa de Vídeo
PCI Express x16 com 256MB
Placa de Rede Gigabit Ethernet 10/100/1000
Placa-mãe com:
- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, 3 PCI Express x1, 2 PCI
- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado
João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Placa de Rede Equipamento de comunicação usado para interligar diversos computadores em uma LAN (Rede

Placa de Rede

Equipamento de comunicação usado para interligar diversos computadores em uma LAN (Rede Local).

Para cada tipo de rede de computadores é necessário um tipo específico de Placa de Rede.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Vídeo A memória de Vídeo é a parte da placa de vídeo que

Placa de Vídeo

A memória de Vídeo é a parte da placa de vídeo que armazena a imagem que está sendo exibida.

Cada pixel ocupa uma quantidade de bytes específica (isso depende da quantidade de cores que a imagem exibe). A memória de vídeo tem que ser capaz de armazenar todos os pixels da imagem em questão.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Rede Ethernet João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Rede Ethernet

Placa de Rede Ethernet João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Placa de Rede Ethernet João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Ethernet Tipo de Redes de Computadores. Ethernet é a arquitetura de redes com fio mais

Ethernet

Tipo de Redes de Computadores.

Ethernet é a arquitetura de redes com fio mais usada hoje em dia.

A principal tecnologia concorrente à Ethernet é a Wi-Fi (Redes Locais sem fio).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

Exemplo de LAN Ethernet João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Exemplo de LAN Ethernet

Exemplo de LAN Ethernet João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Rede Wi-Fi João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Rede Wi-Fi

Placa de Rede Wi-Fi João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1
Placa de Rede Wi-Fi João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Exemplo de LAN Wi-Fi (WLAN) João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Exemplo de LAN Wi-Fi (WLAN)

Exemplo de LAN Wi-Fi (WLAN) João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Ethernet Velocidades Ethernet (Original): 10Mbps Fast Ethernet: 100Mbps Gigabit Ethernet: 1000Mbps João Antonio –

Ethernet

Velocidades

Ethernet (Original): 10Mbps

Fast Ethernet: 100Mbps

Gigabit Ethernet: 1000Mbps

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Placa de Rede Wi-Fi Wi-Fi é uma tecnologia de comunicação de LAN (Rede Local) sem

Placa de Rede Wi-Fi

Wi-Fi é uma tecnologia de comunicação de LAN (Rede Local) sem fio (chamada de WLAN, ou Wireless LAN).

Essa tecnologia é conhecida como IEEE 802.11.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Subpadrões Wi-Fi 802.11b: mais usado no mundo. Tem velocidade de 11Mbps e usa a freqüência

Subpadrões Wi-Fi

802.11b: mais usado no mundo. Tem velocidade de 11Mbps e usa a freqüência de 2,4GHz;

802.11g: 54Mbps; 2,4GHz

802.11a: 54Mbps; 5GHz

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

A Configuração do Micro Placa-Mãe: a placa de circuitos principal do Pentium 4 3,2 GHz

A Configuração do Micro

A Configuração do Micro Placa-Mãe: a placa de circuitos principal do Pentium 4 3,2 GHz computador.

Placa-Mãe: a placa de circuitos principal do

Pentium 4 3,2 GHz computador. HT com 2MB Cache L2

1GB RAM DDR2 533 1 HD 120GB Serial Números: ATA 7200 RPM quantidades das portas e slots que

Modem 56Kbps V.92 vêm com esta placa-mãe.

Gravador de CD 40x24x52x

Gravador de DVD-DL Som Integrado: significa que a placa-mãe já

Monitor 17” SVGA traz LCD a Placa de Som on-board (fabricada na

Placa de Vídeo PCI própria Express placa-mãe), x16 com 256MB o que é muito comum hoje

Placa de Rede Gigabit em Ethernet dia. 10/100/1000

Placa-mãe com:

- 1 Serial, 1 Paralela, 8 USB 2.0, 3 PCI Express x1, 2 PCI

- 2 PCI Express x16 (Modo SLI), Som 5.1 Integrado

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Placa de Som João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Placa de Som

A Placa de Som João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Processo de BOOT (Inicialização) Consiste numa série de operações seqüencialmente organizadas para “colocar o

Processo de BOOT (Inicialização)

Consiste numa série de operações seqüencialmente organizadas para “colocar o computador para funcionar”.

Começa no momento em que o micro é ligado e termina na execução do Sistema Operacional.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

A Placa de Som É o equipamento que transforma os sinais digitais do computador em

A Placa de Som

É o equipamento que transforma os sinais digitais do computador em sinais sonoros analógicos que serão emitidos pelas caixas de som.

A Placa de Som é um dos equipamentos que podem vir On-Board (integrados na própria placa-mãe).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

On Board Equipamentos que são fabricados integrados à Placa-mãe (e não separados, como placas de

On Board

Equipamentos que são fabricados integrados à Placa-mãe (e não separados, como placas de expansão). Os dispositivos que normalmente podem ser on- board são:

Placa de Vídeo Placa de Som Modem Placa de Rede

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Processo de BOOT (Inicialização) O Micro é ligado; O BIOS “acorda” e lê o conteúdo

Processo de BOOT (Inicialização)

O Micro é ligado; O BIOS “acorda” e lê o conteúdo do CMOS; O BIOS verifica a presença dos equipamentos descritos no CMOS (esse processo chama-se POST); O BIOS começa a procurar o Sistema Operacional; O BIOS carrega o Sistema Operacional para a memória Principal.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Informática para Concursos Públicos – João Antonio

BIOS BIOS (Sistema Básico de Entrada e Saída) é um programa que tem por finalidade

BIOS

BIOS (Sistema Básico de Entrada e Saída) é um programa que tem por finalidade iniciar os “trabalhos” em um computador.

O BIOS é responsável por “acordar” o micro e reconhecer os componentes básicos ligados a ele (o BIOS faz isso lendo o conteúdo do CMOS).

O BIOS está gravado num chip de memória ROM localizado na placa-mãe (junto com o SETUP).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Arquivos São os Dados guardados em unidades de armazenamento. Existem vários tipos de Arquivos. Possuem

Arquivos

São os Dados guardados em unidades de armazenamento.

Existem vários tipos de Arquivos.

Possuem Nome, Data de Criação, Dono e outros atributos. Esses atributos (incluindo o nome) se encontram no diretório onde o arquivo está registrado.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Diretórios (Como Vemos) João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Diretórios (Como Vemos)

Diretórios (Como Vemos) João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Sistema Operacional É o programa que controla as funções básicas do computador e serve de

Sistema Operacional

É o programa que controla as funções básicas do computador e serve de interface entre o usuário e a máquina.

Sem Sistema Operacional, o computador não funciona.

Windows e Linux são exemplos de Sistemas Operacionais.

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Diretórios (Pastas) São objetos que contêm outros objetos (podem ser arquivos ou diretórios). João Antonio

Diretórios (Pastas)

São objetos que contêm outros objetos (podem ser arquivos ou diretórios).

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1

Resumo do que Vimos Hardware: Componentes principais Configuração do Micro Setup Processo de Boot Arquivos

Resumo do que Vimos

Hardware:

Componentes principais Configuração do Micro Setup

Processo de Boot Arquivos e Diretórios

João Antonio – Informática para Concursos – Módulo 1