Вы находитесь на странице: 1из 13
Curso Curso Técnico Técnico em em Informática Informática Linguagem Linguagem de de programação programação

CursoCurso TécnicoTécnico emem InformáticaInformática

LinguagemLinguagem dede programaçãoprogramação IIII

Ubirajara Santos Nogueira Professor do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico Esp. em Engenharia de Software usnogueira@gmail.com

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

Selecione

É uma estrutura de seleção, também chamada de estrutura de controle. Substitui instruções envolvendo o comando IF contendo múltiplos aninhamentos.

Executa apenas uma opção dentre as demais

As opções não podem ter valores idênticos

Caso nenhuma opção satisfaça a expressão, pode se usar a cláusula opcional “default”.

caso

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

O Switch evita o ninho de IF´s que torna o programa :

- Confuso

- Difícil de escrever e ler

- Pouco confiável

Facilita alterações

- Incluir nova expressão

- Remover uma expressão

O IF tem uma implementação e execução mais rápida

O IF avalia expressões lógicas enquanto o switch só pode testar igualdade.

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

Formato Geral

1.switch (<variável>){

2.

case <valor1>:

3.

instrução1;

4.

break;

5.

case <valor2>:

6.

instrução2;

7.

break;

8.

9.

.

10.

. .

11.

case <valorN>:

12.

instruçãoN;

13.

break;

14.

default:

15.

Instrução default

16.}

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

;

Os itens devem ser do mesmo tipo da expressão

A expressão pode retornar qualquer tipo simples; cada um dos valores especificados nos comandos case deve ser compatível com o tipo de expressão.

O valor de cada case deve ser um valor literal único (isto é, deve ser uma constante e não uma variável).

Valores case duplicados não são permitidos.

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

O comando switch funciona da seguinte maneira:

O valor da expressão é comparado com os valores literais de cada um dos comandos case.

Se os valores forem iguais, a sequência de código que se segue ao comando case correspondente é executada.

Se nenhuma das constantes for igual ao valor da expressão, o comando default será executado. Contudo, o comando default é opcional.

Se nenhum case for igual ao valor da expressão e não houver um comando default, nenhuma ação será executada.

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

O comando break

- Obrigatório: desvia o fluxo do programa para o final da estrutura, salta para fora do comando switch;

- Se não for colocado, o Java executa todas as opções após a encontrada;

- Isto aumenta a flexibilidade e também a

;

insegurança do código;

Colocado em outra estrutura é considerado programação desestruturada;

-

É um GOTO restringido.

-

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

Exemplo

CASE

public class switch01 { public static void main (String args[]){ char turno = 'V'; switch (turno) { case 'M':

System.out.println(“Matutino”); break; case 'V':

System.out.println(“Vespertino”); break; case 'N':

System.out.println(“Noturno”);

break;

default:

System.out.println(“inválido!”)

}

}

}

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

Observe que para cada valor da variável podemos executar uma ou mais instruções, envolvendo outras estruturas.

Neste caso o comando break é necessário, pois a seleção é feita até localizar o valor correspondente à variável de pesquisa.

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE

Após localizada, as outras instruções são executadas normalmente porque as instruções case posteriores são vistas pelo interpretador como rótulos, que servem apenas para marcar uma determinada linha, não impedindo sua execução.

A instrução default é opcional e serve para executar uma instrução genérica quando nenhum valor é localizado na pesquisa.

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE – Exercícios de Revisão

08 - 2 - Estrutura de Controle - SWITCH CASE - Exercícios de Revisão.doc

Estrutura de Controle em JAVA

SWITCH

CASE – Exercícios Propostos

08 - 3 - Estrutura de Controle - SWITCH CASE - Exercícios Propostos.doc