You are on page 1of 1

4 Educação Florianópolis, outubro de 2009

Rogério Moreira Jr.

Centenas de currículos guardados em sala no Centro de Ciências da Saúde: universidade federal não possui estruturas adequadas para suportar tantos documentos, que se acumulam em pilhas que chegam a ter o tamanho de uma pessoa

Médicos esperam validação de diploma


UFSC é uma das 16 universidades que aplicarão as provas unificadas para profissionais graduados no exterior
A Universidade Federal de Santa os currículos expedidos fora do Brasil rias para exercer a profissão”, afirma. riana Locatelli, a economia foi o prin- médica. Ao finalizar o curso, cada aluno
Catarina acaba de aderir ao projeto de sejam compatíveis com o da UFSC. Caso Todos aqueles que não foram aprovados cipal estímulo para estudar em Buenos realiza uma prova. A condição para se-
unificação das provas de revalidação a revalidação através do currículo não recebem um parecer da instituição com Aires. “Decidi estudar aqui pelo valor guir em frente é ter sido aprovado neste
dos diplomas de Medicina obtidos no seja possível, resta a opção de fazer uma a lista de disciplinas indispensáveis para da mensalidade. Não tenho condições exame, sem concorrência com outros
exterior. A medida foi proposta pelos Mi- prova teórica. “Se o requerente demons- a revalidação. A partir desse momento, de pagar uma faculdade particular no estudantes. Apenas o que intervém é a
nistérios da Saúde e da Educação e tem trar que tem suficiência no exame, re- eles procuram cursos de extensão espe- Brasil”, afirma. Mariana é formada em capacidade do aluno.”, relata.
como objetivo aperfeiçoar o processo cebe automaticamente a revalidação do cíficos para complementar o currículo. psicologia e como estava há muito tem-
vigente e atender às normas do Conse- diploma”, explica Moritz. Esses cursos são oferecidos por algumas po longe dos cursinhos, achava que as Sarah Westphal
lho Nacional de Educação. Segundo o Apenas dois dos 589 concorrentes fo- faculdades privadas com custo médio de suas chances de passar em uma univer-
novo modelo, os médicos interessados ram aprovados na última prova de reva- R$ 28 mil. sidade pública não eram muito grandes. Situação
em reconhecer sua formação no Brasil lidação aplicada pelo Curso de Medicina Os gastos com a revalidação são Ela considera que o processo seletivo na ATUALMENTE
serão avaliados através de uma prova da UFSC, em abril deste ano. Ambos obti- modestos se comparados ao preço to- Argentina é mais justo que o nacional. • A tramitação pode se estender por até
prática e outra teórica, formuladas com veram a nota mínima 6. De acordo com tal de seis anos de Medicina em uma “A própria faculdade oferece um cur- seis anos.
base em uma matriz curricular elabo- Moritz, o grande percentual de reprova- faculdade particular no Brasil. O valor so de ingresso, com objetivo de nivelar • É permitido tentar a revalidação através
rada por professores de graduação em ções indica uma defasagem de conheci- da graduação na Unisul, em Palhoça, os conhecimentos de um grupo muito de diversas faculdades do Brasil simultane-
Medicina de 16 universidades públicas mento. “Isso significa que eles não tive- é de R$ 230 mil aproximadamente. Na heterogêneo de alunos, bem como for- amente.
brasileiras. ram uma preparação médica adequada, Argentina, o investimento é quase dez necer os conhecimentos básicos para
NA UFSC
A estimativa do Secretário de Gestão que não têm as competências necessá- vezes menor. Para a paranaense Ma- enfrentar os seguintes anos da carreira
• Dos 589 que tentaram a prova de revali-
do Trabalho e da Educação na Saúde
dação, apenas 2 foram aprovados
(SGTES) Francisco Campos é que 5 mil Na UFSC
• A maioria dos currículos vem da Bolívia
médicos formados no exterior tentem
a revalidação do diploma anualmen-
te. Hoje, os critérios para a revalidação
Mais de 200 currículos empilhados aguardam avaliação • Até 2009, a inscrição era de R$ 130. Em
2010, a taxa será de R$ 2 mil, preço médio
A sala de reuniões do terceiro andar do informações a todos os requerentes. “Como as campo de trabalho para muitos advogados, que das outras instituições brasileiras.
dos diplomas variam de acordo com a
universidade. Cabe a cada instituição Centro de Ciências da Saúde é ocupada por pessoas ligavam o tempo todo pedindo infor- contestam os pareceres e cobram os prazos. NOVO PROJETO
comparar a ementa e a carga horária papéis. Empilhados por ordem alfabética, mais mações sobre a revalidação, nós estipulamos Tânia ressalta que as solicitações nem sempre • Mesma prova de revalidação para todas
de todas as disciplinas para analisar de 200 currículos aguardam a revalidação no que o dia de atendimento para esse tipo de pro- são coerentes: “Tem gente que quer o direito de as instituições
se há equivalência ou não. Segundo o Brasil através da Coordenação do Curso de cesso seria na quarta-feira. O problema é que revalidar direto, uns absurdos assim”. • O processo é constituído por uma ava-
coordenador do curso de Medicina da Medicina da UFSC. Toda a estrutura que a gra- agora eu passo segunda e terça dizendo que é Para Rogério, o excesso de currículos à es- liação prática e uma teórica, baseada em
UFSC, Rogério Moritz, as universidades duação dispõe para avaliar e organizar esses na quarta, e quinta e sexta atendendo pessoas pera de análise e a falta de pessoal para agilizar uma matriz curricular formulada a partir
estrangeiras não exigem Trabalho de documentos chama-se Tânia Regina Tavares que não conseguiram falar na quarta-feira, pois os procedimentos congestionam sua gestão. dos currículos de 16 universidades públicas
Conclusão de Curso, possuem reduzido Fernandes. É a chefe de expediente da Coorde- o telefone estava ocupado”, conta. “Com tantos processos, os planos que eu tenho brasileiras.
número de horas em Interação Comu- nação de Medicina quem compara as ementas, O coordenador do curso Rogério Moritz para o curso de Medicina acabam ficando em • O novo mecanismo de revalidação não
nitária e não dão ênfase à saúde da mu- verifica a equivalência de cargas horárias e dá afirma que as revalidações abriram um novo segundo plano”, lamenta. (S.W) extingue o anterior.
lher de modo que é pouco provável que