Вы находитесь на странице: 1из 11
CURSO DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO Contabilidade Geral Época de Recurso 07/02/2011 1. A prova é

CURSO DE CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO

Contabilidade Geral

Época de Recurso

07/02/2011

1. A prova é constituída por QUATRO GRUPOS. Se não responder a algum dos grupos, deverá entregar a folha correspondente.

2. O aluno preencherá todas as folhas com: nome completo, nº informático, turma em que se encontra inscrito e o nome do professor.

3. Duração da prova: 2h e 30m.

Nome do aluno:

N.º:

Nome dos Professores:

Turma:

GRUPO I

(5 valores)

Este grupo consiste em QUESTÕES DE RESPOSTA MÚLTIPLA, a que deverá responder na própria folha do teste.

Cada resposta correcta: 0,50 valores. Cada resposta errada: redução de 0,357 valores.

Cada resposta em branco: zero pontos.

Assinale nos quadrados da folha anexa de resposta, com “X”, a(s) resposta(s) correcta(s).

1.

A

B

C

D

2.

A

B

C

D

3.

A

B

C

D

4.

A

B

C

D

5.

A

B

C

D

6.

A

B

C

D

1.

Nas empresas, são características dos respectivos elementos patrimoniais:

A. Heterogeneidade, titularidade e pecuniaridade;

B. Integralidade, homogeneização e titularidade;

C. Heterogeneidade, pecuniaridade e algebracidade;

D. Titularidade, pecuniaridade e extensão.

2.

A demonstração financeira que mais privilegia o desempenho é:

A. Demonstração dos resultados por naturezas;

B. Anexo;

C. Balanço;

D. Demonstração das alterações do capital próprio no periodo.

3.

Se porventura estiver perante uma situação que origine um conflito entre a Estrutura Conceptual

do SNC e as Normas Contabilísticas e de Relato Financeiro (NCRF) deve prevalecer:

A. Os requisitos da Estrutura Conceptual;

B. Os requisitos das NCRF;

C. As duas respostas anteriores estão correctas;

D. Todas as respostas anteriores estão erradas.

4.

De entre os critérios valorimétricos das existências que conhece e que foram objecto de estudo,

qual seria a sua opção num período inflacionista?

A. Custo específico;

B. Custo médio ponderado;

C. FIFO;

D. Custo elaborado.

5.

No tratamento contabilístico dos factos patrimoniais, ter em conta a realidade económica em

detrimento da sua forma legal, pressupõe ter por base um:

A. Uma norma do SNC;

B. Uma característica qualitativa;

C. Pressuposto subjacente;

D. Característica antitética.

6.

As demonstrações financeiras, deverão ter em conta as seguintes características qualitativas:

A. Compreensibilidade e relevância;

B. Materialidade e fiabilidade;

C. Neutralidade e prudência;

D. Substância sobre a forma e plenitude.

Nome do aluno:

N.º:

Nome dos Professores:

Turma:

GRUPO II

(4 valores)

1. Identifique os objectivos das demonstrações financeiras à luz da EC do SNC (0,5 valores).

2. Caracterize o Sistema de Inventário Permanente. (0,5 valores).

3. Distinga os conceitos de “Património” e “valor do Património”. (0,5 valores).

4. Apresente os conceitos de Activo e Passivo de acordo com a EC do SNC. (0,5 valores)

Balancete rectificado da sociedade BETA, Ldª., em 31 de Dezembro de 2010

Código

Designação

Saldos

 

conta

Devedor

Credor

11

Caixa

40.000,00

 

12

Depósitos à ordem

110.000,00

 

14

Outros Instrumentos Financeiros

48.000,00

 

21

Clientes

480.000,00

 

22

Fornecedores

 

700.000,00

23

Pessoal

 

60.000,00

24

Estado e outros entes públicos

48.000,00

88.000,00

25

Financiamentos obtidos

 

140.000,00

27

Outras contas a receber e a pagar

48.000,00

20.000,00

28

Diferimentos

10.000,00

20.000,00

29

Provisões

 

57.000,00

32

Mercadorias

168.000,00

 

43

Activos fixos tangíveis

480.000,00

 

44

Activos intangíveis

208.000,00

 

51

Capital

 

800.000,00

54

Prérnios de emissão

 

168.000,00

55

Reservas

 

100.000,00

56

Resultados transitados

 

28.000,00

61

Custo das mercadorias vendidas e matérias consumidas

1.323.400,00

 

62

Fornecimentos e serviços externos

1.232.000,00

 

63

Gastos com pessoal .

496.000,00

 

64

Gastos de depreciação e amortização

72.000,00

 

71

Vendas

 

2.508.000,00

72

Prestações de serviços

 

45.400,00

75

Subsídios à exploração

 

29.000,00

 

4.763.400,00

4.763.400,00

DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS POR NATUREZAS DA SOCIEDADE

EM

DE

DE

2 0

Valor em € 10 3

 

RENDIMENTOS E GASTOS

 

2 0

Vendas e serviços prestados

   

Subsídios à exploração

   

Ganhos/perdas

imputados

de

subsidiárias,

associadas

e

empreendimentos

 

conjuntos

Variação nos inventários da produção

   

Trabalhos para a própria entidade

   

Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas

   

Fornecimentos e serviços externos

   

Gastos com o pessoal

   

Imparidade de inventários (perdas/reversões)

   

Imparidade de dívidas a receber (perdas/reversões)

   

Provisões (aumentos/reduções)

   

Imparidade de investimentos não depreciáveis/amortizáveis (perdas/reversões)

 

Aumentos/reduções de justo valor

   

Outros rendimentos e ganhos

   

Outros gastos e perdas

   

Resultados antes de depreciações, gastos de financiamento e impostos

 

Gastos/reversões de depreciações e de amortizações

   

Imparidade de investimentos depreciáveis/amortizáveis (perdas/reversões)

Resultado operacional (antes de gastos de financiamento e impostos)

 

Juros e rendimentos similares obtidos

   

Juros e gastos similares suportados

 
 

Resultados antes de impostos

 

Imposto sobre o rendimento do período

   
 

Resultado líquido do período

 

Nome do aluno:

N.º:

Nome dos Professores:

Turma:

BALANÇO DA SOCIEDADE:

EM

DE

DE

2 0 1 0

Valor × 10 3

PERÍODOS RUBRICAS NOTAS 2010 2009 ACTIVO Activo não corrente: Activos fixos tangíveis Propriedades de
PERÍODOS
RUBRICAS
NOTAS
2010
2009
ACTIVO
Activo não corrente:
Activos fixos tangíveis
Propriedades de investimento
Activos intangíveis
Investimentos financeiros
Accionistas/sócios
Activo corrente:
Inventários
Clientes
Adiantamentos a fornecedores
Estado e outros entes públicos
Accionistas/sócios
Outras contas a receber
Diferimentos
Outros activos financeiros
Caixa e depósitos bancários
Total do Activo
CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO
Capital próprio:
Capital realizado
Acções (quotas) próprias
Outros instrumentos de capital próprio
Prémios de emissão
Reservas legais
Outras reservas
Resultados transitados
Excedentes de revalorização
Outras variações no capital próprio
Resultado líquido do período
Total do capital próprio
Passivo:
Passivo não corrente
Provisões
Financiamentos obtidos
Outras contas a pagar
Passivo corrente
Fornecedores
Adiantamentos de clientes
Estado e outros entes públicos
Accionistas/sócios
Financiamentos obtidos
Diferimentos
Outras contas a pagar
Outros passivos financeiros
Total do passivo
Total do Capital Próprio e do Passivo

ISCAP - CONTABILIDADE GERAL

-

ÉPOCA DE RECURSO

-

07 / 02 / 2011

Nome:

N.º:

Professores:

Turma:

- Em cada questão, só uma resposta está correcta. Deverá assinalá-la com um O (círculo).

N.º Certas

0,24 =

- A sua resposta não deve deixar dúvidas, caso contrário a resposta será considerada errada.

N.º Erradas

0,08 =

- Cada resposta certa vale 0,24 valores; cada resposta errada desconta 0,08 valores

N.º Nulas

0,00 =

0,00

- A falta de resposta, não será penalizada.

Total:

GRUPO III

( 6 Valores)

A empresa "Multix, Lda", com sede na Maia, comercializa a mercadoria M, sujeita a IVA à taxa normal (21%).

A empresa adopta o sistema de inventário intermitente e pratica uma margem de comercialização de 35% sobre o preço de custo.

A empresa releva todos os descontos nas contas apropriadas.

1. Dia 05 Factura nº 242 de F7, do Rio de Janeiro, relativa à compra de 2.500 unidades de mercadoria M a BRL 12,00 cada. Condições: CIF/Leixões; Desconto de quantidade: 15%. Câmbio (BRL 2,3911; BRL 2,3674)

a)

D-311-Compras

b) D-311-Compras

c) D-311-Compras

d) D-311-Compras

D-24321-Inventários

D-24321-Inventários

C-221-Fornecedores c/c

C-221-Fornecedores c/c

C-221-Fornecedores c/c

C-221-Fornecedores c/c C-318-Desc. e abat. em compras

C-782-Desc. pr. pag. obtido

C-318-Desc. e abat. em compras

C-318-Desc. e abat. em compras

 

C-24331-Oper. gerais

2. O valor registado na conta "Fornecedores" será de:

a)

10.664,55

b)

12.904,10

c)

13.033,29

d)

10.771,31

3. Dia 12 Conta nº 11, do despachante F12, referente à aquisição do dia 5.

 
 

- Transporte Leixões/armazém (IVA incluído à taxa normal)

 

181,50

- Seguro

30,00

- IVA liquidado pela alfândega

 

2.648,00

- Honorários (IVA incluído à taxa normal)

 

96,80

a)

D-319-Desp adic. de comp.

b) D-319-Desp adic. de comp.

c)

D-319-Desp adic. de comp.

d)

D-6224 -Honorários

D-24321-Inventários

D-24323-outros bens e serviços

D-24341-Mens. fav. Empresa

D-6253 -Transp. de mercadorias

C-221-Fornecedores c/c

C-221-Fornecedores c/c

C-221-Fornecedores c/c

D-6263 - Seguros D-24323-outros bens e serviços C-221-Fornecedores c/c

4. O valor contabilizado na conta de "IVA -

" será:

a)

2.706,44

b)

48,30

c)

2.696,30

d) Nenhum dos anteriores

5. O valor do custo unitário de aquisição das mercadorias adquiridas será de :

a) b)

4,37

4,41

c)

4,31

d)

5,17

6.

Dia 18 N/ Factura nº 449, s/ C9 de Paris, relativa à venda de 3.700 unidades da mercadoria M. Custo unitário da mercadoria ven- dida: € 4,70 Condições: Desconto de revenda de 4%; Desconto de pronto pagamento de 3% se pagamento em 10 dias.

a)

D-211-Clientes c/c

c) D-211-Clientes c/c

d)

D-211-Clientes c/c

C-711-Mercadorias

D-682-Desc. p. pag.conc. D-718-Desc. abat. em vendas

b) D-211-Clientes c/c D-718-Desc. abat. em vendas

C-711-Mercadorias

D-682-Desc. p. pag.conc. D-718-Desc. abat. em vendas

D-718-Desc. abat. em vendas

C-711-Mercadorias

C-711-Mercadorias

C-24331-Operações gerais

C-24331-Operações gerais

7. A dívida do cliente, pressupondo que não existiu mais nenhuma operação, ascenderá a:

 

a)

27.270,30

b)

21.861,32

c)

16.694,40

d)

22.537,44

8. O resultado bruto obtido nesta venda será de:

 

a)

5.147,44

b)

8.293,69

c)

4.471,32

d)

6.086,50

9. Dia 20 Factura n.º 9 de F4, no valor de € 32.912,00 (IVA incluído à taxa normal), relativa à aquisição de uma máquina de embalar automática. Na data da encomenda foi entregue um cheque correspondente a um adiantamento de 15%.

a)

D-433-Equip. Básico D-24322-IVA ded. investimentos C-2711-Fornec. de investim.c/c D-2711-Fornec. de investim.c/c C-455-Adiant.por conta de invest. C-24341-Mensais a fav. Empresa

b) D-433-Equip. Básico D-24322-IVA ded. investimentos C-2711-Fornec. de investim.c/c D-2711-Fornec. de investim.c/c C-2713-Adiant.a fornec.de invest. C-24342-Mensais a fav. Estado

c)

D-433-Equip. Básico D-24322-IVA ded. investimentos C-2711-Fornec. de investim.c/c D-2711-Fornec. de investim.c/c C-455-Adiant.por conta de invest. C-24342-Mensais a fav. Estado

d)

D-433-Equip. Básico D-24322-IVA ded. investimentos C-2711-Fornec. de investim.c/c D-455-Adiant.por conta de invest. D-24322-IVA ded. investimentos C-121-Depósitos à ordem

10. O valor contabilizado na conta de "Adiantamentos…. " será:

 

a)

5.973,53

b)

4.936,80

c)

4.080,00

d)

5.440,00

11. O saldo da conta deste fornecedor, pressupondo que não houve mais nenhuma operação, será de:

 

a)

32.912,00

b)

27.975,20

c)

26.329,60

d)

23.120,00

12. Dia 22 N/nota de crédito nº 21 s/ C3 de Braga relativa à sua devolução de 500 unidades de mercadoria M (com regularização de IVA). Essas unidades tinham sido vendidas a € 7 cada unidade.

a)

D-717-Devoluções de vendas D-24341-Mensais a fav. Emp. C-211-Clientes c/c

b) D-711-Mercadorias D-24341-Mensais a fav. Emp. C-211-Clientes c/c

c)

D-211-Clientes c/c C-24342-Mensais a fav. Est. C-717-Devoluções de vendas

d)

D-717-Devoluções de vendas C-24342-Mensais a fav. Est. C-211-Clientes c/c

13. O valor do IVA regularizado será de:

 

a)

889,35

b)

607,44

c)

730,00

d) Nenhum dos anteriores

Nome:

N.º:

Professores:

Turma:

14. Dia 24 Recibo n.º 3546 de F8 no valor de € 272,25 (IVA incluído à taxa normal), relativo à montagem e calibração inicial da máquina de embalar, adquirida no dia 20. Pagamento efectuado por cheque.

a)

D-6226-Conserv. e reparação D-24323-Outros bens e serv. C-121-Depósitos à ordem

b)

D-433-Equip. Básico D-24322-IVA ded. investimentos C-121-Depósitos à ordem

c)

D-6221-Trab. especializados D-24323-Outros bens e serv. C-121-Depósitos à ordem

d) D-433-Equip. Básico D-24323-Outros bens e serv. C-121-Depósitos à ordem

15. O valor da máquina será de:

 

a)

33.184,25

b)

27.200,00

c)

27.425,00

d)

23.345,00

16. Dia 25 Endosso do n/ saque nº 7 s/ C5, no valor de € 5.000,00, para regularizar a factura n.º 4243 de F4.

a) D-212-Clientes-Tít. a receber b) D-221-Fornecedores c/c c) D-214-Clientes-Tít. endossados d) D-221-Fornecedores c/c

C-222-Fornec. -Tít. a pagar

C-212-Clientes-Tít. a receber

C-222-Fornec. -Tít. a pagar

C-214-Clientes-Tít. endossados

17. Dia 26 Extracto/Recibo da Via Verde no valor de € 185,00 (IVA incluído à taxa normal mas não dedutível) relativo à cobrança de portagens das viaturas dos nossos vendedores. Pagamento efectuado através do Banco A.

a)

D-6251-Desloc. e estadas D-24323-Outros bens e serv. C-121-Depósitos à ordem

b) D-6252-Transp. de pessoal C-121-Depósitos à ordem

c)

D-6252-Transp. de pessoal D-24323-Outros bens e serv. C-121-Depósitos à ordem

d) D-6251-Desloc. e estadas C-121-Depósitos à ordem

18. O valor registado na conta "62xx-

", será de:

 

a)

223,85

b)

185,00

c)

152,89

d) Nenhum dos anteriores

Proceda à rectificação da conta de mercadorias e ao apuramento do resultado bruto das vendas, considerando apenas a seguinte informação extraída do balancete de 31/12/2010 da empresa, que reflecte única e exclusivamente operações com mercadorias.

 

Descrição

Débito

Crédito

31

- COMPRAS

98.000,00

11.400,00

32

- MERCADORIAS

10.500,00

38

- Recl. e regul. de inventários e act. biol.

700,00

71

- VENDAS

10.500,00

155.000,00

NOTA: Os stocks sofreram uma variação negativa de:

7.300,00 €

19. O saldo da conta "61- Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas", será de :

a)

93.900,00

b)

94.600,00

c)

93.200,00

d)

80.000,00

20. O valor do Resultado Bruto das vendas, será de:

 

a)

50.600,00

b)

51.300,00

c)

49.900,00

d)

64.500,00

Proceda ao apuramento do IVA do mês de Dezembro, considerando apenas os dados fornecidos no extracto do balancete de 31/12/2010 da empresa.

 

Descrição

Débito

Crédito

 

IMPOSTO SOBRE O VALOR ACRESCENTADO IVA Dedutível IVA Liquidado IVA Regularizações IVA a pagar IVA a recuperar IVA Reembolsos pedidos

25.520,00

 

27.000,00

300,00

400,00

1.500,00

900,00

5.000,00

21.

Após apuramento, o saldo da conta "IVA a pagar" será de:

 
 

a)

3.080,00

b)

2.180,00

c)

2.080,00

d)

1.500,00

22.

Após apuramento, o saldo da conta "IVA a recuperar" será de:

 
 

a)

680,00

b)

4.320,00

c)

900,00

d)

0,00

A empresa "SIP, S.A.", com sede em Aveiro comercializa a mercadoria M, sujeita a IVA à taxa normal e adopta o SIP. Nos primeiros dias de Dezembro a ficha de existências registou os seguintes movimentos:

   

Entradas

 

Saídas

Data

Descrição

Uni

Valor

Uni

Valor

1

12

Stock Inicial

100

500,00

   

4

12

Guia Entrada N.º x - Compra

150

900,00

   

7

12

Guia Saída N.º y - Venda

   

150

800,00

23. O critério valorimétrico utilizado nas saídas de mercadorias de armazém, é:

a) Custo Médio Ponderado

b)

FIFO

c) Custo específico

d) Nenhum dos anteriores

24. Dia 9

Oferta de 10 unidades de Mercadoria M ao n/ cliente C9 (sujeita a liquidação do IVA). A mercadoria seguiu no próprio dia. O registo da guia de saída, destas unidades, deverá ser registada da seguinte forma:

a)

D-382-Mercadorias

b) D-321-Mercadorias

c) D-611-CMVMC

d) D-611-CMVMC

C-321-Mercadorias

C-382-Mercadorias

C-321-Mercadorias

C-382-Mercadorias

25. O gasto total suportado com esta oferta ascende a:

a) b)

60,00

56,00

c)

72,60

d)

67,76

Nome:

Professores:

N.º:

Turma:

GRUPO IV

(5 Valores)

Efectue no Diário Geral, os lançamentos das operações abaixo mencionadas, realizadas pela empresa "Silva & Martins, Lda." com sede em Viana do Castelo, em Outubro de 2010, utilizando para o efeito, o traçado apresentado:

Dia 26 Processamento das remunerações do mês de Outubro de 2010 considerando as informações em anexo.

(1,55 valores)

 

Remunerações Ilíquidas

 

Descontos

Encargos Patronais

(TSU)

IRS

TSU

Sindicato

Órgãos Sociais

10.000,00

10%

10%

 

21,25%

Pessoal

70.000,00

6%

11%

350

23,75%

Dia 27 N/cheque n.º 651 sobre o Banco Comercial no valor de € 501,00, para pagamento da Renda de Novembro, das instalações.

Operação isenta de IVA mas sujeita a retenção na fonte à taxa de 16,5%.

(0,65 valores)

Dia 28 Aviso de crédito nº 345 do Banco Z relativa à regularização da dívida de C21 no valor USD 5.500, tendo beneficiado

de um desconto de pronto pagamento de 3%. Despesas bancárias no montante de € 135,00.

Valor registado à data da factura:

Câmbios à data actual:

3.753,89 €

(USD 1,463999 ; USD 1,450897 )

(1,05 valores)

Dia 29 Recepção do Aviso de crédito n.º 214, do Banco do Norte, no valor de € 3.800,00, referente ao desconto comercial do

n/saque n.º 24, de € 3.950,00, sobre C6.

(0,65 valores)

Dia 30 O Banco Central enviou s/aviso de débito n.º 678, no valor de € 4.250,00, relativo à devolução do n/saque n.º 71, sobre C2.

Nesse aviso estão incluídas despesas de devolução no valor de € 50,00.

(1,10 valores)

 

CONTAS NÃO PREVISTAS NO SNC

21

Clientes Títulos descontados Títulos endossados Ret. de impostos s/ rendimentos Trabalho dependente Trabalho independente Prediais

2434

IVA - Regularizações

69111

Empréstimos bancários Desconto de títulos Serviços bancários Outros rendimentos e ganhos

213

24341

A favor da empresa

69112

214

24342

A favor do Estado

69881

242

68

Outros gastos e perdas Dif. de câmbio desfavoráveis Serviços bancários

78

2421

6887

7887

Dif. de câmbio favoráveis

2422

68881

79

Juros, divid. e outros rend. similares Reversão de serviços bancários

2424

69

Gastos e perdas de financiamento

7981

Descrição Débito Crédito
Descrição
Débito
Crédito