Вы находитесь на странице: 1из 20

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

  • 1 EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO (QUESTÕES DE CONCURSO – RESOLVIDAS E COMENTADAS)

.................................................................................................

1

  • 1.1 TÍTULOS DE CRÉDITO DEFINIÇÕES TEÓRICAS

...................................................

1

AFRF – 2003

  • 1.1.1 ..................................................................................

1

  • 1.2 ATOS E FATOS

CONTÁBEIS...........................................................................

3

1.2.1

1.2.2

AFRF – 2000

..................................................................................

3

Analista - MPU - Área: Pericial - Especialidade: Contabilidade

...............

4

  • 1.2.3 Contador da Prefeitura do Recife – 2003

............................................

6

  • 1.2.4 Auditor Municipal do Recife – 2003 (ESAF)

.........................................

7

  • 1.2.5 AGERS/RS 1998

.............................................................................

9

  • 1.2.6 MTB – CESPE/UNB - 1994

..............................................................

12

  • 1.2.7 Técnico de Finanças e Controles – 1996 (ESAF)

................................

15

  • 1.2.8 Perito da Polícia Federal - 1993

......................................................

18

  • 1.2.9 Fiscal de ISS – SP (FCC)

................................................................

19

  • 1 Exercícios

de

comentadas)

Fixação (Questões de concurso – resolvidas e

  • 1.1 Títulos de Crédito – definições teóricas

1.1.1 AFRF – 2003 1

Enunciado

Assinale abaixo a opção que contém a asserção verdadeira.

  • a) a nota promissória é um título de crédito autônomo, próprio para operações mercantis de compra e venda entre pessoas físicas.

  • b) O sacado na Nota promissória é o credor enquanto na duplicata o sacado é o devedor.

  • c) A duplicata é um título de crédito próprio para transações financeiras, que só é emitido por pessoas jurídicas.

  • d) A nota promissória e a duplicata são títulos de crédito, sendo que na primeira o emitente é também chamado sacado; e na segunda, o emitente é também chamado sacador.

  • 1 Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”, do mesmo autor, em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados, de forma prática, na solução de questões de concurso. Após o estudo desse curso, teórico, a leitura do referido livro é fortemente recomendada, para consolidação do aprendizado.

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

e)

A triplicata é um título de crédito de emissão obrigatória, mas apenas quando houver o extravio da segunda duplicata.

Resolução e comentários

 

Trata-se de questão teórica sobre títulos de créditos, nos títulos de créditos temos três figuras:

 

-

o sacador – aquele que dá a ordem para que alguém pague algo a outrem;

-

o

sacado

aquele

que

recebe

a

ordem para

efetuar o

 

pagamento;

 
 

-

o tomador – aquele que recebe o pagamento, efetuado pelo sacado, a mando do sacador.

Na promissória, as figuras do sacador e sacado se confundem na pessoa do devedor e o tomador é o credor.

Na duplicata (título somente aplicável

a

operações de

venda ou

prestação de serviços) as figuras do sacador e tomador se confundem na pessoa do vendedor e o sacado é o comprador.

Com

esses

conceitos

teóricos,

vamos

analisar

cada

uma

das

alternativas:

 

a)

A nota promissória é um título de crédito autônomo, próprio para

operações mercantis de compra e venda entre pessoas físicas.

 

O título próprio para operações mercantis é a duplicata.

 

b)

O sacado na Nota promissória é o credor enquanto na duplicata o

sacado é o devedor.

 

Em ambos os casos, o sacado é o devedor.

 

c)

A duplicata é um título de crédito próprio para transações financeiras,

que só é emitido por pessoas jurídicas.

 

A duplicata

é

um

título próprio para transações comerciais e

de

prestação de serviço – não para operações financeiras.

 

d)

A nota promissória e a duplicata são títulos de crédito, sendo que na

primeira o emitente é também chamado sacado; e na segunda, o

emitente é também chamado sacador.

 

Certo.

 

e)

A triplicata é um título de crédito de emissão obrigatória, mas apenas

quando houver o extravio da segunda duplicata.

A triplicata é a reemissão da duplicata extraviada (não é obrigatória e não necessita segundo extravio).

Gabarito

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

d

  • 1.2 Atos e Fatos Contábeis

1.2.1 AFRF – 2000 2

Enunciado

51 – José Henrique resolveu medir contabilmente um dias de sua vida começando do "nada" patrimonial .

De

manhã cedo nada tinha.

Vestiu o

traje novo

(calça, camisa

, sapatos, etc.) comprado por 105,00, mas que sua mãe lhe deu de presente. Em seguida tomou 30,00 emprestados de seu pai, comprou o jornal por 1,20, tomou o ônibus pagando 1,80 de passagem. Chegando ao CONIC, comprou fiado, por 50,00, várias caixas de bombons e chicletes e passou a vendê-los no calçadão. No fim do dia, cansado, tomou uma refeição de 12,00, mas só pagou 10,00, conseguindo um desconto de 2,00. Contou o dinheiro e viu que vendera metade dos bombons e chicletes por 40,00.

Com base nessas informações, podemos ver que, no fim do dia, José Henrique possui um "capital próprio" no valor de:

  • a) 107,00

  • b) 120,00

  • c) 2,00

  • d) 187,00

  • e) 189,00

Resolução e comentários

Para a resolução dessa questão, o importante é identificar os fatos modificativos e mistos que, pelo regime de competência têm o condão de alterar o valor do Patrimônio líquido (capital próprio), lembrando que receitas aumentam o PL e despesas o reduzem.

Capital

próprio

de

josé

Fato

henrique

 

0,00

Início do dia

 

105,00

Presente

2 Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”, do mesmo autor, em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados, de forma prática, na solução de questões de concurso. Após o estudo desse curso, teórico, a leitura do referido livro é fortemente recomendada, para consolidação do aprendizado.

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

(1,20)

Jornal

(1,80)

Ônibus

(10,00)

Refeição

 

venda

de

40,00

chicletes

(25,00)

custo da venda

107,00

 

Gabarito

A

1.2.2 Analista - MPU - Área: Pericial - Especialidade: Contabilidade 3

Enunciado

41- O pagamento de uma letra de câmbio já vencida, com encargos de multas e de juros, constitui um

  • a) Fato Administrativo Permutativo.

  • b) Fato Administrativo Modificativo diminutivo.

  • c) Fato Administrativo Modificativo aumentativo.

  • d) Fato Administrativo Composto diminutivo.

  • e) Fato Administrativo Composto aumentativo.

Resolução e comentários

Os Fatos Contábeis consistem em acontecimentos que ALTERAM o patrimônio da empresa e se classificam em:

permutativos (qualitativos)

são Fatos que somente alteram

bens,

direitos

e

obrigações

como,

por

exemplo,

a

compra

de

mercadorias;

 

modificativos (quantitativos) Patrimônio Líquido:

 

são

Fatos que

alteram o

3 Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”, do mesmo autor, em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados, de forma prática, na solução de questões de concurso. Após o estudo desse curso, teórico, a leitura do referido livro é fortemente recomendada, para consolidação do aprendizado.

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

aumentativos (positivos)

são Fatos modificativos que aumentam o

Patrimônio Líquido como, por exemplo, uma receita de aluguel;

diminutivos (negativos)

são

Fatos

Modificativos

que

diminuem o Patrimônio Líquido como, por exemplo, as despesas;

mistos

Fatos

que,

ao

mesmo

tempo,

são

permutativos e modificativos, ou seja, há patrimonial com lucro ou prejuízo:

troca

de

elemento

aumentativos (positivos)

venda com lucro, por exemplo;

diminutivos (negativos) venda com prejuízo, por exemplo.

Entendendo o fato, se temos uma letra de câmbio – um título – vencida a pagar, temos (em nosso patrimônio) uma obrigação. Essa obrigação deve ser paga com dinheiro. Se estamos pagando a obrigação e, mais, os encargos (juros e multa), temos que sai dinheiro do patrimônio em valor superior àquele da obrigação de pagar o título, que desaparece.

Vamos

analisar o caso

a

partir de um patrimônio inicial (proposto

apenas para fins didáticos) que apresente R$ 50.000,00 em dinheiro e uma obrigação, de pagamento do título, de R$ 10.000,00. Nesse patrimônio, consideraremos o pagamento de R$ 10.000,00 acrescido de R$ 2.000,00 a título de encargos (juros e multa), para quitação da

obrigação. Situação Inicial

Ativo Passivo
 

Ativo

 

Passivo

Dinheiro

50.000,00

Título a pagar

10.000,00

 

------------------------ Patrimônio Líquido

Diferença (A-P)

40.000,00

Situação Final

Situação Final
Ativo Passivo
 

Ativo

 

Passivo

Dinheiro

38.000,00

Título a pagar

-

 

------------------------ Patrimônio Líquido

Diferença (A-P)

38.000,00

 
Ativo Passivo Dinheiro 50.000,00 Título a pagar 10.000,00 ------------------------ Patrimônio Líquido Diferença (A-P) 40.000,00 Situação Final
Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – • aumentativos (positivos ) ⇒ são Fatos modificativos
Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – • aumentativos (positivos ) ⇒ são Fatos modificativos
Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – • aumentativos (positivos ) ⇒ são Fatos modificativos
Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – • aumentativos (positivos ) ⇒ são Fatos modificativos

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

Análise

Repare que há uma redução no valor do patrimônio líquido e, também, uma troca de valores entre elementos do patrimônio (dinheiro e obrigação de pagar o título). Essa situação enseja a ocorrência de um FATO MISTO DIMINUTIVO.

Na questão, o termo contábil foi substituído por ADMINISTRATIVO e o

termo misto foi substituído por COMPOSTO.

Visto que se tratam de

sinônimos em nossa língua, resolveremos a questão a partir da

termonologia nela proposta, resultando em um fato administrativo composto diminutivo.

Gabarito

D

1.2.3 Contador da Prefeitura do Recife – 2003 4

Enunciado

62- A operação de compra de mercadorias com pagamento a vista é considerada como um fato contábil:

  • a) de iliquidez

  • b) modificativo

  • c) misto

  • d) extraordinário

  • e) permutativo

Resolução e Comentários

Os fatos contábeis consistem em acontecimentos que alteram o patrimônio em tamanho ou disposição dos respectivos elementos. Assim, os fatos contábeis podem ser considerados permutativos, modificativos ou mistos. Os fato permutativos são aqueles que não alteram o tamanho do patrimônio, porém alteram sua disposição. Os fatos modificativos são aqueles que, sem alterar a disposição de itens do patrimônio, alteram seu tamanho. E, finalmente, os fatos mistos são ao mesmo tempo modificativos e permutativos.

A compra é um fato permutativo:

D =

estoque

4 Questão tratada no livro “Contabilidade: Resoluções e comentários de Questões da ESAF”, do mesmo autor, em que os conceitos apresentados neste curso são utilizados, de forma prática, na solução de questões de concurso. Após o estudo desse curso, teórico, a leitura do referido livro é fortemente recomendada, para consolidação do aprendizado.

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

C = a

caixa.

Apenas para fins didáticos, propomos o seguinte quadro de classificação de fatos contábeis:

permutativos (qualitativos)

são Fatos que somente alteram

bens,

direitos

e

obrigações

como,

por

exemplo,

a

compra

de

mercadorias; modificativos (quantitativos)

são

Fatos que

alteram o

Patrimônio Líquido:

aumentativos (positivos)

são Fatos modificativos que aumentam o

Patrimônio Líquido como, por exemplo, uma receita de aluguel;

diminutivos (negativos)

são

Fatos

Modificativos

que

diminuem o Patrimônio Líquido como, por exemplo, as despesas;

mistos

Fatos

que,

ao

mesmo

tempo,

são

permutativos e modificativos, ou seja, há

troca

de

elemento

patrimonial com lucro ou prejuízo:

aumentativos (positivos)

venda com lucro, por exemplo;

diminutivos (negativos) venda com prejuízo, por exemplo.

A compra de mercadorias (com ou sem pagamento à vista) é, portanto, um fato contábil permutativo.

Gabarito

E

1.2.4 Auditor Municipal do Recife – 2003 (ESAF)

ENUNCIADO

39- A empresa “.” Ltda. realizou uma operação de recebimento de duplicata no valor de R$ 100,00, em dinheiro. Essa operação gerou um registro contábil de débito à conta CAIXA e crédito à conta

Duplicatas a Receber. Assinale o tipo de fato contábil presente na única opção correta.

  • a) Aumentativo

  • b) Diminutivo

  • c) Misto

  • d) Modificativo

  • e) Permutativo

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

Fatos contábeis são ocorrências que têm por efeito a alteração do Patrimônio, seja ela qualitativa (troca de valores entre elementos do patrimônio – bens, direitos ou obrigações) ou quantitativa (alteração do valor global do patrimônio – aumento ou redução do valor dos [bens (+) direitos (-) obrigações] ).

Os Fatos Contábeis, acontecimentos que ALTERAM o patrimônio da empresa, se classificam em:

a) permutativos (qualitativos)

são Fatos que somente alteram

bens, direitos e obrigações como, por exemplo, a compra de mercadorias;

b) modificativos (quantitativos) Patrimônio Líquido:

são Fatos que alteram o

b.1) aumentativos (positivos) são Fatos modificativos que aumentam o Patrimônio Líquido como, por exemplo, uma receita de aluguel;

b.2) diminutivos (negativos)

são

Fatos

Modificativos

que

diminuem o Patrimônio Líquido como, por exemplo, as despesas;

c) mistos

Fatos

que,

ao

mesmo tempo, são

permutativos e modificativos, ou seja, há troca de elemento patrimonial

com lucro ou prejuízo:

c.1) aumentativos (positivos) venda com lucro, por exemplo; c.2) diminutivos (negativos) venda com prejuízo, por exemplo.

Fatos Permutativos são aqueles que, conforme o próprio nome diz, representam eventos do tipo em que acontece uma “troca” de valores entre elementos patrimoniais sem modificação do tamanho do patrimônio (sem alteração do valor da diferença entre bens/direitos e obrigações). Para ilustrar o conceito, faço uma alusão à situação de uma tia minha, que fez operação plástica: ela retirou gordura da barriga e a enxertou nas bochechas, nos lábios, nas nádegas e nas pernas. Repare que o “patrimônio” dela ficou do mesmo tamanho, mudando apenas sua configuração. Esse também é o caso dos fatos permutativos – há troca de valores entre os bens, os direitos e as obrigações, sem alteração do valor do Patrimônio Líquido.

Fatos Modificativos são aqueles em que, não havendo troca de valores entre elementos do patrimônio, há surgimento ou desaparecimento de um elemento que enseja o aumento ou a diminuição do patrimônio (alteração do valor do Patrimônio Líquido). Para didaticamente ilustrar o conceito, comparo o Fato Modificativo Aumentativo com a operação plástica em que uma atriz (modelo e manequim) coloca silicone nos seios – repare que, nesse caso, não há troca de valores entre elementos do “patrimônio”, mas há entrada de um elemento novo no “patrimônio”

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

da atriz, aumentando-o. Ainda, com fins meramente didáticos, para ilustrar a idéia de Fato Modificativo Diminutivo, lanço mão da idéia da lipoaspiração. Com a lipoaspiração, há diminuição do “patrimônio”, pela saída da gordura que é jogada fora, no lixo.

Finalmente, Fatos Mistos são aqueles que se enquadram (ao mesmo tempo) no conceito de fato permutativo e modificativo. Nos Fatos Mistos há – concomitantemente – uma troca de valores entre elementos do patrimônio e sua redução ou majoração por entrada ou saída de um elemento novo.

No caso, o fato contábil, “Recebimento de valor, por conta de liquidação de duplicata” somente pode ocorrer caso nossa empresa tenha (anteriormente) realizado a venda de bens ou serviços a prazo.

O recebimento do valor relativo e uma duplicata – em dinheiro – enseja o desaparecimento de (pelo menos uma parte) do direito ao recebimento de valores, por conta de vendas realizadas a prazo, registrado na conta Duplicatas a Receber, que terá seu saldo reduzido, e, o surgimento (ou aumento) de dinheiro no patrimônio da empresa, registrado na conta Caixa, que terá seu saldo majorado.

Repare que o

valor total

do patrimônio

não

é

alterado por esse

acontecimento. Com efeito, há aumento em um ativo e redução em

outro (no mesmo valor). Dessa forma, depreende-se que o fato em tela é um fato permutativo, conforme alternativa (E).

GABARITO

39 - E

  • 1.2.5 AGERS/RS 1998 ENUNCIADO

Considere

a representação gráfica do

patrimônio

em

R$

em

dois

momentos.

 

"ANTES"

   

Ativo

Passivo e P. Líquido

Caixa

 
  • 50 fornecedores

20

mercadorias

 
  • 20 credores

100

imobilizado

150

capital social

100

 

220

 

220

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

 

"DEPOIS"

 

Ativo

Passivo e P. Líquido

Caixa

 
  • 50 fornecedores

20

Clientes

 
  • 10 credores

100

mercadorias

 
  • 15 capital social

105

imobilizado

150

   
 

225

 

225

Pode-se afirmar que o fato contábil ocorrido entre “ANTES” e “DEPOIS” é um fato:

  • a) misto aumentativo;

  • b) permutativo;

  • c) misto diminutivo;

  • d) modificativo aumentativo;

  • e) modificativo diminutivo.

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

Para resolução da presente questão, é necessário conhecer os conceitos de (1) patrimônio e (2) fato contábil.

Por patrimônio, entende-se o conjunto de bens e direitos (ativo) deduzido das obrigações (passivo). Cumpre referir que a representação do patrimônio consiste em ativo, passivo e na apresentação do valor de sua diferença – Patrimônio líquido.

Quanto a fatos contábeis, cabe colocar que são ocorrências que têm por efeito a alteração do Patrimônio, seja ela qualitativa (troca de valores entre elementos do patrimônio – bens, direitos ou obrigações) ou quantitativa (alteração do valor global do patrimônio – aumento ou redução do valor dos [bens (+) direitos (-) obrigações] ).

Os Fatos Contábeis, acontecimentos que ALTERAM o patrimônio da empresa, se classificam em:

a) permutativos (qualitativos)

são Fatos que somente alteram

bens, direitos e obrigações como, por exemplo, a compra de

mercadorias;

b) modificativos (quantitativos) Patrimônio Líquido:

são Fatos que alteram o

b.1) aumentativos (positivos) são Fatos modificativos que aumentam o Patrimônio Líquido como, por exemplo, uma receita de aluguel;

b.2) diminutivos (negativos)

são

Fatos

Modificativos

que

diminuem o Patrimônio Líquido como, por exemplo, as despesas;

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

c) mistos

Fatos

que,

ao

mesmo tempo, são

permutativos e modificativos, ou seja, há troca de elemento patrimonial com lucro ou prejuízo:

c.1) aumentativos (positivos) venda com lucro, por exemplo; c.2) diminutivos (negativos) venda com prejuízo, por exemplo.

Fatos Permutativos são aqueles que, conforme o próprio nome diz, representam eventos do tipo em que acontece uma “troca” de valores entre elementos patrimoniais sem modificação do tamanho do patrimônio (sem alteração do valor da diferença entre bens/direitos e obrigações). Para ilustrar o conceito, faço uma alusão à situação de uma tia minha, que fez operação plástica: ela retirou gordura da barriga e a enxertou nas bochechas, nos lábios, nas nádegas e nas pernas. Repare que o “patrimônio” dela ficou do mesmo tamanho, mudando apenas sua configuração. Esse também é o caso dos fatos permutativos – há troca de valores entre os bens, os direitos e as obrigações, sem alteração do valor do Patrimônio Líquido.

Fatos Modificativos são aqueles em que, não havendo troca de valores entre elementos do patrimônio, há surgimento ou desaparecimento de um elemento que enseja o aumento ou a diminuição do patrimônio (alteração do valor do Patrimônio Líquido). Para didaticamente ilustrar o conceito, comparo o Fato Modificativo Aumentativo com a operação plástica em que uma atriz (modelo e manequim) coloca silicone nos seios – repare que, nesse caso, não há troca de valores entre elementos do “patrimônio”, mas há entrada de um elemento novo no “patrimônio” da atriz, aumentando-o. Ainda, com fins meramente didáticos, para ilustrar a idéia de Fato Modificativo Diminutivo, lanço mão da idéia da lipoaspiração. Com a lipoaspiração, há diminuição do “patrimônio”, pela saída da gordura que é jogada fora, no lixo.

Finalmente, Fatos Mistos são aqueles que se enquadram (ao mesmo tempo) no conceito de fato permutativo e modificativo. Nos Fatos Mistos há – concomitantemente – uma troca de valores entre elementos do patrimônio e sua redução ou majoração por entrada ou saída de um elemento novo.

No caso, há apresentação de patrimônio antes e depois da ocorrência de um fato contábil. Iniciamos a análise pelos valores apresentados para o patrimônio líquido.

Repare que, entre esses dois momentos, há aumento do valor do patrimônio líquido -PL- em R$ 5,00, conforme a seguir comentado: (1) inicialmente o PL é representado unicamente pelo capital – ou seja, pelo valor aportado pelos sócios – no montante de R$ 100,00; (2) após a ocorrência do fato, o PL é apresentado em seu total por R$ 105,00. Essa situação é suficiente para afastar a possibilidade de ocorrência de

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

um fato permutativo, restando, portanto, apenas a possibilidade de ocorrência de fato modificativo aumentativo ou misto aumentativo.

Continuando a análise do caso, é necessário considerar os conceitos de fato modificativo aumentativo e de fato misto aumentativo.

No caso de fato modificativo aumentativo, ocorre – tão somente – o surgimento/aumento de um ativo ou o desaparecimento/redução de um passivo, resultando em acréscimo patrimonial, sem que ocorra, entretanto, troca de valores entre elementos do ativo ou do passivo.

No caso de fato misto aumentativo, além do acréscimo patrimonial, ocorre troca de valores entre elementos do ativo ou do passivo.

Finalmente, aplicando os conceitos aos dados da questão, podemos perceber que há troca de valores entre elementos do ativo: (1) a conta mercadorias tem seu saldo reduzido (de R$ 20,00 para R$ 15,00), enquanto (2) há aumento no saldo da conta clientes (de R$ 0,00 para R$ 20,00). Dessa forma, verifica-se a ocorrência de fato misto aumentativo, conforme alternativa (A).

GABARITO

A

  • 1.2.6 MTB – CESPE/UNB - 1994

ENUNCIADO

A operação que caracteriza um fato contábil permutativo é o (a):

  • a) execução de serviços a terceiros, para pagamento a prazo;

  • b) recebimento de doação, por uma empresa estatal;

  • c) aumento de capital, com a utilização de lucros acumulados e de reservas legais;

  • d) apuração do

resultado

de

correção

monetária

permanente e do patrimônio líquido

de

ativo

  • e) aumento de capital com nova subscrição dos sócios

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

Trata-se de uma questão teórica e, portanto, para sua resolução, além da apresentação dos conceitos básicos necessários, iremos analisar cada assertiva em separado.

Inicialmente, cabe colocar o conceito de fato contábil permutativo. Trata-se de evento que tem influência no patrimônio, mas que não logra alterar seu valor total (valor dos bens e direitos, deduzido do valor das

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

obrigações). Caracteriza-se, portanto, por mera troca de valores entre elementos do patrimônio.

Visto o conceito de fato contábil permutativo, passaremos à análise de cada assertiva do enunciado.

  • a) execução de serviços a terceiros, para pagamento a prazo;

Errada.

A execução de serviços a terceiros para pagamento a prazo faz nascer, no patrimônio, o direito ao recebimento do valor do serviço. Ora, essa situação enseja o aumento do valor do patrimônio – afastando o fato do conceito de fato contábil permutativo.

  • b) recebimento de doação, por uma empresa estatal;

Errada.

O recebimento de doação faz surgir – no patrimônio – um novo valor de ativo (dinheiro ou bem, recebido em doação). Essa situação também logra aumentar o valor do patrimônio e – dessa forma – afasta-se a possibilidade de ocorrência de fato contábil permutativo.

  • c) aumento de capital, com a utilização de lucros acumulados e de reservas legais;

Certo.

Aumento de capital significa aumento da participação dos sócios na formação do patrimônio da empresa. Essa situação – em tese – resultaria em aumento do patrimônio (pelo surgimento de dinheiro, ou de bem, saído do patrimônio do sócio para integrar o patrimônio da empresa).

Lucros acumulados e reservas de lucro (entre as quais se encontra a reserva legal) significam a existência de valores que – em períodos passados – foram auferidos pela empresa, a título de lucro, e que poderiam ter sido entregues aos sócios, mas que ficaram mantidos no patrimônio da empresa por um motivo qualquer (determinado pela lei ou negocial, decidido pelos próprios sócios).

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

O aumento de capital com utilização de lucros acumulados e reservas significa – tão somente – a mudança de destinação de um valor: (1) o valor já constante do patrimônio da empresa e que seria destinado ao sócio é (2) definitivamente incorporado ao patrimônio da empresa. Ora, nessa situação, não há qualquer aumento no valor do patrimônio, mas – tão somente – uma nova arrumação dos valores já existentes. Isso enseja a ocorrência de fato contábil permutativo.

d) apuração

do

resultado

de

correção

monetária

permanente e do patrimônio líquido

Errado.

de

ativo

A correção monetária do balanço está extinta a partir de 1996 – pelo art. 4 o da Lei 9.249/1995. Entretanto, a questão, sendo de 1994, trata do tema.

Para resolução da questão, abordaremos o mínimo necessário do assunto. Na antiga correção monetária do balanço, o ativo permanente tem seu valor atualizado (aumentado) por um índice oficial de inflação – o que aumenta patrimônio. Somente essa situação já é suficiente para afastar a ocorrência de fato contábil permutativo.

e) aumento de capital com nova subscrição dos sócios

Errado.

Aumento de capital significa aumento da participação dos sócios na formação do patrimônio da empresa. Sendo o aumento com “nova subscrição”, ele se dará com entrega de valores, por parte dos sócios, à empresa. Essa situação pode resultar em aumento do patrimônio (pelo surgimento de dinheiro, ou de bem, saído do patrimônio do sócio para integrar o patrimônio da empresa). Dessa forma, também, afasta-se a possibilidade de ocorrência de fato contábil permutativo. GABARITO

C

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

1.2.7 Técnico de Finanças e Controles – 1996 (ESAF)

ENUNCIADO

Ocorre um fato contábil modificativo aumentativo:

  • a) na prestação remunerada de serviço

  • b) no recebimento de duplicata julgada incobrável mas ainda não baixada

  • c) na alienação de mercadorias a prazo, com incidência de juros de mora;

  • d) na permuta de bens do ativo, com recebimento de troco em dinheiro

  • e) na realização de capital subscrito

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

Trata-se de uma questão teórica e, portanto, para sua resolução, além da apresentação dos conceitos básicos necessários, iremos analisar cada assertiva em separado.

Quanto a fatos contábeis, cabe colocar que são ocorrências que têm por efeito a alteração do Patrimônio, seja ela qualitativa (troca de valores entre elementos do patrimônio – bens, direitos ou obrigações) ou quantitativa (alteração do valor global do patrimônio – aumento ou redução do valor dos [bens (+) direitos (-) obrigações] ).

Os Fatos Contábeis, acontecimentos que ALTERAM o patrimônio da empresa, se classificam em:

a) permutativos (qualitativos)

são Fatos que somente alteram

bens, direitos e obrigações como, por exemplo, a compra de mercadorias;

b) modificativos (quantitativos) Patrimônio Líquido:

são Fatos que

alteram o

b.1) aumentativos (positivos) são Fatos modificativos que aumentam o Patrimônio Líquido como, por exemplo, uma receita de aluguel;

b.2) diminutivos (negativos)

são

Fatos

Modificativos

que

diminuem o Patrimônio Líquido como, por exemplo, as despesas;

c) mistos

Fatos

que,

ao

mesmo tempo, são

permutativos e modificativos, ou seja, há troca de elemento patrimonial com lucro ou prejuízo:

c.1) aumentativos (positivos) venda com lucro, por exemplo; c.2) diminutivos (negativos) venda com prejuízo, por exemplo.

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

Inicialmente, cabe colocar o conceito de fato contábil permutativo. Trata-se de evento que tem influência no patrimônio, mas que não logra alterar seu valor total (valor dos bens e direitos, deduzido do valor das obrigações). Caracteriza-se, portanto, por mera troca de valores entre elementos do patrimônio.

Fatos contábeis aumentativos podem ser: (1) fato contábil modificativo aumentativo e (2) fato contábil misto aumentativo.

No fato modificativo aumentativo, ocorre – tão somente – o surgimento/aumento de um ativo ou o desaparecimento/redução de um passivo, resultando em acréscimo patrimonial, sem que ocorra, entretanto, troca de valores entre elementos do ativo ou do passivo. No fato misto aumentativo, entretanto, além do acréscimo patrimonial, ocorre troca de valores entre elementos do ativo ou do passivo.

Finalmente, fatos contábeis diminutivos podem ser: (1) fato contábil modificativo diminutivo e (2) fato contábil misto diminutivo.

No fato modificativo diminutivo, ocorre

tão

somente

o

desaparecimento/redução de um ativo ou o surgimento/aumento de um passivo, resultando em decréscimo patrimonial, sem que ocorra, entretanto, troca de valores entre elementos do ativo ou do passivo. No fato misto diminutivo, entretanto, além do decréscimo patrimonial, ocorre troca de valores entre elementos do ativo ou do passivo.

Vistos

os

conceitos,

passaremos

à

análise de cada assertiva do

enunciado. a) na prestação remunerada de serviço

Certo.

A prestação remunerada de serviços faz nascer, no patrimônio, o direito ao recebimento do valor do serviço. Ora, essa situação enseja o aumento do valor do patrimônio. Repare que não há troca de valores

entre elementos do ativo e do passivo, o que enseja fato contábil modificativo aumentativo.

b) no recebimento de duplicata julgada incobrável mas ainda não baixada

Errado.

Uma duplicata não baixada representa um

 

direito

(do cliente)

ao

recebimento de um valor.

No caso de recebimento, há troca de valor

entre o

direito

e

dinheiro

mantendo

o

valor

do

patrimônio

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

(bens/direitos – obrigações) constante. Essa situação caracteriza um

fato contábil permutativo.

  • c) na alienação de mercadorias a prazo, com incidência de juros de mora;

Errado.

Na alienação de mercadorias ocorre: (1) redução de valor no ativo mercadorias, (2) aumento de valor no ativo duplicatas a receber e (3) aumento ou redução no valor total do patrimônio (bens/direitos – obrigações), conforme a venda tenha ocorrido com lucro ou prejuízo. Essa situação caracteriza fato misto.

  • d) na permuta de bens do ativo, com recebimento de troco em dinheiro

Errado.

Na permuta, há alteração de mais de um valor de elementos do ativo. Somente essa característica já é suficiente para afastar a ocorrência de fato modificativo.

  • e) na realização de capital subscrito

Errado.

Aumento de capital significa aumento da participação dos sócios na formação do patrimônio da empresa. O procedimento de aumento de capital se dá em dois passos: (1) subscrição – compromisso dos sócios de entrega de valor para formação do patrimônio da empresa e (2) realização – entrega do valor. Assim, no momento da “realização”, ocorrerá entrega de valores, por parte dos sócios, à empresa. Essa situação resulta em aumento do patrimônio (pelo surgimento de dinheiro, ou de bem, saído do patrimônio do sócio para integrar o patrimônio da empresa). Dessa forma, entendemos que aqui também ocorre um fato contábil modificativo aumentativo.

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

Por haver mais de uma alternativa como possível gabarito, entendemos que a questão deveria ter sido anulada.

GABARITO

A

1.2.8 Perito da Polícia Federal - 1993

ENUNCIADO

Determinada empresa decidiu aumentar o seu capital, utilizando-se, para isso, de recursos de lucros obtidos em exercícios anteriores. Essa decisão caracteriza-se como um:

  • a) fato contábil modificativo;

  • b) fato contábil permutativo;

  • c) fato contábil misto;

  • d) ato administrativo.

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

Aumento de capital significa aumento da participação dos sócios na

formação do patrimônio da empresa.

Essa

situação –

em

tese

resultaria em aumento do patrimônio (pelo surgimento de dinheiro, ou

de

bem, saído

do patrimônio do sócio para integrar o patrimônio

da

empresa).

Recursos obtidos de lucros de exercícios anteriores (registrados a título de Lucros acumulados e reservas de lucro) significam a existência de valores que – em períodos passados – foram auferidos pela empresa e que poderiam ter sido entregues aos sócios, mas que ficaram mantidos no patrimônio da empresa por um motivo qualquer (determinado pela lei ou negocial, decidido pelos próprios sócios).

O aumento de capital com utilização de lucros acumulados e reservas

significa – tão somente – a mudança de destinação de um valor: (1) o valor já constante do patrimônio da empresa e que seria destinado ao sócio é (2) definitivamente incorporado ao patrimônio da empresa. Ora, nessa situação, não há qualquer aumento no valor do patrimônio, mas – tão somente – uma nova arrumação dos valores já existentes. Isso enseja a ocorrência de fato contábil permutativo, conforme alternativa

B.

GABARITO

B

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

  • 1.2.9 Fiscal de ISS – SP (FCC)

ENUNCIADO

O pagamento de contábil:

uma dívida

com juros de

mora representa um fato

  • a) Permutativo;

  • b) modificativo diminutivo;

  • c) misto diminutivo;

  • d) misto aumentativo;

  • e) modificativo aumentativo.

RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS

Cabe colocar que fatos contábeis são ocorrências que têm por efeito a alteração do Patrimônio, seja ela qualitativa (troca de valores entre elementos do patrimônio – bens, direitos ou obrigações) ou quantitativa (alteração do valor global do patrimônio – aumento ou redução do valor dos [bens (+) direitos (-) obrigações] ).

Os Fatos Contábeis, acontecimentos que ALTERAM o patrimônio da empresa, se classificam em:

a) permutativos (qualitativos)

são Fatos que somente alteram

bens, direitos e obrigações como, por exemplo, a compra de mercadorias;

b) modificativos (quantitativos) Patrimônio Líquido:

são Fatos que

alteram o

b.1) aumentativos (positivos) são Fatos modificativos que aumentam o Patrimônio Líquido como, por exemplo, uma receita de aluguel;

b.2) diminutivos (negativos)

são

Fatos

Modificativos

que

diminuem o Patrimônio Líquido como, por exemplo, as despesas;

c) mistos

Fatos

que,

ao

mesmo tempo, são

permutativos e modificativos, ou seja, há troca de elemento patrimonial com lucro ou prejuízo:

c.1) aumentativos (positivos) venda com lucro, por exemplo; c.2) diminutivos (negativos) venda com prejuízo, por exemplo.

Aplicando os conceitos ao enunciado da questão, vemos que a empresa:

(1) deixa de ter obrigação de pagar a dívida – o que reduz o passivo, mas (2) abre mão de dinheiro – o que reduz o ativo – não somente para pagamento de dívida, mas também para pagamento dos juros. Nesse

Contabilidade Decifrada – Ponto 02 – Exercícios – Atos e Fatos Contábeis

caso a redução do ativo é maior do que a redução do passivo e assim, o valor do patrimônio como um todo (ativo – passivo) fica reduzido.

Repare que houve: (1) variação do valor de mais de um elemento entre

ativo e passivo e (2) redução do valor do patrimônio como um todo. Essa situação caracteriza um fato contábil misto diminutivo.

GABARITO

C