Вы находитесь на странице: 1из 17

A Química do Poker

Escrito por Alan Hidalgo Pagoto – 2011 www.alanhidalgopagoto.com.br msn alan@alanhidalgopagoto.com.br

Sumário

1. Introdução

Pg 3

2. Breve Vocabulário

Pg 4

3. Regras Básicas

Pg 6

4. Jogos Possíveis

Pg 7

5. Posições

Pg 9

6. Roubando os blinds e a mesa

Pg 11

7. Abertura do flop

Pg 12

8. Outs, Pot Odds e EV

Pg 13

9. Mudança de comportamento e bolha

Pg 15

10. Heads-Up

Pg 16

11. Conclusão

Pg 17

1) Introdução

Chegou o fim de semana. Todos os amigos se reúnem para beber, fazer um churrasco e, aos fissurados pela jogatina, uma rodada de Poker. Então sentamos ao redor de uma mesa e começamos a distribuir as cartas e logo ouvimos de algum jogador:

“qual jogo é melhor, dois pares ou trinca?”. Vou explicar brevemente, da maneira mais rápida possível, algumas regras do Poker. Elas podem ser encontradas facilmente na internet. Gostaria de concentrar-me nos jogadores que sabem as regras, mas possuem dificuldade para realizar uma jogada inteligente.

2) Breve Vocabulário

Alguns termos que utilizarei também são bastante comuns durante os jogos. Alguns deles estão descritos abaixo:

Dealer – aquele responsável por fazer a distribuição das cartas.

Button – posição onde o dealer se encontra. Irei falar sobre posições (em uma mesa de poker, se quiser saber sobre outras procure um livro de KamaSutra) mais pra frente.

Blind – aposta obrigatória que deve ser realizada por dois jogadores. Um deles pagará apenas metade do blind, o que será chamado de small blind. O outro pagará a aposta toda, chamado de big blind. Small Blind é a primeira posição à esquerda do dealer e big blind a segunda.

Pote – Valor (em fichas) que está na mesa e que será direcionado ao ganhador da mão, ou dividido entre os ganhadores

Call, Check, Fold e Raise – Quando alguém faz uma aposta, você tem três opções: paga a aposta, aumenta ou corre. Caso ninguém tiver apostado, você pode fazer com que a rodada continue sem apostas, dizendo check ou dando uma batida com a mão na mesa. Se é a primeira rodada e você não é nem o small blind e nem o big blind, você precisa dar um call para poder jogar, tendo em vista que o blind é uma aposta. O termo call significa apenas pagar sem aumentar. O termo raise significa aumentar a aposta e o termo fold significa correr.

Bet – Quando ninguém apostou ainda, você tem a opção de ser o primeiro a fazer isso. O termo bet significa apostar.

Stack – Total de suas fichas

All-in – A mais gloriosa, ou catastrófica, jogada do Poker. É o momento em que você está ou dando um bet, call ou raise envolvendo todas as suas fichas. Exceto no caso de empate, depois de um all-in alguém vai cair fora da mesa (torço para que não seja você).

Board – As cinco cartas que estão abertas na mesa (uso comunitário)

Flop – São as três cartas iniciais do bordo

Turn – A quarta carta

River – A quinta

Limp – Quando a primeira rodada de apostas é iniciada (explicarei sobre rodadas de apostas a seguir), os blinds farão suas apostas no escuro e você poderá apenas pagar essa aposta caso quiser ver o flop. Isso não garante que esse call é suficiente para que você veja o flop, pois alguém que agirá depois de você poderá aumentar a aposta, obrigando você a pagá-la, correr ou aumentar. Caso decidir correr, o que já deixou na

mesa fica no pote, ou seja, não volta a você. Ou seja, limp é apenas pagar a aposta inicial sem dar raise.

3) Regras Básicas

Duas cartas são dadas a cada jogador, no sentido horário, de cima para baixo no baralho. Dá-se uma carta para cada jogador e, quando o dealer receber sua carta, dá mais uma (carta) para cada um. Como os blinds já fizeram suas apostas, o primeiro jogador a decidir o que vai fazer é o que está à esquerda do big blind. Ele tem a opção de dar call (ou seja, entrar de limp), aumentar a aposta ou correr (sem pagar nada). Caso ele pagar, o próximo terá de pagar ou correr, e assim vai. O small blind só precisa pagar mais metade do blind, tendo em vista que a outra ele pagou no escuro. Caso alguém fizer raise, todos os jogadores precisam igualar a aposta ou correr. Você pode fazer um raise em cima do raise de outro jogador, obrigando todos novamente a cobrir a aposta. Caso todos os jogadores derem call, o big blind ainda pode aumentar a aposta ou, caso contrário, aumentar. Não há necessidade de o big blind dar fold caso ninguém tenha dado raise, pois ele já fez sua aposta. Quando todos os jogadores tiverem apostado o mesmo valor na mesa, abre-se o flop.

O primeiro jogador a fazer algo agora é o primeiro que possuir cartas (não tiver dado fold) que estiver à esquerda do dealer. Ele tem a opção de dar check ou bet. Caso todos os jogadores derem check, será aberto o turn e inicia-se uma nova rodada. Caso todos os jogadores derem check novamente, será aberto o river e, no caso de todos darem check, mostram-se as cartas, definindo-se assim o vencedor. Quando um jogador dá raise, ele não tomará mais nenhuma decisão antes da abertura de outra carta ou grupo de cartas na mesa, exceto se outro jogador der raise depois dele, obrigando-o a pagar ou correr. Os blinds sobem conforme o tempo passa, fazendo com que os jogadores tomem decisões mais perigosas para não serem comidos vivos por esses. Das cinco cartas na mesa e as duas da sua mão, totalizando sete, apenas cinco formarão seu jogo, ou seja, você pode desprezar duas. Dessas cinco cartas, os jogos que podem ser formados estão no próximo capítulo.

4) Jogos possíveis

Carta alta – Caso você não tenha nem um par, o ganhador será reconhecido pela carta mais alta. Caso essa seja a mesma, vê-se a segunda. Caso seja a mesma, repete-se o procedimento até a quinta carta. Caso as cinco forem iguais, divide-se o pote. Não há sexta carta no Poker Texas Hold’em.

Par – Caso você tenha um par entre as cinco cartas que for utilizar, você tem um jogo melhor do que o que não tem nenhum. Caso o par for o mesmo entre dois jogadores, verifica-se o valor da terceira carta. Caso for o mesmo, repete-se o procedimento para a quarta e a quinta. Caso forem iguais, o valor do pote é divido. Ganha o jogador que tiver o maior par ou, em caso de igualdade, o que tiver as maiores cartas entre a terceira, a quarta e a quinta.

Dois Pares – Caso você formar dois pares entre as cinco cartas, ganhará do jogador que tem apenas um. Caso o par mais alto seja o mesmo, verifica-se o valor do segundo par. Caso ainda sejam iguais, vê-se o valor da quinta carta. Caso haja repetição, há divisão do pote. Por exemplo, se entre suas cinco cartas você tiver AAKKQ e outro jgoador tiver AAQQK, ganha o jogador que tem AAKKQ, pois o segundo par (KK) é maior que o do outro oponente (QQ).

Trinca – Caso você tiver três cartas iguais entre as cinco, você tem uma trinca, e ganhará do jogador que tem dois pares e do que tem apenas um. Caso a trinca seja a mesma entre dois jogadores, verifica-se o valor da quarta carta e, em caso de repetição, vê-se o valor da quinta carta. Caso persista a repetição, divide-se o pote.

Straight – Caso você tiver uma sequência, você ganha de todos os jogos anteriores. As sequências começam em A e terminam em A, por exemplo: A2345 e TJQKA (T é a abreviação de 10). Caso dois jogadores tenham um straight, verifica-se a maior carta da sequência. Em caso de repetição, divide-se o pote.

Flush – Caso você tiver cinco cartas do mesmo naipe, você tem um flush e ganha de todos os jogos anteriores. Caso dois jogadores tiverem um flush entre as cinco cartas, verifica-se quem tem a maior delas. Em caso de repetição, verifica-se a segunda carta, e assim verifica-se até a quinta. Em caso de repetição, divide-se o pote.

Full House – Um full house nada mais é que, entre cinco cartas, uma trinca somada a um par. Você ganha de todos os jogos anteriores caso tiver um full house. Caso dois jogadores tenham um full house, verifica-se qual dos dois tem a maior carta das cinco utilizadas. Caso haja repetição, verifica-se a segunda carta, e assim vai até a quinta. Em caso de repetição, divide-se o pote.

Straight Flush – O straight flush nada mais é que uma sequência somada a um flush, ou seja, você tem uma sequência de mesmo naipe. Você ganha de todos os jogos anteriores caso tiver esse e, caso dois jogadores tenham um straight flush, verifica-se quem tem a maior carta entre as cinco. Caso a maior carta seja um Às, o jogador possui um Royal Straight Flush, melhor jogo possível no Poker.

O Poker consiste em tomar decisões certas nas horas certas, portanto, se você achar que as cartas que possuem na mão têm grandes chances de formar um bom jogo,

aposte, caso contrário, corra. Uma das coisas mais importantes na hora de tomar um decisão no jogo é a sua posição.

5) Posições

Todas as posições na mesa possuem um título, ou então uma abreviação. Primeiro vou falar sobre quais são elas e depois farei meus comentários sobre como devem ser levadas em conta antes de tomar uma decisão. Em uma mesa com dez pessoas, as posições são as seguintes, em sentido horário:

5.1) Small Blind 5.2) Big Blind 5.3) UTG1 (Abreviação de Under the Gun, ou seja, na mira da arma) 5.4) UTG2 5.5) UTG3 5.6) MP1 (Posição intermediária) 5.7) MP2 5.8) MP3 5.9) Cutoff 5.10) Button

Na primeira rodada o small blind paga metade da aposta sem ver suas cartas. O big blind, por ser o próximo, faz a aposta integral sem ver suas cartas também. Após a entrega de todas as cartas, o primeiro jogador a agir será o UTG1, e assim vai, até chegar no big blind novamente, que dará check caso quiser ver o flop e ninguém tiver dado raise, call caso alguém tiver dado raise ou fold caso tiverem dado raise e ele preferir correr. Caso saia um jogador da mesa, elimina-se a posição UTG1. Caso saia outro, elimina-se a UTG2, e assim vai. Quando você pega suas cartas e está numa posição inicial, na UTG1 por exemplo, você tem que estar ciente de que ainda há jogadores que vão decidir o que fazer depois de você, até mesmo baseando-se na sua decisão. Então faça a si mesmo as seguintes perguntas:

“Se eu der call agora e somente pagar o valor da do blind, e alguém der raise depois de mim, o que vou fazer, dar call novamente, fold ou raise?”

“Tenho uma mão boa mas não quero que eles corram caso eu der raise. Dou apenas call para preparar uma armadilha ou um mini-raise?”

Caso você estiver em posições intermediárias (MP1, MP2, MP3), pergunte a si mesmo:

“O jogador que decidiu antes de mim deu call. Será que ele está preparando uma armadilha?”

“Um jogador deu raise antes de mim. Dou apenas call e deixo abrir o flop, dou fold pois ele tem um jogo bom ou dou raise novamente para ver a reação dele?”

Como o small blind e o big blind já fizeram apostas, eles serão os últimos a tomar decisão na primeira rodada. Na segunda rodada serão os primeiros, pois estão logo à esquerda do dealer.

Antes da abertura do flop, caso você estiver em uma posição final (Cutoff, Button, Small Blind e Big Blind), faça a si mesmo as seguintes perguntas:

“Todos deram fold antes de mim, restou apenas eu e mais duas ou três pessoas. Dou um raise para roubar as apostas que eles fizeram no escuro ou apenas um call?”

Nessa última pergunta falei de algo que é muito importante para o sucesso no Poker: o roubo dos blinds.

6) Roubando os blinds e a mesa

Como os blinds vão aumentando com o tempo, os valores deles passam a ser muito grandes comparados com o seu stack. Nesse artigo usarei letras para identificar naipes, sendo elas h (hearts, ou seja, copas), s (spades, ou seja, espadas), c (clubs, ou seja, paus) e d (diamonds, ou seja, ouros). No início do jogo você tem muitas fichas e os blinds ainda são pequenos, ou seja, não vale a pena tentar roubá-los, pois estará correndo um risco inútil. No começo do jogo dê fold até que tenha uma mão muito boa, como um AA, KK, QQ, AK ou AQ. Quando encontrar uma mão dessas, não entre de limp, ou seja, pagando apenas a aposta, mas sim de raise, aumentando o valor dela e obrigando os outros jogadores a pagar também. Caso tiver uma mão boa, aposte em torno de cinco vezes o valor do big blind. Caso algum jogador dê raise sobre o seu, vá a all-in. Caso algum jogador tenha dado raise antes de você, multiplique a aposta dele por três e dê raise novamente. Vale lembrar que isso está acontecendo antes da abertura do flop. Caso você estiver numa posição final e todos os jogadores que tomaram decisões antes deram fold, você tem a opção de roubar a os blinds. Você não precisa de uma mão excepcional para fazer isso. Caso você tenha mãos como KQ, AJ, QJ, QT, KJ ou pares, poderá dar um raise para obrigá-los a darem fold e você ficar com o valor das apostas que fizeram no escuro. Caso algum deles dê raise em sua tentativa, dê fold e aborte seu plano. Caso derem apenas call e o flop trouxer a você um top pair (maior par, com uma carta da sua mão e uma da mesa) ou algo melhor, como um over pair (um par que está na sua mão maior que todas as cartas da mesa) ou qualquer outro jogo citado nos capítulos anteriores, continue apostando e, se necessário, vá a all-in. Caso o flop não trouxer nada de útil para você, aborte seu plano caso seu oponente dê bet. Caso algum jogador tenha dado call, ou seja, entrado de limp, provavelmente ele não está seguro de que a mão dele é boa, então você pode, além de roubar os blinds, roubar o que ele colocou na mesa, então aposte em torno de cinco vezes o valor do big blind somados ao valor de um big blind para cada jogador que entrou de limp. Caso algum deles dê call ou raise, repita a leitura dos capítulos anteriores.

7) A abertura do flop

Quando todos os jogadores tiverem colocado a mesma quantia na mesa, abrem-se as três cartas do flop. Fique atento à sua posição. Caso você estiver em posição final (Cutoff ou Button apenas, pois depois do flop os blinds serão os primeiros a agir) e todos os jogadores tiverem dado check antes de você, para fazer a abertura do turn, ou seja, a quarta carta do board, você pode dar bet mesmo que não tenha uma mão muito boa, como um middle pair (por exemplo, sua mão é Q8 e a mesa traz J85). Não hesite em dar bet e raise de qualquer posição caso tiver um top pair ou algo melhor. Apenas lembre de que, caso dois jogadores tenham o mesmo par, três cartas serão consideradas como desempate, ou seja, se o flop for A46 e você tiver A2, fique atento pois o 2 é um péssimo kicker (carta de desempate). Você também poderá dar um bet caso tiver um draw. Um draw significa que você não tem uma straight e nem um flush, porém falta apenas uma carta para que você tenha um, e você ainda tem o turn e o river por vir, por exemplo:

Mesa: 7h (copas) 8h (copas) 2s (espadas)

Sua mão: 6h (copas) 9h (copas)

Nesse caso você tem dois draws somados: um para straight e um para flush. Em breve falaremos de outs (os quais dizem respeito a cartas que te ajudarão). Você pode apostar com uma mão dessa. Caso o flop trouxer três cartas de mesmo naipe e você não tiver nenhuma carta desse naipe, dê fold mesmo tendo top pair diante de um raise. Caso tiver um draw apenas para straight ou apenas para flush, dê bet, porém seja mais cuidadoso caso receber um raise sobre sua aposta. SEMPRE QUE SEU RAISE OU CALL FOR MAIOR QUE 30% DO SEU STACK, VÁ A ALL-IN.

8) Outs, Pot Odds e EV

Um item bastante importante no Poker envolve estatística, porém alguns macetes facilitam sua vida. Imagine a seguinte situação:

Sua mão: As Ks

Bordo: 4c Kh Ah

Nessa situação você tem dois pares. Quais são as chances de você fazer um full house no turn ou no river? Aí entra um pouco de probabilidade. O baralho possui 52 cartas, estando 2 delas na sua mão e 3 na mesa. As cartas de seus adversários você pode contar como estando no baralho, afinal, você não sabe quais são. Das 47 cartas que sobram, lá estão dois ases e dois reis. Um conceito bastante importante na estatística é o de ou ou e. Caso você precise que o turn traga uma carta e o river traga outra, você deverá fazer a multiplicação de duas probabilidades. Caso você precise que o turn traga uma carta ou o river traga essa mesma carta, você soma as probabilidades. No exemplo acima você precisa que um A ou um K venham no turn OU no river. Então basta somar as probabilidades. Como temos 4 cartas que nos dão o full house e 47 no baralho, a chance de essa carta vir no flop é de 4 em 47, ou seja, 4/47, dando um valor de aproximadamente 0,085. Em porcentagem, isso diz respeito a 8,5%, ou seja, a chance de você fazer um full house no turn é de 8,5%. Mas vamos supor que essa carta não venha no turn, então você ainda tem a probabilidade de ela vir no river. Como já foi tirada uma carta do baralho (o turn), o número de cartas restantes agora é de 46, ou seja sua chance agora é de 4 em 46, ou seja, 4/46, dando um valor de aproximadamente 0,087. Em porcentagem, isso diz respeito a 8,7%. Somando as duas chances, pois você precisa que apenas uma delas aconteça, sua chance é de 17,2%. A porcentagem de você melhorar sua mão é algo muito útil na hora de tomar uma decisão. Vamos repetir o exemplo do capítulo anterior:

Sua mão: 6h 9h

Mesa: 7h 8h 2s

Ou seja, você pode formar tanto uma straight quanto um flush. Você ainda tem as cartas de valor 9 que podem trazer a você o top pair, ou seja, seus outs são os seguintes:

- Qualquer carta de copas pra te dar um flush (como duas estão na mesa e duas na

sua mão, e temos 13 cartas de cada naipe no baralho, ainda restam 9 cartas de copas)

- Um 9 pra te dar um top pair (ainda existem três cartas de valor 9 no baralho), ou seja, mais três outs

- Um cinco ou um dez para te dar um straight (existem quatro cartas de valor 5 e

quatro de valor 10 ainda no baralho, porém devemos subtrair duas desse total de 8 cartas, pois são as de naipe de copas que já contamos acima e não podemos fazer isso duas vezes)

Você possui um total de 18 outs (9 pro flush, 3 pro top pair e 6 para o straight).

Como ainda restam 47 cartas no baralho, a chance de o turn trazer uma delas é de 18 em 47, ou seja, 18/47, dando um valor de 0,38. Em porcentagem, isso é equivalente a 38%. Como essa carta ainda pode vir no river, devemos somar mais 18/46. A soma das duas vai resultar em aproximadamente 76%. Não há por que não dar um raise, ou um bet, com uma probabilidade dessas de se dar bem. Você pode se perguntar: “eu tinha 76% de chance de fazer uma mão boa, mas a carta que eu precisava não veio. Perdi muitas fichas, e agora?”. Vale lembrar que o Poker é um jogo de estatísticas, mas não de certezas. Se você jogar uma moeda pra cima duas vezes corre sério risco de ver cara ou coroa se repetirem, porém, caso jogar ela pra cima um milhão de vezes, a divisão vai se aproximar dos 50%-50%. Isso significa que você deve jogar muitas mãos para que as probabilidades estejam ao seu lado. No Poker essa situação é chamada de EV (expected value). Vamos supor que eu tenha uma certa mão, o pote tenha 1000 fichas e meu adversário dê bet com 200 fichas. A relação de fichas que eu tenho que pagar sobre o valor total da mesa é chamada de pot odds, que nesse caso é de 200/1200 = 1/6. Eu sei que a minha probabilidade de ganhar é de 30% (usando o cálculo dos outs explicado acima), então faço a multiplicação 30%x1200 (1200 fichas caso eu ganhar) – 70%x200 (200 fichas que vou perder caso pagar e minha carta não vir). O resultado da multiplicação é de 0,3x1200-0,7x200 = 360-140 = 220, ou seja, mesmo perdendo em 70% das vezes, eu vou sair ganhando 220 fichas a cada vez que der call. Nesse caso meu ev é de +220, ou seja, é um call que vale a pena fazer. Caso o valor do ev for negativo, não dê call. A estratégia de ev é muito utilizada por máquinas caça-níqueis e cassinos, pois uma máquina que somente ganha não atrairia ninguém. Ela dá dinheiro algumas vezes, mas na soma de todas as vezes ela sai no lucro.

9) Mudança de Comportamento e Bolha

Seu comportamento deverá variar conforme o jogo passa. No começo, enquanto os blinds são baixo o valor de seu stack supere 30 vezes o valor da aposta do big blind, você deverá jogar tight, ou seja, aguardar por mãos boas para jogar, conforme citadas anteriormente. Quando o valor de seu stack está entre 30 vezes o valor da aposta do big blind e 13 vezes o valor dessa, você deverá jogar na estratégia de roubar os blinds, conforme explicado anteriormente. Caso você não ser mais loose, ou seja, agressivo, nessa etapa, será comido vivo pelos blinds e sairá do jogo dando all-in para poder pagar apenas o big blind.

Torneios de nove e dez pessoas premiam geralmente os três primeiros lugares, alguns apenas dois. Essa região de premiação é chamada de ITM (abreviação de in the money, ou seja, já premiado). Quando a mesa possui apenas um jogador a mais do que a quantidade de classificações pagas, a situação é chamada de bolha. Sem dúvida é o momento mais tenso do jogo, pois quem sair fica sem dinheiro algum e os que ficarem garantem algo. Você deve se aproveitar dessa situação sendo mais agressivo, pois todo mundo tem medo de cair na bolha. No livro A Arte da Guerra, Sun Tzu diz que nunca devemos pressionar um adversário desesperado. Isso significa que devemos pressionar aqueles que possuem mais fichas, pois querem poupar-se para garantir premiação. Roube os blinds dando raises e, quando duas pessoas já tiverem ido a all-in, dê fold em mãos que são inclusive boas, como AK ou AQ, pois provavelmente uma delas irá sair. Já vi gente dar fold em AA na bolha pra não correr o risco de ser eliminado com 1000 fichas (caso uma bad beat, que é uma situação de azar, aconteça) enquanto alguém com 50 fichas está pronto para cair. Tome cuidado na bolha, tente roubar quatro blinds a cada três órbitas (voltas) e espere que alguém caia. Depois que você estiver ITM, ou seja, já no lucro, jogue para ganhar. Seja agressivo ao máximo, dê all-in se possuir mãos como JT+ ou 44+, ou seja, cartas acima de JT (Valete e Dez, como JT, JQ, JK, QT, KQ, AK, AQ, AT, AJ) e pares acima de 44. Caso alguém der raise antes de você, aceite com AT+ ou 66+, ou seja, mãos como AT, AJ, AQ, AK e pares acima de 66. Caso seu adversário possuir menos de um terço de suas fichas, aceite com as mãos que daria all-in citadas acima.

10) Heads-up

No combate mano-a-mano, chamado de heads-up, você não poderá ser tight, senão perderá muitas fichas e, quando der all-in, não será suficiente para derrubar o adversário. Roube os blinds dele, dê raise com mãos maiores que JT e pares acima de 44, como JT, JQ, JK, QK, AQ, QJ, AT, QT e, em caso de receber um re-raise, vá all-in com mãos maiores que KT, como KT, KJ, KQ, AQ, AK, AJ, AT, e pares acima de 66. Quando tiver mãos muito boas, como AA, KK, QQ e AK, dê call ou um mini- raise para fazer seu adversário contra-atacar, então leve o jogo a all-in e tire as fichas dele.

11) Conclusão

Vale lembrar que esse material é algo simples, que estou fazendo para tentar ajudar aqueles que possuem dúvidas quanto ao conteúdo debatido. Na internet existem várias apostilas muito melhores, ou seja, se jogar Poker faz parte da sua vida, siga em frente! Muitas vezes nesse livro eu usei as palavras “oponente” e “adversário”. Muitas vezes você estará jogando contra amigos seus, porém um ditado é verdadeiro: amigos são amigos, o Poker é à parte. Não é maldade e nem pecado explorar seus amigos que estão jogando por diversão na mesa, a fim de recolher todas as fichas deles, pegar o dinheiro e tomar umas cervejas geladas depois. Para quem quiser me acompanhar, meu site é www.alanhidalgopagoto.com.br, meu twitter é @hidalgopagoto e meu msn é alan@alanhidalgopagoto.com.br. Valeu galera e bom jogo a vocês!