Вы находитесь на странице: 1из 4
A sintaxe consiste nas funções que as classes de palavras podem fazer:  Sujeito e Predicado:
A sintaxe consiste nas funções que as classes de palavras podem fazer:  Sujeito e Predicado:

A sintaxe consiste nas funções que as classes de palavras podem fazer:

Sujeito e Predicado: termos essenciais da oração.

OD; OI; Adj. Adverbial e Agente da Passiva: complemento de verbos

Adj. Adnominal; Aposto; Predicativo; Complemento Nominal e Vocativo:

complemento de nomes.

Vocativo: termo independente da oração.

Junção da Morfologia com a Sintaxe fica uma análise morfossintática.

1) Termos essenciais da oração (absolutamente necessário, indispensável):

1.1) Sujeito: aquilo do que se faz uma declaração.

Ex: O leão fugiu do zoológico. / Ex: O cabelo dela era vermelho. Tipos de sujeito:

  • a) simples – A garota quebrou a unha.

  • b) composto – As saias azuis, as blusas e os ternos pretos vieram trocados.

  • c) elíptico, desinencial ou oculto (as bancas também o estão chamando de sujeito simples) –

(Eu) Fui ao cinema.

O núcleo do sujeito será um substantivo, ou uma palavra equivalente. (Ex: pronome, palavra substantivada, artigo acompanhando uma palavra etc).

Obs1: para cada verbo, existirá uma tipologia de sujeito.

Obs2: o sujeito sempre será determinado ou classificado pelo verbo.

  • d) inexistente (impessoalidade)

Verbo “haver” ou “ter” no sentido de “existir”.

Ex: Havia muitas pessoas no lugar. Ex: Existiam muitas pessoas no lugar Ex: Tem dois suspeitos na sala. (sentido de existir) Ex: Têm os homens várias virtudes. (sentido de dizer que os homens tem alguma coisa)

Verbo que indicam fenômenos da natureza.

Ex: Choveu muito ontem (fenômeno da natureza) Ex: Choveram elogios ao palestrante ontem. (elogio ao palestrante)

Verbos que fazem referência a tempo + verbo “ser” (data, hora e distância).

Ex: Faz dez anos que não te vejo.

Ex:

São

dez

horas.

(o

verbo

“ser”

é

próximo/complemento ou sujeito).

anômalo,

podem

concordar

com

o

termo

Ex: São dois quilômetros até o destino. (o verbo “ser” é anômalo, podem concordar com o termo próximo).

Ex: Há três semanas eu cheguei de viagem. Obs: A expressão “Há três semanas atrás” consiste em pleonasmo.

Expressões “Basta de” “Chega de” não possuem sujeito.

e) indeterminado – formado por dois tipos de estrutura

P.S: semântica do sujeito indeterminado.

Semântica do Sujeito Indeterminado: trata-se de um sujeito que semanticamente existe, porém eu não consigo determinar quem é ele.

Primeira estrutura: verbo na 3ª pessoa do plural: sem sujeito expresso anteriormente.

Ex: Quebraram toda a sala. (S. indeterminado).

Ex: Os alunos chegaram (o sujeito desse verbo são os alunos) atrasados. Disseram (já neste caso há um sujeito oculto, pois consigo determinar, os alunos) que o trânsito atrapalhou.

Ex: Eles foram ao clube. (Há sujeito, “eles”) – S. Simples

Ex: Foi ao clube. (3ª pessoa do singular) – S. Desinencial/Elíptico/Oculto.

Termo Independente da Oração

Vocativo: exerce função sintática, mas não faz parte nem do sujeito nem predicado. Não essencial, dispensável.

Trata-se de um chamamento;

Termo separado por vírgula;

Não faz parte nem o sujeito, muito menos do predicado.

Ex: Amor, venha (núcleo do predicado) aqui.

Ex: Meu Deus, preciso de sua ajuda.

Ex: Ana, você fez isso? Obs: Se o verbo indica ação, o mesmo é o núcleo do predicado.

1.2) Predicado: tudo aquilo que se declara a respeito do sujeito.