Вы находитесь на странице: 1из 14

Tabela matriz a utilizar para a realização da 1ª parte da tarefa, conforme indicações do Guia da Sessão

Conhecimento na área
Aspectos críticos
que a Literatura Desafios. Acções
Domínio Pontos fortes Fraquezas Oportunidades Ameaças
identifica a implementar

É um Criar hábitos de Afectação de um Participação em


Competências do impulsionador da Promove e sugere utilização professor acções de
professor bibliotecário mudança actividades que autónoma da BE Bibliotecário com formação.
educativa , tendo vão ao encontro pelos docentes alguma formação Participar em
um papel das aprendizagens na área das reuniões de
importante para o dos alunos. bibliotecas e com partilha, de SABE
sucesso Incentiva para o alguns anos de Criar uma maior
educativo, para a uso da BE como experiência articulação com
melhoria das fazendo parte Apoio da RBE os docentes.
aprendizagens. integrante da Obter formação Promover o
Promover a escola e sendo um especializada hábito da
articulação com recurso apropriação da
os professores de fundamental para BE pelos docentes
forma a contribuir a aquisição de de uma forma
para o conhecimentos. mais autónoma
desenvolvimento
dos projectos
curriculares de
turma.
Proporcionar um
ambiente propício
Conhecimento na área
à aprendizagem
através da gestão
de conteúdos de
aprendizagem,
incluindo a
elaboração de
materiais
educativos,
impressos…
Dar ênfase ao
processo de
busca de
informação e
utilização dessa
informação no
processo de
construção do
conhecimento.
Reflectir
constantemente
sobre a sua
prática e criar
meios para
melhorar e ajustar
o seu trabalho em
função das
necessidades dos
alunos.
Conhecimento na área
Contribuir de
forma activa na
formação de
competências de
informação e
apoiar as
mudanças
educacionais na
sociedade da
aprendizagem.
Tem um papel
preponderante na
gestão,
organização,
recuperação e
difusão de
informação.
Papel de
facilitador do
desenvolvimento
de competências
informacionais
dos alunos e
formador de
professores para o
uso de
tecnologias de
informação e
Conhecimento na área
recursos de
informação

Organização Elaboração de Falta de recursos Apoio da gestão Falta de Solicitar junto dos
Organização e Gestão da funcional do R.I. da BE humanos que da escola em orçamento para órgãos
BE espaço. Elaboração do apoiem o reforçar a BE equipar BE do 1º competentes
Organização e PAA da BE em funcionamento da com algum ciclo com os apoio na
gestão dos conformidade BE. equipamento equipamento aquisição de
recursos de forma com o PAA da Falta de recursos informático necessários equipamento
a facultar escola. informáticos, Apoio do técnico Incentivar para a
condições de Elabora uma tanto ao nível de da Câmara necessidade de
acesso e de Política de software como de Municipal uma funcionária
trabalho Colaboração com equipamento Colocação de na BE
individual ou em as BEs do informático , o uma auxiliar
grupo. Agrupamento qual é quase Alargamento do
Disponibilizar Procede à inexistente. horário de
um conjunto de organização e Horário não funcionamento
recursos de gestão dos alargado
informação em recursos afectos à
diferentes BE.
suportes que Funciona de
possam ir de acordo com o
encontro às horário da escola
necessidades dos
utilizadores.
Afectação de um
professor
bibliotecário e de
Conhecimento na área
uma equipa que
articule e trabalhe
com a escola,
professores e
alunos.
Liderança do
professor
bibliotecário e da
equipa.
Proceder ao
desenvolvimento
de estratégias de
gestão e de
integração da BE
na escola e no
desenvolvimento
curricular.
Elaboração do
PAA e do R.I. Da
BE.
Gestão dos
recursos
humanos.
Financiamento e
recursos:
Necessidade de
fornecer os
recursos
Conhecimento na área
adequados , tanto
em termos de
pessoal, como
hardware, de
tecnologia e
suporte de
tecnologia, fontes
de informação e
de fundos para
investigação.
Funcionamento
da Be num
horário que
satisfaça as
necessidades da
comunidade
educativa
Valorização da
Be pelo órgão
directivo da
Escola /
Agrupamento.
Avaliação e
elaboração de um
Plano de Acção
com o objectivo
de procurar
melhorar o
Conhecimento na área
funcionamento a
que propôs a BE

Disponibilizar um Disponibilização Necessidade Colaborar com a Falta de Continuar com a


Gestão da Colecção conjunto de de recursos imperativa de articulação de conhecimento por articulação dos
recursos de adequados adequar a BE com materiais pelas parte dos recursos no
informação em novos recursos várias escolas, no docentes dos âmbito do PNL e
diferentes informáticos âmbito do PNL recursos com a circulação
suportes que existentes na BE de materiais
possam ir de solicitados pelos
encontro às docentes.
necessidades dos Incentivar os
utilizadores. docentes a
Necessidade de conhecer mais de
fornecer os perto os recursos
recursos existentes e assim
adequados e poderem ser
actualizados de rentabilizados.
forma a facultar a
informação
necessária para o
desenvolvimento
Conhecimento na área
e construção do
conhecimento e a
estar em sintonia
com a Sociedade
de Informação do
séc. XXI

A BE como espaço de Articulação com A BE articula A ocupação e A falta de Sensibilização


conhecimento e departamentos, com os utilização de recursos humanos dos docentes e
aprendizagem. Trabalho professores e professores na recursos da BE Criar incentivos e equipamento dos Órgãos de
colaborativo e articulado alunos na planificação e não são nos docentes para informático afasta Gestão para o
com Departamentos e planificação e desenvolvimento razoavelmente a apropriação da alguns docentes reconhecimento
docentes. desenvolvimento de actividades rentabilizados BE do uso mais da BE como
de actividades educativas de pelos docentes no assíduo da BE tendo um papel
educativas e de acordo com os âmbito da activo e
aprendizagem , de projectos actividade lectiva necessário para o
acordo com os curriculares de desenvolvimento
projectos turma. Fraca apropriação e aquisição de
curriculares. A BE auxilia no da BE devido à conhecimentos
Conhecimento na área
Desenvolvimento acompanhamento falta de recursos dos alunos.
de competências de turmas que tecnológicos e
de leitura e de frequentam a BE. humanos a apoiar
literacia de Produz ou na BE
informação, colabora na
contribuindo de produção de
forma materiais de apoio
colaborativa e às diferentes
articulada com os actividades .
docentes para o Elaboração de
desenvolvimento sugestões de
de competências actividades, sendo
que suportam as enviadas por
aprendizagens e a email a todos os
construção do docentes.
conhecimento. Desenvolve
Debater e actividades
partilhar ideias variadas que
com os pretendem ir de
professores, encontro às
criando materiais aprendizagens dos
que possam alunos.
melhorar o Articulação com
desempenho dos o PNL
alunos.
Conhecimento na área

Promover o gosto
Disponibilização
pela leitura com a
de uma colecção
programação de Necessidade de
variada e
actividades que equipamento
adequada de
motivem os informático para
forma a criar o Planear
alunos para a poder dar acesso Utilização dos
gosto nos alunos actividades de
leitura e escrita: aos alunos dos recursos
pela leitura. incentivo à leitura
Jogos de leitura novos ambientes apresentados pelo
Criar um melhor Incentivar para o
recreativa, digitais PNL : Falta de
Formação para a leitura e acesso a todos os empréstimo
semana da Leitura Caminho das motivação dos
para as literacias recursos de domiciliário
, estafeta da Necessidade de Letras alunos e dos
informação e Articular com o
leitura, criar uma maior Biblioteca dos docentes.
facilitar a sua PNL
dinamizações, dinâmica na livros digitais
utilização no seio Organizar
dramatizações, utilização da BE Concursos
da comunidade actividades entre
hora do conto. para o
educativa. turmas e mesmo
Articulação com empréstimo
Articulação com entre escolas
o PNL. domiciliário, por
o PNL.
Organiza parte dos
actividades de docentes e alunos
formação de
utilizadores
BE e os novos ambientes A Be tem um Falta de Desenvolvimento Fraco impacto nas
digitais. desafio recursos de competências competências Incentivar a
importante no A BE encontra-se informáticos na área das TIC. tecnológicas e de escola para a
apoio ao aberta ao Proporcionar o informação dos necessidade
desenvolvimento desenvolvimento acesso a base de alunos apetrechar a BE
das literacias de de competências dados e com equipamento
Conhecimento na área
informação. na área das TIC. publicações informático
Promover o apoio electrónicas de
ao ambiente de forma a
aprendizagem desenvolver
digital, ser activo competências de
nesta área das informação.
novas tecnologias Contribuir para a
e fomentar o uso utilização das TIC
das TIC como e da Internet
uma prática como ferramentas
educativa. de acesso à
Proporcionar o informação e
acesso a base de recurso para a
dados e aprendizagem.
publicações Complementar
electrónicas de trabalhos
forma a realizados na sala
desenvolver de aula com a
competências de utilização das TIC
informação.
Criar portais para
orientar os alunos
para os recursos
seleccionados.
Articulação de
programas de
literacia de
informação com o
Conhecimento na área
currículo.

Gestão de evidências/ Planear e criar Elaboração de um Necessidade de Aferir a eficácia Muita burocracia Elaborar
avaliação. instrumentos de Plano de Acção elaboração de da prestação da nesta área pode instrumentos que
avaliação Elaboração de inquéritos para BE e reformular desmotivar à auxiliem na
baseados em uma avaliação auscultação do estratégias. recolha de dados. recolha das
evidências. centrada na funcionamento da Identificar pontos evidências.
Constatar através opinião dos BE. fortes e pontos Elaboração do
da recolha de utilizadores. Falta de tempo fracos Plano de Acção
evidências a para recolha de Adquirir da BE
eficácia das dados formação nesta
actividades área
desenvolvidas. “A
prática baseada
em evidência é
fundamental para
a sobrevivência
humana.”
Conhecimento na área

Gestão da mudança
SÍNTESE Factores de sucesso Obstáculos a vencer Acções prioritárias

A biblioteca deve estar Existência de um número razoável de Falta de recursos humanos e


integrada na escola, recursos de informação adequados às equipamentos informáticos.
desempenhando um papel necessidades dos utilizadores Resistência, por parte de alguns
mais activo no processo Afectação de um professor docentes, da integração da BE na sua Articular com os docentes na
ensino-aprendizagem. bibliotecário com alguma experiência prática educativa. planificação e desenvolvimento de
e formação que pretende articular e actividades educativas de acordo com
A biblioteca deve ter uma trabalhar com a escola, os professores os projectos curriculares de turma.
posição, estratégias e e os alunos
liderança para contribuir Elaborar um Plano de Acção.
para a mudança na
educação. Apelar para a afectação de recursos
No actual contexto de humanos e de equipamento
ensino, o professor informático.
bibliotecário é chamado a
assumir uma postura pró-
activa que lhe permita
inserir novos espaços e
conduzir os processos de
literacia de informação e
Conhecimento na área

da aprendizagem ao longo
da vida.
A BE deve estar aberta às
mudanças que a “Era
digital”vem apresentando.