Вы находитесь на странице: 1из 6

d O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização

(Conclusão)
das Bibliotecas Escolares: mogias de operacionalização (Conclusão)

1º Quadro de auto – avaliação das Bibliotecas Escolares com os campos de análise da Avaliação Externa das Escolas
exigidos pela I.G.E., para a construção do Perfil da Escola que vai ser analisada.

OS DOMÍNIOS DE AUTO – AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES.

A - Apoio ao C- Projectos, Parcerias e D. Gestão da Biblioteca


Desenvolvimento Actividades Livres e de Escolar:
Curricular: Abertura à Comunidade:
D.1 Articulação da BE com a
C.1 -Apoio a actividades livres, extra- escola/agrupamento. Acesso aos serviços
A.1 - Art. curricular da BE B- Leitura e Literacia
com as estruturas de coord. curriculares e de enriquecimento prestados pela BE
CAMPOS DE ANALISE DA curricular
Educativa, supervisão
D.2 - Condições humanas e materiais
ESCILA pedagógica e os docentes C.2 -Projectos e Parcerias para a prestação dos serviços
A. Promoção das literacias
D.3 - Gestão da colecção/da
da informação, tecnológica e informação.
digital

-Contexto e Caracterização da
Escola.

1.2. dimensão e condições físicas da


Escola/ BE.

A Formanda Maria José Leal Página 1


d O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização
(Conclusão)
das Bibliotecas Escolares: mogias de operacionalização (Conclusão)

1.4. Pessoal Docente

1.5. Pessoal não Docente

1.6. Recursos Financeiros.

2. O Projecto Educativo

2.1 – prioridades e Objectivos.

2.2 – Estratégias e Planos de


Acção.

3. A Organização e Gestão da
Escola.

3.1 – Estruturas de Gestão

3.2 – Gestão Pedagógica.

3.3- Procedimentos de auto -


avaliação institucional.

A Formanda Maria José Leal Página 2


d O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização
(Conclusão)
das Bibliotecas Escolares: mogias de operacionalização (Conclusão)

4. Ligação à Comunidade.

4.1 – Art. e participação dos P. E. E.


na vida da Escola/BE.

4.2 – Art. e participação das


autarquias.

4.3 – Art. e participação das inst.


Locais.

5. Clima e Ambiente Educativos:

5.1Disciplina e comportamento cívico

5.2 – Motivação e empenho

6. Resultados

6.1 - Resultados académicos

A Formanda Maria José Leal Página 3


d O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização
(Conclusão)
das Bibliotecas Escolares: mogias de operacionalização (Conclusão)

2º Quadro de cruzamento de dados da auto – avaliação das Bibliotecas Escolares com os cinco Domínios de análise da
Avaliação Externa das Escolas realizada pela I.G.E.

OS DOMÍNIOS DE AUTO – AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES.


A - Apoio ao C- Projectos, Parcerias e D. Gestão da Biblioteca
Desenvolvimento Actividades Livres e de Escolar:
Curricular: Abertura à Comunidade:
D.1 Articulação da BE com a
C.1 -Apoio a actividades livres, escola/agrupamento. Acesso aos
A.1 - Art. curricular da B- Leitura e Literacia extra-curriculares e de
BE com as estruturas de serviços prestados pela BE
enriquecimento curricular
coord. Educativa,
D.2 - Condições humanas e
supervisão pedagógica e os C.2 -Projectos e Parcerias
materiais para a prestação dos
Os cinco Domínios da docentes
serviços
A.2 Promoção das
IGE literacias da informação,
D.3 - Gestão da colecção/da
informação.
tecnológica e digital

1. Resultados

1.1 Sucesso académico

1.2 Participação e desenvolvimento


cívico
1.3 Comportamento e
Disciplina

A Formanda Maria José Leal Página 4


d O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização
(Conclusão)
das Bibliotecas Escolares: mogias de operacionalização (Conclusão)

1.4 Valorização e impacto


das aprendizagens

2. Prestação do serviço
educativo
2.1 Articulação e sequencialidade

2.2 Acompanhamento da prática


lectiva em sala de aula

2.3 Diferenciação e apoios

2.4 Abrangência do currículo e


valorização dos saberes dos saberes
e da aprendizagem

3. Organização e gestão
escolar
3.1 Concepção, planeamento e
desenvolvimento da actividade

3.2 Gestão de recursos humanos

3.3 Gestão de recursos materiais e


Financeiros

A Formanda Maria José Leal Página 5


d O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização
(Conclusão)
das Bibliotecas Escolares: mogias de operacionalização (Conclusão)

3.4 Participação dos pais e outros


elementos da comunidade educativa

3.5 Equidade e justiça

4 . Liderança
4.1 Visão e estratégia

4.2 Motivação e empenho

4.3 Abertura á inovação

4.4 Parcerias, protocolos e projecto

5 . Capacidade de auto –
regulação e melhoria da Escola.
5.1 Auto-avaliação

5.2 Sustentabilidade do progresso

A Formanda Maria José Leal Página 6